Quando servimos os outros, tiramos de nós aquele sentimento de pretensão e grandeza e tornamo-nos servos

“Jesus derramou água numa bacia e começou a lavar os pés dos discípulos, enxugando-os com a toalha com que estava cingido” (João 13, 5).

Nesta Quinta-feira Santa da Páscoa de Nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo, somos introduzidos no Tríduo Pascal com a celebração da Eucaristia ou da Ceia do Senhor.

Cometemos, às vezes, um tremendo engano ao acharmos que a Eucaristia começa quando Jesus toma o Pão e diz: “Este é o meu Corpo!”, toma o Vinho e diz: “Este é o Cálice do meu Sangue!”. Ali está o ápice do mistério da nossa fé, o ápice da entrega de Deus, pois o mesmo Jesus que entrega-se na Paixão da Cruz, entrega livremente o Seu Corpo e Sangue numa Ceia. Mas a Ceia não começa na mesa; começa no chão quando Jesus dirige-se para lavar os pés de Seus discípulos.

(…) Jesus passou sua vida inteira servindo, colocando-se aos pés dos outros, salvando e resgatando. Somos Seus discípulos e precisamos lavar os pés uns dos outros! Lavar os pés significa colocar-se abaixo.

Há dentro de nós uma pretensão, um orgulho exacerbado, uma soberba gritando por reconhecimentos, lugares e muitas vezes queremos humilhar os outros. Hoje, precisamos deixar essas coisas aos pés de Jesus. Não queiramos ser melhores do que os outros. Precisamos aprender, no cotidiano da nossa vida, a fazer gestos que pareçam humilhantes, mas que são salvadores. Porque quando servimos os outros, tiramos de nós aquele sentimento de pretensão e grandeza que, muitas vezes, tomam conta da nossa alma e do nosso coração e tornamo-nos servos e humildes.

A humildade salva o mundo, a humanidade, liberta-nos da escravidão do mal, vence o poder do maligno em nós! Por isso, todas as vezes em que formos participar da Eucaristia, não permitamos que nosso coração seja de soberba, não nos sintamos melhores: “Eu comunguei! Jesus está em mim!”. Participar da Eucaristia é descer até o chão para lavar os pés dos nossos irmãos.

Quem tem comunhão com Jesus não é aquele que recebe a Eucaristia na boca, mas é quem primeiro lava os pés de seus irmãos, sai da ceia disposto à cuidar do outro, a colocar-se abaixo do outro para nunca sentir-se melhor ou mais importante do que ninguém.

Deus abençoe você!

Pe Roger Araújo

15390944_1421458564561395_4046721871081061662_n

As batalhas que enfrentamos são ferrenhas, por isso precisamos da força e graça do Alto

“Eu vos batizei com água, mas ele vos batizará com o Espírito Santo” (Marcos 1, 8).

É João quem está nos dizendo aquilo que, de fato, Jesus realiza em nossa vida. Cristo está nos batizando com o dom mais precioso do coração de Deus, Ele está nos batizando com o Espírito Santo. Tomemos consciência dessa realidade!

O batismo de João realizou maravilhas, pois prefigurava o batismo de Cristo, mas lavava, purificava e trazia para as pessoas uma consciência de mudança, de mentalidade, uma vontade e disposição de renunciar ao mal e ao pecado.

A vontade é fundamental e essencial, mas não basta termos somente vontade, temos de ter força de vontade, disposição e luta, inclusive, contra as forças do mal e do pecado em nossa vida. Já deu para perceber que sozinhos nós não podemos, não conseguimos nada? As lutas deste mundo não são poucas, as batalhas que enfrentamos são ferrenhas, por isso precisamos da força e graça do Alto.

Se nos fecharmos no orgulho e na autossuficiência, vamos perceber o quanto necessitamos da graça de Deus em nossa vida. Essa graça tem nome e se chama: Espírito Santo, dom de Deus, promessa de Deus, presente e graça divina que transforma, renova e ilumina nossa vida; sobretudo, o Espírito é Aquele que nos conduz ao combate das forças do mal ao nosso redor.

Todos nós recebemos o Espírito Santo, todos nós temos esse dom e essa graça, mas é necessário fazermos uma reflexão, de fato, uma meditação no fundo da nossa alma. Estamos permitindo que o Espírito aja em nós? Estamos sendo guiados pelo Espírito que está em nós? O Espírito toma corpo, forma em nosso ser ou está apagado, escondido e aprisionado?

Se não permitirmos que o Espírito Santo aja, ele não age, porque a liberdade é nossa, a vontade é nossa. Deus age na nossa liberdade quando permitimos. Ele age na nossa vontade, quando nós a submetemos a Ele.

