Mais do que ter o catolicismo como religião é preciso ser e agir como católico.

Os batizados não sao evangelizadosE ai gente, paz!

Algo que muito me incomoda como evangelizador é ver a quantidade de pessoas católicas no nosso pais, mas que no fundo não vivem como tal. Somos a maioria religiosa no Brasil, mas ao mesmo tempo não praticamos se quer 10% do que deveríamos praticar.

Nas minhas pregações, vez por outra, brinco dizendo que é fácil reconhecer um jogado de futebol evangélico. Quando um jogador faz três gols numa mesma partida tem direito a pedir uma música num programa de domingo. Quando o jogador pede músicas evangélicas logo detectamos que o mesmo é o protestante. E quando um jogador pede os hits do momento (músicas profanas) ao perguntar sua religião o mesmo responde: católico.

A grande tarefa que a Exortação Apostólica de Paulo VI Evangelli Nuntiandi nos dá é evangelizar os batizados. àqueles que receberam o batismo quando criança, fizeram a Primeira Comunhão, até mesmo se crismaram, mas infelizmente não vivem como católicos autênticos, não lutam pela santidade, não buscam o Senhor numa vida de oração e caridade.

Talvez você que me ler seja um desses católicos de IBGE. Então quero te convidar a permitir que Jesus entre de fato na sua vida, que Ele faça uma transformação para que, assim, você tenha a graça de experimentar o Verdadeiro Amor que te preenche e te faz feliz.

Não estou condenando ninguém, mas exortando a todos a buscarmos cada vez mais o Senhor, e permitirmos que Ele seja, de fato, o Senhor de nossas vidas. Que nós possamos buscar conhecer a nossa Igreja Católica, seus documentos, Catecismo, Encíclicas, história. Pois quanto mais se conhece mais se ama.

Vamos assumir nossa vocação, nosso batismo. Vamos ser homens e mulheres que lutam pela santidade e que não se deixam levar pelas seitas e falsas religiões que nos iludem emocionalmente e psicologicamente. Sejamos autênticos católicos, filhos da Igreja que Jesus deixou “Pedro Tu és pedra, e sobre esta pedra edificarei a minha Igreja, e as portas do inferno jamais prevalecerão sobre ela”.

Rezemos pelo Papa Francisco, bispos, padres, religiosos, leigos; rezemos pela nossa Igreja; rezemos pelos batizados que ainda não são evangelizados, para que tenham a oportunidade de se encontrarem com Nosso Senhor Jesus.

Deus nos abençoe,

Emanuel Stênio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *