Amor ou luxúria?

luxuria
Segue a pregação que o norte-americano Jason Evert, pregador da Teologia do Corpo de JPII, fez no dia 10 de janeiro durante o Acampamento Revolução Jesus:

Pregação com Jason Evert - 269x329Vem, Espírito Santo! Hoje, rezemos pelo dom da pureza, a fim de que sejamos livres para amar. Confiemos nosso dia a Nossa Senhora.

A mensagem de hoje é sobre amor e castidade. Sobre até onde podemos ir num relacionamento.

Até onde podemos ir com uma menina? Posso fazer isso ou aquilo com ela? As escolas falam conosco sobre sexo, mas, em seguida, começam a nos amedrontar, dizendo que sexo é ruim, é perigoso. Porém, eu comecei a pensar que não é tão ruim assim, porque tudo o que Deus faz é bom.

Quando eu era mais jovem, queria dar a minha virgindade a uma moça, mas ouvi uma voz que me dizia para guardá-la,  porque aquele dom não era para ela. Eu me guardei e casei virgem.

Há um livro de pesquisa sobre sexo nos Estados Unidos sobre as pessoas que se casam virgens. Elas têm 70% menos de chances de divórcio.

A pergunta mais importante é: “Até onde podemos ir com uma mulher?”.

Estava numa escola em Chicago quando um jovem me perguntou: “Até onde, exatamente, posso ir com minha namorada?”. Eu perguntei o que ele queria fazer com ela, entendi que era sexo. Disse a ele para imaginar que a futura esposa dele estava ainda namorando com outra pessoa. Sentados no sofá, o namorado dela estava tentando fazer sexo com ela. O que você sentiria?, perguntei a ele.

Se você quer se casar, viva da mesma forma que você gostaria que a sua esposa estivesse vivendo. Todos nós temos tentações à luxuria, mas existe um amor verdadeiro que fala mais forte dentro de nós.

Todos os homens foram enganados, cresceram ouvindo que, se quisessem ser homens, precisariam “fazer coisas” com as meninas. De tanto as pessoas dizerem, nós homens começamos a acreditar nisso. Aprendemos que nos tornamos homem quando fazemos sexo com as mulheres. Porém, nos tornamos homens quando conquistamos a nós mesmos para uma mulher.

Antes de Jesus morrer, Ele suou sangue. A medicina afirma que, quando alguém passa por uma tensão muito grande, o corpo é capaz de suar sangue. Depois, Cristo foi flagelado e crucificado. São Paulo disse que devemos ser para nossas esposas como Cristo foi para a Igreja. Você pode pensar que será necessário ser crucificado por sua mulher, mas a verdade é que você não pode crucificar mulheres por você.

A primeira vez que tive contato com revistas pornográficas, tinha oito anos de idade. Encontrei algumas revistas na rua, levei-as para casa e pensei que não estivesse ferindo ninguém. Mas não é verdade, eu estava tirando de mim mesmo a capacidade de amar uma mulher.

Você, quando está em contato com material pornográfico, como espera viver sua vida inteira com a mesma mulher se em cada página há uma mulher diferente?

Se você jogar fora toda pornografia que você tem, estará amando a sua esposa mesmo antes de conhecê-la.

Todos pensam que na América todas as pessoas fazem sexo. Porém, o que dizem as pesquisas é que a taxa de atividade sexual vem caindo por aqui. A sociedade está num recomeçar, as pessoas que fizeram sexo muito cedo perceberam que deveriam ter esperado um pouco mais.

As mulheres, desde pequenas, escutam: “Coma apenas arroz integral no jantar. De sobremesa, um cubo de gelo”. Se você for magra, será amada. Se uma garota pensa que seu corpo pode ser usado para conquistar um homem, ele vai querer conhecer o seu corpo e não você.

Os homens e as mulheres são conquistadas de forma diferente. Os homens são conquistados visualmente. Portanto, se as mulheres se vestirem modestamente, estimulará esses homens a conhecê-las e não ao corpo delas. Se você, mulher, for comprar vestidos, não compre os decotados, com as costas de fora, porque isso não convém a você.

O mundo diz às mulheres que elas podem dar aos homens algo que faça com que eles gostem ainda mais delas. Dão a eles o corpo, mas, depois disso, perdem a esperança de um amor verdadeiro. A mulher vai de garoto em garoto e não se satisfaz. Ela até pensa estar apaixonada, porém está apaixonada apenas pelo sentimento de ser amada.

Conheci uma mulher que havia perdido a virgindade aos 15 anos. Ela percebeu, depois disso, que o jovem com quem se relacionava só queria o corpo dela. O relacionamento deles foi se desgastando e eles terminaram. Depois disso, ela foi ficando com outros meninos, mas sempre sem a esperança de esperar pelo casamento.

Depois de um tempo, ela conheceu um rapaz e eles esperaram seis meses para começar a ter relação sexual, mas o rapaz a agredia emocional e sexualmente. Quando sua mãe descobriu o que acontecia, mandou para ela uma palestra sobre castidade, que mudou a vida da jovem e ela decidiu recomeçar.

A partir dali, os rapazes a convidavam para sair e transar, mas ela dizia ‘não’. Foi, então, que começou a escrever uma carta para seu futuro esposo a cada convite que recebia para transar com algum homem. Na carta, ela agradecia a seu futuro esposo e lhe dizia que o estava amando a cada ‘não’ que falava para esses rapazes. Essa moça me deu todas essas cartas em nossa lua de mel.

Você acha que meu casamento existiria, meus filhos existiriam se ela não tivesse se decidido pela castidade?

Sou grato a Deus pela decisão da mãe dela, de enviar aquela palestra para a filha quando esta ainda estava no Ensino Médio. Eu era virgem, ela não! Mas valeu a pena esperar por ela. E nada no mundo pagaria o preço da virgindade que dei a minha esposa.

Ela, quando decidiu recomeçar sua vida, ia à Missa todos os dias e oferecia a Eucaristia por seu futuro esposo. Eu recebi todas essas graças. Então, jovens, rezem por seu futuro esposo, sua futura esposa.

Minha esposa e eu não queremos nos separar, por isso sempre fazemos coisas para que isso nunca aconteça. Não transamos antes de nos casar. Muitos dizem que têm relação antes de casar para ver se são compatíveis. Mas vocês nunca serão compatíveis, porque ela é mulher e você é homem! Vai ser difícil, mas não se surpreenda quando a dificuldade chegar, pois Cristo quer nos ensinar a sofrer.

João Paulo II nos diz que o amor é uma tarefa dada por Deus. Quando o casamento fica difícil, não significa que você se casou com a pessoa errada. Tenha paciência com você e com seu esposo. Se você quer se casar, comece a treinar o sacrifício.

Se um rapaz não consegue dizer ‘não’ ao sexo com você antes do casamento, ele não conseguirá dizer ‘não’ ao sexo com outra mulher depois que vocês forem casados.

Para ter um casamento seguro, não faça sexo antes do casamento. Quando o casal tem relação antes de se casar, estão mentindo um para o outro, estão dizendo que são todo um do outro, quando na verdade não o são.

Mas se os dois se amam, porque não podem fazer sexo? Porque, quando amamos, queremos dar o melhor para o outro.

Se sexo antes do casamento não fosse errado, porque você fugiria quando o pai dela chegasse em casa? Não é ela a mulher que você ama? Porque você sabe que isso é luxúria, não amor. Se fosse amor, você estaria orgulhoso de mostrar ao pai dela o quanto a ama. Sexo antes do casamento aproxima o casal, mas encobre a virtude do amor.

Garotas, não tenham medo de viver a castidade! Alguns rapazes deixarão vocês pelo sexo, mas se isso acontecer, deixe que eles as percam, pois não as respeitam. Vocês podem ter medo de encontrar bons rapazes por causa do passado de vocês, mas se eles forem bons mesmo, as respeitarão, porque vão olhar para o futuro.

