Diante de uma viagem, muitas dúvidas aparecem principalmente relacionado a remédios e daí surge a pergunta: como remédios numa viagem internacional?

O primeiro passo é deixá-los na bagagem de mão, para que não corra o risco de extravio e você acabe sem eles. Fora do Brasil, comprar remédio pode ser bem complicado, baseando-se nas regras de cada país. Alguns chegam a exigir até receita local.

remedio1

Solicitar a seu médico uma receita em inglês é uma ótima sugestão. Outra dica é levar uma quantidade suficiente para toda a sua viagem e com sobra.

É sempre positivo levar os medicamentos fechados em suas embalagens originais, a não ser que seja necessário o uso durante o voo. Essa recomendação é da própria Infraero.

E afinal, o que levar em qualquer viagem? A resposta é simples: Remédios para gripe, dor de garganta e de estômago, diarréia, enjôo, febre, má digestão, anti-inflamatório, e cólicas e outros. Se puder acrescentar um termômetro, melhor ainda!

Preliminares da Viagem

Após semanas ou meses de pesquisas, finalmente decidimos… vou viajar.

Começamos outra maratona, além de uma série de coisas a organizar e comprar, como a mala, roupas, calçados. A forma de condução e seus horários para chegada ao aeroporto.

Precisamos ver as passagens, os horários da mesma, reservar o hotéis, realizar os pagamentos, seguro de vida e saúde, fazer pesquisas dos restaurantes, horários de trens, ônibus, seus valores… ufa! Mas se você optar em viajar com a Canção Nova não precisará se preocupar com nada disso. Qualquer pacote em que for escolhido estará incluso passagens de avião, refeições, reservas dos hotéis, guias e translado (ônibus com ar condicionado, trem ou navio dependendo do roteiro).

Enfim, deixamos por último e porque nos esquecemos dele… o PASSAPORTE.

Quem já emitiu o seu passaporte, conferi a data do seu vencimento quando marca uma viagem. Válido por 6 meses, após a data da viagem.

Renove o passaporte com 8 meses de antecedência da data do vencimento.

E quem pela primeira vez emiti o passaporte, muitas vezes não sabe por onde começar.

Clique aqui para obter informações de como tirar o seu passaporte.

 

As Malas 💼

Eu já viajei com várias pessoas que levaram a mala tamanho G e cheia de roupas e calçados. Nela não tinha reserva para que fossem colocadas as lembranças e outros.

Escolha pela mala tamanho M de 65 cm altura e uma bolsa ou mochila de mão para levar dinheiro, documentos, passaporte, remédios e etc.

Combine roupas entre si, cores neutras, calças jeans 👖🎽👗👚👕. As mulheres podem levar lenços para mudar o visual.

Calçados confortáveis 👡👟👢👠 e de uso do seu dia a dia. Não compre um calçado para laciar durante a viagem, ele vai fazer volume em sua mala porque pode incomodar os seus pés.

Para aqueles que gostam do inverno prefira casados com revestimento de penas. O inverno na Europa é bem diferente do Brasil.

 

Sono e Descanso 💤

Esta é uma dica importante, durma bem!

Não caia na tentação em querer “aproveitar”.

Andamos e visitamos muitos lugares durante o dia. Chegando no hotel estamos muito entusiasmados, eufóricos por isso queremos conversar, trocar experiências, lanchar. Sair para um passeio a noite com as pessoas que fizemos amizade. Ficamos na internet postando fotos, conversando com parentes e amigos. Tudo isso é muito bom e divertido, mas descanse.

Lembre-se que no dia seguinte iremos acordar cedo e caminhar, visitar lugares, conhecer pessoas. Nos primeiros dias estamos num pique total, chegando no final podemos estar muito cansados e daí sabe o que vai acontecer? Ou você vai ficar o dia todo no hotel para ganhar forças e perder um dia de roteiro ou então vai ficar no ônibus sem coragem de fazer algumas visitas.

Sem contar o fuso horário, onde o nosso corpo nota a diferença de horário e o descanso não é o mesmo.

São detalhes e cuidados que precisamos ter, mas que isto não impede realizar uma boa peregrinação e viagem.

Para aqueles que são ligados no 220 não tem problemas ter este ritmo durante os dias de viagem.

Aconselhamos para as pessoas que tem imunidade baixa tomarem antes da viagem e durante algum tipo de vitamina.

 

Dinheiro ou Cartão 💵💳

O que é melhor levar para uma viagem internacional, dinheiro ou cartão?

Levando dinheiro você estará isento das taxas oferecidas pelo cartão. É preciso mais cuidado pois, em uma viagem de 10 a 15 dias levamos um valor significativo, acima de 300 dólares ou euros.

O mais seguro é usar o cartão de crédito, porém estamos sujeitos a variação cambial, IOF e outras taxas.

Mas por outro lado o cartão de crédito gera milhas e isto é vantajoso para quem viaja.

Temos os prós e os contras destas opções e você vai precisar decidir, diante da sua realidade econômica.

 

Aqui estão algumas dicas, espero ter ajudado.

Até a próxima!!

 

O sítio do Batismo é chamado de Yardenit.

A água que desce do degelo do Monte Hermon alimenta o Mar Morto e o Rio Jordão.

O Rio Jordão é um dos rios mais conhecidos do mundo, pois é o rio que Jesus foi batizado.

Em uma peregrinação à Terra Santa, temos o privilégio de realizar a renovação do batismo no Rio Jordão.

João também batizava neste rio onde pregava “Eu vos batizo na água, mas eis que vem outro mais poderoso do que eu, a quem não sou digno de lhe desatar a correi das sandálias; ele vos batizará no Espírito Santo e no fogo” Lc 3,16 .

Neste sítio muitas denominações se encontram, são cristãos de diversas partes do mundo que celebram o batismo.

Uma das principais visitas realizadas na Terra Santa é ao Rio Jordão. Não tem como ir em peregrinação e não passar por esta passagem bíblica e fazer parte das águas que Jesus foi batizado.

Neste local em que o Jordão deixa o Mar da Galiléia, Yardenit foi construído e em nossa geração. Este local é novo e espera atrair muitos peregrinos.

Venha fazer a experiência de peregrinar e realizar a renovação do batismo no Jordão.

Realizamos peregrinações à Terra Santa durante todos os meses doa ano.

Deus abençoe e até a próxima!

Nas peregrinações caminhamos o dia todo, visitamos muitos lugares e por isso precisamos levar um calçado confortável. Os nossos pés precisam de um cuidado especial.

Além do tênis podemos levar sandália e sapato sem salto.
Sem esquecer do chinelo para que os nossos pés descansem, chegando aos hotéis.

Levar calça jeans para a peregrinação é uma boa opção, são práticas e confortáveis.

Não é permitida nas visitas aos lugares santos, usar roupas curtas e com ombros descobertos.

Geralmente as mulheres colocam um lenço sobre os ombros, para entrarem as Igrejas e basílicas.

Camisetas também são ótimas opções. Você poderá optar por malhas bem frescas nas estações de calor.

Para uma peregrinação de 10 dias, vou dar como exemplo, levamos uma camiseta para cada dia e mais quatro sobressalentes.

É necessário levar bermudas a baixo dos joelhos, dependendo do clima da região e se preferir para ficar a vontade nos hotéis. Aproveite para descansar e se refrescar.

Espero ter dado algumas dicas, de como fazer uma mala para viajar em peregrinação. Lembrando que o mais importante é curtir a viagem e fazer um encontro com Deus.

Deus abençoe!

01. agosto 2016 · Comentários desativados em De malas prontas para peregrinação · Categories: Dicas de viagem · Tags:

Arrumando as malas para a peregrinação

Para maior comodidade do peregrino convém levar uma mala com rodinhas. Dependendo da peregrinação podemos mudar de hotel algumas vezes.

A dica é, não levar coisas desnecessárias. Leve somente o que realmente for usar, pois a mala precisa ter espaço para as lembrancinhas. As companhias aérea disponibilizam um certo limite de peso para as malas, se excederem haverá uma taxa para o envio das mesmas. Se a peregrinação for de dez dias, leve uma camiseta para cada dia e mais 4 sobressalente. Será bom levar três calças jeans, duas bermudas e etc.

Perfumes, shampoo, condicionador, desodorante enfim, tudo que for relacionado a líquido deverá ir dentro da mala.
Na bolsa de mão, levar documentos, remédios e uma peça de roupa e roupa intima (caso a mala se extravie 1 dia).
Como saímos do hotel para a peregrinação pela manhã e retornamos após às 18h, aconselhamos levar uma mochila ou bolsa, que seja leve para colocar uma garrafa de água, máquina fotográfica, bíblia e se preferir um caderno para anotar os ensinamentos do padre e guia turístico do local.
Levamos também o passaporte, ele é muito importante para a peregrinação.
Apesar de ser longa, a viagem é super tranquila e agradável.
Para aqueles que irão a próxima peregrinação, boa viagem!

Saiba como tirar seu passaporte para peregrinação

Tirar passaporteO processo de solicitação de passaporte inicia com o acesso ao site do Departamento de Polícia Federal www.dpf.gov.br. No site, clique no link “Informações gerais e requerimento de passaporte” e em seguida selecione a localidade onde deseja requerer o passaporte. Existem dois modelos do documento, o passaporte comum padrão ICAO, cor azul e o passaporte modelo antigo padrão não-ICAO, cor verde. Verifique o seu modelo de passaporte no site.

Leia as informações e clique em “emissão do passaporte”. Preencha o formulário com seus dados e ao final digite o código de segurança e clique em confirmar. Serão exibidos três botões, inicialmente clique em “gerar protocolo”, depois “gerar GRU” (guia para pagamento da taxa) e finalmente em “fechar”. Caso haja dúvidas sobre o preenchimento dos seus dados, ligue para 0800-9782336 ou entre em contato pelo e-mail cau.cti@dpf.gov.br. Outros esclarecimentos aqui.

Após a inclusão dos dados será emitida a Guia de Recolhimento da União (GRU). O boleto deve ser pago, respeitando sua data de vencimento. A taxa de concessão de passaporte comum ICAO, cor azul, é de R$ 156.07, já a concessão de novo passaporte sem a apresentação do anterior (válido ou não) custa R$ 312,14. Nas unidades que emitem o passaporte antigo (cor verde) a taxa é de R$ 89,71, e R$ 179,42, para pedir a renovação ou outro passaporte sem a apresentação do documento antigo. Leia o artigo completo

Nas peregrinações caminhamos o dia todo, visitamos muitos lugares e por isso precisamos de calçados confortável. Os nossos pés precisam de um cuidado especial, pois dependendo do pacotes, não são menos de 10 dias de viagem.

Além do tênis podemos levar sandália e sapato sem salto. Dê preferência aqueles que vocês está acostumada a usar em seu dia a dia, eles não causarão desconforto ou incômodo aos pés.

Os tênis precisam ter um solado com amortecimento, para proteger do frio.

Chegando no hotel, use os chinelos, descanse seus pés. Você pode ficar bem à vontade, com roupas leves.

É necessário levar bermudas a baixo dos joelhos, dependendo do clima da região e se preferir para ficar à vontade nos hotéis. Aproveite para se refrescar.

Levar calça jeans para a peregrinação é uma boa opção, são práticas e confortáveis.

Nas visitas aos lugares santos, não é permitida a entrada com vestuários curtos ou com ombros descobertos.

Geralmente as mulheres colocam lenços sobre os ombros, para entrarem as Igrejas e basílicas.

Camisetas também são ótimas opções. Você poderá optar por malhas bem frescas nas estações de calor. Não utilize regatas nas visitas aos lugares santos.

Para uma peregrinação de 10 dias, vou dar como exemplo, levamos uma camiseta para cada dia e mais quatro sobressalentes.

Sobre a bagagem de mão, aquela que vai com você dentro do avião.

O seu peso deve ser de 8 a 10 kg em voos internacionais, vale ressaltar que este peso varia de companhia aérea.

Aconselhamos que você verifique com a empresa de turismo ou pesquise na internet para obter informação.

A soma de suas dimensões (altura, largura e comprimento) não podem ultrapassar 115 cm.

Se houver excessos você deverá pagar uma taxa extra.

Esta bagagem pode ser uma mochila, bolsa, mala pequena, será embarcada com o passageiro tendo sempre em mãos os documentos, dinheiro, aparelhos eletrônicos, itens de valores, remédios e etc.

As malas maiores são despachadas para o bagageiro do avião, o passageiro receberá um comprovante em caso de extravio de mala.

Cada passageiro terá direito de transportar 2 bagagens de 32 kg cada. Esta informação também varia de companhia aérea e de país.

Sobre as identificações das malas, coloque dados como nome completo, endereço, contato telefônico de familiares (coloque o seu nº telefônico, caso adquira um chip do país local), caso aconteça extravio da mesma, ela poderá ser enviada para sua residência. E para facilitar a visualização na esteira da sala de desembarque coloque fitas, adesivos ou etiquetas. Uma dica importante é na hora de comprar uma mala, prefira as de cores, pois geralmente as pessoas optam pelas cores escuras. E isto confunde bastante quando estamos aguardando a nossa mala na esteira.

