fonte: formacao.cancaonova.com

Imagine aquele amigo que, durante anos, conviveu com você, dividiu sonhos, brincadeiras, sorrisos, lutas e conquistas. Enfim, essa pessoa que deu mais cor e brilho à sua vida, mas, por algum motivo, precisou partir. O tempo foi passando, alimentado por boas lembranças e algumas vagas notícias. Falta de iniciativas, descuido pelo afeto, respeito ao processo que cada um precisou viver? Talvez um pouco de tudo isso, mas o certo é que uma amizade verdadeira nunca morre, ela é como a boa semente que, guardada na terra dos corações, espera silenciosa o tempo de germinar e voltar a florir. Então, quando o vento dos acontecimentos sopra e o sol da primavera desperta essa amizade, ela rompe o silêncio do tempo e revela a força que jamais deixou de possuir.

Amizade que tem raiz nunca morre

Foto: Wesley Almeida/cancaonova.com

Dias atrás, reencontrei uma amiga depois de vários anos distantes. Aliás, anos que foram marcados por grandes acontecimentos em nossas vidas. Casamento, mudança de país, perda de parentes, conclusão da faculdade, conquista de títulos… Enfim, muitas coisas se passaram sem partilharmos. Aos poucos, o contato que era diário passou a ser semanal, mensal, depois anual e quase deixou de existir.

Sinceramente, até duvidei de que aquela amizade ainda tivesse muita importância. Porém, o reencontro ocasional me provou o contrário. De braços abertos, minha amiga veio em minha direção sorrindo como se não existisse espaço de tempo entre o ontem e o agora. Enquanto me abraçava fortemente, disse-me uma frase que define o sentimento: “Onde há raiz, a gente pode descansar. Que bom te encontrar de novo!”.

A amizade estava ali vivinha, pronta para florescer e embelezar tudo à sua volta. Alegramo-nos ao recordar nossas aventuras, brincadeiras diversas e nosso jeito simples, talvez até ingênuo de nos aprofundar na fé. Vivíamos tudo como um sinal de Deus, e tentar agradá-Lo era sempre nossa meta. Ouvindo as histórias, pensei em silêncio: “Preciso continuar vendo os sinais de Deus em todas as coisas. Ele não mudou!”. Lembramo-nos também do quanto ríamos à toa por qualquer motivo. A vida parecia mais leve e os compromissos eram outros, sorríamos tanto que, às vezes, dependendo do ambiente, era preciso disfarçar o olhar das situações engraçadas para não dar um boa gargalhada e sermos incompreendidas. Pensando sobre isso, constatei também que preciso sorrir mais.

Sorrir é uma das melhores coisas da vida, traz inúmeros benefícios a nós e a quem está ao nosso redor, e o melhor é que não custa nada. Por que nos tornamos tão sérios em nossos dias? Dizem que um amigo que sempre nos faz rir merece o céu como recompensa. Bom, lembrei-me ainda das nossas orações em comum. Combinávamos de uma rezar pelas intenções da outra e oferecer sacrifícios diversos, até alcançarem a graça desejada. Percebi que tenho rezado pouco por meus amigos e estou retomando essa prática.

Reencontrar aquela amiga ajudou-me a reencontrar-me também, e esse, aliás, é um dos papéis primordiais da verdadeira amizade, pois nos coloca diante de nós mesmos, faz com que sejamos quem realmente somos e nos instiga a sermos melhores do que imaginávamos ser. Certamente, é por isso que a Palavra de Deus afirma em Eclesiástico 6, 14: “Um amigo fiel é uma poderosa proteção: quem o achou, encontrou um tesouro”. Como sou grata a Deus por cada tesouro que Ele me permitiu encontrar!

Pelo bem que a experiência me fez, proponho-lhe hoje pensar com carinho nas sementes de amizade que estão guardadas no solo fértil e generoso do seu coração. Essas sementes podem germinar e voltar a florescer para embelezar sua vida e influenciar tudo a sua volta.

Provavelmente, hoje seja um dia oportuno para manifestar aos seus amigos o quanto eles são preciosos e importantes em sua vida. Então, não perca tempo e vá ao encontro deles seja como for. Dessa forma, estará alimentando as sementes de vida e alegria que chamamos de amizade.

Dijanira Silva

Missionária da Comunidade Canção Nova, desde 1997, reside na missão de São Paulo, onde atua nos meios de comunicação. Diariamente, apresenta o programa Conexão Canção Nova na Rádio América CN. Recentemente, a missionária lançou o livro “Por onde andam seus sonhos? Descubra e volte a sonhar” pela Editora Canção Nova.

fonte: formacao.cancaonova.com

Esses dias, um amigo maquiador teve uma ‘sessão sinceridade’ comigo e disse que achava um absurdo eu não usar maquiagem diariamente. Logo eu que prezo tanto o belo, a maquiagem, a autoestima, o cuidado com o corpo… Enfim, minha resposta foi automática: “Se você soubesse a correria que é o meu dia, com certeza não me diria isso. Não dou conta nem do que preciso fazer, imagine o resto!”.

Maquiagem pra enxergar o avesso

Arquivo pessoal

O tempo passou e o que ele me disse acabou fazendo sentido para mim. Entendi que separar dez minutos do dia para fazer uma maquiagem simples, mesmo em meio à correria, não é algo banal ou supérfluo, mas sim um benefício enorme para elevar e fortalecer a autoestima, algo primordial para enfrentar as surpresas da vida com mais sustância.

Percebo o olhar diferente das pessoas para mim quando estou maquiada. E o que mais me chama à atenção é a forma com que me olham, como se enxergassem uma força maior ou algo que não se pode definir, mas que está ali e que se expressa por meio da maquiagem, a qual, nesse momento, serve como um imã atraindo algo de dentro para fora. A maquiagem vai além da cor, dos traços ou da vaidade. É imensamente mais que uma simples arma de sedução. Há nela um mistério inquieto e consistente, ao mesmo tempo, completamente sutil, e que nós mulheres temos o direito e dever de absorvê-lo. Não apenas pela técnica, mas com vontade de viver e de se conhecer. É maquiagem para enxergar o avesso.

Ao detectar isso, decidi perseguir essa imagem e descobri que a maquiagem é um meio e não simplesmente um fim. Externamente, ela evidencia a beleza natural; internamente, potencializa e traz para fora o que temos de melhor e talvez não tão conhecido nem trabalhado. A maquiagem tem importância e merece espaço considerável na vida de toda mulher. Portanto, ‘ganhe’ tempo com ela, vale a pena o investimento. Além disso, pense que sua beleza é única, portanto, pode e deve ser descoberta e aprimorada cada vez mais. Tudo isso pensando no seu bem, na possibilidade de assumir, cada vez mais e melhor, o lugar que já é seu; dessa forma fazer bem para as pessoas que estão ao seu lado, pois o efeito é concreto e contagiante.

Acredito que a beleza é algo interior, quase que totalmente desvinculada do exterior no sentido de que sem ela o que é bonito é fugaz, enquanto o que é belo é eterno. Assumi-la e exteriorizá-la trabalha a coragem e a liberdade de ser simplesmente o que se é. Permite tomar posse do próprio potencial, desenvolve e eleva a autoestima e abre um leque de possibilidades diante da vida. Lembrando que a vida é feita de ciclos e se constrói em meio às dúvidas e incertezas.

Enfrentar a vida com mais ou menos beleza é questão de escolha, e você tem razão em qualquer uma delas. É muito mais do que erro ou acerto, é a experiência de viver com liberdade, coragem e responsabilidade as consequências dos próprios atos.

Uma coisa é certa: a vida é bela independente dos acontecimentos. Constatar isso depende da leitura que se faz diante dos fatos. Quanto mais sua beleza interior estiver trabalhada e exteriorizada, mais possibilidade terá de enxergar a beleza da vida.

Pode soar como loucura da minha parte por conta também da correria do seu dia a dia, dos milhões de afazeres que eu sei que você tem, mas, mesmo assim, eu o convido a fazer o seguinte: separe 10 minutos do seu dia para se maquiar. Se você não tem o costume de usar nada, passe rímel e batom que já está de bom tamanho para começar. O resto é questão de tempo. Pense que essa maquiagem é para enxergar o avesso também.

Tente manter-se fiel no propósito e depois me conte o resultado. Pode ser?

Uma coisa é certa: hoje podemos ser melhores do que ontem, simplesmente porque há muito por se descobrir. Tenha um ótimo trabalho.

Márcia Ribas

Márcia Ribas é formada em Comunicação Social (Rádio e TV), pós graduada em Counseling –  “a via intermediária entre o psicoterapeuta e o cabeleireiro”. Com o desejo de usar da beleza e autoestima para ajudar as pessoas no processo de uma busca autônoma de solução ou transformação em suas vidas, Márcia criou um blog que relata sua experiência ao emagrecer quarenta quilos através de reeducação alimentar e atividade física. Página pessoal da autora: marciaribas.com.br

Uma experiência de vida feita por Dijanira Silva Morgado, missionária da Canção Nova, autora deste livro e apresentadora do program Conexão CN, que tem como objetivo resgatar a sua capacidade de em Deus, sonhar novamente! 

Monsenhor Jonas Abib também fala sobre o conteúdo precioso destas páginas, confere aí!

Adquira já o seu! bit.ly/volteasonhar

Neste fim de semana, durante o Acampamento PHN temos 2 lançamentos da gravadora Canção Nova!

Dunga e Thiago Tomé, missionários da Canção Nova, lançam seus cds! Curta aí músicas que você também ouve aqui na Rádio América!!

:: TEMPO AO TEMPO – THIAGO TOMÉ ::

:: DOMINGO – DUNGA ::

Adquira os produtos Canção Nova, presentes que transformam vidas!!!

Durante este mês de julho vamos clamar o Sangue Precioso de Nosso Senhor sobre nós!! Sempre nas quartas e quintas feiras vamos trabalhar este tema, com pregações que nos ajudam a experienciar a Graça renovadora de Jesus sobre nós!!!

Informações: (11) 3382-9800

jesus-cruz-paixc3a3o-de-cristo

O mês de julho é o mês dedicado ao Preciosíssimo Sangue de Jesus!  O Sangue de Jesus Cristo tem poder no céu, na terra e nos infernos! 

O Sangue de Jesus tem poder! Realmente, não imaginamos todo o poder que há no Sangue de Jesus, derramado por nós na cruz e que se faz presente, em sacrifício ao Pai, em cada Santa Missa celebrada na face da Terra. Podemos dizer que, em cada momento do dia e da noite, em algum lugar do mundo, o Sangue de Jesus está sendo oferecido em sacrifício por nós.

Aproxime-se agora da cruz de Jesus. Ele mesmo disse: “Se, portanto, o Filho vos libertar, sereis verdadeiramente livres” (Jo 8, 36). O Sangue de Jesus estará sendo derramado sobre você.

Reze:

Lava-me, Senhor, com Teu Sangue precioso. Derrama o Sangue das Tuas chagas, das Tuas mãos, dos Teus pés. Lava-me com Teu Sangue por inteiro: corpo, alma e espírito.

Envolve-me com Teu Sangue. A minha mente, o meu coração, a minha vontade e os meus sentimentos. Estou pedindo: derrama o Teu Sangue precioso sobre toda a minha pessoa.

Senhor Jesus, que o Teu Sangue seja a minha defesa, minha fortaleza, minha guarda e que nada do maligno possa me atingir agora, pelo poder do Teu Sangue precioso derramado sobre mim, sobre todas os meus e sobre todos os meus bens.

Agora repita com toda firmeza:

O Sangue de Jesus tem poder sobre mim. A minha defesa é o Sangue de Jesus. A minha proteção é o Sangue de Jesus. A minha fortaleza é o Sangue de Jesus. Eu acolho agora o Sangue precioso de Jesus, que é a minha redenção. Amém!

O Sangue de Jesus Cristo tem poder no céu, na terra e nos infernos. Os demônios são obrigados a reconhecer que o Sangue de Jesus tem poder. Esse Sangue redentor nos salvou e nos arrebatou das garras do maligno.

Os demônios são repelidos e fogem diante da força do Sangue de Jesus. Eles não resistem à Sua presença. Sim, o Sangue de Jesus tem poder sobre os próprios infernos.

Repita comigo:

O Sangue de Jesus tem poder sobre o inferno. Diante do Seu Sangue, o inimigo é repelido e foge. Todo joelho se dobra nos céus, na terra e nos infernos, porque este Sangue tem poder. Amém.

Sabemos que o Sangue de Jesus tem o poder aqui na terra, para nos guardar, nos defender e nos libertar de todo mal. Ele tem o poder de desmanchar as inimizades, as rixas, as vinganças, as trincheiras que as pessoas armaram umas contra as outras, as vinganças guardadas, os ressentimentos entre famílias retidos no coração. O Sangue de Jesus tem poder de reconciliar irmãos, parentes e famílias inteiras. Ele tem o poder de derrubar todo ódio, rancor, vingança, mentira, orgulho, autossuficiências, Ele tem poder de derrubar todas as barreiras.

Repita comigo: 

Jesus, manso e humilde de coração, fazei o meu coração semelhante ao vosso. Eu quero ter um coração como o vosso: dai-me, Senhor.

Sabemos, Senhor, que o Teu Sangue tem poder de nos fazer simples, humildes, pobres e livres de todo orgulho e vaidade.

Agora, se dobre diante do poder do Sangue que cai das mãos e do pés de Jesus, para que você seja lavado por inteiro. Que toda a surdez, toda vaidade e soberba, que toda altivez e orgulho sejam agora desterrados de sua vida.

Termine rezando:

Envolve-me, Jesus, com Teu Sangue, defende-me, Jesus, e livra-me de todo ataque do maligno. Amém.

Artigo extraído do livro ‘Sim, Sim! Não, Não! de monsenhor Jonas Abib.

Veja também

:. O Sangue de Jesus nos cura

:. Entenda porque você precisa de clamar o Sangue de Jesus

Evangelizar também é ir de encontro à necessidade do próximo!

Nesse inverno, abrace um irmão!

A Comunidade Canção Nova e o Projeto Canção Nova Abraça São Paulo quer aquecer os corações neste inverno! Como um gesto concreto de solidariedade iniciamos a arrecadação de agasalhos e mantimentos para as vítimas das fortes frentes frias que tem atingido a cidade.

Para realizar a sua doação, basta se dirigir à Casa de Evangelização da Canção Nova no bairro Liberdade, em São Paulo, durante todo o dia, de segunda à sexta-feira. Você também pode trazer a sua doação durante as atividades próprias da semana na casa de Evangelização, como Missas e Grupos de Oração. Aceitamos roupas, cobertores e alimentos não perecíveis.

Informações: (11) 3382-9800

Dizer que “enquanto vivermos haverá desafios, mas com coragem para enfrentá-los vamos vencer” seria desnecessário, pois o próprio Jesus já falou a esse respeito há mais de dois mil anos: “No mundo haveis de ter aflições. Coragem! Eu venci o mundo” (Jo 16,33).

Como posso ter esperança de que o futuro será melhor No entanto, há momentos em que as perguntas ganham força e influenciam diretamente nossa vida. O que fazer, por exemplo, diante das perspectivas frustadas, quando os sonhos parecem cada vez mais distantes, quando as perdas parecem maiores que os ganhos e os erros superiores aos acertos?

O que fazer quando você olha para trás e tem a sensação de que fez tudo errado e ninguém mais acredita em você? Ou pior, quando até você deixou de acreditar em si mesmo? As perguntas são inevitáveis, mas as respostas demoram a chegar. O fato é que quando passamos por momentos difíceis, geralmente não conseguimos enxergar a ação de Deus nos acontecimentos. Falta-nos forças para orar e ver além dos nossos sentimentos feridos; por isso é difícil acreditar que milagres podem acontecer. As inúmeras perguntas têm a mesma raiz, falta de esperança, falta de fé.

Deus espera uma chance para mudar sua vida

Nessa hora, talvez até você já tenha pensado se vale mesmo a pena continuar ou, então, questionado-se qual é o sentido da vida e se ainda existe uma esperança. A resposta, no entanto, não está ao alce de uma pesquisa na internet, por exemplo, ela está dentro de você e tem um nome: Deus! Ele ainda acredita em você! Sim, Deus não desistiu de você e continua ao seu lado esperando uma chance para mudar sua vida. Ele acredita no seu potencial, na sua capacidade de amar, de superar, dar mais um passo na direção dos sonhos que Ele mesmo plantou em seu coração deste o primeiro momento de sua existência. Deus sonha com você e deseja sua felicidade. “Sei muito bem do projeto que tenho em relação a vós, oráculo do Senhor! É um projeto de felicidade, não de sofrimento: dar-vos um futuro, uma esperança!” (Jer 29,11)

Leia também:
:: O que me faz sonhar e ser feliz?
:: Como lidar com pessoas pessimistas?
:: A beleza de ser mulher
:: Como lidar com a saudade?

Portanto, mesmo que hoje você esteja sem esperança, levante a cabeça, olhe para o céu e pense em Deus como um Pai bom e amoroso que está agora ao seu lado.

E já que Deus acredita em você, acredite você também e deixe-se conduzir pela força do bem que habita sua alma. Nesse processo de vida nova, procure não culpar ninguém! Lembre-se de que nós somos pessoas livres e o que nos acontece é resultado de nossas escolhas. Não caia na tentação de culpar as pessoas e se eleger como vítima, isso só atrapalha a obra nova que Deus quer lhe proporcionar. Procure reconstruir sua história sempre a partir da verdade, pois quando você a acolhe, faz uma grande descoberta: percebe que é capaz de amar e começa a amar concretamente mesmo na dor.

