Educação da Fé e Religiosa? Começa em casa!

familia-sagrada.jpg

Este tema da Educação da Fé e  Religiosa deve ser prioridade às famílias cristãs! Tenho deparado com muitas famílias, ou melhor, muitos casais “ativistas” dentro da comunidade religiosa, deixando os seus filhos sempre aos cuidados de terceiros e achando que isto vem garantindo uma boa educação da Fé  e da religião aos mesmos.

Muito pelo contrário! Estamos presenciando muito adolescentes e jovens, filhos de casais “igrejeiros” que não querem saber de “colocar o pé na Igreja”, pois infelizmente criaram uma aversão tão grande, em função da ausência dos pais que sempre estavam em atividades de encontros e reuniões ,  que não souberam discenir e  equilibrar as atividades da Igreja Doméstica com as atividades gerais da Comunidade Religiosa!

Outra situação: Ou o  pai ou a mãe que viviam lotados de compromissos da comunidade e isto acabou criando ,por diversas vezes, situações de conflitos e desentendimentos entre o casal e é lógico, com os filhos na “platéia” assistindo ao “vivo” estes confrontos. Desta forma, como se pode convencer os filhos que a Comunidade Religiosa é espaço de fé, de alegria e serviço? Se dentro de casa, é motivo de briga entre os pais?.

Eu acredito que , enquanto família e levando em consideração a faixa etária dos nossos filhos, precisamos ter muito discernimento  e sabedoria para fomentar dentro dos nossos lares uma educação da Fé embasada no conhecimento da Palavra e no testemunho vivo dos pais, garantindo a coerência entre Fé e Vida.

A comunidade Religiosa será a garantia de que somos uma única Família de Deus e o lugar da  vivência dos Sacramentos, para que, enquanto família possamos estar no mundo evangelizando a todos a partir do nosso tstemunho!

Por exemplo: Em casa a missa aos domingos e as celebrações comemorativas da Igreja ,através da catequese das crianças e outras atividades,  são  prioridade número um ! Porém, em algumas situações, se um dos nossos filhos estão doentes ou o menor dorme justo no horário da missa, ou eu ou o meu marido ficamos, mas o restante vai e rezam por aqueles que ficaram e geralmente se ficamos com algum deles, lemos a bíblia , discutimos o Evangelho do dia ( respeitando sempre a faixa etária de cada um) e quem não pode ir na missa no domingo em função do “contratempo” que ocorreu, garante a comunhão no dia seguinte .

Aos  domingos  em casa não se liga computador e a televisão somente se houver alguma programação interessante para toda a família;  pois o domingo foi feito para o descanso em família e para o Senhor!Brincamos, passeamos, lemos, oramos e agradecemos a Deus pela Vida!

Procuramos criar um clima muito positivo,muito gostoso quando falamos das coisas de Deus! Digo isto, porque presenciamos alguns pais que transmitem  uma educação da Fé e Religiosa muito punitiva! Existe uma grande diferença entre você instruir  os seus filhos  para o discernimento do bem e do mal nos acontecimentos da vida, construindo neles uma base concreta de Amor pela sua própria vida com etxensão ao próximo e entre uma educação autoritária de “pode e não pode” sem de fato um diálogo que colabore na formação da consciência criatã aos mesmos.

Tenho acompanhado um casal “engajadíssimo” na Igreja  que estão deparando com a drogadição de seu filho mais velho e  a gravidez inesperada de sua filha do meio . Souberam equilibrar Igreja Doméstica e Atividades da Comunidade Religiosa?

Olhando para a experiência do outro,podemos aprender o que for de positivo e refletir o que não deu certo e assim evitarmos na nossa própria vida em família,  o sofrimento que os mesmos estão passando!E rezando sempre por eles, para que superem com dignidade e Fé este momento de dor.

Que o Espírito Santo ilumine nossas Famílias para que possamos sempre ser uma fonte de Fé, Amor e Vida!

Casal Celina e Gerson , pais de três lindos filhos: Samuel, Davi e Hélder!

sábado, julho 28th, 2007 religiao-e-familia

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário