Quantos dos nossos candidatos estão dispostos a arregaçar as mangas e ir às periferias geográficas e existenciais de nosso país?formacao_nossos-candidatos-estao-dispostos-a-servir-940x500

Nos dias que correm, se conseguíssemos catalogar todas as propostas apresentadas pelos diversos segmentos da campanha eleitoral, seria possível descrever quase um novo paraíso terrestre, dada a aparente perfeição de todas as realizações prometidas.

Muitos candidatos oferecem serviços de todos os tipos, como se fossem competentes em todas as áreas, que vão do saneamento básico às estradas e novos aeroportos, hidrovias, hospitais, escolas e revolucionários programas de educação. E nosso povo sonha de novo, aguardando a realização de projetos que se repetem, para posteriores decepções diante da irresponsabilidade e da corrupção. É claro que existem passos dados, com crescimento em várias áreas da vida, em nosso país. Reconhecê-lo é condição para olhar para frente e para o alto, desejando que direitos fundamentais, baseados na inalienável dignidade da pessoa humana, sejam considerados e transformados em ações concretas. Temos a lamentar o fato de muitas das promessas serem guardadas a sete chaves ou apenas esquecidas. A competência corre o risco de ser relegada às próximas propostas, daqui a alguns anos, quando ocorrerem novas eleições.

Continuar lendo

Print Friendly

1437308_81019364

 

 

 

 

 

 

Cada parte da oração da Ave-Maria tem um significado baseado nas Sagradas Escrituras e na Tradição.

A Ave-Maria é uma das orações mais queridas do povo católico. É a mais antiga oração que conhecemos dirigida a Nossa Senhora, nossa Mãe, Mãe de Jesus, Mãe da Igreja. Ela está na própria Bíblia, revelação de Deus.
Na Anunciação, o Anjo a saudou: “Ave, cheia de graça”. Maria foi a única que achou graça diante de Deus, porque foi a única “concebida sem o pecado original”. Nas aparições a Santa Catarina Labouré, na França, em 1830, ela pediu que fosse cunhada o que ficou sendo chamada de “Medalha milagrosa”. Em letras de ouro, Catarina viu escrita a bela frase: “Ó Maria concebida sem pecado, rogai por nós que recorremos a vós!”.

“O Senhor é convosco”, disse-lhe o Arcanjo Gabriel. Maria tem uma intimidade profunda com Deus. Diz o nosso Catecismo que “desde toda eternidade, Deus escolheu, para ser a Mãe de Seu Filho, uma filha de Israel, uma jovem judia de Nazaré na Galileia, ‘uma virgem desposada com um varão chamado José, da casa de Davi, e o nome da virgem era Maria’ (Lc 1,26-27)”. Ela é Filha do Pai, é a Mãe do Filho, e é a Esposa do Espírito Santo. Está em plena unidade com a Santíssima Trindade. Numa única mulher Deus tem Mãe, Filha e Esposa. Continue lendo

Print Friendly

archangelsol

Com alegria, comemoramos a festa de três Arcanjos neste dia: Miguel, Gabriel e Rafael. A Igreja Católica, guiada pelo Espírito Santo, herdou do Antigo Testamento a devoção a estes amigos, protetores e intercessores que do Céu vêm em nosso socorro pois, como São Paulo, vivemos num constante bom combate. A palavra “Arcanjo” significa “Anjo principal”. E a palavra “Anjo”, por sua vez, significa “mensageiro”.

São Miguel
O nome do Arcanjo Miguel possui um revelador significado em hebraico: “Quem como Deus”. Segundo a Bíblia, ele é um dos sete espíritos assistentes ao Trono do Altíssimo, portanto, um dos grandes príncipes do Céu e ministro de Deus. No Antigo Testamento o profeta Daniel chama São Miguel de príncipe protetor dos judeus, enquanto que, no Novo Testamento ele é o protetor dos filhos de Deus e de sua Igreja, já que até a segunda vinda do Senhor estaremos em luta espiritual contra os vencidos, que querem nos fazer perdedores também. “Houve então um combate no Céu: Miguel e seus anjos combateram contra o dragão. Também o dragão combateu, junto com seus anjos, mas não conseguiu vencer e não se encontrou mais lugar para eles no Céu”. (Apocalipse 12,7-8) Continue lendo

Print Friendly

10259871_631229440285636_8578743946442901601_nEste digníssimo seguidor de S. Francisco de Assis nasceu no dia 25 de maio de 1887 em Pietrelcina (Itália). Seu nome verdadeiro era Francesco Forgione. Ainda criança era muito assíduo com as coisas de Deus, tendo uma inigualável admiração por Nossa Senhora e o seu Filho Jesus, os quais via constantemente devido à grande familiaridade. Ainda pequenino havia se tornado amigo do seu Anjo da Guarda, a quem recorria muitas vezes para auxiliá-lo no seu trajeto nos caminhos do Evangelho. Continuar lendo

Print Friendly

Como corrigir uma pessoa sem ofendê-la nem desanimá-la
Com algumas pessoas, pode ser que uma abordagem direta funcione melhor. Os passos a seguir podem ajudá-lo a ser mais objetivo e eficaz sem ser ofensivo.

formacao_oito-dicas-para-corrigir-uma-pessoa
1. Escute primeiro
Não comece a dar lições de moral ou a criticar as atitudes de alguém sem antes lhe perguntar por que agiu de tal maneira. Verifique se ele tem noção das consequências de suas atitudes. Deixe que se explique e até mesmo se desculpe. Você pode se surpreender com o que vai ouvir.

2. Aconselhe de maneira a encorajar; nunca a desanimar
Comece levantando a autoestima da pessoa, ajude-a a perceber o que ela tem de bom. Fale de suas qualidades e de seus acertos. Ponha em destaque o que ela fez de positivo. Depois, ajude-a a detectar o erro, corrija-a e aconselhe-a. Então, reafirme a sua confiança na capacidade que ela tem de agir bem. Encoraje-a.

Continue lendo

Print Friendly

Deus nos deu a capacidade de destruir qualquer forte que o pirata mais poderoso já tenha construído em nossa vida.formacao_940x350-destaque-oracao

“As reuniões para oração coletiva têm resultado em tremendas respostas à oração. Além das respostas específicas, há sempre grandes benefícios espirituais à medida que todos aqueles que estão orando aprendem a persistir mais efetivamente”, disse Dr. Wesley L. Duewel, célebre missionário, pregador e escritor de renovação espiritual.

Todos nós temos importantes decisões a tomar, pois são elas que determinam nossa eficiência em derrubar as fortalezas mencionadas na Bíblia. Continue lendo

Print Friendly

1383253_56864806 (1)A vida espiritual de todo cristão passa por diversas fases. Uma delas, bastante difícil, é aquela chamada de “aridez”, na qual a alma parece estar num deserto e se caracteriza por uma espécie de falta de apetite espiritual, um fastio. Nessa fase, estar com Deus, sobretudo na oração pessoal, torna-se um fardo.

A aridez do espírito nada tem a ver com a chamada “noite escura da alma”, oriunda do pensamento de São João da Cruz, que se constitui numa purificação passiva da alma perpetrada por Deus e endereçada às almas que estão mais avançadas espiritualmente e é algo incomum. Para os demais, principiantes na vida espiritual, por assim dizer, o que ocorre é a aridez espiritual. Como lidar com ela? Quais são as suas causas? Continue lendo

Print Friendly

1282219_97975456O medo nos paralisa e nos implode, perturba a alma; por isso é importante enfrentá-lo.

O medo da desgraça é pior do que a desgraça. O medo de sofrer é pior do que o sofrimento. É natural ter medo, é algo humano, mas devemos enfrentá-lo para que ele não paralise a nossa vida. Há muitas formas de medo: temos medo do futuro incerto, da doença, da morte, do desemprego, do mundo… O medo nos paralisa e nos implode, perturba a alma; por isso é importante enfrentá-lo. Talvez seja ele uma das piores realidades de nossos dias.
Coragem não é ausência do medo, mas a capacidade de alcançar metas apesar do medo, caminhar e enfrentar as adversidades. É isso que devemos fazer. Não podemos nos derrotar, nos entregar por causa desse sentimento [medo]. Continue lendo

Print Friendly

OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Temos todas as condições para amar, porque o Espírito Santo habita em nós. Deus quer nos treinar no amor e tem feito isso.

O mundo é um deserto no qual as pessoas não se amam, não se perdoam, não se reconciliam, falam mal umas das outras, fofocam, acusam e condenam.

O mundo está carente de amor. Por isso é preciso amar sem cobrar a perfeição do irmão. Precisamos nos lembrar sempre de que o Senhor nos buscou e também a nossos irmãos nas encruzilhadas. Continue lendo

Print Friendly

10397829_688519367887148_4103481068742073227_nQuando a Palavra de Deus é anunciada, proclamada na Santa Missa, ela se realiza e Jesus ressuscita a nossa fé. É uma coisa concreta, real e personalizada.

Talvez, vários fatos que aconteceram em nossa vida fizeram com que nossa fé “baixasse”. Pode ser que tenhamos nos decepcionado com alguns acontecimentos ou com as pessoas da Igreja, por isso desacreditamos. Mas, hoje, o Senhor vem vivificar a nossa fé.  Continue lendo

Print Friendly
HTML Snippets Powered By : XYZScripts.com