Eu sei que não é fácil mudar a forma de pensar e agir, mas é importante lembrar que é possível com a graça de Deus. Não desista! Você pode ter esperança de que seu futuro será melhor, porque Deus acredita em você!

Dijanira Silva

Dijanira Silva, missionária da Comunidade Canção Nova, atualmente reside na missão de São Paulo. Apresentadora da Rádio CN América (SP). Autora do livro “Por onde andam os seus sonhos, descubra e volte a sonhar!”

Neste sábado, dia 11 de junho, às 21hs Vigília‬ Canção Nova Abraça São Paulo”, com o tema: Ele salva nossa vida da morte e nos coroa de bondade e misericórdia. (Sl 102,4). Presenças: Pe Adriano ZandonáRoberto Tannus e as cantoras católicas Ana Lucia ‪e Luciana Antunes‬.

Vigília CN Abraça SP

Participe conosco! Ou acompanhe tudo pela América!

Na família, a verdadeira forma de amar é servir!

Papa Francisco realizou dois grandes eventos sobre a família; isso nos mostra a preocupação que a Igreja tem com a família nos tempos de hoje. Dois eventos em dois anos seguidos: 2014 e 2015.

O Pontífice começa dizendo em um dos seus documentos: “Devemos insistir nos direitos da família”. Devemos pensar na família, pois ela é a célula mãe da sociedade, e pela situação da nossa sociedade, podemos ver que a família está sendo destruída. A pessoa quando tem um bom fundamento familiar, dificilmente entra em maus caminhos. “Enfraquecer a família é enfraquecer a sociedade”, diz Papa Francisco.

Casamento como vocação

Jesus quis começar a salvação do mundo pela família, e esta começa pelo casal. O casal é de tamanha importância que virou um sacramento, suplemento de graça para que se cumpra sua vocação. E a vocação é um chamado de Deus para realizarmos nossa missão, nossa razão de virmos a este mundo.

É importante entender bem o amor. O casal estraga o amor quando não o entende e leva ideias erradas para dentro do relacionamento. A definição de amor é a cruz. Jesus diz: “Amai-vos uns aos outros, como eu vos amei”. Ele é a definição de amor. Em Ef 5,25 lemos: “Maridos, amai as vossas mulheres como Cristo amou a Igreja e se entregou por ela”.

Jesus foi até a cruz por Sua esposa, que é a Igreja. Ele quer que nós nos entregamos até a cruz por nosso casamento.

Prof. Felipe Aquino

A maior alegria que podemos ter é fazer o bem ao outro.

A paciência e a contemplação

Os relacionamentos não são celestiais, não são perfeitos. Não podemos nos colocar no centro, ser egoístas, porque amar é doar-se sem medidas, sem reclamar pagamentos, mas se doar sem medir pelo simples gosto de servir. Não somos obrigados a servir o mundo inteiro, mas sim aqueles que estão a nossa frente e precisam de nós.

Neste mundo, tudo é milagre. Contemple! Nós somos levados a olhar os defeitos das outras pessoas, mas temos de contemplar a beleza das coisas e das pessoas. No casamento, temos que ter a graça de Deus que nos tira esse olhar. Recordar as alegrias e fazer o bem. A maior alegria que podemos ter é fazer o bem ao outro.

O bem sempre vence, o bem se edifica cada vez mais e o mal se destrói por si mesmo. Fazer o bem faz bem, amar faz bem e esse é o sentido da vida. No casamento, é isso o que fazemos, a família nos dá a oportunidade de nos doarmos e fazermos o bem.

Leia mais:

::Construa a sua casa na rocha que é Jesus Cristo
:
:Dez motivos para as famílias lerem a Exortação Alegria do amor

Cultura do provisório

Papa Francisco diz que temos de tomar cuidado com a cultura do provisório, pois estamos acostumados a fazer tudo no provisório. Não podemos descartar as pessoas. Quem usa as pessoas também será usado e descartado na mesma mentalidade. Isso não pode entrar no casamento, pois este não tem fim. No casamento, prometemos todos os dias da nossa vida, não há descarte , não há provisório; como também não há provisório no amor de Deus por nós.

Transcrição e adaptação: João Paulo dos Santos, via eventos.cancaonova.com

 

HTML Snippets Powered By : XYZScripts.com