mar
27

As lições que o Domingo de Ramos nos ensina

Domingo de Ramos

O Domingo de Ramos prefigura a vitória de Cristo sobre a morte e o pecado. A Semana Santa  inicia-se
com ele. Que lições ele nos traz? Que frutos e graças dele podemos tirar?

O Domingo de Ramos é a comemoração litúrgica que recorda a entrada de Jesus na cidade de Jerusalém onde Ele iria celebrar a Páscoa judaica com seus discípulos.
Ele é o portal de entrada da Semana Santa. É no Domingo de Ramos que se inicia a Semana da Paixão. É o dia em que a Igreja lembra a história e a cronologia desses acontecimentos para dele tirarmos uma lição.

Um Rei entra na cidade montando um jumento
Já desde a entrada da cidade, os filhos dos hebreus portavam ramos de oliveiras e alegres acenavam com eles, estendiam mantos no chão para Jesus passar sobre eles.
Jesus entrou na cidade como Rei!
Até parece que era um desejo d’Ele que fosse assim, pois, a cena em que tudo transcorre reproduz a profecia de Zacarias: o rei dos judeus virá. Exulta de alegria, filha de Sião, solta gritos de júbilo, filha de Jerusalém; eis que vem a ti o teu rei, justo e vitorioso; ele é simples e vem montado num jumento, no potro de uma jumenta.(Zc 9,9)
Embora Jesus montasse um simples jumento, o cortejo caminhava, alegre e digno. Na expectativa de estar ali o Messias prometido, Jerusalém transformou-se, era uma cidade em clima de festa.
E Ele era aplaudido, aclamado pelo povo: “Hosana ao Filho de Davi: bendito seja o que vem em nome do Senhor, o Rei de Israel; hosana nas alturas”.
Isto aconteceu alguns dias antes de que Jesus fosse condenado à morte, quando os ecos dos gritos de “hosana” já se misturavam ao clamor de insultos, ameaças e blasfêmias que o levariam a sua Paixão redentora.

 Que tipo de Messias queriam aqueles judeus?
Da entrada festiva como rei em Jerusalém até o deboche da flagelação, da coroação de espinhos e da inscrição na cruz (Jesus de Nazaré, rei dos Judeus), somos levados a perguntar: Que tipo de rei aquele povo queria? E que tipo de rei era Jesus? Nosso Senhor era aclamado pelo mesmo povo que o tinha visto alimentar multidões. Era aplaudido por aqueles que o viram curar cegos e aleijados e, ainda há pouco, tinham presenciado a ressurreição de Lázaro.
Impressionada com tudo isso aquela gente tinha a certeza de que este era o Messias anunciado pelos Profetas.
Mas, aquele povo era superficial e mundano, julgava que Jesus fosse um Messias político, um libertador social que fosse arrancar Israel das garras de Roma e devolver-lhe o apogeu dos tempos de Salomão. E nisso estavam equivocados, enganados: Ele não era um Rei deste mundo!
Seus corações apreciavam Jesus de modo incompleto
A entrada de Jesus em Jerusalém foi uma introdução para as dores e humilhações que logo Ele sofreria abundantemente: a mesma multidão que o homenageou movida por seus milagres, virou-lhe as costas e pediu sua morte.
No Domingo de Ramos fica patente como o povo apreciava Jesus de um modo incompleto. É verdade que O aclamaram, porém, Ele merecia aclamações incomensuravelmente superiores. Merecia uma adoração amorosa, bem diversa da que lhe foi dada!
No entanto, cheio de humildade, lá ia Nosso Senhor Jesus Cristo sentado num burrico, avançando em meio à multidão ruidosa, impulsionando todos ao amor de Deus.
Só uma pessoa O entendeu naquela hora.
Em geral, as pinturas e gravuras apresentam Nosso Senhor olhando pesaroso e quase severo para a multidão. Para Ele, o interior das almas não oferecia segredo. Ele percebia a insuficiência e a precariedade daquela ovação.
Apenas uma pessoa percebia o que estava acontecendo com Jesus e sofria com Ele. E essa pessoa oferecia sua dor de alma como reparação de seu amor puríssimo a Nosso Senhor: era Nossa Senhora.
Mas, …que requinte de glória para Nosso Senhor! Era o maior deles porque Nossa Senhora vale incomparavelmente mais do que toda a Criação.
Naquelas circunstancias, Maria representava todas as almas piedosas que, meditando a Paixão de nosso Salvador, haveriam de ter compaixão e pena d’Ele. Almas que lamentariam não terem vivido naquele tempo para poderem, então, ter tomado posição ao lado de Jesus.

Domingo de Ramos em minha vida?
Existe um defeito que diminui a eficácia das meditações que fazemos.
Este defeito consiste em meditar os fatos da vida de Nosso Senhor e não aplicá-los ao que sucede em nós ou em torno de nós.
Assim, por exemplo, a nós espanta a versatilidade e ingratidão dos judeus que assistiram a entrada de Jesus em Jerusalém. Nós os censuramos porque proclamaram com a mais solene recepção o reconhecimento da honra que se deveria ter ao Divino Salvador e, pouco depois, O crucificaram com um ódio tal que a muitos chega a parecer inexplicável.
Essa ingratidão, essa versatilidade para mudanças de opinião e atitudes não existiram apenas nos homens dos tempos de Nosso Senhor!
A atitude das pessoas contemporâneas de Jesus, festejando sua entrada em Jerusalém e depois abandonando-O à mercê de seus algozes, assemelha-se a muitas atitudes que tomamos.
Muitas vezes louvamos a Cristo e nos enchemos de boas intenções para seguir os seus ensinamentos, porém, ao primeiro obstáculo, nos deixamos levar pelo desânimo, ou pelo egoísmo, ou pela falta de solidariedade e, mais uma vez, por esse desamor, alimentamos o sofrimento de Jesus.
Ainda hoje, no coração de quantos fiéis, tem Nosso Senhor que suportar essas alternativas, essas mudanças que balançam entre adorações e vitupérios, entre virtude e pecado?
E estas atitudes contraditórias e defectivas não se passam apenas no interior de alma de cada homem, de modo discreto, no fundo das consciências:
Em quantos países essas alternações se passam e Nosso Senhor tem sido sucessivamente glorificado e ultrajado, em curtos intervalos espaços de tempo?

Uma perda de tempo: não reparar as ofensas a Nosso Senhor
É pura perda de tempo nos horrorizarmos exclusivamente com a perfídia, fraude e traição daqueles que estavam presente na entrada de Jesus em Jerusalém.
Para nossa salvação será útil refletirmos também em nossas fraudes e defeitos. Com os olhos postos na bondade de Deus, poderemos conseguir a emenda e o perdão para nossas próprias perfídias.
Existe uma grande analogia entre a atitude daqueles que crucificaram o Redentor e nossa situação quando caímos em pecado mortal.
Não é verdade que, muitas vezes, depois de termos glorificado a Nosso Senhor ardentemente, caímos em pecado e O crucificamos em nosso coração?
O pecado é um ultraje feito a Deus. Quem peca expulsa Deus de seu coração, rompe as relações filiais entre criatura e Criador, repudia Sua graça.
E é certo que Nosso Senhor é muito ultrajado em nossos dias.
Não pelo brilho de nossas virtudes, mas pela sinceridade de nossa humildade nós poderemos ter atitudes daquelas almas que reparam, junto ao trono de Deus, os ultrajes que a cada hora são praticados contra Ele.

Autor: João Guimarães
Fonte: http://www.salvemaliturgia.com

Print Friendly

Link permanente para este artigo: http://blog.cancaonova.com/cuiaba/as-licoes-que-o-domingo-de-ramos-nos-ensina/

mar
25

Dia 25 de março: Anunciação do Anjo Gabriel a Maria

saogabriel

Eis aqui a escrava do Senhor, que se faça comigo segundo tua palavra

A Anunciação do Senhor é assim chamada porque no dia agora comemorado um anjo anunciou a vinda do Filho de Deus na carne. Por três razões convinha que a encarnação do Filho de Deus fosse precedida por um anúncio, que foi feito pelo anjo.

1) Para que a ordem da reparação correspondesse à ordem da prevaricação. Assim como o diabo tentou a mulher para levá-la à dúvida, da dúvida ao consentimento, e do consentimento à queda, o anjo anunciou à Virgem para estimular sua fé e levá-la da fé ao consentimento e do consentimento à concepção do Filho de Deus.

2) Por causa do ministério do anjo, porque sendo o anjo ministro e escravo do Altíssimo, e tendo a bem-aventurada Virgem sido escolhida para mãe de Deus, era sumamente conveniente que o ministro servisse à senhora e era justo que a Anunciação fosse feita à bem-aventurada Virgem pelo ministério de um anjo.

3) Para reparar a queda do anjo. Se a Encarnação não teve como único objetivo reparar a queda do homem, mas também reparar a ruína do anjo, os anjos não deveriam ser dela excluídos. Como a mulher não está excluída do conhecimento do mistério da Encarnação e da Ressurreição, o mesmo deveria ser do conhecimento do mensageiro angélico. Por isso Deus anunciou ambos os mistérios à mulher por intermédio de um anjo: a Encarnação à Virgem Maria, e a Ressurreição a Maria Madalena.

A bem-aventurada Virgem ficou dos três aos quatorze anos de idade no Templo, junto com outras virgens, e fez voto de castidade até que Deus dispusesse de outro modo. Conforme está detalhadamente relatado na história da natividade da bem-aventurada Maria, José tomou-a como esposa após ter recebido uma revelação divina e após seu ramo ter florescido. A fim de tomar providências para seu casamento, José foi a Belém, onde nascera, enquanto Maria retornava para a casa de seus pais, em Nazaré, nome que significa “flor”. Comenta São Bernardo: “a flor quis nascer de uma flor, em uma flor, e na estação das flores“.

Foi lá, portanto, que o anjo apareceu a ela e a saudou dizendo: “Salve, cheia de graça, o Senhor está contigo, bendita entre as mulheres“. São Bernardo explica: “o exemplo de São Gabriel e o movimento de São João [Batista] convidam-nos a saudar Maria, para nosso benefício“.

Mas convém agora buscar os motivos pelos quais o Senhor desejou que sua mãe se casasse. São Bernardo dá três razões: “foi preciso que Maria se casasse com José porque assim o mistério ficava oculto aos demônios, porque o esposo comprovava a virgindade dela,e porque o pudor e a reputação da Virgem ficavam resguardados“. A isso podemos acrescentar outras razões:

4) Para fazer com que fosse apagada a desonra nas mulheres de qualquer condição, solteiras, casadas e viúvas, tríplice condição pela qual a própria Virgem passou.

5) Para que pudesse receber serviços de seu esposo.

6) Para ser uma prova da importância do casamento.

7) Para estabelecer para o filho a genealogia do marido.

Por isso o anjo disse: “Salve, cheia de graça“. São Bernardo, explicando tais palavras, diz que “a graça da divindade está em seu seio, a graça da caridade em seu coração, a graça da afabilidade em sua boca, a graça da misericórdia e da generosidade em suas mãos“. E acrescenta que “Ela é verdadeiramente cheia de graça, pois de sua plenitude todos os cativos recebem redenção; os doentes, cura; os tristes, consolação; os pecadores, perdão; os justos, graça; os anjos, alegria; enfim, toda a Trindade, glória; o Filho do homem, a natureza humana“. “O Senhor está contigo” – explica São Bernardo – significa que “contigo está o Senhor enquanto Pai, que gerou Aquele que concebeste, enquanto Espírito Santo, do qual concebeu, enquanto Filho, que se revestiu de tua carne“. Bendita entre as mulheres significa que: “acima de todas as mulheres, porque sereis mãe e virgem, e mãe de Deus“.

As mulheres estavam sujeitas a uma tríplice maldição: a da desonra, a da maldição, e a do suplício. A da desonra atingia as que não concebiam, e assim Raquel dizia: “O Senhor me tirou do opróbrio em que estive“; a do pecado recaía nas que concebiam, daí o salmo dizer que “fui concebido em iniqüidade“; a do suplício afligia as parturientes, conforme está no Gênesis: “terás filhos com

dor“. Somente a Virgem Maria é bendita entre todas as mulheres, pois sua virgindade está unida à fecundidade, sua fecundidade à santidade na concepção e sua santidade à alegria no parto. Ela é cheia de graça, pelo que diz São Bernardo, por quatro razões que fulguravam em seu espírito a devoção da humildade, o respeito ao pudor, a grandeza da fé e o martírio do seu coração.

O anjo acrescentou: “o Senhor está contigo” por quatro razões, que do Céu resplandeceram em sua pessoa, ainda conforme São Bernardo: a santificação de Maria, a saudação angélica, a vinda do Espírito Santo, a Encarnação do Filho de Deus. Disse também: “Bendita entre as mulheres” por quatro outros privilégios que, segundo São Bernardo, resplandeceram em sua carne: rainha das virgens (virgindade absoluta), fecundidade sem corrupção, gravidez sem incômodos, e parto sem dor.

Ao ouvir tais palavras do anjo, ficou perturbada e refletiu sobre o significado daquela saudação“. Ao ouvir o elogio, a Virgem ponderou sobre ele; afetada na sua modéstia, ficou calada; tocada no seu pudor, pensou com prudência o que significava aquela saudação. Ela ficou perturbada pelas palavras do anjo, não pela sua aparição, porque a bem-aventurada Virgem vira anjos com freqüência, porém nunca os tinha ouvido falar daquele jeito. Pedro de Ravena comentou: “a anjo era de aparência doce mas de palavras impressionantes, daí ela o ter visto com júbilo e ouvido com apreensão“. Segundo São Bernardo, “a perturbação que ela sentiu foi resultado de seu pudor virginal, e se ela não ficou mais perturbada isso deveu-se à força de alma, que a levou a calar e refletir, dando prova de prudência e discrição“.

E então o anjo tranqüilizou-a, dizendo: “não temas, Maria, tu encontraste a graça junto ao Senhor“. São Bernardo comenta: “encontrou graça de Deus, a paz dos homens, a destruição da morte, a reparação da vida“. “Eis que tu conceberás e darás à luz um menino a quem chamarás Jesus isto é, Salvador, pois Ele salvará o povo de seus pecados. Ele será grande e será chamado Filho do Altíssimo“. Diz São Bernardo que “isso significa que aquele que é grande como Deus será também grande homem grande doutor, grande profeta“. Então Maria perguntou ao anjo: “Como será isso possível, se não conheço homem?”, isto é, se não me proponho a conhecer? Ela foi virgem de espírito, de carne e de intenção.

No entanto Maria interroga; ora, quem interroga tem dúvida. Por que então ela não foi, como Zacarias, castigada pela mudez? A esse respeito Pedro de Ravena dá quatro razões:

Quem conhece os pecadores considera não apenas as palavras, mas o fundo de seus corações, julga não o que disseram, mas o que sentiam. A causa que os levou a interrogar foi diferente, e o que esperavam não eram a mesma coisa. Maria acreditou no que ia contra natureza, Zacarias duvidou pela natureza. Ela quis saber como as coisas aconteceriam, ele negou serem possíveis as coisas que Deus queria fazer. Ele, apesar de existirem exemplos anteriores, não teve fé; ela, sem tais exemplos, a teve. Ela ficou admirada de uma virgem dar à luz, ele contestou a concepção. Portanto ela não duvida do fato, mas apenas indaga sobre seu modo e suas circunstâncias, porque como há três modos de concepção – o natural, o espiritual e o maravilhoso – ela se pergunta sob qual deles conceberia.

E o anjo respondeu: “o Espírito Santo virá sobre ti, e Ele mesmo te fará conceber“.

