ago
09
2012

Santa Edith Stein

A santa judaica que morreu no campo de concentração


Há 70 anos, morria em Auschwitz a Irmã Teresa Benedita da Cruz, ou Edith Stein, filósofa. Ela nascera em uma família judaica, havia se batizado e, depois, entrara no mosteiro das Carmelitas de Colônia, na Alemanha. Em 1939, encontrava-se no Carmelo de Echt, na Holanda, e foi capturada em julho de 1942, durante as blitz nazistas que se seguiram à carta de denúncia das deportações, assinada pelos bispos católicos dos Países Baixos e lida em todas as igrejas. Até aquele momento, os nazistas haviam poupado os judeus batizados: foram capturados cerca de 300 religiosos de origem judaica.

Cristiana Dobner, em um artigo publicado pela agência SIR, lembra que o jornalista Van Kempen conseguiu contatá-la no campo de triagem e se encontrou diante de “uma mulher espiritualmente grande e forte”. Ela não quis fugir nem receber um tratamento diferente dos outros judeus. “Ela me disse: ´Eu jamais poderia acreditar que os homens pudessem ser assim e que os meus irmãos tivessem que sofrer tanto!´. Quando não havia mais dúvidas de que ela seria transportada para outro lugar, eu lhe perguntei se eu poderia ajudá-la (tentar libertá-la); novamente, ela me sorriu suplicando-me que não. Por que abrir uma exceção para ela e para o seu grupo? Não seria justiça tirar vantagem do fato de ser batizada! Se não pudesse participar do destino dos outros, a sua vida estaria arruinada: ´Não, não, isso não!´”.

Edith Stein repetia que não havia traído o seu povo ao reconhecer Jesus como Messias. Ela seria proclamada bem-aventurada por João Paulo II em 1987 e santa em 1998. No ano seguinte, também copadroeira da Europa. No dia 12 de abril de 1933, Stein escreveu uma carta ao Vaticano, dirigida ao Papa Pio XI. Ela a enviou através do arquiabade beneditino de Beuron, Raphael Walzer, ao cardeal secretário de Estado, Eugenio Pacelli.

Leia mais »

ago
01
2012

Em tudo amar e servir

Na última terça-feira, 31, dia de Santo Inácio de Loyola, aconteceu uma celebração festiva na Chiesa di Gesù em memória do santo. A Igreja é a matriz da Companhia de Jesus onde se encontra o corpo de Santo Inácio de Loyola, fundador da mesma da Companhia de Jesus.

A missa foi presidida por Pe Adolfo Nicolás, superior geral da Companhia de Jesus, que iniciou a celebração dando ênfase as dificuldades que todos vivemos com a crise mundial e ressaltando que o próprio Deus nos traz respostas para este tempo.

Leia mais »

jun
02
2012

Segundo dia do Papa Bento XVI em Milão

Neste sábado, 02, o Papa Bento XVI, que está em Milão, por ocasião do VII Encontro Mundial da Famílias, esteve na Catedral de Milão. Alí, se encontrou com religiosos e religiosas da arquidiocese. Em seguida, se dirigiu para o estágio San Ciro onde acolheu os crismando e seus familiares.

Às 17 horas (horário de Milão), o Santo Padre irá se encontrar com as autoridades. Para concluir a programação deste dia, às 20 horas, estará no Parco Nord Milano, onde as famílias vivem um dia de testemunhos.

Leia mais »

maio
29
2012

Papa Bento XVI visita Milão

Em 30 de maio inicia, em Milão – Itália a 7ª edição do Encontro Mundial para as Famílias com a presença do Papa Bento XVI. O Pontífice chega na sexta-feira, 01.

Leia mais »

abr
26
2012

A vida comunicada

O que se torna mais difícil na vida do ser humanidade?

Nem sempre é fácil ser compreendido ou se fazer compreender. Se estamos em Roma ou em qualquer outra parte do mundo certamente necessitaremos nos comunicar. Mas como?
É importante entender que a comunicação não se faz apenas quando falamos algo, mas em todos os momentos que nos expressamos, até mesmo num silêncio.
A grande questão é se o receptor da mensagem irá compreendê-la. Por isso é importante ser muito claro para não haver dúvidas de interpretação.
Viva este desafio e não permaneça sozinho no mundo. Jesus foi um grande comunicador, pois ia direto ao ponto, sem ficar rodeando.
Paz e Bem

20120426-162341.jpg

Posts mais antigos «