cpa_a_luta

 A depressão tornou-se uma verdadeira epidemia. Mas ela tem cura!

As suas causas mais profundas são de fundo emocional, psicológico ou espiritual, e sobretudo a falta de auto-estima e de um sentido para a própria vida; além das pressões sufocantes deste mundo moderno, competitivo e ameaçador.

Sem desprezar a ajuda da medicina e da psicoterapia, que são valiosas e indispensáveis, este livro apresenta uma terapia espiritual, com base no “abandono em Deus”.

Só em Deus a pessoa encontra o seu grande valor (filho de Deus), o rico e belo sentido de sua vida e a segurança para vencer os problemas.

Jesus Cristo é o Médico das almas.

Ficha Técnica
Editora: Cléofas
ISBN: 978-85-88158-34-4
Ano: 2008
Edição: 11
Número de páginas: 200
Idioma: Português (BR)
Acabamento: Brochura
Formato: 14×21 cm

[+] Ver sumário e introdução

4 Comentários

  1. leninha araujo

    Prof. Felipe aquino , gostaria muito que o senhor ajudasse minha irmã que tem depressão a 18 anos está cada vez mais dificil ela e solteira tem 50 anos mora com meus pais .já fizemos de tudo . se o senhor pudese conversar pessoalmente comigo para poder esplicar melhor, eu ficaria muito grata vou ai na canção nova no carnaval ,se isso for posivel o senhor mim responde por imail, e deste já muito obrigado, que Deus continua abençõando seu caminho sua inteligência sua vida.
    estou agardando a resposta

  2. Querido Prof. Felipe!Estou aqui para agradecer pelo maravilhoso livro. A depressão é uma constante na nossa família. Meu irmão mais velho luta contra este mal desde muito jovem. Teve o primeiro epsódio aos 20 anos ao realizar seu sonho de entrar na USP. Pela distância da família e carregando muitos “feridas” da infância e adolescência teve que trancar o curso e fazer o tratamento. Depois de formado, diante dos conflitos da profissão, foram mais 5 anos de muita depressão e muito sofrimento para meus pais, pois voltou a morar com eles e a agressividade foi uma constante. Não tínhamos a mínima noção de como ajudar e por isso sofremos em dobro. Teve então outro tratamento de sucesso e se reergueu profissionalmente assumindo um cargo público em Brasília. O novo epsódio se deu 3 anos após e hoje ele está no seu terceiro tratamento. Abandonou o cargo, grande foco de sua recaída, e está se refazendo aos 34 anos. O grande dilema é falta de religiosidade e sua grande revolta com relação a igreja católica. Sei que ele acompanha alguns programas da Canção Nova,mas não gosta quando falamos de Deus. No carnaval, participando do acampamento, resolvi comprar seu livro para presenteá-lo. Como moramos muito distantes geograficamente (ele em São Paulo e eu no interior do MT) fiquei de entregá-lo depois, até porque gostaria de ler, assim como meus pais. Li e gostei muito,mas a grande graça veio de meu pai. Ele leu e ficou “maravilhado”. Me ligou ontem pedindo que comprasse mais dois exemplares, pois precisa difundir a boa nova que a leitura lhe trouxe. Disse que minha mãe chorou muito ao partilhar alguns trechos e que sentiram muita necessidade de presentear meus tios (paternos e maternos) com este tema, já que temos outras pessoas na famíla que, por vezes, carregam as mazelas desta doença. Não podia deixar de demonstrar minha gratidão, pela linguagem correta que atingiu em cheio os corações, principalmente, dos meus pais. Quero muito assitir as palestras sobre o tema.
    Paz e bem!
    Parabéns pela sua missão
    Juliana – Sinop/MT

  3. boa tarde!!!
    Gostaria de saber como faço para comprar este livro pois me falaram muito bem deste.
    att
    Juliana

  4. Querido prof.FELIPE AQUINO,que deus e nossa senhora continue te iluminando p vc poder continuar colocando estas maravilhas nos livros principalmente este livro: a luta contra a depressao,para mim e um livro de cabeceira me ajudou muito,ou melhor,tem me ajudado muito,e principalmente quando vejo que alguem esta com estes sintomas da depressao indico este livro.Muito obrigada por vc existir e pela cancao nova existir,com carinho.JESUS e MARIA te proteja vc e sua familia…AMEM

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>