Depois do Dia dos pais!

Olá geração PHN decidi escrever sobre o dia dos Pais, depois que ele passou, de maneira proposital para meditarmos em alguns pontos vitais para nossa vida, vamos lá!

familia.jpg

Primeiro gostaria de dar parabens a você que de uma maneira diferente e criativa demonstrou seu amor e sua consideração pela pessoa que mais contribui para sua formação e que talvez você até hoje não tenha percebido isso.

Sabe gente, a figura ou a pessoa do pai, é sem dúvida, a maior referência que eu e você, ao longo da vida, vamos ter para podermos recorrer como um arquivo de informações e conteudo de formação de caráter. Principalmente naqueles momentos que tivermos que fazer algo que não soubermos. Sim, é nele que vamos pensar. com isso não estou diminuindo em nada o efeito da presença da mãe em nossa vida, é que se trata de uma presença diferente.

Todos os dias com algumas raras exceções, é o pai que a família espera no final da tarde, sempre foi assim. Eu me lembro, lá em casa esperavamos nosso pai para arrumar a gangorra, dar uma volta de bicicleta, entregar o irmão e a mãe para fazer um resumo detalhado do dia.

Crescemos assim e hoje muitos de nós nos lembramos com muita saudade desse tempo. Hoje quando chego em casa as vezes tenho a sensação de que estou imitando meu pai em momentos que se repetem como na minha infância, porém,  hoje eu sou o pai.

Quando acerto, sinto que naquele momento me aproximo de suas qualidades,  me recordo de suas palavras, de seus exemplos, seus causos, suas piadas, suas correções , seu silêncio, seu olhar e me orgulho de ser seu filho, olho para o céu e digo : VALEU GRANDE!!!

Aqui não esta em jogo que pai você teve. Se foi presente ou não, se foi carinhoso ou não, se teve essa ou aquela qualidade ou não. Ele é seu pai e isso pode mudar muita coisa na sua vida e na dele se você começar a cumprir, pra valer, o quarto mandamento da lei de Deus. Isso pode curar seu coração e se você der sequência nessa história, fará de você um grande ser humano.

HONRAR PAI E MÃE.  Essa ordem não está condicionada a nada. É uma ordem de Deus e pronto. Quem cumpre é mais feliz independentemente de ser  correspondido na mesma proporção ou não.  É mandamento acompanhado de promessa, vida longa e prosperidade e também de realização interior (eu amei a pessoa mais importante da minha vida) e é claro não estou esquecendo da mãe,  mas nesse caso falo daquela voz grave, da mão mais pesada, dos abraços que até machucavam um pouco, dos passos mais largos, da ponta da mesa, do guarda chuva preto, e da frase celebre “VEM CÁ” isso marcou ou não, claro que sim, nos deixou claro os limites, e nos fez respeitar os direitos dos outros.

Sei que o dia dos pais já passou. Porém o Pai nunca vai passar Ele estará  sempre em nossa lembrança, sua voz sempre estará ecoando em nossos ouvidos e essa cura nunca vai parar seu processo, pois o PAI do céu sabe o que significa ter, ser, querer, perder, encontrar, perdoar, aceitar, esperar, conquistar um pai. Portanto, um feliz e contínuo dia dos Pais!

Grande abraço,

Dunga

William Shakespeare tornou célebre história de dois apaixonados. Não existe evidência histórica que possa atestar ou não a existência de Romeu e Julieta. O casal, filhos de famílias rivais protagonizam uma paixão que os faz ultrapassar adversidades. O final é típico de uma tragédia. Romeu suicida-se e Julieta envenena-se. Mesmo que eternizado pelo romantismo Romeu e Julieta não serve como exemplo, ou modelo de amor para enamorados cristãos, pois o verdadeiro apaixonado acima de tudo tem um sentido maior na sua vida.

O que é o amor? Deus é o único e verdadeiro amor. Todos os outros, se forem amor de verdade, é um desdobramento do amor de Deus. E esse é o amor que precisa existir entre você e a pessoa amada.

O amor é paciente, é benfazejo; não é invejoso, não é presunçoso nem se incha de orgulho; não faz nada de vergonhoso, não é interesseiro, não se encoleriza, não leva em conta o mal sofrido; não se alegra com a injustiça, mas fica alegre com a verdade. Ele desculpa tudo, crê tudo, espera tudo, suporta tudo. O amor jamais acabará. 1º Coríntios 13, 4-8.

O amor entre um homem e uma mulher mantém no mundo uma esperança de mudança. É um amor forte, inato e capaz de gerar vida, superar diferenças e dissipar o egoísmo. Quando falta esse amor as complicações não tardam em chegar.

É bem verdade um número significativo de pessoas que estão feridas por experiências frustradas ou não correspondidas em seus relacionamentos. É preciso superar traumas, sobretudo na afetividade. Ter tido uma experiência dolorosa ou decepcionante na área sentimental não pode congelar todo o restante da existência. O remédio eficaz para esses males é o perdão. Como é preciso nos relacionamentos  dar e aceitar o perdão. É um ato de esvaziamento, no entanto pode revigorar um relacionamento, retirá-lo do precipício e mesmo libertar quem se encontra na prisão do ódio, do rancor e da tristeza.

O amor não é cego como se costuma dizer, aliás, ele enxerga muito bem. Vê o que ninguém consegue vislumbrar no outro. Na ótica do amor o defeito da pessoa amada não é muro, mas ponte. Num sincero relacionamento esses defeitos podem ser corrigidos e superados.

O importante é descobrir ou redescobrir quão belo é o amor humano  a partir do amor de Deus. Deus está conosco e não é de forma alguma indiferente ao que sentimos. Este amor apaixonado de Deus por nós é motor que deve impulsionar o nosso amor e torná-lo potente e fecundo.

O amor é nosso tema do Acampamento PHN 2011. É o amor de Deus que move toda a obra Canção.

” #OAmorJamaisAcabará ”

#PHN 2011