Ainda que tua mãe esquecesse de ti e todos os teus planos fracassassem, teus amigos te abandonassem, não te deixaria nem te abandonaria.

Hoje, atualizando, esse post em virtude do Dia da Mães, quero louvar a Deus pela minha mãe, Eunice e, de modo especial, homenagear também Maria, a mãe de Jesus, a mãe da Igreja. Aquela que é a “estrela da nova evangelização”, segundo escreveu Papa Francisco em “A alegria do Evangelho”.

Saiba, filho(a) você tem com quem contar. Não sei a relação que você possui com sua mãe, mas saiba que na caminhada cristã – ainda que você não tenha descoberto a grandeza desta presença materna – faço-lhe o convite para cultivar esse relacionamento com aquela que é a nossa senhora, a nossa mãe. Não tenha medo de chamá-la. Peça à mãe que o filho atende! Aproveite seu tempo, chame-a:“À vossa proteção recorremos Santa Mãe de Deus. Não desprezeis as nossas súplicas em nossas necessidades, mas livrai-nos sempre de todos os perigos, ó Virgem gloriosa e bendita!” O que você está vivendo hoje que você precisa chamar pela Mãe? Ouça o voz suave de Maria te dizendo: nunca te deixei nem te deixarei. Confia em mim!

 

 Agora, recomendo que ouça: “Aí eu chamo pela mãe” (Diácono Nelsinho Correa)

Quando a coisa fica feia, Mãe Rainha!
Se o fogo incendeia, Senhora das Candeias!
Quando o medo toma conta, Senhora das Vitórias!
Se o futuro me amedronta, Rainha da Paz!

Aí eu chamo pela Mãe,
Aí eu chamo pela Mãe,
Aí eu chamo pela Mãe,
Mãe, Mãe…
Eu quero a minha mãe!

Quando a vaca dá em cima, Senhora da Guia!
Se o cachorro em mim avança, Nossa Virgem!
Se o carro vai bater, Nossa Senhora!
Se abelha me aferroa, Doce Mãe de Deus!

Quando a chuva vem com vento, Mãe do Livramento!
Quando o raio me arrebenta, Rainha do Céu!
Quando a enchente tá no umbigo, Mãe dos Aflitos!
Quando a seca está demais, Maria de José!

Quando o filho se machuca, quem que ele chama, é o pai ou é a mãe? É a mãe, é mãe
Quando vai ter neném, quem que a filha chama, é o pai ou é a mãe? É a mãe, é mãe
Quando o filho está com fome, quem que ele chama, é o pai ou a mãe? É a mãe, é mãe
Mas quando ele quer dinheiro, aí ele chama pelo pai!

Se a mulher ficou nervosa, Medalha milagrosa!
Se o filho dá trabalho, Mãe do bom conselho!
Se o pai vai dar uma bronca, Mãe do amor!
Se a sua mulher ronca, Mãe do silêncio!

Se eu passo pela Dutra, Senhora Aparecida!
Se eu passo em Lavrinhas, Senhora Auxiliadora!
De Cachoeira para Silveiras, Santa Cabeça!
Se sou eu quem passo mal, Senhora dos Remédios!

Se seu sogro é delegado, Mãe da Liberdade!
Se você tá em enrolado, Desatadora de Nós!
Se seu fusca tá quebrado, Mãe da Providência!
Se não tenho namorado, Mãe dos Impossíveis!

oh-manheee

 Making off: ouça a entrevista de Diácono Nelsinho ao cancaonova.com:

 

Veja também:

 

Que Deus abençoe seus propósitos.
Um abraço.

Cleber dos Santos Rodrigues
Comunidade Canção Nova

3 Comentários

  1. AdeciLoiola Guimarães

    Achei maravilhosa esta música. Linda, linda!!Parabéns Nelsinho Correia. Você foi inspirado pelo Espírito Santo

  2. FATIMA SANTOS C.C.B.N

    Parabéns , eu achei linda ,maravilhosa esta musica

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>