Perdoar não é fácil...

perdo

Você já se decepcionou com alguém? A sua vida já virou um “inferno” por causa de uma falsa acusação? E aquela pessoa que na sua frente te trata bem mas pelas costas fala mal de você? As decepções, traições, maldades e calúnias ferem o coração e provocam grande feridas. O que fazer com tudo isso? Perdoar. O programa de HOJE ás 23h00 AO VIVO será sobre A FORÇA DO PERDÃO! Mas antes, vamos refletir desde já sobre o assunto.

Perdoar não é fácil porque requer renúncia de si e abertura de coração. No evangelho de São Mateus Pedro pergunta para Jesus quantas vezes devemos perdoar aquelas pessoas que nos ferem. E Jesus dá uma resposta desafiadora.  “Pedro aproximou-se de Jesus, e perguntou: “Senhor, quantas vezes devo perdoar, se meu irmão pecar contra mim? Até sete vezes?” Jesus respondeu: “Não lhe digo que até sete vezes, mas até setenta vezes sete.” (Mt 18,21-22).

Ou seja, devemos perdoar sempre! Eu aprendi com o Monsenhor Jonas Abib que quando eu perdoo estou superando inúmeros sentimentos ruins como: ressentimento, raiva, ódio, amargura, tristeza e etc. Além de livrar o outro do peso do seu pecado. É mais ou menos assim: quando eu estou com raiva de alguém, por algo que ele me fez, e não o perdoo é a mesma coisa que eu tomar um copo de veneno e desejar que o outro morra.

A formação da Canção Nova me ensina que perdoar o outro é uma atitude nobre. O perdão requer humildade e somente os humildes alcançarão o reino dos céus diz a palavra de Deus. Portanto, não espere sentir vontade de perdão, decida-se em perdoar. Isso não quer dizer que você terá simpatia pela pessoa que te feriu, mas você ultrapassará as emoções para viver o cristianismo.

Não é fácil, mas é POSSÍVEL!

Madre Teresa de Calcutá disse algo incrível que compartilho com você:

Muitas vezes as pessoas são egocêntricas, ilógicas e insensatas.
Perdoe-as assim mesmo.

Se você é gentil, as pessoas podem acusá-lo de egoísta, interesseiro.
Seja gentil, assim mesmo.

Se você é um vencedor, terá alguns falsos amigos e alguns inimigos verdadeiros.
Vença assim mesmo.

Se você é honesto e franco, as pessoas podem enganá-lo.
Seja honesto assim mesmo.

O que você levou anos para construir, alguém pode destruir de uma hora para outra.
Construa assim mesmo.

Se você tem Paz e é Feliz, as pessoas podem sentir inveja.
Seja Feliz assim mesmo.

Dê ao mundo o melhor de você, mas isso pode nunca ser o bastante.
Dê o melhor de você assim mesmo.

Veja que, no final das contas, é entre você e DEUS.

Nunca foi entre você e as outras pessoas.

Madre Teresa de Calcuta

Deus abençoe,

Fernanda Soares

Quatro formas de perdoar!

sorry

Quando paramos para pensar em perdão podemos pensar logo em “ desculpas” “não ter rancor” e “esquecer” mas no original do hebraico temos quatro nomes para “PERDÃO” que nos faz ir além do óbvio! O 1º é: NASA = Termo que significa “LEVANTAR”. KAPHAR = Hebraico com sentido de “COBRIR”. 3º APHÍEMI = Termo Grego com sentido de “DEIXAR IR”. 4º CHARIZOMAI- Palavra Grega que significa “SER GRACIOSO COM” . Entender perdão por estas 4 possibilidades pode nos fazer ter uma vida mais suave e leve! Afinal de contas não perdoar alguém que nos ofendeu é o mesmo que você tomar um copo de veneno e olhar para o outro querendo que ele morra! Então que tal pensar em quem você precisa perdoar e assim escolher a melhor maneira de fazê-lo?

