11. março 2016 · Comentários desativados em Rádio Canção Nova FM de Brasília recebe homenagem da Câmara Legislativa do DF · Categories: Notícias

12809771_1021309937942710_3650466619381740864_n

 

A Rádio Canção Nova FM de Brasília e o missionário Ronaldo da Silva, receberam na manhã desta sexta-feira (11), em cerimônia realizada na Câmara Legislativa do Distrito Federal, em Brasília, uma “moção de louvor” em reconhecimento ao seu empenho e dedicação à população do DF.

A placa com os votos foram entregues pelas mãos do Deputado Distrital Cláudio Abrantes. A ação foi também uma iniciativa do deputado, como reconhecimento do trabalho que a emissora tem realizado no Distrito Federal para o bem comum da sociedade brasilense.

Desde 2008 a Rádio Canção Nova tem levado pela frequência de 89.1 FM a Evangelização e prestação de serviço aos ouvintes do Distrito Federal, através de seus programas, com grade local e nacional com a Rede de Rádios Canção Nova. Através da internet a Rádio também consegue atingir ouvintes de outros países.

 

Homenagem

19. agosto 2015 · Comentários desativados em Nobel da Paz: Papa concorre ao prêmio pela terceira vez! · Categories: Notícias

Desde que foi eleito Papa, Francisco é indicado ao Nobel da Paz; Papa concorre com mais 273 candidatos

Da Redação do CN Notícias, com Rádio Vaticano

O prêmio Nobel da Paz 2015 pode ir para o Papa Francisco. Pela terceira vez, o Santo Padre concorre ao prêmio junto com mais 273 candidatos que foram indicados por organizações internacionais. O vencedor será anunciado no próximo dia 9 de outubro.

Francisco se tornou uma das figuras mais fortes por sua mediação e pacificação de conflitos. Um dos episódios recentes e marcantes foi seu diálogo com Estados Unidos e Cuba, levando ao restabelecimento de relações diplomáticas após mais de 50 anos de ruptura.

O comitê organizador do prêmio informou que recebeu 273 candidaturas ao Nobel deste ano, das quais 68 são organizações e 205 personalidades. Desde que foi eleito Bispo de Roma, Francisco foi indicado à premiação.

A entrega do prêmio está prevista para dois meses após o anúncio, em cerimônia realizada em Oslo. O prêmio é atribuído à pessoa que “mais ou melhor tenha trabalhado em favor da fraternidade entre as nações, a abolição ou redução dos exércitos existentes e a celebração e promoção dos processos de paz”. Desde que foi instituído por Alfred Nobel, em 1895, nenhum Papa recebeu a distinção.

Em 2014, os vencedores do Nobel da Paz foram o indiano Kailash Satyarthi, por sua luta contra a supressão das crianças e jovens, e a paquistanesa Malala Yousafzay, pela luta em prol do direito de todos à educação.

10. agosto 2015 · Comentários desativados em Igreja no Brasil promove a Semana Nacional da Família · Categories: Notícias

De 9 a 15 de agosto, a Igreja no Brasil promove a Semana Nacional da Família, cujo tema é “o amor é a nossa missão: a família plenamente viva”

Da redação, com Rádio Vaticano

De 9 a 15 de agosto, a Igreja no Brasil promove em todo o território, a “Semana Nacional da Família”, e tem como tema “O amor é a nossa missão: a família plenamente viva”. O evento está em plena sintonia com o Encontro Mundial das Famílias, que se realizará no dia 27 de setembro, na Filadélfia (EUA), contando com a presença do Papa Francisco.

A Semana Nacional da Família é promovida pela Comissão Episcopal Pastoral para a Vida e a Família da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e pela Comissão Nacional da Pastoral Familiar (CNPF).

A Semana acontece desde 1992, sempre na segunda semana de agosto, mês dedicado às Vocações, tendo início com o “Dia dos Pais” e o seu encerramento no domingo, dia em que a Igreja no país dedica à Vocação matrimonial.

Para o assessor da CNPF, padre Moacir Silva Arantes, esta “é uma oportunidade de demonstrarmos, como Igreja e como cidadãos, não só o que cremos, mas também o que desejamos para as nossas famílias, cidades e todo o país. É preciso reconhecer o valor da vida e da família. Só assim perceberemos como vale a pena lutar, trabalhar, esforçar-se em favor de ambas”.

06. agosto 2015 · Comentários desativados em Canção Nova produz especial sobre perseguição aos Cristãos! · Categories: Notícias

Atento aos constantes pedidos do Santo Padre, Papa Francisco, a Canção Nova, dá atenção especial para um fato pouco noticiado, porém cada dia mais frequente e crescente: a perseguição de cristãos espalhados pelo mundo a fora. Nunca se morreram tantos cristãos como nos séculos de hoje. Mas, isso não vira notícia, não dá Ibope. 

Nossa meta, não é aterrorizar, nem mesmo causar medo, mas sim conscientizar sobre esta realidade, e também movimentar as orações, por tantos que padecem silenciosamente, e que todos os dias dão o Sangue por Cristo Jesus! Nos unamos em oração!

Visite o site e acompanhe diariamente noticias relatando o que acontece no mundo cristão!

perseguição

22. abril 2015 · Comentários desativados em Dom Sérgio da Rocha é o novo presidente da CNBB · Categories: Notícias

Arcebispo de Brasília (DF), Dom Sérgio da Rocha vai comandar a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil

André Cunha, enviado especial a Aparecida (SP)

Logo na primeira votação, com 215 votos, Dom Sérgio da Rocha, arcebispo de Brasília (DF), foi eleito o novo presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), na segunda-feira, 20.

Dom Sérgio da Rccha, eleito como novo presidente da CNBB / Foto: Arquivo - Arquidiocese de Brasília

“Meu agradecimento, meu sentimento de ação de graças a Deus porque tudo é dom e graça de Deus, embora seja uma tarefa muito exigente, mas é sinal da sua misericórdia”. Estas foram as primeiras palavras do novo presidente da CNBB, Dom Sérgio.

Ele também agradeceu ao episcopado brasileiro pelos votos, que considerou como sinais de bondade e confiança. Destacou que o presidente da Conferência Episcopal não governa sozinho, mas conta com apoio dos conselhos de pastoral e permanente, assim como, com a própria Assembleia Geral.

Dom Sérgio disse ainda que, como “servidor da CNBB”, pretende colocar em prática o que vem sendo decidido pela Conferência, inclusive na 53ª AG. “Farei o máximo que posso, mas é claro que confio acima de tudo na graça de Deus e conto com o apoio dos nossos bispos que acabaram de dar essa demonstração bonita de apoio fraterno, mas também de bondade imensa e de confiança em Deus”, disse Dom Sérgio.

E completou: “a Igreja no Brasil é conduzida por Deus. O presidente da CNBB, assim como as outras funções, é apenas servidor da Igreja procurando fazer o melhor possível aquilo que a própria Conferência Episcopal solicitar”.

Biografia (informações da arquidiocese de Brasília)

Dom Sergio da Rocha nasceu na cidade de Matão (Dobrada/SP), em 17 de outubro de 1959, filho de Rubens (+ 2000) e Aparecida Veronezi da Rocha. Foi ordenado diácono na Igreja de Santa Cruz de Matão (SP), em 18 de agosto de 1984, e presbítero na Matriz do Senhor Bom Jesus de Matão (SP), Diocese de São Carlos, em 14 de dezembro de 1984.

Ele é mestre em Teologia Moral pela Pontifícia Faculdade de Nossa Senhora da Assunção, em São Paulo, e doutor também em Teologia Moral pela Academia Alfonsiana, da Pontifícia Universidade Lateranense, em Roma, desde 1997. A formação de Dom Sergio o permitiu assumir a função de presidente da Comissão Episcopal para Doutrina da Fé da CNBB.

Agora, aos 54 anos de idade, Dom Sergio é o 11º bispo a assumir a Conferência. Como presidente, ele tem a missão de manter a comunhão com a Santa Sé e as Igrejas particulares do Brasil, o diálogo e a cooperação apostólica com as demais Conferências Episcopais e a responsabilidade patrimonial e financeira da CNBB.

De padre a arcebispo

Como seminarista, Dom Sergio estudou filosofia no Seminário de São Carlos e teologia na Pontifícia Universidade de Campinas, ambos em São Paulo. A ordenação veio em 14 de dezembro de 1984, dia de São João da Cruz, na Matriz do Senhor Bom Jesus de Matão, na diocese de São Carlos, também em São Paulo.

A nomeação como bispo veio pelas mãos de São João Paulo II, em 13 de junho de 2001. A sagração aconteceu em 11 de agosto do mesmo ano. Na ocasião, Dom Sergio escolheu como lema Omnia in Caritate – Tudo na caridade – inspirado na primeira carta de São Paulo aos Coríntios (1 Cor 16,14).

A missão de epíscopo começou na Arquidiocese de Fortaleza (CE), como bispo auxiliar, e titular da Alba (Itália). Em 31 de janeiro de 2007 foi designado por Bento XVI como arcebispo coadjuntor da Arquidiocese de Teresina (PI), iniciando os trabalhos em 30 de março. Pouco tempo depois, em 3 de setembro de 2008, se tornou bispo metropolitano da mesma Arquidiocese.

Arquidiocese de Brasília

Brasília recebeu Dom Sergio como arcebispo metropolitano em 6 de agosto de 2011. A nomeação foi feita por Bento XVI, em 15 de junho do mesmo ano. Na missa de posse, realizada na Catedral Nossa Senhora Aparecida, Dom Sergio sublinhou a necessidade de construir uma Igreja missionária:

“Queridos irmão e irmãs, vivemos um tempo privilegiado, especial de renovação missionária da Igreja animada pelo espírito de Deus, motivada especialmente pelo Santo Padre, pela Conferência de Aparecida, pelas novas Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil (DGAE). Nós queremos ser igreja missionária conforme afirma o Documento de Aparecida: ‘Não podemos ficar tranquilos à espera passiva em nossos templos, mas é urgente ir a todas as direções, necessitamos sair ao encontro das pessoas’, nas comunidades, para lhes comunicar e compartilhar o dom do encontro com Jesus. O mandato de Jesus missionário continua a ecoar e se renova na vida desta Igreja de Brasília’”

Com o auxílio de quatro bispos auxiliares, as principais atividades de Dom Sergio em quase quatro anos à frente da Arquidiocese de Brasília foram:

– Visitas pastorais missionárias em cada um dos 15 setores territoriais da Igreja local

– Elaboração do Diretório Pastoral dos Sacramentos

– Reconhecimento pelo Ministério da Educação da Faculdade de Teologia da Arquidiocese (Fateo)

– Implantação da Pastoral do Povo de Rua

– Realização da V Assembleia Arquidiocesana de Pastoral, que elaborou o Plano Arquidiocesano de Pastoral, inspirado nas Diretrizes para a Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil da CNBB.

28. fevereiro 2015 · Comentários desativados em "Hora da Família" e "Hora da Vida" estarão disponíveis em março · Categories: Notícias

O material é para a Semana Nacional da Família – de 9 a 15 de agosto – e a Semana Nacional da Vida – de 1º a 7 de outubro, ambas neste ano

Da redação do CN Notícias, com CNBB

 

hora_da_familia_vidaOs subsídios “Hora da Família” e “Hora da Vida”, produzidos pela Comissão Episcopal para a Vida e a Família da CNBB e Comissão Nacional da Pastoral Familiar (CNPF), estarão disponíveis para venda a partir da primeira quinzena de março.

O material tem a proposta de animar as famílias ao encontro fraterno, de partilhas e reflexão sobre os ensinamentos e valores cristãos acerca da vida e da família. A vendas acontecerão pelo site da Pastoral Familiar: www.lojacnpf.org.br.

O “Hora da Família” e “Hora da Vida” estarão disponíveis simultaneamente. O objetivo é motivar as comunidades para celebrar intensamente, em todo o Brasil, a Semana Nacional da Família, de 9 a 15 de agosto, e a Semana Nacional da Vida, de 1º a 7 de outubro, que culminará com o Dia do Nascituro, dia 8.

Temáticas

A edição 2015 do “Hora da Família” está em sintonia com o tema do Encontro Mundial das Famílias, que ocorrerá no mês de setembro, na Filadélfia. Propõe para reflexão “O amor é a nossa missão: a família plenamente viva” e traz na capa do subsídio uma imagem do Papa Francisco rodeado de crianças alegres com balões, celebrando a família.

O “Hora da Vida” traz como tema de reflexão “O Evangelho da Vida: Anunciar, Celebrar e Servir”, propondo sete encontros, com diferentes abordagens sobre a celebração da Vida. O subsídio recorda também os 20 anos da Encíclica Evangelium Vitae, de São João Paulo II.

14. novembro 2014 · Comentários desativados em Como os católicos devem usar as mídias sociais? · Categories: Notícias

Responsável da Rede de Informática da Igreja no Brasil orienta católicos sobre o uso das novas tecnologias e relata interesse dos bispos no ambiente digital

padre_clovis

O Canção Nova em Foco desta semana destaca a iniciativa que a Igreja realiza para impulsionar a informatização e a cultura do uso das novas tecnologias em sua missão na América Latina: a Rede de Informática da Igreja na América Latina (RIIAL).

Quem explica esse trabalho e destaca como os católicos devem usar as novas mídias é o coordenador da Rede de Informática da Igreja no Brasil (RIIBRA), padre Clóvis Andrade de Melo, da comunidade Canção Nova, que também é assessor da Comissão Episcopal Pastoral Para a Comunicação da CNBB.

Essa Comissão tem duas frentes: uma atua pelos meios tradicionais e pela Pastoral da Comunicação (Pascom), e a outra pelos Meios Digitais, em que a RIIBRA está inserida. O responsável explica que o trabalho desta rede no Brasil é formar e incentivar os agentes de pastoral que já trabalham na Igreja.

Para padre Clóvis, que está a frente da RIIBRA desde o início do projeto, há 5 anos, o maior desafio é a inculturação no ambiente digital. “É necessário conhecer profundamente as linguagens e os ambientes digitais, inculturar a mensagem do Evangelho, de maneira que o anúncio seja compreensível nessa cultura atual.”

Por outro lado, ele destaca que a cada dia cresce na Igreja o interesse pela evangelização neste ambiente. Como exemplo, cita a quantidade de sites das dioceses, instituições e comunidades religiosas, além da iniciativa e criatividade de muitos jovens que têm criado aplicativos para smartphones e tablets. “Tem muitas iniciativas bonitas, nosso trabalho é promover a comunhão dessas iniciativas, para que uma incentive a outra.”

Como o católico deve usar as Redes Sociais

“A base para todo cristão na internet é o testemunho”, afirma o padre. Ele destaca a mensagem do Papa emérito Bento XVI para o Dia Mundial das Comunicações Sociais de 2011.

Na mensagem o Papa explica que comunicar o Evangelho através dos meios digitais não significa só inserir conteúdos declaradamente religiosos, mas também testemunhar com coerência, no próprio perfil digital e no modo de comunicar, escolhas, preferências e juízos que sejam profundamente coerentes com o Evangelho, ainda que não se fale explicitamente dele.

13o_encontro“O que eu procuro testemunhar no dia a dia na escola, trabalho, na rua, na Igreja, ambiente familiar não é diferente no ambiente digital.”

13º Encontro Continental da RIIAL

Entre os dias 17 a 21 de novembro, acontecerá em Lima, Peru, o 13º Encontro Continental da RIIAL. O evento tem como tema “Redes para uma Cultura do Encontro”.

Padre Clóvis explica que o evento quer refletir e propor ações concretas e articuladas para que a Nova Evangelização aconteça no ambiente digital. Ele destaca ainda que as reflexões do Papa Francisco sobre a importância de uma Igreja “em saída”, também serão aprofundadas.

Participarão bispos, religiosos e religiosas, sacerdotes e leigos profissionais em comunicação e informática. Todos os países da América Latina terão representantes. O encontro contará com a presença do presidente do Pontifício Conselho para as Comunicações Sociais, Dom Cláudio Maria Celli.

Luciane Marins, Da Redação do CN Notícias

Santo Padre saudou membros da comunidade após a catequese desta quarta-feira, na Praça São Pedro.

O Papa Francisco saudou a Comunidade Canção Nova, nesta quarta-feira, 29, após a catequese. O Pontífice mencionou o Reconhecimento Pontifício Definitivo concedido à comunidade pelo Vaticano, no dia 29 de junho desse ano, Solenidade de São Pedro e São Paulo.

Membros da comunidade Canção Nova festejam saudação do Papa Francisco / Foto Ana Paula Meneses CN

Membros da comunidade Canção Nova festejam saudação do Papa Francisco / Foto Ana Paula Meneses CN

“Saúdo cordialmente os peregrinos de língua portuguesa, em particular os Amigos do Museu do Oriente, o grupo de sacerdotes de São Sebastião do Rio de Janeiro, bem como os membros das comunidades Canção Nova, em festa pelo reconhecimento eclesial, e Doce Mãe de Deus e Copiosa Redenção, pelo jubileu de fundação. O Senhor vos encha de alegria e o Espírito Santo ilumine as decisões das vossas vidas para realizardes fielmente a vontade do Pai Celeste. Sobre todos vós, vossas famílias e comunidades vele a Santa Mãe da Igreja”

O reconhecimento significa que a Canção Nova recebeu a aprovação definitiva do seu carisma por parte do Vaticano. Em 2008, a comunidade foi reconhecida pela Santa Sé com um decreto em caráter ad experimentum, procedimento comum nesse tipo de processo. O documento foi assinado, no dia 12 de outubro de 2008, e entregue ao monsenhor Jonas Abib, no Vaticano, no dia 3 de novembro do mesmo ano. Desde então, a Canção Nova aguardava pela aprovação definitiva.

A Comunidade Canção Nova foi fundada, em 1978, por monsenhor Jonas Abib, e tem como finalidade formar homens novos para um mundo novo. Ela possui a missão de evangelizar, comunicando Jesus e a vida nova que Ele veio trazer, por meio de encontros e, de maneira preferencial, mas não exclusiva, pelos meios de comunicação social.

Da Redação do CN Notícias

Veja também
.: Recorde o Reconhecimento Pontifício provisório da CN em 2008
.: Veja como é o dia a dia dos missionários da Canção Nova

urna eletronica3Nosso país é belo e privilegiado. Temos sol abundante o ano inteiro; não temos invernos com neve, terremotos, maremotos, tsunamis; temos água em abundância no solo e no subsolo, temos petróleo abundante, quase todos os minérios, temos uma agropecuária privilegiada… O que mais poderíamos pedir a Deus?

Mas, uma rápida análise dos últimos dados mostra que o país vai mal. Para melhorar é preciso de governantes honestos, capazes e verdadeiros patriotas. E isso se faz pelo voto. O voto é sagrado; é a arma da democracia; mas se ele não for dado com conhecimento de causa, com honestidade, sem se vender, a democracia fica doente, e pode se tornar ditadura disfarçada.

Muitas pessoas não sabem votar, não conhecem os candidatos; muitos pegam um papel de propaganda no chão para votar, no dia da eleição. Outros, pior ainda, vendem o voto; isto é, se vendem, vendem a própria honra.

Não se pode trocar o voto por um benefício, por um emprego, por alguns reais. Não se pode votar em alguém só porque é um jogador ou cantor famoso; ou mesmo um excêntrico que faz palhaçada na televisão. Não se pode votar por sentimentalismo, só porque a pessoa é ligada à minha família, ou porque é bonito (a) e simpático (a). Não é de pessoas assim que a política e o país precisam. Precisamos de gente honesta, competente e abnegada.

O voto só será consciente se o eleitor conhecer o candidato, se informar, conhecer seus valores e o que pretende. Sobretudo se é um político ou um “politiqueiro”, que visa se enriquecer.

Para dar um voto consciente não podemos apenas nos basear no que dizem os candidatos no horário de propaganda eleitoral gratuita na TV. É preciso mais, ler jornal, revista, assistir debates, e não ficar apenas nos noticiários da televisão.

Quem vota de maneira consciente nunca anula seu voto. É um grande engano e um verdadeiro perigo para a nação, pois facilita a eleição dos maus políticos. É verdade que faltam, às vezes, bons candidatos para a eleição em algumas funções, e que façam da política um verdadeiro sacerdócio em favor do povo, mas jogar fora o voto é a pior opção e uma verdadeira traição a si mesmo e à nação. É um pecado, pois o voto é sagrado. Quem anula seu voto se anula, anula a sua dignidade.

O voto consciente não pode premiar candidatos que são bancados por ricas e fortes instituições (banqueiros, empresários, igrejas, sindicatos, cooperativas, etc.). Esses, se eleitos, não vão trabalhar pelo bem do povo, mas vão fazer “lobbies” em benefício dessas instituições que bancaram suas campanhas. O voto consciente deve ser dado ao candidato que faz uma campanha limpa e que não tem a ficha suja. Fique de olho nas campanhas milionárias.

Enfim, votar bem é algo essencial para a nação melhorar; é um dom que Deus nos dá. É direito e dever de cada cidadão votar bem e ajudar os outros a votarem bem.

Assista ao vídeo e reze pelas Eleições:

Você já escolheu em quem vai votar? Essa escolha é responsabilidade de todos os brasileiros, por isso cada ajuda na hora da decisão é bem-vinda. A segunda reportagem da série especial sobre Fé e Política vai mostrar alternativas para essa escolha, e o principal auxílio é oferecido pela Igreja.

Reportagem de Fernanda Ribeiro, Ederaldo Paulini e Carlos Mariotto

 Fonte: noticias.cancaonova.com

HTML Snippets Powered By : XYZScripts.com