2015

 

 

 

 

 

 

 

 

Ano nova, vida nova, novas metas, novos caminhos, tudo isso é muito válido quando realmente isso  não seja apenas de um propósito da passagem de ano.

O ano que se inicia é o momento correto para que estabeleçamos nossas metas para uma nutrição saudável, praticar atividade física e principalmente cuidar da sua vida espiritual. No meu livro, Um Coração Saudável, da Editora Canção Nova, dou todas as informações sobre como você poderá cuidar da sua saúde. Aproveite!!

 

Para adquirir o seu clique aqui: http://goo.gl/9oOxBy

 

corsaudavel

 

 

 

 

 

Na Bíblia Sagrada são varias as situações de medo, desde a primeira ,citada em Gênesis 3,8  quando Adão e Eva esconderam-se de Deus em um arbusto pois estavam amedrontados por terem desobedecido as leis do Senhor. Porque eles estavam com medo? Porque sabiam que tinham descumprido uma ordem do Senhor. Isso quase sempre acontece no nosso quotidiano quando após uma situação de pecado ficamos com medo das conseqüências. É uma relação sexual não permitida que pode gerar um filho, pequenos roubos em uma casa de família , uma mentira que dá medo de descobrirem e assim vai. Na verdade o medo, nesses casos, é uma reação punitiva do nosso inconsciente contra um ação pecaminosa do consciente.

Um outra situação descrita foi quando Jose soube da gravidez de Maria, fica perplexo, tem medo de abandona-la e ter que sofrer as penas da lei, mas por outro lado, como aceitar uma situação dessa? Naquela noite, no seu sonho aparece-lhe um anjo que lhe diz:

“ Jose, filho de Davi, não tenhas medo de receber Maria como tua esposa, pois nela foi o que vem foi gerado pelo Espírito Santo”

NÃO TEMAS

Às vezes, o medo nos paralisa e nos impede de continuar o nosso dia a dia. É comum nas situações de grande medo, ficarmos paralisados de medo e não conseguirmos nos afastar de um agente agressor. Nessa situação, o medo que era uma arma defesa para nos, se torna prejudicial , pois nos impossibilita de defesa.

Confira aqui em breve a parte 2 deste artigo.

E saiba mais sobre este assunto, adquirindo o livro NÃO ENTRE EM PÂNICO.

Adquira e ajude a Canção Nova a evangelizar.

diabetes

 

 

 

 

 

 

Diabetes melito  é uma síndrome decorrente da falta de insulina e/ou da incapacidade da insulina para exercer adequadamente suas ações. Caracteriza-se por excesso de açúcar no sangue (hiperglicemia crônica), com alterações no metabolismo de açucares (carboidratos), gorduras (lipídeos) e proteínas. Representa um grupo de distúrbios metabólicos nos quais existe uma menor utilização de glicose, induzindo a hiperglicemia. A insulina é a principal responsável pelo aproveitamento e metabolização da glicose pelas células do nosso organismo, com finalidade de gerar energia. É produzida pelo pâncreas e sua falta ou ação deficiente acarreta modificações importantes no metabolismo das proteínas, das gorduras, dos sais minerais, da água corporal e principalmente da glicose.

O diabetes melito é um dos mais importantes problemas de saúde pública do mundo, principalmente em países em desenvolvimento. No Brasil, calcula-se que existam 5 milhões de diabéticos, dos quais a metade não sabe que tem a doença. De acordo com dados governamentais, 7,6% da população brasileira, com idades entre 30 e 69 anos é portadora de diabetes tipo 2. O aumento de casos de diabetes no Brasil deve-se a fatores como a urbanização e a industrialização, o aumento do sedentarismo, o aumento do número de obesos e da expectativa de vida da população em geral, além da maior sobrevida dos pacientes diabéticos.

O risco de mortalidade por doença aterosclerótica nos portadores de diabetes chega a ser 2,5 maior em homens e quatro vezes maior em mulheres, quando comparados com não diabéticos. O processo aterosclerótico manifesta-se de forma mais agressiva nos diabéticos, de modo que o grau de comprometimento das artérias é  muito maior do que para os não diabéticos. O diabético com infarto do miocárdio tem maior chance de morrer durante a sua internação do que o não diabético. Os portadores da síndrome têm maior chance de ter o infarto silencioso, isto é, infarto sem sentir dor, situação que é muito perigosa pois retarda o tratamento do problema e ocasiona piora do prognóstico do paciente.

Em um estudo realizado na população  de São Paulo, em 2005, demonstrou-se que os diabéticos do sexo masculino têm 2 vezes mais chance de desenvolver infarto do miocárdio do que os não diabéticos. Já para as mulheres diabéticas o risco é  mais elevado: três vezes mais chance de ter infarto do miocárdio do que as não diabéticas.

coração saudável

 

 

 

 

 

 

Saiba mais sobre esse assunto através do meu livro “Um coração saudável”
Para adquirir o seu clique aqui: 

azm

 

 

 

 

 

 

 

Os sete mandamentos para  prevenir a Doença de  Alzheimer:

1-Consuma pouca gordura saturada e trans

2- Legumes, vegetais( feijão, lentilha, ervilhas), frutas e grãos integrais devem ser os principais integrantes da dieta diária

3-Um pequeno punhado de nozes ou sementes deve ser ingerido diariamente para aporte de vitamina E

4- Ingestão diária de alimentos ricos em  vitamina B12 ( carnes, ovos, peixes) ou uso diário de suplementos vitamínicos

5- Se necessário o uso de vitaminas , estas devem  ser preferencialmente sem ferro e cobre.

6- Evitar uso de panelas revestidas, antiácidos, fermento em pó e outros produtos que contribuam para o consumo de alumínio

7- Exercícios aeróbios por 40 minutos 3 x por semana devem ser realizados.

Uma das situações mais freqüentes na nossa sociedade atual é a ansiedade. Quase todos nós já  passamos  por esses momentos varias vezes na vida, ao entrar em uma prova , ao enfrentar uma situação nova , ao estar sujeito às violências de uma cidade grande e etc..????????????????????????

O medo é uma reação normal do organismo, chegando a ser um mecanismo de autopreservação, pois é pelo medo de um acidente é que não ultrapassamos a velocidade permitida nas estradas, que não nos arriscamos em subir alturas etc.

É UM SISTEMA DE ALARME QUE NOS ADVERTE DE AMEAÇAS.

 

Um dos objetivos do livro que publiquei “Não Entre em Pânico” não foi  mostrar como poderemos vencer o medo, mas sim como conviver com ele e não deixar que ele nos domine, pois o medo faz parte do psiquismo do homem, pois faz-nos lembrar de nossos limites e principalmente da nossa  condição humana. O medo é um mecanismo do nosso inconsciente que destrói as nossas fachadas e mascaras, tornando-nos mais humanos e também capazes de evoluirmos.

Para adquirir o seu, clique aqui: