São Pedro Galicantu, quer dizer Casa de Caifás, foi o local onde Jesus ficou preso e interrogado.

Jesus encontra – se em um tribunal judaico “O sumo sacerdote lhe tornou a perguntar, e disse-lhe: És tu o Cristo, Filho do Deus Bendito?

E Jesus disse-lhe: Eu o sou, e vereis o Filho do homem assentado à direita do poder de Deus, e vindo sobre as nuvens do céu.” Mc 14,61-62

A Igreja Galicantu vista do alto

A Igreja Galicantu vista do alto

Exterior da Igreja São Pedro Galicantu

Exterior da Igreja São Pedro Galicantu

Foi o suficiente para que todo o povo gritasse, blasfêmia. E Jesus passou a noite encarcerado.

Sexta-feira Santa onde nos recolhemos e passamos a noite com o Senhor, em adoração.

Mosaico da Igreja São Pedro Galicantu

No exterior da Igreja São Pedro Galicantu encontramos um mosaico, onde Jesus é preso.

Lindo vitral colorido do Santuário de São Pedro Galicantu

Lindo vitral colorido do Santuário de São Pedro Galicantu

Altar central do Santuário de São Pedro Galicantu

Altar central do Santuário de São Pedro Galicantu

A atual Igreja de Galicantu (o galo cantou) foi construída sobre ruínas de Jerusalém, que acredita ser o Palácio de Caifás.

Local onde Pedro nega o Senhor três vezes, “Mas Pedro disse: Meu amigo não sei o que queres dizer. E no mesmo instante, quando ainda falava, cantou o galo.

Voltando-se o Senhor, olhou para Pedro. Então Pedro se lembrou da palavra do Senhor: Hoje, antes que o galo cante, negar-me-ás três vezes.”

Esta estátua expressa a negação de Pedro

Esta estátua expressa a negação de Pedro

Buraco no chão da Capela das lágrimas de São Pedro

Encontramos esta passagem (buraco) no chão da Capela das lágrimas de São Pedro

Capela dedicada as lágrimas de São Pedro

Capela dedicada ao arrependimento de São Pedro

Mas o foco principal desta Igreja é recordar a negação de Pedro  em mosaicos que estão em toda parte, no interior e exterior da mesma.

Veja também o local em que Jesus ficou preso, passando a noite da agonia.

Uma boa semana de preparação para a Semana maior da nossa fé!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *