A verificação da pressão arterial em casa não vai curar a sua hipertensão, mas vai ajudar a controlar a causa mais comum de acidente vascular cerebral e um grande contribuinte para ataque cardíaco, insuDoctor measuring blood pressure - studio shot on white backgroundficiência cardíaca e morte prematura.

Aprenda como medir a sua pressão arterial em casa

1- Escolha a máquina certa

Existem dezenas de medidores de pressão arterial domiciliares no mercado. Para obter melhor precisão e facilidade de uso, sempre comprar um aparelho que tenha um manguito para o braço que infla automaticamente e registra a pressão também automaticamente.

Não se recomenda monitores de pulso ou de dedo. Modelos que armazenam leituras para uma ou duas semanas podem ajudar o seu médico.

2- Como fazer a medição corretamente

Para obter a leitura da pressão arterial mais precisa, apoiar o seu braço na altura do coração, enrole o punho em torno de seu braço nu, e siga as instruções da sua máquina.

Há duas coisas a fazer antes de começar. Primeiro, verifique a sua máquina, comparando as medidas com aquelas que seu médico as tomou no consultório (sempre peço a meus pacientes que levem o seus aparelhos nas consultas para verificar a exatidão dos mesmos).

Em segundo lugar, verifique se o manguito (a parte inflável) circunda pelo menos 80% do seu braço. Lembre-se que existem manguitos para obesos.

Quando verificar a sua pressão arterial em casa, faça-a no início da manhã, antes de ter tomado os comprimidos de pressão arterial, e novamente à noite, todos os dias durante uma semana. Depois disso, siga o plano que seu médico recomenda, ou verificar que um ou dois dias por mês. Não fique medindo a pressão a todo instante, isto pode lhe fazer um grande mal!

Evite bebidas com cafeína ou alcoólicas e não fumar, durante os 30 minutos antes da medida.
Sente-se calmamente durante cinco minutos com as costas apoiadas e os pés no chão.
Ao tomar a medida, apoiar o seu braço para que o cotovelo fique no nível do seu coração.
Para tomar uma segunda medida, deixe o manguito esvaziar totalmente, espere um minuto. Fazer a média de três leituras
Não se desespere se uma leitura é alta. Relaxe por alguns minutos e tente novamente..
A verificação da pressão arterial em casa não vai curar a sua hipertensão, mas vai ajudar a controlar a causa mais comum de acidente vascular cerebral e um grande contribuinte para ataque cardíaco, insuficiência cardíaca e morte prematura.

 

Adqura aqui meu livro i corsaudavelUm coração saudável para   maiores detalhes!

 

estou-deprimido-ou-tristeEstou deprimido ou triste?

 Esta é a grande questão, pois as pessoas geralmente confundem a depressão com a tristeza. A tristeza é um sentimento absolutamente normal e faz parte do nosso psiquismo sadio, assim como a alegria.

Dessa forma é muito comum passarmos por momentos tristes e alegres na nossa vida, sem ter a depressão como companheira. O que deixa de ser normal é essa tristeza ser permanente e vir acompanhada com alguns sintomas, como relato a seguir:

A depressão clínica ou maior é diagnosticada com a ocorrência de pelo menos 5 dos 9 sintomas seguintes, presentes por 2 semanas ou mais e responsáveis por interferência significativa no ambiente social (familiar e trabalho).

– mau humor constante, tristeza ou irritabilidade

– letargia ou fadiga

– perda do interesse de atividades que eram prazeirosas

– mudança súbita de apetite( pra mais ou menos)

– sentimento de culpa, de não ter valor algum

– lentidão, impaciência, ficar borocoxô

– dificuldade de pensar e de se concentrar

– pensamentos suicidas e de morte

 

Adquira o livro “Depressão Um sinal de Esperança” através do telefone xx12- 31862600 , nas lojas Cancão Nova da sua cidade ou através do site loja.cancaonova.com. Em Portugal e outros países da Europa através de loja.cancaonova.pt.

 

 

como-lidar-com-o-estresse-no-trabalho O estresse no trabalho é uma realidade que afeta milhões de pessoas no mundo inteiro. Mas, como lidar com ele?

 

1- Planejamento

Praticar gestão do tempo é fundamental para diminuir o estresse no local de trabalho. Recomenda-se iniciar projetos muito à frente dos prazos para evitar as correrias de última hora, o que torna o ambiente muito estressante.

Sempre faça um cronograma de seus trabalhos para que você possa gerenciar melhor suas próprias expectativas e as dos seus colegas.

Evite o estresse de estar atrasado para reuniões, definindo o seu relógio de cinco a 10 minutos à frente.

2-Concentrar em uma coisa de cada vez

Deixe sempre sua mesa organizada, tente fazer uma coisa de cada vez e não inicie outra sem terminar a que está fazendo.

Seja sempre pontual quando começar fazer algo, por exemplo, quando estiver respondendo e-mail mantenha-se sempre focada no assunto que iniciou o processo. Tente não mudar de assunto quando estiver respondendo e-mails e note a prioridade da resposta.  É sempre interessante determinar o período de tempo que você vai estar respondendo e-mails, após isso, feche o “e- mail” mesmo sem ter respondido tudo.

Organizar sua mesa, terminar um relatório de foco em realizar uma coisa de cada vez. Isso ajuda a minimizar o estresse, permitindo-lhe focar no assunto a ser resolvido.

3- Dar um tempo

Todos nós precisamos de construir em períodos de descanso durante o dia. Almoços de negócios ou de trabalho são extremamente contra indicados quando se quer minimizar o estresse. Aproveite para sair da sua sala na hora do almoço e tome sua refeição fora do local de trabalho e principalmente não falando de assuntos de trabalho.

4- Ajuste as suas expectativas

Crie metas que sejam plausíveis de serem cumpridas. Deixe sua roupa de Super – herói no armário e nunca leve trabalho para casa. Se você não consegue atender as expectativas no local de trabalho algo está errado com seu planejamento. Repense sobres suas metas e planos

5- Pílulas de emergência contra o estresse do trabalho

– Conte até 10 antes de falar.

– Realize de 3 a 5 respirações profundas.

– Pedir tempo para lidar com uma situação estressante, para que possa realizá-lo ao seu gosto e em seus termos.

– Ir para uma caminhada.

– Não tenha medo de dizer: “Sinto muito,” se você cometer um erro.

Cinco vantagens de uma caminhada diária

 

 

  1. Neutraliza os efeitos de genes responsáveis pelo aumento de  peso.

 

Pesquisadores de Harvard estudaram  32 genes que promovem a obesidade em mais de 12.000 pessoas para determinar o quanto esses genes realmente contribuiriam  para o peso corporal. Descobriram que, entre os participantes do estudo que caminharam rapidamente por cerca de uma hora por dia, os efeitos desses genes foram reduzidos  pela metade.

 

  1. Reduz ansiedade por docês e chocolates

 

Estudos da Universidade de Exeter descobriram que, uma caminhada de 15 minutos por dia, pode eliminar os desejos de chocolate e até mesmo reduzir a quantidade de chocolate que você come em situações estressantes. Além disso, estudos recentes confirmaram  que a caminhada pode reduzir a ansiedade de ingestão de uma variedade de lanches açucarados.

 

  1. 3. Reduz o risco de desenvolver câncer da mama.

 

Já é de conhecimento científico que  qualquer tipo de atividade física atenua o risco de câncer de mama. Um estudo recente, da  American Cancer Society, revelou  que as mulheres que caminharam sete ou mais horas por semana tiveram um risco 14% menor de câncer de mama do que aquelas  que caminharam três horas ou menos por semana.

 

 

 

  1. Protege as articulações

 

Vários estudos descobriram que a caminhada reduz a dor relacionada com a artrite, e que a caminhada de 8 a 10 quilômetros  por semana pode até mesmo prevenir a artrite. A caminhada protege as articulações – especialmente os joelhos e quadris, que são mais suscetíveis a osteoartrite – por lubrificação das mesmas e fortalecimento dos músculos que as suportam.