Diz-se que Cristo foi concebido do Espírito Santo por quatro razões:

1) Mostrar que é pela inefável caridade divina que o Verbo de Deus se fez carne, conforme diz João: “Deus amou tanto o mundo que lhe deu seu Filho único”. Esta explicação nos é dada pelo Mestre das Sentenças.

2) Mostrar que foi uma graça concedida sem que para isso houvesse algum merecimento por parte dos homens. Essa razão é dada por Santo Agostinho.

3) Mostrar que foi por poder e obra do Espírito Santo que Ele foi concebido. Essa explicação é da autoria de Ambrósio.

4) Hugo de São Victor diz que o motivo da concepção natural é o amor do marido pela esposa, e da esposa pelo marido: “ocorreu o mesmo com a Virgem, pois o amor que ela tinha ao Espírito Santo ardia singularmente em seu coração, enquanto o amor do Espírito Santo a ela operava maravilhas em seu corpo“.

E a virtude do Altíssimo te cobrirá com sua sombra“. Segundo a Glosa, isso quer dizer que a sombra é naturalmente formada por um corpo colocado no caminho da luz, e como a Virgem, por sua natureza humana, não podia receber a plenitude da divindade, “a virtude do Altíssimo te cobrirá com sua sombra” significa que nela a luz incorpórea da divindade assumiu a humanidade do corpo a fim de que Deus pudesse sofrer. São Bernardo parece aceitar esta explicação quando diz: “Como Deus é espírito e como na verdade somos o corpo de sua sombra, Ele veio entre nós para que por meio da carne vivificada víssemos o Verbo na carne, o sol na nuvem, a luz na lâmpada, a vela no castiçal“. São Bernardo, ainda comentando a mesma passagem, afirma:

É como se o anjo dissesse que o modo pelo qual tu conceberás Cristo do Espírito Santo será ocultado pela sombra do poder de Deus em seu asilo mais secreto, para que seja conhecido apenas por Ele e por ti. É como se o anjo dissesse: “Por que me perguntas o que saberás por experiência própria? Tu saberás, saberás, felizmente saberás, mas por intermédio daquele que ao mesmo tempo será teu professor e teu autor. Fui enviado para anunciar a concepção virginal, não para criá-la“. Aquela frase pode ainda indicar que ele a cobrirá com sua sombra, isto é, extinguirá o ardor do vício.

Eis que tua prima Isabel concebeu um filho na velhice“. O anjo disse isso para contar que ocorrera uma grande novidade na vizinhança. Segundo São Bernardo, a concepção de Isabel foi anunciada a Maria por quatro motivos. O primeiro, aumentar sua alegria; o segundo, aperfeiçoar seu conhecimento; o terceiro; melhorar sua doutrina; o quarto, possibilitar sua misericórdia.

Sobre tudo isso, São Jerônimo disse:

A gravidez da prima estéril foi anunciada a Maria para que um milagre somado a outro milagre juntasse alegria a uma outra alegria. Ou então, porque era conveniente que a Virgem soubesse pela boca de um anjo, e não pela de um homem, a novidade que devia estar sendo divulgada por toda parte, a fim de que a mãe de Deus não ficasse afastada das coisas de seu filho, não permanecesse na ignorância de acontecimentos tão próximos. Ou ainda, porque sabendo da vinda tanto do Salvador quanto do Precursor, sabendo do momento e do encadeamento dos fatos, poderia posteriormente revelar a verdade a escritores e pregadores do evangelho. Ou, por fim, para que conhecendo a gravidez de sua prima já idosa, a jovem a pudesse ajudar, e permitir ao pequeno profeta João prestar homenagem ao Senhor, ocorrendo, diante de um milagre, um milagre ainda mais admirável.

Mais adiante São Bernardo acrescentou: “Ó Virgem, respondei logo. Ó minha senhora, dizei uma palavra e recebei a Palavra, proferi uma palavra e recebei a palavra divina, dizei uma palavra transitória e recebei a eterna. Levantai-vos, correi, abri. Levantai-vos para demonstrar vossa fé, correi para mostrar vossa devoção, abri para exibir uma marca de vosso consentimento“.

Então Maria, estendendo as mãos e erguendo os olhos para o Céu, disse: “Eis aqui a escrava do Senhor, que se faça comigo segundo tua palavra“. São Bernardo explica: “Conta-se que uns receberam o Verbo de Deus no ouvido, outros na boca, outros na mão. Quanto a Maria, recebeu-a no ouvido pela saudação angélica, no coração pela fé, na boca pela confissão, na mão pelo tato, no ventre pela Encarnação, no seio pelo sustento, nos braços pela oferenda”. “Que se faça comigo segundo tua palavra“. São Bernardo continua: “Que ele seja feito em mim não como palavra vazia e declamatória, nem como alegoria, nem como sonho imaginário, mas como inspiração silenciosa, personalidade encarnada que habita corporalmente em minhas entranhas“. Imediatamente o Filho de Deus foi concebido no seu ventre como Deus perfeito, homem perfeito e, desde o primeiro dia de sua concepção, tinha a mesma sabedoria e o mesmo poder de quando alcançou a idade de trinta anos.

Então Maria partiu, foi para a casa de Isabel nas montanhas, e ao ouvir sua saudação João [Batista] estremeceu no ventre da mãe“. Diz a Glosa que como ele não podia fazê-lo com a língua, demonstrou por movimento sua alegria e começou assim sua função de Precursor. Ela ajudou sua prima durante três meses, até o nascimento de São João [Batista], que ela ergueu com suas mãos, como se lê no Livro dos Justos. Ao longo tempos Deus sempre realiza nesse dia grande número de maravilhas, contadas por um poeta nos belos versos:

 Salve, dia festivo, remédio de nossos males,
No qual o anjo foi enviado, Cristo crucificado,
Adão criado e caído no pecado,
Abel ofertou dízimo generoso, e foi morto pelo irmão invejoso, 
Melquisedeque ofereceu sacrifício, Isaac subiu ao altar,
O bem-aventurado Batista foi decapitado,
Pedro chorou, e Tiago sob Herodes pereceu.
Muitos santos ressuscitaram com Cristo,
O bom ladrão foi por Cristo perdoado. Amém.

Fonte: arauto.org 

 

Print Friendly

Link permanente para este artigo: http://blog.cancaonova.com/cuiaba/dia-25-de-marco-anunciacao-do-anjo-gabriel-a-maria/

mar
24

Feirão da Providência na Canção Nova MT

azzPreços Especiais + Variedades + Evangelização = Feirão da Providência na Canção Nova

Nessa quarta-feira, dia 25 de março, acontece o Feirão da Providência CN, começando à partir das 7h30 no Rincão do Meu Senhor (ao lado da Univag).

São roupas, calçados, eletrodomésticos, utensílios domésticos, brinquedos e muito mais em nosso Feirão. Tudo a partir de R$ 1,00.

Participe do nosso Feirão da Providência e seja um evangelizador com a Canção Nova.

Outras informações ligue (65) 3186-3900.

Esperamos por você!

Print Friendly

Link permanente para este artigo: http://blog.cancaonova.com/cuiaba/feirao-da-providencia-na-cancao-nova-mt/

mar
23

As atividades de Jesus e a nossa rotina de trabalho

caminhar_com_jesusComo você tem gasto o seu tempo? 

O Livro de Jó é uma preciosa meditação a respeito da condição humana nesta terra, permeada pela pergunta provocante a respeito do mistério do sofrimento. Uma das constatações feitas pelo personagem, em cujo lugar poderíamos estar todos nós, é a rapidez com que corre o tempo e a fragilidade do dia a dia. “Se me deito, penso: Quando poderei levantar-me? E, ao amanhecer, espero novamente a tarde e me encho de sofrimentos até o anoitecer. Meus dias correm mais rápido do que a lançadeira do tear e se consomem sem esperança” (Jó 7, 4-6). O tempo nos escapa velozmente pelos dedos, pelo que deve ser valorizado e aproveitado adequadamente. Que remédio temos para a correria interna e externa na qual fomos mergulhados? Como dar valor permanente aos frágeis gestos e atitudes que preenchem nosso dia a dia? Como dar sentido novo às agendas de todo tipo que se multiplicam, com os alertas cotidianos para o compromisso que se segue?

 Nosso Salvador, Jesus Cristo, entrou nas estruturas humanas e no ritmo de vida da Palestina de seu tempo. Percorreu estradas, lagos e montanhas, encontrou pessoas e se deparou com uma imensa diversidade de situações. Todos foram tocados pela sua presença e ninguém passou em vão ao seu lado. Seu amor redentor consola, reanima, impulsiona. Morto e Ressuscitado, continua presente na Igreja! Basta experimentar o silêncio eloquente do Sacrário. Quantas lágrimas, exclamações, sorrisos e gratidão são desfiados diante de nossos Tabernáculos! Mas vale abrir o Evangelho e verificar como, de forma muito prática, Jesus conseguia trabalhar tanto e estar sempre “inteiro” diante das pessoas, fossem estas as mais pecadoras ou as mais simples, como fez com as crianças.

O Evangelista São Marcos descreve a jornada de Jesus (Cf. Mc 1, 29-39). Deixemos que seja nosso guia, ao acompanharmos o percurso feito pelo Senhor. Pela manhã, vai à Sinagoga, onde liberta um homem do demônio. Traz um “ensinamento novo, e com autoridade”. Em seguida, junto com Tiago e João, é hóspede na casa de Simão e André, onde se achava de cama, com febre, a sogra de Simão. Jesus não perde tempo! Aproxima-se, tomando-a pela mão, levantou-a, a febre a deixou, e ela se pôs a servi-los. Certamente a convivência em torno da mesa terá sido recheada de alegria e gratidão, tempo gasto com os outros! Ao anoitecer, depois do pôr do sol, levavam a Jesus todos os doentes e os que tinham demônios e a cidade inteira se ajuntou à porta da casa. Curava as pessoas e expulsava os demônios. De madrugada, ainda estava bem escuro, Jesus vai a um lugar deserto para rezar. Quando os discípulos o encontram, abre-lhes novos horizontes de missão, noutros lugares, pelas aldeias da redondeza, para proclamar a Boa Nova. Qualquer pessoa pode confrontar o programa de atividades de Jesus com a própria rotina de trabalho. Para reencontrar o equilíbrio necessário, superando a tentação de superficialidade oferecida pela correria, saibamos acolher as propostas do Senhor.

Faz bem estar radicalmente rompido com a maldade e com o pecado. Nenhuma concessão à corrupção à mentira e a iniquidade. Tal objetivo limpa a nossa vista ao começar cada dia, desintoxicando o relacionamento com o próximo. Mesmo quando não temos a missão de expulsar demônios formalmente, exorcizar é enfrentar corajosamente nossas conversões adiadas. Mas também prodigalizar ânimo e consolação, perdão, denúncia do mal. Nasce a alegria em quem se libertou do demônio! E o melhor exorcismo está na boca de quem sabe bendizer!

Na companhia de Jesus e sustentados pela sua graça, o dia não passe sem alguma iniciativa gratuita do bem, de forma especial pelos mais sofredores e marginalizados, como o Senhor fez com a Sogra de Simão. Viver para si envenena nosso coração e nosso tempo! Além disso, nossa conversão a Cristo exige disposição para gastar tempo com os outros. Talvez nossas refeições venham a demorar mais e ser mais humanas, para a elas acrescentar um pouco de conversa e convivência! Basta verificar o quanto nos sentimos bem nos encontros familiares mais longos, ou a refeição com amigos queridos. Não é desperdício de tempo!

O cair da tarde de Jesus foi magnífico, com uma fila de gente machucada pela vida e pelas enfermidades. Todos eram levados a ele e em todos ficava a marca de seu amor. Nossa vida tem também grandes chances de maior equilíbrio e sentido, se crescer nossa sensibilidade pelas necessidades alheias. Ampliar o horizonte para a sociedade e para as possibilidades que nos foram concedidas para fazer o bem! Aqui entram em cena os dons e carismas concedidos a cada cristão. Viver apenas para se enriquecer, ou a busca desenfreada do prazer e dos destaques na sociedade esvazia a alma. O Evangelho suscite em todos nós uma revisão do projeto de vida que orienta nossas opções!

De madrugada, podemos encontrar Jesus em oração! Sem o tempo para Deus, a escuta da Palavra do Senhor, o fecundo silencia, a abertura da alma para as alturas, não é possível ter uma vida equilibrada. Quem vive apenas da herança da formação cristã recebida em tenra idade, ou das orações feitas no passado, gasta depressa os presentes recebidos e se esvazia logo.

Enfim, Jesus nos faz olhar para as aldeias, cidades, metrópoles ou multidões que aguardam nosso zelo missionário. Cristão que se faz discípulo verdadeiro se transforma imediatamente em missionário! Abram-se os horizontes e cada pessoa descubra seu modo de servir no anúncio corajoso do Evangelho. Há muitos tesouros escondidos no coração das pessoas e que podem transformar-se em serviço ao Reino de Deus. Que ninguém se exclua do apelo que vem de Deus!

 As respostas para os dilemas da correria ou do sofrimento humano não estão escritas num código de conduta, mas se encontram em alguém, Jesus Cristo! Quem se dispuser a segui-lo, encontrará o sadio equilíbrio para a vida e arregaçará as mangas para servir a Deus e ao próximo. Esta é a chave da realização. Mãos à obra!

Reflexões de Dom Alberto Taveira Corrêa
Arcebispo Metropolitano de Belém do Pará

Fonte: zenit.org 

Print Friendly

Link permanente para este artigo: http://blog.cancaonova.com/cuiaba/as-atividades-de-jesus-e-a-nossa-rotina-de-trabalho/

mar
20

6 maneiras de proteger os seus filhos da pornografia

protEm toda a história das telecomunicações, jamais houve tanto material indecente e obsceno tão facilmente acessível a tantos menores em tantos lares com tão poucas restrições

pornografia toma conta, atualmente, de nada menos que 12% da internet, com mais de 25 milhões de sites que arrecadam mais de 5 bilhões de dólares por ano. A pornografia é hoje considerada quase uma prática comum. Ela começa a ser consumida aos 11 anos de idade, em média, e tem passado a formar as ideias que os adolescentes e os jovens adultos desenvolvem sobre a intimidade sexual.

E antes que você me diga que o seu filho não anda vendo pornografia, leve em consideração o seguinte: o conteúdo pornográfico não é produzido por pervertidos que vivem em becos escuros e afastados, vendendo fotos de gente nua para homens velhos e imundos que se embrenham por essas regiões decadentes das cidades. A pornografia é produzida por empresas que lucram milhões e milhões de dólares e que têm total interesse em capturar através da internet a atenção das crianças. Das suas crianças.

Duas semanas atrás, um homem de destaque na Igreja entrou em contato comigo. O filho adolescente dele tinha lhe confessado que, ao longo do ano anterior, havia procurado pornografia regularmente na internet. Esse homem comentou comigo: “Eu digo o tempo todo para os pais que é muito necessário eles protegerem seus filhos, monitorarem, usarem software de filtragem de conteúdos. Mas eu nunca fiz isso!”.

Eu ouço afirmações desse tipo com bastante frequência.

Por isso, quero sugerir seis coisas que você tem que começar a fazer para proteger os seus filhos da pornografia:

1. Conscientize em primeiro lugar a si mesmo
Informe-se e entenda com clareza os perigos da pornografia. Há estatísticas alarmantes sobre a quantidade de material pornográfico ao alcance de qualquer criança que tem acesso à internet. Há bons estudos sobre as consequências tremendamente negativas da pornografia para a saúde afetiva, sexual, psicológica e até física de quem se deixa viciar por ela. Se não estiver plenamente convencido de que a pornografia é devastadoramente prejudicial para qualquer pessoa, e muito mais ainda para as crianças, você não poderá se motivar a proteger a sua família contra ela.

2. Converse com os seus filhos sobre a pornografia
Martin Daubney, ex-profissional da indústria pornográfica, escreveu o seguinte depois de pesquisar como a pornografia afeta a mente e a vida das crianças:

“Assim como muitos pais, eu temo que a infância do meu filho seja roubada pela pornografia. Nós temos que contra-atacar. Por mais desagradável que seja, nós somos a primeira geração que vai ter que conversar a sério com os seus filhos sobre a pornografia. Nós temos que dizer aos nossos filhos que o sexo pornográfico é falso e que o sexo real envolve amor, não luxúria. Se falarmos com eles, eles ainda terão uma chance. Mas se desviarmos o olhar sem encarar o problema, estaremos enganando apenas a nós mesmos”.

3. Use meios de proteção adequados
Você pode e deve usar a tecnologia a seu favor para bloquear o acesso dos seus filhos a imagens e vídeos pornográficos. Há sites que uma criança (ou qualquer outra pessoa) não tem por que visitar. E existem formas tecnológicas de evitar que as crianças encontrem esses sites por acidente (ou de propósito).

Quando converso com os pais sobre a natureza destrutiva da pornografia, eu nunca pergunto se eles usam filtros de internet e programas de monitoramento em seus computadores, telefones e tablets. Eu pergunto qual é o filtro de internet e qual é o software de monitoramento que eles usam. Em outras palavras: se você quer proteger os seus filhos da pornografia, usar filtros e programas de monitoramento não é uma opção. É uma obrigação.

4. Saiba exatamente o que os seus filhos visitam na internet
Os pais têm que ter informações precisas sobre o que os seus filhos estão fazendo online. Você tem que monitorar todos os sites que eles acessam na internet, todas as escolhas que eles estão fazendo ao navegar na grande rede. Esta é a diferença entre um software de monitoramento e um simples filtro de conteúdo. Os filtros bloqueiam os conteúdos impróprios, mas não lhe dizem o que os seus filhos visitaram online e que tipo de conteúdo eles procuraram nos campos de busca. Esse tipo de relatório é fornecido pelos programas de monitoramento.

5. Fale regularmente com os seus filhos
Não é suficiente você saber que tem que conversar com os seus filhos sobre pornografia. Você precisa de um lembrete regular para garantir que vai mesmo ter essas conversas com a frequência oportuna. Para a maioria dos pais, é fácil deixar passar semanas ou meses sem uma única conversa sobre o que as crianças estão fazendo na internet.

6. Fale com os outros pais
Você permitiria que os seus filhos fossem brincar na casa de um amigo cujo pai mantém pilhas e mais pilhas de revistas pornográficas espalhadas pelo quarto ou pelo escritório? Pois bem, a mesma precaução tem que valer para os pais de amigos do seu filho que mantêm toneladas de pornografia livremente acessível ao alcance de um clique, por simples falta de filtros de conteúdo. Se na casa dos amiguinhos do seu filho não existem as proteções adequadas nos computadores, nos consoles de jogos, nos telefones celulares etc., então existe uma grande chance de que o seu filho fique exposto à pornografia. Eu, pessoalmente, não permito que o meu filho vá brincar na casa de amigos que não possuem uma boa filtragem em todos os dispositivos da família.

Matt Fradd
É o autor do novo livro Entregue: Histórias Verdadeiras de homens e mulheres que se afastaram da Pornografia para a Pureza. Ele também é o fundador da The Effect Porn (www.theporneffect.com) um site dedicado a expor a realidade por trás da fantasia de pornografia e oferecer ajuda para aqueles que procuram libertação sexual autêntica.

Fonte: aleteia.org

Print Friendly

Link permanente para este artigo: http://blog.cancaonova.com/cuiaba/6-maneiras-de-proteger-os-seus-filhos-da-pornografia/

mar
17

Quinta-feira de Adoração Especial em honra a São José

images“São José, valei-nos!”

Atenção família Canção Nova, a Quinta-feira de Adoração desse dia 19 de março é mais que especial!!!

Estaremos celebrando uma Quinta-feira de Adoração Especial em honra a São José, começando no Rincão do Meu Senhor (ao lado da Univag). Começando às 9h com muito louvor, pregação da Palavra, adoração ao Santíssimo Sacramento, Terço da Misericórdia e santa Missa, com a participação especial de Cassiano Meirelles da Comunidade Canção Nova.

Outras informações, ligue: (65) 3685-3900.

Você e sua família são nossos convidados especiais!

Print Friendly

Link permanente para este artigo: http://blog.cancaonova.com/cuiaba/quinta-feira-de-adoracao-especial-em-honra-a-sao-jose/

mar
12

Segunda Missa da Campanha de Oração "A Quebra das Muralhas"

Ssmo. derrubando muralha“As armas do nosso combate não são carnais. São armas poderosas aos olhos de Deus, capazes de derrubar muralhas”. (2 Cor 10, 4).

Acontece nessa sexta-feira, dia 13/3, a segunda Missa da Campanha de Oração 2015 – A Quebra das Muralhas. No Rincão do Meu Senhor (ao lado da Univag), às 19h30.

Essa Campanha de Oração foi inspirada na passagem bíblica do Antigo Testamento do Livro de Josué 6 – onde logo depois da morte de Moisés, o Senhor Deus conduziu Josué a responsabilidade de entrar na cidade de Jericó que estava toda tomada. Josué orou ao pai 6 dias e seis noites dando uma volta em torno da cidade e no último dia deu 7 voltas, e assim os muralhas de Jericó cairam.

Vamos pedir a Deus que derrube todas as muralhas que se levantam na nossa vida: do desemprego, da enfermidade, das dividas, dos vícios, da divisão, do adultério, tudo aquilo que nos afasta de Deus e da felicidade.

Outras informações, ligue: (65) 3685-3900.

Divulgue e participe!

Print Friendly

Link permanente para este artigo: http://blog.cancaonova.com/cuiaba/segunda-missa-da-campanha-de-oracao-a-quebra-das-muralhas/

mar
11

Novena em honra a São José

padroeiro_sao_jose“A outros santos parece o Senhor ter dado graça para socorrer numa determinada necessidadeAo glorioso São José tenho experiência de que socorre em todas.”  Santa Teresa de Ávila

Comece a rezar hoje a Novena em honra a São José:

Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém.

1º. Dia: SÃO JOSÉ, Pai Nutrício de Jesus”
Amabilíssimo São José, que tiveste a honra de alimentar, educar e abraçar o Messias, a quem tantos profetas e reis desejaram ver e não viram: obtende-me, com o perdão de minhas culpas, a graça da oração humilde e confiante que tudo alcança de Deus. Acolhei com bondade paternal os pedidos que vos faço nesta novena (fazer o pedido) e apresentai-os a Jesus, que se dignou de obedecer-vos na terra. Amém.

- Rogai por nós São José, Pai Nutrício de Jesus,
– Para que sejamos dignos das promessas de Cristo.

Oremos: Deus, que por inefável providência Vos dignastes escolher o bem aventurado São José para esposo de Vossa Mãe santíssima, concedei-nos que aquele mesmo que na terra veneramos como protetor, mereçamos ter no céu por nosso intercessor. Vós que viveis e reinais por todos os séculos dos séculos. Amém.

Acrescentar todos os dias:
Glorioso São José, que fostes exaltado pelo Pai eterno, obedecido pelo Verbo encarnado, favorecido pelo Espírito Santo e amado pela Virgem Maria, louvo e bendigo a Santíssima Trindade pelos privilégios e méritos com que vos enriqueceu. Sois poderosíssimo e jamais se ouviu dizer que tenha alguém recorrido a Vós e fosse por vós desamparado. Sois o consolador dos aflitos, o amparo dos míseros e o advogado dos pecadores. Acolhei, pois, com bondade paternal a quem vos invoca com filial confiança e alcançai-me as graças que peço nesta novena (fazer o pedido). Eu vos escolho por meu especial protetor. Sede, depois de Jesus e Maria, minha consolação nesta terra, meu refúgio nas desgraças, meu guia nas incertezas, meu conforto nas tribulações, meu pai solícito em todas as necessidades. Obtende-me, finalmente, como coroa dos vossos favores, uma boa e santa morte na graça de Nosso Senhor. Assim seja. Amém.