Peça ao guia que acompanhará a peregrinação, o nº do celular do país que será visitado. Caso aconteça algum imprevisto.

Espero ter dado algumas dicas, de como fazer uma mala para viajar em peregrinação. Lembrando que o mais importante é curtir a viagem e fazer um encontro com Deus.

Deus abençoe!

Como fazer check-in

 

Ao peregrinar com a Obra de Maria, muitas pessoas questionam como é realizado o check-in de embarque.

1º passo – Verifique a companhia aérea de sua peregrinação. Lá você se encontrará com o responsável da Obra de Maria e com o grupo de peregrinos.

2º passo – Dirija-se ao balcão da companhia aérea tendo em mãos o passaporte, o código de reserva e o documento de identidade ou carteira de motorista. Sua bagagem será despachada para o porão da aeronave, esteja com a mesma.

3º passo – Após a confirmação dos documentos e entrega de bagagem, você receberá um cartão que autorizará o embarque.

4º passo – Após o check-in, vá para o portão de embarque, pois o seu horário é sempre diferente da decolagem. Tenha em mãos o cartão de embarque e o passaporte.

5º passo – Após o portão de embarque, cada passageiro deverá passar pelo controle de segurança. Evite bijuterias em metal e cintos.

6º passo – Na sala de embarque a pessoa da Obra de Maria estará reunindo o grupo de peregrinos para que o embarque seja realizado sem atrasos.

Esta pessoa será responsável em conduzir o grupo durante toda a peregrinação. Dando orientações seguras principalmente para aqueles que não viajam com frequência.

 

Neste artigo iremos mostrar o que é realizado numa peregrinação. As visitas que são realizadas, o trabalho dos guias, enfim algumas curiosidades e perguntas que surgem ao receber o roteiro.

Um guia da Obra de Maria estará fazendo o nosso embarque e acompanhará todos os peregrinos do grupo durante toda a viagem.

Assim que fechamos uma peregrinação à Terra Santa, recebemos um roteiro com datas e lugares a serem visitados.

Nele encontramos o nome do sacerdote, diretor espiritual e os hotéis que ficaremos hospedados.

Roteiro de viagem internacional

 

Quando recebemos um roteiro de peregrinação imaginamos como será a nossa viagem.

Ao chegar em Tel-Aviv somos recepcionados pelo guia local que nos conduzirá ao hotel.

Saindo do aeroporto seguimos para Nazaré onde deixamos os pertences e descansamos.

As visitas iniciam após o café da manhã, a guia local nos conduz para fazer as visitas aos santuários e lugares santos.

O primeiro lugar a ser visitado é o Monte Tabor, o monte da transfiguração. Logo seguimos para a Basílica da Anunciação, visitamos a gruta onde Maria recebeu o anúncio do Anjo Gabriel e visita a casa da Sagrada Família.

Neste local geralmente, celebramos a Santa Missa.

Paramos para almoçar com todo o grupo de peregrinos e os diretores espirituais, conversando vamos descansando do passeio.

A tarde, a visita é feita em Caná da Galileia, onde o sacerdote faz a renovação das promessas do matrimônio.

Próximo a Igreja passamos em uma loja onde temos oportunidade de comprar algumas lembranças em especial o vinho de Caná.

No final da tarde retornamos para o hotel e lá vamos tomar um banho, jantar e descansar para o próximo dia.

 

No dia seguinte, acordamos cedo. O horário é marcado pela guia turística.

Partimos para Cafarnaum, onde possivelmente celebramos a santa missa, depois vamos a Tabgha, onde aconteceu a multiplicação dos pães.

Fazemos um passeio de barco sobre as águas do Mar da Galileia, ali contemplamos a sua beleza, a guia nos dá os ensinamentos e o dono do barco coloca uma música para dançarmos e louvarmos a Deus.

Depois vamos conhecer o Monte das Bem Aventuranças, um lugar lindo.

Paramos para almoçar e experimentamos o peixe de Pedro, uma delícia da culinária local. Depois visitando o Rio Jordão renovamos as promessas do batismo.

Novamente retornamos para o hotel.

 

Terceiro dia, a guia nos orienta a levar uma toalha e roupa de banho porque vamos entrar no Mar Morto, nas águas flutuantes.

