PHN! O que é? Como nasceu?

Tudo começou quando fui convidado a apresentar um programa de TV com o título: Resgate Já,  que mostrava o que a Igreja estava fazendo em favor dos mais nescessitados em ambientes como: presídios de segurança máxima, casas de apoio ao portador do vírus HIV em fase terminal, febéns, cadeias públicas, lares para crianças e para idosos, casas para recuperação de drogados, entre outros.

Foi assim todas as quartas-feiras das oito da manhã ás vinte horas e durante seis anos.

Vi muita gente renascer, morrer, se converter, se reconciliar, ressurgir das cinzas. Chorei com eles, ri, rezei, me fiz amigo, vi muitos chegarem e partirem e depois de um tempo ali com eles Deus colocou no meu coração a seguinte inspiração: “Ensine a esses jovens a dizerem não ao pecado” para que não precisem pagar no seu próprio corpo aquilo que eu ja paguei no meu.

Na época eu convivia muito com as pessoas que lutavam contra álcool, os irmãos do  “AA” que diziam “ só por hoje, só por hoje serei sóbrio”.

Quando olhei para aqueles jovens nas cadeias, casas de apoio, presidios, me compadeci e passei a entender que DEUS tinha algo de concreto e especial para eles e com certeza era o “PHN”.

Na mesma época, o nosso Pai Fundador, Padre Jonas Abib, pregava para o Brasil o tema: “Santos ou Nada”. Na mesma época a então, Banda Canção Nova, havia encerrado suas atividades e nos estávamos em retiro por tempo indeterminado, e foi nesse tempo que Deus me deu a inspiração de compor uma canção de nome “Restauração” que contém a frase “Por Hoje Não,por hoje eu não vou mais pecar”.

O Pe. Jonas pregou pela primeira vez o PHN pois ele acompanhava “tudo” isso de perto e eu começava a cantar essa inspiração .

Houve um acampamento de jovens na Canção Nova e eu preguei. E pela primeira vez preguei o PHN e encerrei cantando a música “Restauração”, o nome da pregação é: “Deus levanta uma juventude PHN”.

Foi simplesmente fantástico, nasceu com força, com simplicidade, concreto e fácil de entender, era simplismente dizer a cada dia um não ao pecado, pois o dia de ontem não existe mais e o dia de amanhã não existe ainda, eu só tenho o dia  que se chama hoje e é para ele que vou me dedicar dando  o melhor de mim.

Assim nasceu a proposta do PHN, e tem levado muitos jovens e adultos a redescobrirem o gosto pela luta contra o pecado e nunca contra o pecador. Acordar todo dia com a disposição de colocar qualidade no falar, pensar, sentir e agir não dando espaço ao mal que estraga amizades, casamentos, namoros…

Hoje levo essa proposta para o Brasil e o mundo, e em todos os lugares que chego e prego o PHN se torna uma nova opção para nos levar a descobrir as belezas da nossa Igreja seus sacramentos, dogmas, tradições, santos e a Palavra de Deus, com a proposta simples de apenas dizer a cada dia ao pecado POR HOJE NÃO .

A cada não que dou ao pecado equivale a milhares de sins a Deus, e as pessoas que amo e que tambem me amam. São muitas as possibilidades de sermos felizes, porém, para isso acontecer efetivamente, para ser duradouro, é nescessário não vincular esse desejo de ser feliz ao pecado.

Tem gente que por remorços do passado, e por medo do futuro vivem um péssimo dia de hoje… Ah que pena que dá, pois quem vive assim se pré-ocupa e quem se pré-ocupa vive desocupado, porque não dá pra se ocupar com algo que já passou ou algo que ainda virá.

O único jeito é ocuparmos com o hoje e dar a ele o melhor de nós, é assim que se constrói um passado e se prepara um futuro.

Já visitei muitos países, entre eles USA, FRANÇA, ALEMANHA, PORTUGAL, ITÁLIA, CANADÁ , JAPÃO, ISRAEL, PARAGUAI,  e em todos eles encontrei Cristãos que vibraram com a proposta, e espero continuar levando essa inspiração a muita gente e lugares e quem sabe o próximo lugar seja ai bem perto de você, reze porque eu gostaria muito que isso acontecesse .

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>