 

 

  1. 5.  Protege contra gripes e resfriados

 

Andar a pé pode ajudar a protegê-lo durante a temporada de gripes e resfriados. Um estudo de mais de 1.000 homens e mulheres descobriu que aqueles que caminharam pelo menos 20 minutos por dia, pelo menos 5 dias por semana, tinham 43% menos dias de doença do que aqueles que se exercitavam uma vez por semana ou menos. No caso de ficarem doentes, a duração da gripe foi menor nas pessoas que caminhavam regularmente.

 

Desvendando a cirurgia bariátrica

A cirurgia bariátrica é um procedimento cirúrgico para perda de peso. Ela reduz o tamanho do estômago e também pode alterar o caminho que a comida faz através do intestino levando a menor absorção de calorias e nutrientes.

Quem pode fazer a cirurgia para perda de peso?

Usamos uma medida chamada de “índice de massa corporal”, ou IMC, para decidir quem pode ter a cirurgia para perda de peso. Seu IMC irá dizer-lhe se o seu peso é normal para sua altura. (IMC = peso/altura ao quadrado)

As indicações para a cirurgia bariátrica são para os pacientes com:

● IMC acima de 40 e que não responderam à dieta, exercício ou medicamentos de perda de peso; ou
● IMC acima de 35 onde coexista um problema médico relacionado à obesidade, como diabetes, doenças cardíacas, ou pressão arterial elevada; ou
● IMC acima de 30, em algumas situações médicas especiais.

Tipos de cirurgias bariátricas:

● banda gástrica – Para esta cirurgia, o médico envolve uma banda de plástico ajustável ao redor do topo do seu estômago, fazendo uma pequena bolsa. O médico pode adicionar ou remover o líquido através de um botão sob a pele que está ligado à banda com um tubo. Dessa forma, o médico pode ajustar a forma como a banda está apertada. Quanto mais apertada for a banda, envolve o estômago, a comida passa mais lenta a partir da bolsa para o resto do estômago.
● bypass gástrico – é a abreviação de “Roux-en-Y bypass gástrico”, e às vezes é chamado de “RYGB.” Para esta cirurgia o médico fecha parte do estômago, deixando apenas uma pequena bolsa para o alimento. Em seguida, liga a bolsa do estômago na parte do meio do intestino delgado. Isso permite que os alimentos sejam desviados para o intestino delgado , reduzindo a sua absorção.
● gastrectomia vertical”, é uma cirurgia que vira o estômago em algo que se parece com uma luva. Em outras palavras, o médico remove uma grande porção do estômago e deixa um tubo estreito.

Como é feito a cirurgia?

Todos os diferentes tipos de cirurgia para perda de peso pode ser feito como a cirurgia “aberta” ou como a cirurgia “laparoscópica”. Na cirurgia aberta, o cirurgião abre o abdome do paciente e trabalha diretamente sobre os órgãos. Na cirurgia laparoscópica, o cirurgião insere no abdome do paciente um instrumento estreito que tem uma pequena câmera na ponta . Esta ferramenta é chamada de “laparoscópio.” Ele permite que o cirurgião veja dentro da barriga sem abri-la. Em seguida, o cirurgião pode fazer a cirurgia utilizando outras ferramentas que se encaixam através de pequenas aberturas na barriga e que podem ser controlados a partir do exterior.

Quais são os benefícios da cirurgia?

Além de ajudar você a perder peso, a cirurgia pode ajudar a melhorar ou até mesmo se livrar de certos problemas de saúde, incluindo:

● Diabetes
● A pressão arterial elevada
● O colesterol alto
● A apneia do sono, uma doença que faz com que você parar de respirar por curtos períodos de tempo enquanto você dorme
● Doença do refluxo gastroesofágico, uma condição que provoca azia

Quais são os riscos da cirurgia?

● O sangramento
● A infeção dentro da barriga ou nas feridas da cirurgia
● Vazamentos das incisões no estômago ou intestino
● Bloqueio ou rasgo no intestino
● Problemas com o coração ou os pulmões
● Os cálculos biliares
● Os problemas nutricionais
● Diarreia grave
● A necessidade de mais cirurgia