formação

Os testemunhos arrastam....

Paz galera.

testemunho rápido. Eu estava dormindo na minha barraca qdo ouvi Deus a me chamar para o primeiro luau, ao chegar lá senti um clima diferente em um determinado momento as luzes acabaram e ao voltar eu estava chorando sendo curado e lavado por dentro. Obrigado senhor por usar do Brais pra mudar minha vida.
No outro dia não foi diferente estava lá marcando presença e levei mais gnt comigo que pela misericórdia de Deus também O encontraram.

A Paz Brais…
só tenho uma palavra para te falar desse luau de sábado… MARAVILHOSO…
você veio na minha cidade em dezembro passado com o Dunga, Itjubá (sul de Minas), até então eu tinha visto você somente nessa apresentação, amigos me falaram de você e talz, mas eu nunca tinha tido um “contato” maior maior com você antes.
Quero agradecer muito você pelo luau, os dois dias foram demais, mas sábado…. sem palavras…
fico feliz pelas graças recebidas nesses dois dias, você me fez perceber quão grande é o amor de Deus por mim..
PARABÉNS PELOS DONS QUE DEUS TE DEU… E MAIS UMA VEZ OBRIGADO.

abraço Rafael

Olá Brais,
O que foi Aquele Luau!!!??? Maravilhosooo…
Sabia que eu fui a primeira a entregar meu piercing e que cai em lagrimas logo após mais esta libertação? Obrigada de coração por doar sua vida a Cristo e nos proporcionar momentos como este atravez do Espirito Santo. Falar em Espirito Santo… sou daqui, de Vitoria ES… Nem sabia que vc tbm era se não tinha balançado a bandeira do estado pra vc tbm… rsrs
Deus seja Louvado pela sua Vida…
Tive um sentimento mto forte sobre consagração… que sabe… Até uma senhora da rua disse que eu podia morar aí, rsrs tremi na base… ainda te conto o meu testemunho completo…
Abraço, espero voltar em breve…
Deus te Abençoe
Fabiana


A pedagogia de cura interior de Deus pelo tempo

Antes de minha vinda para a canção nova eu já trabalhava com crianças e adolescente em uma escola (colégio cristo rei) na cidade de Linhares-ES, onde eu morava. Uma de minhas funções nesta escola era o trabalho com a música onde eu regia e coordenava uma banda marcial “fanfarra”. Confesso que deixar esta banda (este trabalho) foi para mim uma das “entregas” mais dolorida em meu coração que DEUS fez, e olha que foram muitas, as pessoas que me conheciam e conviviam comigo sabem muito bem disto e eu e DEUS sabemos que “minha banda e meu coral infantil” era o que eu mais tinha de puro em minha vida naqueles tempos.

Para mim quem tem o privilegio de trabalhar com crianças, tem também o privilégio de voltar a ser criança e unir em uma só situação: prazer, satisfação profissional, trabalho, carinho e pureza, pois acho que não existe coisa mais bela que conviver, ensinar e ver uma criança ou adolescente fazendo e aprendendo algo bom e principalmente quando esse algo bom é a música “. No fundo quem acaba aprendendo e saindo no lucro é quem está ensinando, é uma forma gratuita e até remunerada de estarmos vivendo e praticando o evangelho de Jesus Cristo.

“Deixai vir a mim as criancinhas e não as impeçais, porque o reino de DEUS é daqueles que se parecem com elas. Luc – 18, 16b”.

A música em minha vida sempre foi e desejo que sempre seja uma das minhas maiores alegrias, pois minha alma é músical e principalmente agora que posso dizer que sou um músico consagrado a DEUS e hoje eu não tenho dúvidas em dizer que foi pela música que Deus me “laçou” e Ele sabe que esta também é uma verdade em meu coração.

Quando mudei para cachoeira paulista até cheguei a procurar umas escolas para começar um projeto musical com crianças, mas acontece que quase sempre não entendemos que DEUS nos purifica e nos santifica de dentro para fora ou em outras palavras DEUS quer nos santificar apartir do nosso passado para chegar ao presente e futuro e isso aconteceu, esta acontecendo e acho que sempre acontecerá em minha vida, pois acho e creio que esta é a pedagogia e uma via de cura interior predileta que DEUS usa com as pessoas e que escolheu para mim.

No início do ano 2000 em uma conversa com o Eto ele me pediu para que eu montasse uma “fanfarra” aqui na Canção Nova com as crianças da comunidade, crianças carentes e crianças de outras entidades filantrópicas e etc… Aquele tempo poderia até ser o tempo certo de DEUS para o Eto e para as crianças, mas para mim sem dúvida não era este tempo, pois DEUS precisava amassar o barro chamado Brais Oss para poder designa-lo para este trabalho e missão.

“Para o Senhor, um dia é como mil anos, e mil anos como um dia.  II Ped 3 -8b”

Cinco anos se passaram e no início deste ano (2005) em uma conversa com o Eto ele me falou:
Você lembra de uma conversa que tivemos um tempo atrás quando eu te pedi para montar uma “fanfarra” ? Pois bem, hoje temos uma escola aqui na Canção Nova com um grande número de crianças, um professor, um desejo no meu coração e no coração do Pe Jonas.  O que você me diz disso?
O que eu disse exatamente naquele momento ao Eto eu nem me lembro, mas lembro que as lágrimas encheram meus olhos quando pude naquele momento escutar DEUS dizer-me: “Brais, é possível tudo recomeçar, nem tudo está perdido não e você pode acreditar”
Naquele exato momento Deus estava curando meu coração de todo voto intimo de maldição que eu avia lançado sobre eu mesmo quando eu dizia que eu nunca mereceria ser um professor de crianças e vivia me culpando de meus pecados do passado.
Aceitei a proposta do Eto, a providência se manifestou cuidando dos instrumentos e hoje após 2 meses de trabalho a Banda Marcial Geração Nova composta de mais de 60 alunos é uma realidade no coração de DEUS,em meu coração, no coração do ETO, no coração do Pe Jonas, no coração das crianças que juntos formam um CORAÇÃO SOLIDÁRIO…

Brais Oss