Não basta dizer que Deus está em nós, é preciso viver guiado por Ele e permitir que Sua vontade ilumine, guie e direcione a nossa vontade. Recebemos esse dom, e esse Espírito está em nós, mas é preciso submissão, entrega, é preciso buscá-lo: “Espírito Santo, eu quero fazer a Sua vontade, eu preciso da Sua graça, da Sua luz!”.

Quero chamar à atenção somente de um engano que, às vezes, cometemos: não podemos esperar o Espírito Santo vir em nosso socorro somente na hora do apuros. Precisamos d’Ele para não cairmos nos apuros da vida. Por isso, a submissão do Espírito Santo de Deus, esse dom do Alto, essa promessa divina, essa graça que Cristo nos trouxe precisa ser vivida a cada momento e instante.

A submissão à vontade de Deus, no poder do Espírito, é a graça que Cristo nos trouxe.

Deus abençoe você!

Pe Roger Araújo

15697771_10211676450886272_3901448937095834081_n

papa_dia-mundial-da-paz_escravidao1O Vaticano publicou nesta quarta-feira, 10, a mensagem do Papa Francisco para o 48º Dia Mundial da Paz, que será celebrado em 1ª de janeiro de 2015. No texto, que tem como tema “Já não escravos, mas irmãos”, o Pontífice aborda as causas da escravidão bem como as formas de solucioná-la, o que envolve um esforço comum para globalizar a solidariedade.

papa.cancaonova.com

A Canção Nova vai celebrar o jubileu de ouro do monsenhor Jonas e a cerimônia de dedicação ao Santuário do Pai das Misericórdias

Alessandra Borges
Da redação

wpid-Hosana-Brasil-360x270O “Hosana Brasil 2014”, que está em sua 10ª edição, será promovido de 5 a 7 de dezembro pela sede da Comunidade Canção Nova em Cachoeira Paulista (SP), com o tema “Feito tudo para todos”, inspirado no lema sacerdotal do fundador dessa obra de Deus, monsenhor Jonas Abib. Neste ano a família Canção Nova tem dois grandes motivos para louvar a Deus: os 50 anos de vida sacerdotal do monsenhor Jonas Abib e a cerimônia de dedicação ao Santuário do Pai das Misericórdias.

O “Hosana Brasil”, cuja primeira edição ocorreu em 2004 para celebrar a inauguração do Centro de Evangelização Dom João Hipólito de Moraes e glorificar a Deus por todas as vitórias e feitos realizados na vida de seus filhos ao longo do ano, é um dos principais eventos realizados pela Canção Nova.

Todos da família Canção Nova são convidados a vir participar do “Hosana Brasil 2014” para juntos exaltarmos e louvarmos a Deus pelas vitórias que Ele realizou em nossa vida neste ano.

Durante o evento teremos o lançamento do livro  “TV Canção Nova A vida por tras das cameras”

Santuário do Pai das Misericórdias

Faltam pouco menos de quatro meses para a cerimônia de dedicação ao Santuário do Pai das Misericórdias. Em uma das visitas ao santuário monsenhor Jonas destacou que a construção deste templo foi fruto de muita fé e da união de pessoas que também acreditaram neste sonho com ele.

“Eu queria dizer, para muitas pessoas, que esta é uma construção de fé, porque foi preciso que eu tivesse fé juntamente com muitas pessoas. Gostaria de lhes dizer: ‘Você acreditou e, porque você acreditou, nós estamos finalizando esta obra. Se Deus quiser, no dia 5 de dezembro, tudo estará terminado e vamos participar da cerimônia de dedicação ao Santuário  ao Pai das Misericórdias’”, enfatiza o fundador da Comunidade Canção Nova.

E aproveita o momento para demonstrar sua gratidão a todos que contribuíram com doações em ouro e dinheiro para que a construção deste templo de oração e espiritualidade fosse construído.

“A sua doação foi uma linda maneira de acreditar, pois você aceitou que realmente isso aconteceria. Você não foi negativo; pelo contrário, foi muito positivo e teve fé, colaborou e rezou por esta obra que construímos juntos”, comemorou monsenhor Jonas.

Missa do Clube da Evangelização - Novembro 2014A Frente de Missão da Canção Nova em SJCampos, convida você e sua família para a

Missa do Clube da Evangelização,

Local: Santuário São Judas Tadeu em SJCampos-SP

Dia 25 de novembro às 19h30

Presença do Padre Roger Luis da Comunidade Canção Nova. Participe!

Mais Informações: (12) 3923-700