Em Jericó avistamos o Monte das Tentações e o Sicômoro de Zaqueu. Uma parada para almoçar e fazer umas comprinhas dos produtos do Mar Morto.

A tarde seguimos para visitar Bethânia, a cidade de Lázaro, de Marta e Maria (Jo 11). Logo após, saída para o hotel em Belém.  Aqui celebramos a Santa Missa.

 

Estas visitas são realizadas na Galileia e após o seu termino seguimos para Belém, onde ficamos hospedados.

 

Saindo do hotel em Belém, seguimos para a Basílica da Natividade, passamos para conhecer o local do nascimento de Jesus.

Depois vamos para o Campo dos Pastores, local onde brilhou a estrela avisando sobre o nascimento do menino Jesus. Aqui realizamos a Santa Missa.

Após o almoço seguimos para Jerusalém a visita é realizada em Ein-Karen, local onde Maria cantou o Magnificat (Lc 1,46-55).

Retornamos ao hotel em Belém onde ficaremos hospedados até o final da peregrinação.

 

Pela manhã visitaremos em Jerusalém o Monte das Oliveiras, a Igreja de Pater Noster e a Basílica da Agonia. Após o almoço, nos reunimos no Cenáculo para um momento de oração do batismo e dons do Espírito Santo. Depois vamos a Igreja da Dormição de Maria e Igreja de São Pedro onde o galo cantou (Mc 1,13). Retorno ao hotel em Belém.

 

Durante os dias de peregrinação almoçamos em diversos restaurantes, para conhecermos a culinária local. Os restaurantes ficam a caminho de um lugar a outro que visitamos.

 

Neste novo dia em Jerusalém, iniciamos a nossa peregrinação com a Via Sacra, percorrendo as cidadelas e ruas rezando e cantando. Conhecendo a Capela da Flagelação e da Condenação.

Chegamos ao Santo Sepulcro para a celebração da Santa Missa. Ali encontramos também a pedra da unção, a Capela de Adão e o local da crucifixão de Jesus.

Passando pelos mesmos lugares onde Jesus levando a sua cruz, morre para nos salvar. Entramos no local onde Jesus foi depositado e ressuscita.

Após o almoço a nossa última visita é ao Muro das Lamentações e Feira Árabe, onde temos um momento reservado para comprarmos lembrancinhas.

 

No último dia, dependendo do horário celebramos a santa missa no hotel ou em Emaús e dali partimos para o aeroporto.

Foi em Emaús que os discípulos reconheceram Jesus ao partir o pão.

 

A partir do aeroporto de Israel até o Brasil, o guia da Obra de Maria permanece com o grupo, conduzindo e acompanhando. Já o guia local ficará na Terra Santa aguardando o próximo grupo.

Estes guias são ótimos para orientar, dar dicas de como e o que é colocado nas malas.

Eles dão este suporte aos peregrinos até o desembarque no Brasil.

 

26. dezembro 2015 · Comentários desativados em Ele nasceu em mim! · Categories: Dicas de viagem, Formação
Local do nascimento de Jesus - Gruta da Natividade

Local do nascimento de Jesus – Gruta da Natividade

Este ano o Natal foi muito especial, após ter visitado em Belém a gruta da natividade, local onde Jesus nasceu.

Assim que comecei a fazer a novena de Natal o meu coração vibrava com cada evangelho que era proclamado, pois eu havia experimentado de forma palpável aqueles lugares.

Primeiro o anuncio do Anjo, local onde Maria disse o sim, depois o encontro com Isabel local da visita, onde foi proclamado o Magnificat, enfim foram nove dias ruminando cada passo da sagrada família até que Jesus viesse nascer no meio de nós.

A cada dia eu dizia em meu coração, eu estive aqui!

Na noite de Natal, ao fazer nossas orações em família, pude testemunhar que, Jesus nasceu e este lugar pode ser visitado por todos nós.

Esta noite foi única para mim, só pensava no que tinha vivido na Terra Santa.

Local do nascimento de Jesus

Que presente foi para mim, rezar na estrela de Belém onde Ele nasceu, e louvar.

Contemplar cada palavra do evangelho e falar comigo mesma, “eu estive lá”.

Ver as crianças fazendo procissão para colocar o menino Jesus na manjedoura, tornou-se mais especial e quero dividir esta alegria e dizer que, o Natal existe com o nascimento de Jesus e sem Ele tudo torna-se vazio.

Sinto-me mais próxima de Jesus neste Natal e digo que Ele nasceu em mim!

Feliz natal a todos!!