Tudo me é permitido?

Na sequência do estudo do capítulo 6 da I Carta de São Paulo aos Coríntios, o apóstolo, a partir do que ensinou até agora, discute a questão do corpo e do espírito e como consequência, explica sobre o tema da liberdade humana. Abaixo, vídeo e texto com comentários sobre a passagem e logo após, dicas para se refletir sobre a aplicação prática do texto em nossa vida.


Mais informações

Talvez por causa de práticas imorais dentro da comunidade (I Cor 5,1-13), São Paulo entra em questões que envolvem a relação espírito e corpo. A partir da afirmação de que tudo é permitido e que por isso a liberdade do homem não pode ser condicionada a nada (6, 12-13) São Paulo nos apresenta seu ensinamento.

O apóstolo rebate essas afirmações ao demonstrar que a liberdade tem limite, na primeira afirmação: Mas nem tudo me convém (6,12), pois quem se consagra a Cristo está submetido a Ele. E explica na segunda afirmação que, inclusive o corpo está sujeito a essa submissão: …e Deus acabará com ambos (alimento e ventre) (6,13).

Lembremos do contexto de imoralidades em que estava inserida a comunidade de Corinto. Por isso São Paulo enfrenta um ensinamento na comunidade que eleva o espírito e rebaixa o corpo. E esse rebaixamento incita a prática indiscriminada da sexualidade. O apóstolo coloca ambos espírito e corpo em pé de igualdade (6,13b).

A salvação oferecida por Jesus nos é dada através da sua divindade e humanidade. E nós somos salvos por ele no espírito e no corpo, pois nossos corpos são membros de Cristo (6,14). A sexualidade é parte importante do ser humano e também está ligada ao projeto de salvação.

Dicas de como aplicar o texto na vida

– Como lido com a liberdade que Deus me deu?

– Cuido do meu espírito através das minhas práticas religiosas (vida interior, vida de oração, etc)?

– Cuido do meu corpo através de uma vida saudável (alimentação, atividade física, etc)?

– Vivo a minha sexualidade de modo equilibrado?

Deixe seus comentários na área abaixo

Denis Duarte

Leia também:
Estudo: I Cor 7,1-16 – Qual a sua vocação?
Estudo: I Cor  6,1-11 – Resolva os problemas de família
O que é a Lectio Divina?

1 Comentário

  1. marcos leme de oliveira

    Gosto muito dessa passagem,pois nos levar a refletir tudo aquilo que é bom ,que nos convém ,e com essas dicas para aplicarmos em nossa vida me ajudou muito.obrigado e que DEUS continue sempre te abençoando em seus estudos bíblicos..

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>