 2º. Dia: SÃO JOSÉ, Esposo da Mãe de Deus
São José, Castíssimo Esposo da Mãe de Deus, guarda fiel da sua virgindade, obtende-me por Maria a pureza do corpo e da alma e a vitória em todas as tentações e dificuldades. Recomendo-vos também os esposos cristãos, para que, unidos com sincero amor e fortalecidos pela graça, se amparem mutuamente nos sofrimentos e tribulações da vida. Amém.

– Rogai por nós, São José, esposo da Mãe de Deus
– Para que sejamos dignos das promessas de Cristo.

Oremos…

Acrescentar todos os dias:
Glorioso São José, que fostes exaltado pelo Pai eterno, obedecido pelo Verbo encarnado, favorecido pelo Espírito Santo e amado pela Virgem Maria, louvo e bendigo a Santíssima Trindade pelos privilégios e méritos com que vos enriqueceu. Sois poderosíssimo e jamais se ouviu dizer que tenha alguém recorrido a Vós e fosse por vós desamparado. Sois o consolador dos aflitos, o amparo dos míseros e o advogado dos pecadores. Acolhei, pois, com bondade paternal a quem vos invoca com filial confiança e alcançai-me as graças que peço nesta novena (fazer o pedido). Eu vos escolho por meu especial protetor. Sede, depois de Jesus e Maria, minha consolação nesta terra, meu refúgio nas desgraças, meu guia nas incertezas, meu conforto nas tribulações, meu pai solícito em todas as necessidades. Obtende-me, finalmente, como coroa dos vossos favores, uma boa e santa morte na graça de Nosso Senhor. Assim seja. Amém.

3º. Dia: SÃO JOSÉ, Chefe da Sagrada Família
Glorioso São José, que gozastes durante tantos anos da presença e filial afeição de Jesus, a quem tivestes a dita de alimentar e vestir, juntamente com vossa esposa santíssima, eu vos suplico me alcanceis o dom inefável de sempre viver unido com Deus pela graça santificante. Obtende também para os pais cristãos a graça do fiel cumprimento de seus graves deveres de educadores, e, aos filhos, o respeito e a obediência, segundo o exemplo do menino Jesus. Amém.

– Rogai por nós São José, Chefe da Sagrada Família,
– Para que sejamos dignos das promessas de Cristo.

Oremos…

Acrescentar todos os dias:
Glorioso São José, que fostes exaltado pelo Pai eterno, obedecido pelo Verbo encarnado, favorecido pelo Espírito Santo e amado pela Virgem Maria, louvo e bendigo a Santíssima Trindade pelos privilégios e méritos com que vos enriqueceu. Sois poderosíssimo e jamais se ouviu dizer que tenha alguém recorrido a Vós e fosse por vós desamparado. Sois o consolador dos aflitos, o amparo dos míseros e o advogado dos pecadores. Acolhei, pois, com bondade paternal a quem vos invoca com filial confiança e alcançai-me as graças que peço nesta novena (fazer o pedido). Eu vos escolho por meu especial protetor. Sede, depois de Jesus e Maria, minha consolação nesta terra, meu refúgio nas desgraças, meu guia nas incertezas, meu conforto nas tribulações, meu pai solícito em todas as necessidades. Obtende-me, finalmente, como coroa dos vossos favores, uma boa e santa morte na graça de Nosso Senhor. Assim seja. Amém.

4º. Dia: SÃO JOSÉ, Exemplo de Fidelidade
Fidelíssimo São José, que nos deste exemplo no fiel cumprimento de vossos deveres de protetor da Santíssima Virgem e de Pai nutrício do Redentor, rogo-vos me obtende a graça de imitar o vosso exemplo na fidelidade a todos os deveres do meu estado de vida. Ajudai-me a ser fiel nas coisas pequenas, para o ser também nas grandes. Alcançai esta mesma graça para todos que me são caros nesta vida, a fim de chegarmos a gozar no céu o Prêmio prometido aos que forem fiéis até a morte. Amém.

– Rogai por nós São José, exemplo da fidelidade,
– Para que sejamos dignos das promessas de Cristo.

Oremos…

Acrescentar todos os dias:
Glorioso São José, que fostes exaltado pelo Pai eterno, obedecido pelo Verbo encarnado, favorecido pelo Espírito Santo e amado pela Virgem Maria, louvo e bendigo a Santíssima Trindade pelos privilégios e méritos com que vos enriqueceu. Sois poderosíssimo e jamais se ouviu dizer que tenha alguém recorrido a Vós e fosse por vós desamparado. Sois o consolador dos aflitos, o amparo dos míseros e o advogado dos pecadores. Acolhei, pois, com bondade paternal a quem vos invoca com filial confiança e alcançai-me as graças que peço nesta novena (fazer o pedido). Eu vos escolho por meu especial protetor. Sede, depois de Jesus e Maria, minha consolação nesta terra, meu refúgio nas desgraças, meu guia nas incertezas, meu conforto nas tribulações, meu pai solícito em todas as necessidades. Obtende-me, finalmente, como coroa dos vossos favores, uma boa e santa morte na graça de Nosso Senhor. Assim seja. Amém.

5º. Dia: SÃO JOSÉ, Espelho de Paciência
Bondoso São José, que suportastes com heróica paciência as durante a vida oculta em Nazaré e me destes o exemplo de admirável conformidade com a vontade de Deus, obtende-me a virtude da paciência nas dificuldades de cada dia. Alcançai também invencível paciência a todos que suportam pesadas cruzes, a fim de que se unam sempre mais a Jesus, divino modelo de mansidão e paciência. Amém.

– Rogai por nós, São José, espelho de paciência,
– Para que sejamos dignos das promessas de Cristo.

Oremos…

Acrescentar todos os dias:
Glorioso São José, que fostes exaltado pelo Pai eterno, obedecido pelo Verbo encarnado, favorecido pelo Espírito Santo e amado pela Virgem Maria, louvo e bendigo a Santíssima Trindade pelos privilégios e méritos com que vos enriqueceu. Sois poderosíssimo e jamais se ouviu dizer que tenha alguém recorrido a Vós e fosse por vós desamparado. Sois o consolador dos aflitos, o amparo dos míseros e o advogado dos pecadores. Acolhei, pois, com bondade paternal a quem vos invoca com filial confiança e alcançai-me as graças que peço nesta novena (fazer o pedido). Eu vos escolho por meu especial protetor. Sede, depois de Jesus e Maria, minha consolação nesta terra, meu refúgio nas desgraças, meu guia nas incertezas, meu conforto nas tribulações, meu pai solícito em todas as necessidades. Obtende-me, finalmente, como coroa dos vossos favores, uma boa e santa morte na graça de Nosso Senhor. Assim seja. Amém.

6º. Dia: SÃO JOSÉ, Modelo dos Operários
Humilde São José, que, vivendo em pobreza, dignificastes a vossa profissão pelo trabalho constante e vos sentistes feliz em servir a Jesus e Maria com o fruto dos vossos suores: alcançai-me amor ao trabalho que me foi imposto como dever de estado, procurando cumprir nisto sempre a vontade de Deus. Protegei os lares dos operários do Brasil contra as influências nefastas dos inimigos de Cristo e da Santa Igreja. Obtende-lhes a graça de santificarem o seu trabalho pela reta intenção, em tudo conformados com os desígnios da Divina Providência. Amém.

– Rogai por nós, São José, modelo dos operários,
– Para que sejamos dignos da promessa de Cristo.

Oremos…

Acrescentar todos os dias:
Glorioso São José, que fostes exaltado pelo Pai eterno, obedecido pelo Verbo encarnado, favorecido pelo Espírito Santo e amado pela Virgem Maria, louvo e bendigo a Santíssima Trindade pelos privilégios e méritos com que vos enriqueceu. Sois poderosíssimo e jamais se ouviu dizer que tenha alguém recorrido a Vós e fosse por vós desamparado. Sois o consolador dos aflitos, o amparo dos míseros e o advogado dos pecadores. Acolhei, pois, com bondade paternal a quem vos invoca com filial confiança e alcançai-me as graças que peço nesta novena (fazer o pedido). Eu vos escolho por meu especial protetor. Sede, depois de Jesus e Maria, minha consolação nesta terra, meu refúgio nas desgraças, meu guia nas incertezas, meu conforto nas tribulações, meu pai solícito em todas as necessidades. Obtende-me, finalmente, como coroa dos vossos favores, uma boa e santa morte na graça de Nosso Senhor. Assim seja. Amém.

7º. Dia: SÃO JOSÉ, Protetor da Santa Igreja
Glorioso Patriarca São José, protetor e padroeiro da Igreja Católica, obtende-me a graça de amar a Igreja como Mãe e de a honrar como verdadeiro discípulo de Cristo. Rogo-vos que veleis sobre o seu Corpo Místico, como outrora velastes sobre Jesus e Maria. Protegei o Santo Padre e os bispos, os sacerdotes e os religiosos. Alcançai-lhes  santidade de vida e eficácia no apostolado. Guardai a inocência da infância, a castidade da juventude, a honestidade do lar, a ordem e paz da sociedade. Amém.

– Rogai por nós, São José, Protetor da Santa Igreja,
– Para que sejamos dignos das promessas de Cristo.

Oremos…

Acrescentar todos os dias:
Glorioso São José, que fostes exaltado pelo Pai eterno, obedecido pelo Verbo encarnado, favorecido pelo Espírito Santo e amado pela Virgem Maria, louvo e bendigo a Santíssima Trindade pelos privilégios e méritos com que vos enriqueceu. Sois poderosíssimo e jamais se ouviu dizer que tenha alguém recorrido a Vós e fosse por vós desamparado. Sois o consolador dos aflitos, o amparo dos míseros e o advogado dos pecadores. Acolhei, pois, com bondade paternal a quem vos invoca com filial confiança e alcançai-me as graças que peço nesta novena (fazer o pedido). Eu vos escolho por meu especial protetor. Sede, depois de Jesus e Maria, minha consolação nesta terra, meu refúgio nas desgraças, meu guia nas incertezas, meu conforto nas tribulações, meu pai solícito em todas as necessidades. Obtende-me, finalmente, como coroa dos vossos favores, uma boa e santa morte na graça de Nosso Senhor. Assim seja. Amém.

8º. Dia: SÃO JOSÉ, Esperança dos enfermos
Compassivo São José, esperança dos doentes e necessitados: valei-me em todas as enfermidades e tribulações, alcançando-me plena conformidade com os admiráveis desígnios de Deus. Obtende-me também para mim e para todos, pelos quais rezo, nesta novena, a cura das enfermidades, fraquezas, faltas e pecados e protegei-nos contra as tentações do inimigo de nossa salvação. Amém.

– Rogai por nós, São José, esperança dos enfermos,
– Para que sejamos dignos das promessas de Cristo.

Oremos…

Acrescentar todos os dias:
Glorioso São José, que fostes exaltado pelo Pai eterno, obedecido pelo Verbo encarnado, favorecido pelo Espírito Santo e amado pela Virgem Maria, louvo e bendigo a Santíssima Trindade pelos privilégios e méritos com que vos enriqueceu. Sois poderosíssimo e jamais se ouviu dizer que tenha alguém recorrido a Vós e fosse por vós desamparado. Sois o consolador dos aflitos, o amparo dos míseros e o advogado dos pecadores. Acolhei, pois, com bondade paternal a quem vos invoca com filial confiança e alcançai-me as graças que peço nesta novena (fazer o pedido). Eu vos escolho por meu especial protetor. Sede, depois de Jesus e Maria, minha consolação nesta terra, meu refúgio nas desgraças, meu guia nas incertezas, meu conforto nas tribulações, meu pai solícito em todas as necessidades. Obtende-me, finalmente, como coroa dos vossos favores, uma boa e santa morte na graça de Nosso Senhor. Assim seja. Amém.

9º. Dia: SÃO JOSÉ, Patrono da Boa Morte
Ditoso São José, morrendo nos braços de Jesus e Maria, partistes deste mundo ornado de virtudes e enriquecido de méritos, assisti-me na hora suprema e decisiva de minha vida contra os ataques do poder infernal. Obtende-me a graça de morrer confortado com os santos sacramentos necessários para a minha salvação. Tende compaixão de todos os agonizantes, alcançando-lhes a graça da salvação por intermédio de Maria, vossa Esposa santíssima. Amém.

– Rogai por nós, São José, Padroeiro dos Moribundos,
– Para que sejamos dignos das promessas de Cristo.

Oremos…

Acrescentar todos os dias:
Glorioso São José, que fostes exaltado pelo Pai eterno, obedecido pelo Verbo encarnado, favorecido pelo Espírito Santo e amado pela Virgem Maria, louvo e bendigo a Santíssima Trindade pelos privilégios e méritos com que vos enriqueceu. Sois poderosíssimo e jamais se ouviu dizer que tenha alguém recorrido a Vós e fosse por vós desamparado. Sois o consolador dos aflitos, o amparo dos míseros e o advogado dos pecadores. Acolhei, pois, com bondade paternal a quem vos invoca com filial confiança e alcançai-me as graças que peço nesta novena (fazer o pedido). Eu vos escolho por meu especial protetor. Sede, depois de Jesus e Maria, minha consolação nesta terra, meu refúgio nas desgraças, meu guia nas incertezas, meu conforto nas tribulações, meu pai solícito em todas as necessidades. Obtende-me, finalmente, como coroa dos vossos favores, uma boa e santa morte na graça de Nosso Senhor. Assim seja. Amém.

Fonte: Livro O glorioso São José

Print Friendly

Link permanente para este artigo: http://blog.cancaonova.com/cuiaba/novena-em-honra-a-sao-jose/

mar
10

O Feirão da Providência em março

Está chegando mais um Feirão da Providência!

Nessa quarta-feira, dia 11 de março, começando à partir das 7h30 no Rincão do Meu Senhor (ao lado da Univag), acontece o Feirão da Providência na missão canção Nova em MT.

Não deixe passar essa oportunidade imperdível de adquirir roupas, calçados, eletrodomésticos, utensílios domésticos, brinquedos e muito mais em nosso Feirão com um precinho todo especial. Tudo a partir de R$ 1,00.

Participe do nosso Feirão da Providência e seja um evangelizador com a Canção Nova.

Outras informações, ligue: (65) 3685-3900.

Esperamos por você!

Print Friendly

Link permanente para este artigo: http://blog.cancaonova.com/cuiaba/o-feirao-da-providencia-em-marco/

mar
06

A devoção a São José

devotodesaojose (1)O que é ser devoto de São José?

É tornar-se um propagador dessa devoção, pois o devoto de São José recebe como graça o dom do amor. Ele começa a crescer na vida de oração pessoal, na veneração à Nossa Senhora e num grande amor a Jesus, pois é impossível ser devoto de São José sem crescer no amor de Maria e de Jesus. O devoto começa a perceber que tudo vem de Deus e que tudo é graça. Ele busca, através das virtudes de São José, ser um cristão temente a Deus, procurando em tudo fazer a vontade de Deus. Em tudo, o devoto de São José vê e percebe a ação maravilhosa da Providência Divina.

Assim, ele se torna um místico. Vive na presença de Deus e tudo faz para maior honra e glória d’Ele. Procura levar todos a Jesus por meio de Maria e José e busca no seu dia a dia dar testemunho do Evangelho no seguimento de Jesus Cristo, participando da comunidade como membro vivo de uma Igreja servidora e misericordiosa, defendendo a vida e construindo a cultura da paz.