Algumas maneiras para você conseguir manter-se casto:
– Confesse-se;
– Vá à Missa frequentemente;
– Reze o terço;
– Tenha boas companhias.

Transcrição e adaptação: Rogéria Nair 

Como ser uma mulher segundo o coração de Deus?

palestrafer

Fernanda Soares. Fotos: Daniel Mafra/ cancaonova.com

Você quer ser verdadeiramente feliz? Se estamos aqui, é porque acreditamos no amor, acreditamos que podemos ser amados.

Vamos meditar a Palavra em I São Pedro 3, 3-4: “Não seja o vosso adorno o que aparece externamente: cabelos trançados, ornamentos de ouro, vestidos elegantes; mas tende aquele ornato interior e oculto do coração, a pureza incorruptível de um espírito suave e pacífico, o que é tão precioso aos olhos de Deus”.

Começamos esta pregação com a carta de São Pedro, porque explica exatamente o que quero falar nesta pregação. Os homens não entendem as mulheres, porque elas são um mistério. No entanto, mais que as entender, eles devem amá-las!

Sobre a beleza de ser mulher, São Pedro diz que devemos gastar tempo cuidando do nosso coração e da nossa alma. Ame seu coração, ame sua alma!

Nós vivemos numa sociedade que impõe a ditadura da beleza. Pesquisas mostram que as mulheres investem muito na beleza do corpo. Não estou dizendo que não devemos ficar bonitas, mas quero mostrar a você até onde as mulheres estão chegando para se sentirem bonitas.

Hoje em dia, especialmente no Brasil, existem dois padrões de beleza. O primeiro é de uma mulher magra, alta, loira, olhos azuis ou verdes. O segundo é uma mulher forte, malhada e baixa. Se não estivermos dentro de nenhum desses padrões, somos consideradas feias. Se Deus nos fez como imagem e semelhança d’Ele, como seremos feios?

Tenho entrevistado jovens por todo o Brasil. Fui para Garanhuns, em Pernambuco, num retiro. Quando vi uma jovem, perguntei: “Por que ela é assim?”. Ela era albina e eu nunca havia visto uma pessoa assim! Procurei me informar sobre ela, saber se ela era aberta a falar e descobri que sim. Eu a convidei para conversar. Então, ela me contou sobre o seu encontro com Deus. Ao socializar-se na escola, descobriu que era diferente e começou então a ter um sentimento de revolta, pois amava o sol, a praia… Mas precisava de um tratamento especial.

Certo dia, ela foi para a piscina com a galera e ficou o dia todo exposta ao sol. Quando chegou a noite, ela foi parar em um hospital, pois estava cheia de queimaduras. Essa jovem chegou a tentar suicídio, mas descobriu, num encontro com Deus, que ela era linda. Ela pegou aquilo que para ela era difícil e transformou num exemplo de aceitação. Ela é uma mulher linda, de bem com a vida, e quem fez essa transformação nela foi Deus!

Quando você se olha no espelho, acha-se bonita? A partir de hoje, comece a ter um olhar crítico sobre si mesma. Você não pode viver uma vida com base no que os outros dizem, mas deve viver por si mesma. Não faça isso pelos outros, mas por Deus, pois só Ele pode julgá-la! Assuma a sua beleza, gaste mais tempo com o Senhor  numa capela, numa Missa. Descobri que quanto mais ficamos perto d’Ele mais belas somos!

Quem me inspirou a falar da beleza foi uma mulher baixinha, cheia de rugas, uma senhora: Madre Teresa de Calcutá. Seu coração era bom, tinha a capacidade de devolver aos pobres a última dignidade antes de se encontrarem com Deus. Essa mulher linda nos dizia: “Não ame pela beleza, pois um dia ela acaba. Não ame por admiração, pois um dia você se decepciona. Ame apenas, pois o tempo nunca pode acabar com um amor sem explicação”.

Como você tem lutado para ser uma mulher melhor?

Nós temos algo dentro de nós que se chama “feminilidade”, mas hoje existe uma bagunça na sociedade por causa disso! Temos enfrentado uma luta de testemunhar a feminilidade. A sensualidade tem tomado conta de algumas de nós; mulheres acham que vão conquistar os homens com a sensualidade, com o corpo.

Qual mulher você quer ser? Aquela para casar ou para ser usada? Gaste tempo buscando ser uma mulher de Deus! Precisamos começar a ter prioridades na vida. O coração bondoso que ama atrai homens bons!

“A graça é falaz e a beleza é vã; a mulher inteligente é a que se deve louvar. Dai-lhe o fruto de suas mãos e que suas obras a louvem nas portas da cidade” (Provérbios 31, 29-30).

Deus vê as lutas do nosso coração. Se cairmos, confessemos e nos levantemos! A mulher temente a Deus é capaz de ter autodomínio, é capaz de lutar e entregar-se.

Valorize-se, pois você é o templo do Espírito Santo. No namoro, treinamos aquilo que vamos viver para sempre, por isso não dá para improvisar um amor, é preciso testemunhá-lo.

Maria é modelo de mulher. Quando Nossa Senhora apareceu em Medjugorje, perguntaram a ela: “Por que é tão bela?”. Ela respondeu: “Sou bela, porque amo!”. Deus devolveu a dignidade à humanidade por intermédio de Maria.

Você se ama, ama seus pais, sua família? Se os seus pais erraram com você, é hora de perdoá-los. Pense que você pode fazer a sua história diferente. Se você mudar, fará a diferença em sua vida!

Transcrição e adaptação: Karina Aparecida

Programa Especial de Férias na Internet!

feriasd

O programa Revolução Jesus saiu dos estúdios e colocou o pé na estrada rumo aos pontos turísticos de São Paulo e Belo Horizonte! Você conhecerá os locais que Fernanda Soares e Adriano Gonçalves percorreram entre essas duas grandes cidades do Brasil!

1º Bloco

 3º Bloco

É possível amar para sempre

Pregação-Andre-e-Magda-269x329Segue a pregação que a Magda e o André fizeram no dia 9 de janeiro durante o Acampamento Revolução Jesus:

Eu e André vamos partilhar com você que é possível amar para sempre. Para chegarmos a essa credibilidade precisamos fazer um caminho até essa verdade.

Existem dois fatores que, muitas vezes, estragam o amor entre nós. De fato, não temos a convicção real do que é o amor, então, as experiências que temos acabam gerando um trauma pelo resto de nossa vida.

Magda: Antes de conhecer o André, eu tinha uma história, meus pais eram separados. Muitas brigas entre eles, discussões dentro de casa que me fizeram não acreditar no amor. Eu não conseguia ver, ao meu redor, esse “amor para sempre”. Eu era uma Magda que não acreditava em mim, não conseguia ter uma estima necessária para pensar que alguém pudesse gostar de mim.

André: Meu pai bebia muito, chegava em casa bêbado todos os dias. As tentativas de amor geravam em mim muitas frustrações; porém, eles iam sempre à igreja, e isso foi gerando no meu coração uma posição diferente sobre o amor. Ao contrário da Magda, que não acreditava no amor, eu já tinha uma convicção de que o casamento era bom e cresci com a vontade de me casar, de viver o amor e ter a oportunidade de construir uma família diferente.

Vamos meditar a Palavra em Mateus 11, 28-30:“Vinde a mim, vós todos que estais aflitos sob o fardo, e eu vos aliviarei. Tomai meu jugo sobre vós e recebei minha doutrina, porque eu sou manso e humilde de coração e achareis o repouso para as vossas almas. Porque meu jugo é suave e meu peso é leve”.

Quais são as suas marcas, as suas feridas? Nós queremos amar para sempre, mas estamos desacreditados; estamos marcados por tantas coisas, pelos fardos pesados  que  carregamos. Aquelas paixões que não deram certo ficam marcadas em nós como fardos. Não dá para amar para sempre se continuarmos carregando esses pesos, se continuarmos com nossas mágoas!

Há pessoas que acreditam não existir amor para elas, mas precisam entregar seus problemas a Deus, para crerem que o amor é para sempre.

Amo minha namorada e ela me ama, porque não posso transar com ela?

amormaior

Com certeza esta pergunta passa em muitas mentes que literalmente estão apaixonadas pois o amor nos lança em aventuras de emoção, alegria e prazer. E logo podemos pensar que o sexo iria fechar bem todo este clímax. E corremos o risco de fazer desta aventura uma equação matemática e concluir: (eu a amo) + (ela me ama) = sexo.

Não é bem assim. O sexo está no amor, mas o amor não é sexo. Seria reduzir demais a beleza do amor a uma só dimensão ou seja a física. Amor vai além, não é só entrega do corpo, mas é antes de tudo uma entrega de alma, de história, de cumplicidade.

Fazer uma lógica do amor e ligá-lo direto ao sexo é falar que ele acabará quando não mais tiver sexo! E ai? Era amor mesmo?

Deus tão perfeito pegou algo tão lindo que é o sexo e o elevou a dignidade de altar, ou seja, o colocou dentro do sacramento. Ele reservou o melhor tempo e lugar para que fosse vivenciado como um cume de uma longa aventura a dois. E ai eu é que te faço a pergunta:

Se amo de verdade minha namorada porque não posso esperar o momento certo para me entregar inteiro e assim poder recebê-la inteira na benção de Deus?

Se é amor, há espera! Pois o verdadeiro amor espera!

Muitas vezes, para não perder o namorado, as meninas permitem que eles façam uma verdadeira “caçada” em seus corpos. Mas sabemos que, no fundo, não desejam ser usadas assim e querem ser amadas pelo que são e não pelo corpo que possuem. Na verdade, por medo de serem rejeitadas, seguem um caminho não muito bacana. Muitas mulheres também têm medo de ofender ou perder seus namorados se não cederam às suas exigências sexuais. Tais inseguranças devem ser superadas se você quiser ser amada como merece. Em vez de se preocupar em ser abandonada se não ceder, deixe que ele se preocupe em perder você caso ele insista em não lhe respeitar! Se este relacionamento precisa de avanços para continuar, então não começou da forma certa! Se ele coloca esta condição para estar com você, é porque na verdade nunca esteve com você pelo que você é, e sim pelo que você pode oferecer.

Do mesmo modo, muitos de nós, rapazes, temos medo de nos sentirmos diminuídos diante de uma garota, ao colocar os “freios” no jeito de namorar. É como se, para ser homem de verdade, precisássemos sempre estar pronto para o gol do time adversário! Não é assim, não deve ser assim. Precisamos também, mesmo que seja difícil, colocar nosso desejo de um amor de verdade em primeiro plano no namoro. Ser homem de verdade é saber se possuir e se doar, amar e nunca querer usar! “Vivei este tempo do namoro na expectativa confiante desse dom, que deve ser aceite percorrendo um caminho de conhecimento, de respeito, de atenções que nunca deveis perder: só sob esta condição a linguagem do amor permanecerá significativa também com o passar dos anos” (Papa Bento XVI).

Podemos chegar a uma triste constatação que muitas mulheres dão sexo para escutar eu te amo e muitos homens dizem eu te amo para ter sexo!

Mas há quem diga que deve ter fogo para a relação valer a pena, senão fica sem graça demais. Infelizmente, gente assim não entrou na escola do amor e baseia toda a beleza do namoro e a riqueza do que o outro é em um aspecto físico, que faz parte, mas tem um momento e uma forma de ser vivido, não é?

