A Paz, amados irmãos!

   Nesta manhã, me sinto impulsionado a partilhar com você sobre o meu Deus.
Há 5 anos atrás, nesta data, eu ficava noivo daquela que hoje é minha esposa.   Quero e preciso louvar ao meu Deus Amado por tudo que Ele tem realizado em minha vida especialmente no campo familiar. 

   “Jesus, te louvo, te adoro, te amo, e te agradeço do fundo do meu coração, por tanto carinho, tanta ternura, tanta delicadeza, tanta Misericórdia, tanta paciência, tanta bênção, que tens derramado sobre minha vida.”

   Venho de uma família que começou a sucumbir aos ataques do “Divisor” quando eu estava na minha adolescência.  A crise no casamento de meus pais culminou na separação deles.  Num primeiro momento viviam debaixo ainda lá em casa, mas como 2 estranhos.  Na etapa seguinte, minha irmã (já maior de idade) saiu de casa por não suportar mais se relacionar com meu pai, e minha mãe saiu também para não deixar ela morando sozinha.  Hoje meus pais são separados. 

   Louvo a Deus pela Obra de Amor que Ele tem feito na vida de minha mãe.  Ela teve um encontro pessoal com Jesus Ressuscitado!  Ele se engajou em um grupo de oração da Renovação Carismática Católica, e hoje ela é membro de uma Comunidade de Aliança e de Vida!  Aleluia!  Louvado seja Jesus!
   Meu pai e minha irmã estão na mira do Amor de Deus para serem transformados também.   A Promessa de Deus pra mim quanto a eles é “Crê no Senhor Jesus e serás salvo tu e tua família!”.  Amém.   Tenho certeza que acontecerá isto na hora de Deus!

   Mas, quero partilhar que eu e você somos fruto de nossas famílias, e algumas das fragilidades que meus pais traziam no seu casamento (consequência da história pessoal de cada um e da falta de preparação adequada junto à Igreja para contrair o sacramento do matrimônio) e trazia dentro de mim também.

   Durante o período de namoro eu e minha amada brigamos várias vezes, pois ela trazia suas carências e suas idealizações de como eu deveria ser enquanto namorado dela, e eu trazia minha cabeça dura, achando que sempre eu tinha razão quando tínhamos pontos de vista diferentes.   Graças a Deus, na Canção Nova, os namoros contam com uma forte ajuda:  Temos formadores que nos acompanham passo a passo, nos orientam, oram por nossa cura interior, nos mostram onde podemos melhorar e mudar pra melhor.   Confesso que sem a ajuda de Deus através dos nossos formadores não teríamos chegado ao casamento.  

    Durante o noivado após um período de “bonança”, Deus nos levou a tocar em nossas diferenças mais profundas…   Questionamos tudo que havíamos vivido até ali.   Perguntamos pra Deus:   “Senhor, tem certeza que queres que nos casemos?   Senhor, tem certeza que dará certo?   Como se fará isto?”   A data do nosso casamento já estava marcada, e teve que ser desmarcada por prudência, diante da crise que vivíamos em nosso relacionamento.  Mais uma vez nosso Deus nos fez viver uma experiência fantástica de Amor, com ajuda dos nossos formadores, com a ajuda inclusive do Diácono Nelsinho Corrêa, que orou por nós e conversou muito conosco.   Seguimos tudo que Deus nos indicou através dele, e superamos o que antes parecia insuperável!  Glória a Deus!

    Quando Deus quer fazer algo na vida de alguém que está aberto à Sua Vontade, ninguém nem nada pode impedi-Lo!!
    Vivemos ao longo do nosso namoro e noivado um belo e profundo processo de cura interior e libertação em nossas histórias de vida, em nossa afetividade, em nossa sexualidade também.  Claro que hoje, este processo prossegue, graças ao amado Deus, pois não estamos ainda no ponto que Deus quer que cheguemos.
    Casamos em 2005, no dia de Santa Catarina de Sena, 29 de abril.

    Nossa filha primogênita nasceu em janeiro deste ano, glória a ti, Jesus!  Nasceu pré-matura, foi submetido a uma cirurgia de altíssimo risco no 3º dia de vida, ficou na UTI por um mês lutando contra uma infecção que era persistente, mas não era párea para o Poder do meu Deus!  Aleluia!  Teve alta após isto, foi pra casa e usou durante alguns meses uma bolsinha de ileostomia na barriguinha pois seu intestino ficou aberto.  Em maio cirurgião marcou a 2ª e última cirurgia.   Quando ele disse:   Vamos operá-la dia 15 de junho, minha mente rapidamente calculou e eu tive certeza, seria no dia do Sagrado Coração de Jesus.   Me deu uma vontade enorme de chorar ali na frente do médico e de louvar a Deus, pois sou consagrado ao Sagrado Coração de Jesus desde antes do meu nascimento.  

                                     
    O Coração de Jesus tem me acompanhado a vida inteira.  Minha bisavó era zeladora do Coração de Jesus na Catedral da minha cidade natal, Niterói.   Ela morreu num dia em que estava indo pra Missa na Catedral e avistou uma mãe com uma criança de colo e outra pequenina que andavam rente ao meio-fio sem perceber que um caminhão sem freio ia em sua direção.   Minha bisavó correu e tirou a mãe e as crianças da frente, mas por sua vez ela que foi atropelado e morreu!  Aleluiaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa!!!!  Minha bisavó deu a vida pra salvar vidas!!! 

      Aí estão as raízes da minha vocação a ser missionário da CN!!!   O objetivo da minha vida é salvar vidas, salvar almas!   Por isto quero me gastar até a última gota de vida em prol da evangelização.   Quero levar o Amor de Jesus até os confins do mundo!

      Hoje minha filha é uma santa criança perfeita e cheia de saúde e graça!  Sua marca registrada é a felicidade!  Aliás, a marca registrada que Deus colocou em minha família, é a felicidade!   Obrigado, meu amado Jesus!

      Deus te abençoe, querido(a) irmão (ã), em suas lutas familiares, matrimoniais, afetivas!   Deus tem cura, tem libertação, tem milagres pra você!

seu irmão,

Ulisses CN

Ouça agora:
- Podcast falando de superar crises na vida.

You must be logged in to leave a reply.