 

Fonte : Livro  Terço Abençoado de São José

Print Friendly

Link permanente para este artigo: http://blog.cancaonova.com/cuiaba/a-devocao-a-sao-jose/

mar
03

Revista CN Kids: homens novos para um mundo novo

kidsQue tal incentivar seus filhos a falarem de Jesus para os amiguinhos deles? A Revista Canção Nova Kids traz, em seu conteúdo, formação cristã e social, para formarmos homens novos para um mundo novo

“E se a água acabar?”, esse foi o tema abordado pela Turma do Clubinho na Revista CN Kids na última edição Cadu, Nyoko e Jonas, numa historinha bem divertida, ensinam os pequeninos sobre a importância de economizar água, porque se não a usarmos de maneira consciente, esse recurso vai se esgotar. Já em Noé e sua turma, Maricota faz aniversário, porém a turminha esqueceu! Será?

Além disso, têm passatempos e curiosidades, um lindo desenho para colorir de Nossa Senhora. As crianças também aprendem a fazer um lindo porta-lápis de garrafa pet.

Além da Revista Canção Nova Kids, o site kids.cancaonova.com também é um meio de evangelização que a Canção Nova encontrou para ir ao encontro dos pequenos coraçõezinhos. Acesse e divulgue este conteúdo, para que mais crianças conheçam a Palavra de Deus. 

No site kids.cancaonova.com, além de aproveitar todo o conteúdo virtual, você pode cadastrar uma criança para que ela receba, todos os meses, a Revista CN Kids em sua casa.

Assuma conosco o projeto de evangelização infantil. Ao cadastrar uma criança, nós contamos com sua fidelidade mensal para manter esse material de evangelização.

Agradecemos a sua confiança em nosso trabalho de evangelização. Deus lhe pague! 

Mais informações: clubinho@cancaonova.com | (12) 3186-2600.

 

Revista Canção Nova Kids
Sua fé transformando vidas
Juntos, evangelizando nossos pequeninos

 

Print Friendly

Link permanente para este artigo: http://blog.cancaonova.com/cuiaba/revista-cn-kids-homens-novos-para-um-mundo-novo/

mar
01

Março: em meio a Quaresma a comemoração de São José, o Pai adotivo de Jesus

sao_joseSão José, pai de Jesus e companheiro na fé!

Março é o mês da devoção a São José, cuja festa cai em 19 de Março. A solenidade de São José data do fim do século XV; ao longo dos séculos seguintes, o mês inteiro de devoção a São José tornou-se parte da tradição.

São José coopera com o plano de salvação que o Pai e o Filho realizam para agraciar a humanidade inteira, e ele coopera tanto com sua genealogia como com seu testemunho de vida. Por meio de São José, que pertencia `a tribo de Judá, Jesus é ligado `a descendência davídica, realizando as promessas sobre a origem do Messias, que nasceria da casa de Davi.

Nos mostra  a postura deste santo uma atitude de cooperação, que deste aceitar a noiva estava grávida pela concepção por obra do Espírito Santo (o que retrata um profundo ato de fé no plano de Deus e no sim de Maria, uma vez a natureza apenas admitia a concepção por meio natural) até o cuidado com o menino, manifestando sempre uma docilidade e disponibilidade em cumprir a obra do Senhor.

A presença protetora deste pai adotivo de Jesus, se mostra muito forte, então, desde nascimento, a fuga para o Egito, a criação na família de Nazaré até a morte na Cruz. Tudo sempre vivido de maneira simples e humilde.

Numa sociedade que parece desprezar a importância do matrimônio e da paternidade, São José, o esposo da Virgem e o homem que teve a responsabilidade de criar Jesus, é um incrível modelo de pai cristão, obediente e fiel.

Há indulgências ligadas a devoção a São José durante esse mês: trezentos dias para aqueles que privadamente ou publicamente realizarem uma prática piedosa em honra de São José, durante o mês, uma indulgência plenária em qualquer dia do mês nas condições ordinárias.

 

Print Friendly

Link permanente para este artigo: http://blog.cancaonova.com/cuiaba/marco-em-meio-a-quaresma-a-comemoracao-de-sao-jose-o-pai-adotivo-de-jesus/

fev
28

Eventos Canção Nova MT - Março 2015

Confira a programação de Eventos da missão Canção Nova em MT:

Óh meu glorioso São José, nas vossas maiores aflições e tribulações o anjo não vos valeu? Valei-nos São josé.”

ag_MAR2015

Outras informações, ligue: (65) 3685-3900.

Print Friendly

Link permanente para este artigo: http://blog.cancaonova.com/cuiaba/eventos-cancao-nova-mt-marco-2015/

fev
27

Pedal Cristo 2015

p15O Jovens Sarados do MT e a Canção Nova MT convida você para participar da 14ª Edição do Pedal Cristo MT, uma tarde de pedaladas pelas ruas de Várzea Grande e Cuiabá, unindo a evangelização e esporte.

Acontecendo nesse domingo, dia 1 de março de 2015,  às 17h com a santa Missa no Rincão do Meu Senhor (ao lado da Univag).

Outras informações: (65) 3685-3900.

Prepare sua bike, convide seus amigos e venha participar!

Print Friendly

Link permanente para este artigo: http://blog.cancaonova.com/cuiaba/pedal-cristo-2015/

fev
26

Seja um Sócio Evangelizador da Canção Nova

evangO evangelizador coopera com a ação do Espírito Santo, assumindo com o Clube da Evangelização o desafio de formar homens novos para um mundo novo

Para tornar-se um sócio evangelizador é necessário cadastrar-se, assim você começa a contribuir com a Canção Nova para que ela continue evangelizando e também passa a receber, mensalmente, a Revista Canção Nova, com conteúdo de formação cristã e social, atualidades, saúde e outros.

Ao realizar o cadastro, você precisará oferecer seus dados completos, principalmente os dados de contato (telefone e endereço, atualizados e completos), seu CPF e optará por contribuir por meio do boleto bancário, ou do débito automático. Após ser cadastrado, você receberá, em até 15 dias úteis, um kit de Boas Vindas e sua Revista Canção Nova chegará no prazo de 45 a 60 dias, após a realização do cadastro. A Revista Canção Nova vai acompanhada do boleto bancário para a contribuição mensal.

Sócios que optam por contribuir pelo boleto bancário precisam se atentar à data de vencimento do mesmo, que é sempre o último dia útil do mês vigente. É importante lembrar que este não é um boleto de cobrança e nem possui um valor de contribuição estipulado, o que permite que o sócio contribua em qualquer dia dentro do mês e no valor que puder. A única atenção que pedimos é em relação aos custos para a impressão e envio da revista que chega aos sócios, sendo assim, a Canção Nova sugere que o valor mínimo para contribuição nos boletos seja de R$ 10,00.

 Já os sócios que optam por doar pelo débito automático, podem contar com mais praticidade e conforto ao contribuir com a Canção Nova pois, para doar por meio desta forma, o sócio evangelizador precisa apenas informar uma conta bancária, uma data e valor fixo para o débito acontecer todos os meses. Para o débito automático também é importante a atenção em relação a doação, pois não há valor estipulado, mas os custos para a impressão e envio da revista, e tarifas bancárias, são descontadas do valor da contribuição. Desta forma, Canção Nova sugere que o valor mínimo para contribuição, por débito automático, seja de R$ 15,00.

Confiantes em Deus e na bondade de cada um, a Canção Nova acredita que quando uma pessoa escolhe se tornar um sócio evangelizador, ela será fiel com esta Obra de Deus, assumindo conosco a missão de evangelizar todos os dias.

Faça seu cadastro agora e seja bem-vindo à Família Canção Nova!

Acesse: clube.cancaonova.com

 

 

Print Friendly

Link permanente para este artigo: http://blog.cancaonova.com/cuiaba/seja-um-socio-evangelizador-da-cancao-nova/

Posts mais antigos «

Network-wide options by YD - Freelance Wordpress Developer