Antes de querer descobrir o corpo dela (e) que tal gastar o tempo do namoro sondando as profundezas do coração dela(e) pois assim quando chegar a hora não será apenas encontro de corpos mas de almas e na benção do Espírito Santo de Deus!

Tamu junto

Adriano Gonçalves

O verdadeiro amor promete o infinito

O-verdadeiro-amor-promete-o-infinitoSegue a pregação que o Padre Paulo Ricardo fez no dia 9 de janeiro durante o Acampamento Revolução Jesus:

“Nós temos uma alma que pede o infinito”, afirma padre Paulo Ricardo.

O tema que a equipe deste acampamento me apresentou para minha pregação foi: “O verdadeiro amor promete o infinito”, do discurso do Papa Bento XVI aos noivos e namorados de setembro de 2011.

Não esperem de mim um testemunho de namoro, porque eu nunca namorei na minha vida; na verdade, eu não me lembro de nenhum momento em que eu não tenha querido ser padre. Eu era pequeno e via fotos do meu pai de batina, e queria ser padre. No entanto, como meu pai havia servido o exército e eu também queria ser militar, quando somos crianças queremos tudo e eu queria ser o meu pai. Contudo, com o passar do tempo, as outras coisas foram se evaporando e ficou somente a ideia de ser padre.

E então você pode dizer: “O padre nunca namorou e vem dizer o que é namorar e ser casado?” Você namora com o seu namorado ou é casado com seu marido, e eu sou padre há de vinte dois anos. Então é bom você pegar o conselho com alguém que está fora da situação; além do mais, nestes vinte e dois anos, já atendi muitos casais. E como pai espiritual eu dirijo a palavra a vocês. E pego o discurso aos noivos e namorados do Bento XVI que também nunca namorou.

Namoro não é diversão, assim com o sexo não é diversão. Na nossa cabeça e sociedade, que é cada vez mais pagã, coloca-se o sexo como diversão e prazer. Vamos pensar em como é o sexo para Deus. Quando Ele fez o sexo Ele fez a família. Sexo tem sentido porque família tem sentido. Os animais não têm família, mas os seres humanos têm uma. Hoje você vai encontrar na escola e na faculdade muitas pessoas ateias. Vamos agora nos colocar no lugar delas, vamos fazer de conta que não somos católicos e vou dar um exemplo para não pensarmos somente em cima da religião: O professor da faculdade diz: “Os animais não têm família, se a fêmea está no cio ela faz sexo com outro animal, que não é seu macho, e quer fazer sexo com seu filhote. O bom pai que pertence a uma família não vai ter relação sexuais com as filhas. O irmão também não tem relação sexual com as irmãs. Dentro da família existem papéis maravilhosos que devemos cumprir. Os professores doutores dizem que a família é uma espécie criada por nós e que devemos olhar para os animais, que não têm família. Por isso, se você está tendo relação sexual só com a sua esposa, isso não é normal. Não se reprima, não tem problema”.

Aqui está um pensamento do mundo atual, e isso não é uma coisa apenas do Brasil, pois querem que família seja exterminada da face da Terra. No mundo atual o projeto é transformar o mundo e deixá-lo parecido com a Suécia, onde a família não é praticamente nada. Onde filhos estão sob a tutela do Estado e nenhum pai e nenhuma mãe determinam o que eles [filhos] vão ser. Concluído um ano de vida, as crianças já vão para o berçário e já começam a aprender a ter papéis versáteis. E o menino aprende, desde cedo, que ele pode gostar tanto de uma menina como de um menino e que pode se vestir como garoto ou não. É isso que é transmitido, para ver para onde as coisas estão sendo encaminhadas. Temos que chegar à sociedade onde os papéis já se inverteram: “Hoje eu quero ter uma relação com uma mulher, amanhã vou ter com um homem, depois com uma criança e depois com um hipopótamo”.

Powered by WordPress | Designed by: WordPress Themes | Thanks to best wordpress themes, Find WordPress Themes and Themes Directory