Coma melhor e viva mais!

 

Comer uma dieta sem alimentos saudáveis ​​e / ou alta em alimentos não saudáveis ​​foi associada a mais de 400.000 mortes por doenças cardíacas e vasculares em 2015, de acordo com uma análise apresentada em uma reunião recente da Sociedade Americana de Cardiologia.

O hábito de comer mais alimentos saudáveis ​​para o coração, e menos alimentos com altas quantidades de sal e gorduras trans, pode salvar dezenas de milhares de vidas a cada ano, concluiram os pesquisadores.

A baixa ingestão de alimentos saudáveis, como nozes, vegetais, grãos integrais e frutas, combinada com uma maior ingestão de componentes dietéticos insalubres, como sal e gorduras trans, é um dos principais contribuintes para as mortes por doenças cardiovasculares.

O estudo revela que quase metade das mortes por doenças cardiovasculares nos Estados Unidos poderia ser prevenida através da melhoria da dieta.

Considerando os óbitos cardiovasculares dos Estados Unidos em 2015, os pesquisadores descobriram que as escolhas dietéticas erradas , ou seja , tanto a falta de alimentos mais saudáveis ​​quanto o excesso de alimentos menos saudáveis ​​, desempenharam um papel na morte de 222.100 homens e 193.400 mulheres.

Os pesquisadores também avaliaram o grau em que os principais fatores de risco dietético estavam ligados às mortes por doenças cardiovasculares, que foram:

Baixa ingestão de nozes e sementes (11,6%);

Baixa ingestão de vegetais (11,5%);

Baixa ingestão de grãos integrais (10,4%); e

Excesso de sal (9 por cento).

A Sociedade Americana de Cardiologia enfatiza a importância de termos um padrão alimentar saudável , ou seja, rico em frutas, legumes, nozes, feijão, grãos integrais, peixe, aves . Carnes vermelhas, processadas e gordas devem ser consumidas com limitação. Além disso, sugere-se evitar o consumo de refrigerantes açucarados, sal (sódio), gorduras saturadas e trans.

FONTE http://newsroom.heart.org/news/unhealthy-diets-linked-to-more-than-400-000-cardiovascular-deaths

 

 

 

estou-deprimido-ou-tristeEstou deprimido ou triste?

 Esta é a grande questão, pois as pessoas geralmente confundem a depressão com a tristeza. A tristeza é um sentimento absolutamente normal e faz parte do nosso psiquismo sadio, assim como a alegria.

Dessa forma é muito comum passarmos por momentos tristes e alegres na nossa vida, sem ter a depressão como companheira. O que deixa de ser normal é essa tristeza ser permanente e vir acompanhada com alguns sintomas, como relato a seguir:

A depressão clínica ou maior é diagnosticada com a ocorrência de pelo menos 5 dos 9 sintomas seguintes, presentes por 2 semanas ou mais e responsáveis por interferência significativa no ambiente social (familiar e trabalho).

– mau humor constante, tristeza ou irritabilidade

– letargia ou fadiga

– perda do interesse de atividades que eram prazeirosas

– mudança súbita de apetite( pra mais ou menos)

– sentimento de culpa, de não ter valor algum

– lentidão, impaciência, ficar borocoxô

– dificuldade de pensar e de se concentrar

– pensamentos suicidas e de morte

 

Adquira o livro “Depressão Um sinal de Esperança” através do telefone xx12- 31862600 , nas lojas Cancão Nova da sua cidade ou através do site loja.cancaonova.com. Em Portugal e outros países da Europa através de loja.cancaonova.pt.

 

Cinco vantagens de uma caminhada diária

 

 

  1. Neutraliza os efeitos de genes responsáveis pelo aumento de  peso.

 

Pesquisadores de Harvard estudaram  32 genes que promovem a obesidade em mais de 12.000 pessoas para determinar o quanto esses genes realmente contribuiriam  para o peso corporal. Descobriram que, entre os participantes do estudo que caminharam rapidamente por cerca de uma hora por dia, os efeitos desses genes foram reduzidos  pela metade.

 

  1. Reduz ansiedade por docês e chocolates

 

Estudos da Universidade de Exeter descobriram que, uma caminhada de 15 minutos por dia, pode eliminar os desejos de chocolate e até mesmo reduzir a quantidade de chocolate que você come em situações estressantes. Além disso, estudos recentes confirmaram  que a caminhada pode reduzir a ansiedade de ingestão de uma variedade de lanches açucarados.

 

  1. 3. Reduz o risco de desenvolver câncer da mama.

 

Já é de conhecimento científico que  qualquer tipo de atividade física atenua o risco de câncer de mama. Um estudo recente, da  American Cancer Society, revelou  que as mulheres que caminharam sete ou mais horas por semana tiveram um risco 14% menor de câncer de mama do que aquelas  que caminharam três horas ou menos por semana.

 

 

 

  1. Protege as articulações

 

Vários estudos descobriram que a caminhada reduz a dor relacionada com a artrite, e que a caminhada de 8 a 10 quilômetros  por semana pode até mesmo prevenir a artrite. A caminhada protege as articulações – especialmente os joelhos e quadris, que são mais suscetíveis a osteoartrite – por lubrificação das mesmas e fortalecimento dos músculos que as suportam.

 

 

  1. 5.  Protege contra gripes e resfriados

 

Andar a pé pode ajudar a protegê-lo durante a temporada de gripes e resfriados. Um estudo de mais de 1.000 homens e mulheres descobriu que aqueles que caminharam pelo menos 20 minutos por dia, pelo menos 5 dias por semana, tinham 43% menos dias de doença do que aqueles que se exercitavam uma vez por semana ou menos. No caso de ficarem doentes, a duração da gripe foi menor nas pessoas que caminhavam regularmente.

 

mulher-pensando-post-it-memoria-47077

 

 

 

 

 

 

Um estudo muito interessante publicado recentemente nos Estados Unidos analisando 3.381 pessoas de 18 a 30 anos revelou apos 25 anos de avaliação, que as mulheres que tinham níveis de açúcar e de colesterol no sangue e pressão arterial um pouco acima dos valores recomendados, apresentaram testes de cognição abaixo do normal, aos 40 – 50 anos.

Esse estudo foi uma das primeiras investigações em longo prazo que comprova a necessidade de uma vida saudável na prevenção de uma alteração cognitiva futura, ou seja, dos problemas de memória.

Assim, recomendo desde já, as jovens, que mantenham hábitos de vida saudável, alimentando-se saudavelmente, praticando atividade física regular, para que no futuro evitem os terríveis problemas de memória que freqüentemente atacam as idosas.

Fonte: http://newsroom.heart.org/news/heart-health-as-young-adult-linked-to-mental-function-in-mid-lifeClínica Savioli

  • Endereço : R. Artur de Azevedo, 1217 – Cjs. 83/84
    Pinheiros – São Paulo – SP
  • Telefones : (11) 3062-4822/1580/8325 e 3168-3328