1) Levantar: As vezes uma atitude concreta que expressa nosso perdão é levantando nosso “agressor” da situação em que ele se encontra. No fundo ele pode estar tão no fundo do poço que a única maneira que encontrou de agir foi nos agredindo. Descer onde ele está e se propor a levantá-lo é uma grande resposta de perdão, pois o levanta do chão. Nesta hora a atitude vale muito mais que palavras!!! OU se tiver de usar palavras que elas sejam alavancas para erguer e não martelos para bater e esmagar!

2) Cobrir: Somos um misto de forças e fraquezas. E muitas vezes somos feridos não por pessas fortes mas sim por pessoas que estão agindo com suas fraquezas, seus limites. Entender isso é um caminho fantástico e exige de nós um passo de “cobrir” proteger este outro pois sua aparente “força” é o sintoma de sua maior fraqueza! Que tal ao invés de “fortalecer esta fraqueza” cobri-la? Não digo ser falso, colocá-la debaixo do tapete, não mesmo! Mas cobrir no sentido de proteger. Cobrir com palavras de afirmação, suscitar nele suas verdadeiras “forças de caracter”. Cobrir com o positivo.

3) Deixar ir: Este parece um dos mais difíceis pois exige de nós o “amar a distância”. De fato há pessoas que iremos perdoá-las deixando-as ir. Amar a distância também é amor. Por outras vezes precisamos deixar o outro ir dentro de nós mesmos! Por exemplo quantas pessoas não perdoam namorados (as) que tiveram e ficam com eles ali presos no coração. Cativos! Não dá! Perdoar também é deixar ir! Quem você precisa deixar ir? (quem você precisa perdoar?)

4) Ser gracioso com: Perdoar as vezes será uma firme decisão de fazer o bem, ser gracioso! As vezes o perdoar será manifesto por aquilo de gratuito que você irá fazer a seus agressores!!!!! Uma mensagem desinteressada no whatsapp, no messenger pode fazer um recomeço na vida de alguém. Mas precisa ser gratuito, não querer nada em troca. O grande mal de muitas pessoas é que quando fazem algo do tipo ( mandar mensagem etc) ficam esperando algo em troca, e quando não recebem se frustram e a mágoa se torna maior! Perdoar ( ser gracioso com) precisa ser um ato que nada deseja em troca!

Depois de aprofundar um pouco na realidade do perdão eu te desafio com uma pergunta:

Quem e com qual forma de perdão você precisa perdoar?”

Tamu junto!

Adriano Gonçalves

Como se vestir bem?

vestir
Escrevi no portal Canção Nova essa formação que compartilho com você:

Falar de roupa é algo delicado, pois não existe uma fórmula e muito menos um padrão para dizer o que é certo e o que é errado. Na verdade, acredito que existem meios para nos vestirmos segundo aquilo que desejamos expressar. Ou seja, a roupa diz do meu ser, do que gosto, daquilo em que acredito e até mesmo da minha fé. O formato do corpo da mulher chama a atenção por si só, portanto, a roupa favorecerá ou a modéstia ou a sensualidade que ela quer passar. Se você é cristã e deseja ser vista como uma filha de Deus e respeitada por sua beleza, esse artigo é para você.A mulher precisa cultivar a virtude da modéstia, que está dentro das quatro virtudes humanas: prudência, temperança, justiça e fortaleza. A modéstia se encaixa dentro da virtude da temperança. A mulher modesta é aquela que se veste com elegância, beleza e feminilidade.Precisamos nos vestir bem, mas não podemos ser ocasião de pecado para os outros. É preciso se perguntar: “Essa roupa que eu visto leva o outro a me ver como um objeto sexual?”. Não é uma questão de dizer que o homem é sem vergonha, pois, se a mulher faz questão de exibir certas partes do seu corpo provocando-o, é obvio que isso despertará a sensualidade e desejos eróticos nele. Roupas curtas, calça colada, blusas decotadas e minissaias provocarão a imaginação do homem e não o ajudarão a viver a pureza e a santidade. Portanto, é questão de consciência e não de regras.

