Cresci numa paróquia dedicada a São José, e esse crescimento não foi somente na idade mas também em minha devoção por ele e mais ainda, na minha filiação.

Me recordo de uma das festas de 19 de março, tinha uns 12 anos, olhando para seu quadro, refletia com certo pesar ele ser chamado como “pai adotivo de Jesus”, até que senti muito forte em meu coração : “Como pai adotivo de Jesus, eu também te adotei e assumi Eu mesmo a tua paternidade”, e isso foi um divisor de água na minha vida, principalmente pelo fato de não conhecer meu pai biológico.

Já se passaram mais de 15 anos e essa voz continua latente em mim, é uma honra poder testemunhar ao longo da minha história os cuidados de São José, digo com toda convicção de que Ele realmente me assumiu, Ele é meu pai.

Sua presença é ainda mais discreta que Nossa Senhora, mas como Ela também é real!

E isso eu testemunho com o coração extremamente grato, sou missionária da Comunidade Canção Nova e hoje moro em nossa casa de missão em Toulon na França, justamente ao lado de uma cidade chamada Cotignac, local aonde Ele apareceu.

O que descrever desse local ?

Ainda não encontro palavras … apenas a felicidade de saber e assim me sentir “filha”.

Tem um pai que cuida de mim! Tem um pai que cuida de nós!

Não quero simplesmente contar a minha experiência, mas quero motivá-los a fazer a sua.

Que nesse mês seu coração se aproxime das virtudes desse homem e que 19 de março seja um dia marcado pela Sua Presença tão concreta como foi comigo.

Vá visitar seu pai! Ele te espera!

E se você quiser escrever um bilhete ou um pedido de oração para São José, deixe aqui nos comentários, eu faço questão de entregar em mãos a vida dos meus irmãos.

E assim façamos das palavras de Santa Teresa D’Ávila a nossa :

” Assim, tomei por advogado e senhor o glorioso São José, encomendando-me muito a ele. Vi com clareza que esse pai e senhor meu me salvou, fazendo mais do que eu podia pedir, tanto dessa necessidade como de outras maiores, referentes à honra e à perda da alma. Não me lembro até hoje de ter-lhe suplicado algo que ele não tenha feito. Espantam-me muito os muitos favores que Deus me concedeu através desse bem-aventurado Santo, e os perigos, tanto do corpo como da alma, de que me livrou. Se a outros santos o Senhor parece ter concedido a graça de socorrer numa dada necessidade, a esse Santo glorioso, a minha experiência mostra que Deus permite socorrer em todas, querendo dar a entender, que São José, por ter-Lhe sido submisso na terra, na qualidade de pai adotivo, tem no céu todos os seus pedidos atendidos. “

Meu pai São José

 Edna Carvalho – Canção Nova França

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

HTML Snippets Powered By : XYZScripts.com