Hipotireoidismo – Causas, sintomas e tratamento

O hipotireoidismo é uma condição na qual a glândula tireoide não produz suficiente hormônio da tireoide. É a doença mais comum da tireoide. A tireoide é uma glândula em forma de borboleta no meio do pescoço que produz dois hormônios, triiodotironina (T3) e tiroxina (T4), que regulam a forma como o corpo usa e armazena energia (também conhecido como o metabolismo do corpo). A função da tiroide é controlado por uma glândula no cérebro, conhecida como a pituitária  responsável pela produção do hormônio estimulante da tireoide (TSH), que estimula a tireoide a produzir T3 e T4.

Em cerca de 95 por cento dos casos, o hipotireoidismo é causado por um problema da própria glândula tireoide , hipotireoidismo primário. No entanto, certos medicamentos e doenças também podem diminuir a função da tireoide. Como um exemplo, o hipotiroidismo que pode ocorrer  após tratamentos médicos para hipertiroidismo, após a Tireoidectomia (remoção cirúrgica da tiroide), ou tratamento com iodo radioativo (para destruir o tecido da tiroide). Em alguns casos, o hipotiroidismo é uma consequência da diminuição da produção de hormônio estimulante da tiroide (TSH) pela glândula pituitária (chamado hipotiroidismo secundário).

tireoide

Os problemas de tireoide são mais comuns em mulheres, aumentam com a idade e é mais comum em brancos  do que em negros.

Os sintomas de hipotireoidismo variam muito; algumas pessoas não têm sintomas, enquanto outros têm sintomas dramáticos ou, raramente, sintomas de risco de vida. Os sintomas de hipotireoidismo são famosos por serem inespecíficos e por  imitar muitas das mudanças normais do envelhecimento. Geralmente, os sintomas são mais leves quando o hipotireoidismo se desenvolve gradualmente.

Pele – hipotireoidismo pode diminuir a transpiração. A pele pode ficar seca e grossa. O cabelo pode tornar-se grossa ou fina, as sobrancelhas podem desaparecer, e as unhas podem tornar-se frágil.

Olhos – O hipotiroidismo pode levar ao inchaço suave em torno dos olhos.

Coração e Vasos –  Hipotireoidismo diminui a freqüência cardíaca e enfraquece contrações do coração, diminuindo a sua função global. Sintomas relacionados podem incluir fadiga e falta de ar com o exercício. Estes sintomas podem ser mais graves em pessoas que também têm doença cardíaca. Além disso, o hipotireoidismo pode causar hipertensão arterial leve e aumentar os níveis sanguíneos de colesterol.

Sistema respiratório – Hipotireoidismo enfraquece os músculos respiratórios e diminui a função pulmonar. Os sintomas podem incluir fadiga, falta de ar com o exercício, e diminuição da capacidade para o exercício. O hipotiroidismo também pode levar a inchaço da língua, a voz rouca, e apneia do sono. A apneia do sono é uma condição na qual existe obstrução intermitente das vias respiratórias durante o sono, levando a sonolência diurna .

Sistema gastrointestinal – O hipotireoidismo retarda as ações do trato digestivo, causando prisão de ventre.

Sistema reprodutivo – Mulheres com hipotireoidismo têm, frequentemente, irregularidades no ciclo menstrual, variando de ausência de menstruação ou pouco frequentes a períodos muito frequentes e pesados. As irregularidades menstruais podem dificultar a mulher a se engravidar. As mulheres grávidas com hipotiroidismo têm um risco maior de aborto durante a gravidez precoce.

Como sei se estou com hipotireoidismo?

Exames de sangue podem confirmar o diagnóstico e identificar a causa subjacente da deficiência de hormônio da tireoide. O exame de sangue mais comum de hipotireoidismo é hormônio estimulante da tireoide (TSH). TSH é o teste mais sensível, e no hipotireoidismo apresenta valores elevados. Tiroxina (T4), o principal produto da glândula tireoide, também pode ser medido para confirmar e avaliar o grau de hipotiroidismo e frequentemente esta diminuído nessa patologia.

Confira 5 passos para reduzir o risco de Alzheimer

A doença de Alzheimer é caracterizada por lesão progressiva das células nervosas e suas conexões. O resultado é devastador e inclui perda de memória, dificuldade de raciocínio, dificuldades de comunicação verbal, e, até mesmo mudanças de personalidade. Uma pessoa com doença de Alzheimer pode viver de dois a 20 anos após o diagnóstico; anos que podem refletir sofrimento intangível para a família , além de requisitar importante suporte econômico para a manutenção do paciente.

5 passos para reduzir o risco de alzheimer cortadoUma série de fatores influenciam a probabilidade de que você irá desenvolver a doença de Alzheimer. Alguns deles você não pode controlar, tais como idade, sexo e história familiar. Mas, há coisas que você pode fazer para ajudar a diminuir o seu risco. Como se constata, os principais pilares de um estilo de vida saudável – praticar exercício, cuidar do seu peso e comer direito – podem reduzir o risco de Alzheimer.

5 passos para reduzir o risco de Alzheimer

Enquanto não há nenhuma maneira infalível para prevenir a doença de Alzheimer, seguindo os cinco passos abaixo você pode diminuir o risco para esta doença e melhorar sua saúde geral também.

1- Manter um peso saudável.  Reduzindo calorias e aumentando a atividade física.

2- Verifique a circunferência da sua cintura. Para medir com precisão a sua cintura, use uma fita métrica ao redor da porção mais estreita de sua cintura (geralmente na altura do umbigo e costela). Mulheres não podem ultrapassar 89 cm de cintura e homens não mais do que 102 cm.

3-Comer de forma consciente e procurando alimentos mais naturais possíveis.  Preferir sempre  legumes, frutas e grãos integrais; fontes de proteína, como peixes, aves magras , feijão e outras leguminosas; além de gorduras saudáveis. Reduzir  calorias desnecessárias de doces, refrigerantes, grãos refinados, como pão branco ou arroz branco, gorduras saturadas , frituras e  lanches e alimentos comprados prontos . Mantenha um olhar atento sobre o tamanho das porções também.

4- Exercite-se regularmente. Este simples passo faz grandes coisas para o seu corpo. A atividade física regular ajuda a controlar peso, pressão arterial, glicemia e colesterol. Exercício moderado a vigoroso aeróbicos (caminhada, natação, ciclismo, remo) também pode ajudar a reduzir a  gordura corporal total e gordura abdominal ao longo do tempo. 210 minutos de caminhada por semana são suficientes ( manter passo de chuva)

5-Fique de olho nos seus exames médicos de rotina . Além de monitorar o  seu peso e cintura, pergunte ao seu médico se o seu colesterol, triglicérides, pressão arterial e de açúcar no sangue estão dentro dos limites saudáveis. Exercício, perda de peso, se necessário, e medicamentos (se necessário) podem ajudar a manter seu organismo

No mês em que se celebra o Dia Internacional da Mulher,
a melhor forma de comemorar é cuidando de você.

Fique atenta para alguns cuidados importantes.

A prevenção de doenças envolve uma séria de fatores, entre eles a realização de exames para diagnóstico precoce e acompanhamento médico periódico. Abaixo as recomendações para realização de exames:

Papanicolau:
A recomendação é realizar anualmente o exame até que se obtenha dois resultados negativos, caso em que o período entre exames recomendado é de três anos. O início da coleta deve ser aos 25 anos de idade para as mulheres que já tiveram atividade sexual. Os exames devem seguir até os 64 anos e serem interrompidos quando, após essa idade, as mulheres tiverem pelo menos dois exames negativos consecutivos nos últimos cinco anos.

Mamografia e exame clínico da mama:
• Mulheres de 40 a 49 anos devem fazer o exame clinico da mama anual,
e se forem encontradas alterações realizar a mamografia.
• Mulheres entre 50 a 69 anos devem fazer o exame clinico da mama anualmente
e a mamografia a cada dois anos.
• Mulheres com fatores de risco associados ao câncer de mama devem começar
a fazer a mamografia anualmente, a partir dos 35 anos de idade.

Visite seu médico regularmente. Ele é o profissional mais indicado para acompanhar a sua saúde e pode estabelecer prazos diferentes para realização destes exames.

A depressão clinica ou maior é diagnosticada com a ocorrência de pelo menos 5 dos 9 sintomas seguintes, presentes por 2 semanas ou mais e responsáveis por interferência significativa no ambiente social (familiar e trabalho).

depressao-11475135-2328

  • mau humor constante, tristeza ou irritabilidade
  • letargia ou fadiga
  • perda do interesse de atividades que eram prazeirosas
  • mudança súbita de apetite( pra mais ou menos)
  • sentimento de culpa, de não ter valor algum
  • lentidão, impaciência, ficar borocoxô
  • dificuldade de pensar e de se concentrar
  • pensamentos suicidas e de morte

Trecho do livro Depressão, um sinal de esperança

DPS

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Para adquirir o seu, clique aqui: 

 

2015

 

 

 

 

 

 

 

 

Ano nova, vida nova, novas metas, novos caminhos, tudo isso é muito válido quando realmente isso  não seja apenas de um propósito da passagem de ano.

O ano que se inicia é o momento correto para que estabeleçamos nossas metas para uma nutrição saudável, praticar atividade física e principalmente cuidar da sua vida espiritual. No meu livro, Um Coração Saudável, da Editora Canção Nova, dou todas as informações sobre como você poderá cuidar da sua saúde. Aproveite!!

 

Para adquirir o seu clique aqui: http://goo.gl/9oOxBy

 

corsaudavel