Como missionária e apresentadora de programas na TV Canção Nova, vivo o desafio de me vestir de acordo com a minha missão. Na televisão de formato plasma eu fico esticada, mais gordinha e alta. As minhas calças mostram-se de uma forma que ‘ao vivo’ elas não estão. Por essa razão, eu escolhi comprar uma calça de numeração maior do que a minha. Não estou dizendo para você fazer o mesmo, estou apenas descrevendo uma situação concreta que vivo e a decisão que tomei.

“O vosso adorno não consista em coisas externas, tais como cabelos trançados, jóias de ouro, vestido luxuosos, mas na personalidade que se esconde no vosso coração, marcada pela estabilidade de um espírito suave e sereno, coisa preciosa diante de Deus” (I Pedro 3,3-4). 

Pense nisso! É a sua personalidade, o seu jeito de ser e seus valores que farão de você uma mulher bela e de valor. Por isso, peça a ajuda da Virgem Maria para se vestir de acordo com o plano original de Deus para você. Estou nessa luta e me uno a você que deseja ser uma mulher segundo o coração de Deus!

Indico esse vídeo no qual padre Paulo Ricardo reflete, com muita sabedoria, sobre a modéstia:

 

Programa sobre: Casei errado, e agora?

casais

VOCÊ PEDIU E NÓS ATENDEMOS! HOJE TEREMOS A REPRISE DO PROGRAMA SOBRE CASAIS DE SEGUNDA UNIÃO!

Você já ouviu falar sobre casais de segunda união?

O que é uma segunda união na Igreja?

Quem é divorciado(a) pode comungar?

Quais são as razões para conseguir a anulação de casamento?

O programa de hoje será ás 23h pela TV Canção Nova!

Teremos convidados para esclarecer essas e outras dúvidas que existem sobre esse assunto!

A música ficará por conta do cantor Abner Santos!

Divulgue!

 

 

 

180º - PAINTBALL

E aê galera que curte o quadro 180º no programa!

A equipe foi para Campos do Jordão viver o desafio do PaintBall!

Curte aê

Por trás de minha selfie...

adr

Uma selfie daquele momento top que você viveu na noite passada com a galera, ou daquele lanche suculento que você gostaria de compartilhar com muitas pessoas ou até mesmo daquele momento romântico com tua namorada , sim muitos registros fotográficos…

Mais quais são os motivos por trás de uma simples foto?

Não basta viver o momento, queremos e temos vontade de compartilhá-lo com aqueles que nos cercam! Afinal de contas na era das mídias sociais a máxima: viveu, fotografou > compartilhou tem mobilizado e agitado a net. Até ai nada mal afinal de contas este é um dos jeitos que temos encontrado para nos colocarmos neste mundo.

Mas fico me perguntando:

O que move a querer registrar algo que vivi e torná-lo viral na rede?

O que está por trás desta selfie que tirei? Será uma maneira de compartilhar um momento feliz? OU será uma tentativa de convencer o mundo e a mim mesmo de algo ideal que queria? Será que ao colocar no instagram uma foto de um selfie com alguém famoso não teria no fundo uma tentativa de mostrar para as pessoas que “eu também sou um famoso”, ou poderia ainda ser um grito silencioso ( pois foto não emite som rsr) de “Por favor me notem, olhem com quem estou”.

Sim por trás de toda ação sempre tem uma motivação consciente ou inconsciente. Agora deixo para pensarmos:

Ao postar uma foto o que está por detrás dela? Qual é o real motivo que tenho ao publicá-la?

Tamu Junto

Adriano Gonçalves

Powered by WordPress | Designed by: WordPress Themes | Thanks to best wordpress themes, Find WordPress Themes and Themes Directory