“Procura nos bolsos da minha batina. Tira a carteira para ver se há algum dinheiro. Creio que não há nada, mas se houver, entrega-o imediatamente ao ecônomo. Quero se saiba que Dom Bosco nasceu pobre e morreu sem um centavo”.
Um homem rico que ajudou Lázaro

O Papa Francisco em sua carta para a Quaresma deste ano faz um apelo a ser generosos com os necessitados, orientando que a generosidade nos leve a dar não o que nos sobra, mas a dar do nosso. Neste sentido, o exemplo de Chuck Feeney, homem de 85 anos, que doou toda a sua fortuna para obras de caridade aplica-se a frase: “Não repartiu migalhas. Deu o pão inteiro”.

Chuck vinha de uma família de católicos imigrantes da Irlanda do Norte que foi viver em Nova Jersey, Estados Unidos. Sua mãe era enfermeira e seu pai trabalhava numa seguradora. Seu primeiro trabalho, aos dez anos, foi vender cartões de Natal de casa em casa.

Ajuntou uma formidável fortuna de 8 bilhões de dólares; ele é o inventor dos “free shops” nos aeroportos. Seu interesse pelos problemas das pessoas mais carentes foi uma constante em sua vida mediante as obras de filantropia.

Há alguns anos, depois de garantir o futuro dos filhos, criou em 1982, a Fundação “Atlantic Philanthropies”. Com seu dinheiro serviu a causas que abrangem desde a saúde até as missões de paz. Em dezembro de 2016, desprendeu-se dos últimos sete milhões de dólares que lhe restavam. “Disse estar tranquilo consigo mesmo depois de dar todo o seu dinheiro”.

Vive atualmente com sua esposa num apartamento modesto, do qual nem sequer é proprietário. Sua propriedade mais valiosa é o relógio de plástico de 15 dólares que está sempre em seu pulso. Para sair de casa usa o metrô pois não tem automóvel.

O importante vai além do dinheiro. Consiste na satisfação de que se está conseguindo algo de útil para os outros. “Nunca me doeu desprender-me do dinheiro, porque nunca me senti apegado à riqueza material. Gosto de viver como acredito, sabendo que através do trabalho da fundação fizemos muito bem a pessoas que nunca o esperavam. E ver a felicidade dessa gente foi uma espécie de recompensa”. Palavras de Chuck Feeney.

Esse é um testemunho digno de ser difundido, pois enquanto a sociedade e os meios de comunicação insistem em apresentar-nos as riquezas como meta e fonte da felicidade e do sucesso pessoal, este homem optou por ir contracorrente e dar tudo o que tinha para fazer o bem às pessoas ajudando-as a viverem mais felizes.

Chuck Feeney está longe da figura do homem rico que acaba ficando cego diante do sofrimento do irmão Lázaro e contentando-se com uma vida medíocre e egoísta. “Uma riqueza excessiva que exibe de maneira habitual todos os dias: «Banqueteava-se esplendidamente todos os dias» (v. 19). Vê-se nele de forma clara a corrupção do pecado, que se realiza em três momentos sucessivos: o amor ao dinheiro, a vaidade e a soberba” (Mensagem para a Quaresma).

Este testemunho apela à consciência de todo cristão a pensar onde está a verdadeira riqueza e onde exatamente está o coração no momento de compartilhar com o outro que nada tem. Damos, de verdade, ou damos somente do que nos sobra?

Dom Bosco antes de morrer pediu ao P. Rua que tirasse de seus bolsos as poucas moedas que tinha, expressando assim o seu desapego ao dinheiro: “Procura nos bolsos da minha batina. Tira a carteira para ver se há algum dinheiro. Creio que não há nada, mas se houver, entrega-o imediatamente ao ecônomo. Quero se saiba que Dom Bosco nasceu pobre e morreu sem um centavo”.

Fonte ANS (Agência de InfoSalesiana)

 

Pela Evangelização: Ajudar os cristãos perseguidos

Pelos cristãos perseguidos, para que experimentem o apoio de toda a Igreja na oração e através da ajuda material.

Oração

Deus de bondade,
ao longo da história da Igreja
os cristãos foram perseguidos por causa da sua fé em Jesus.
Hoje, esta perseguição ganha proporções dramáticas
e difíceis de entender
num mundo onde tanto se fala de tolerância e respeito pelas diferenças.
Ser discípulo de Cristo comporta sempre a cruz e a incompreensão,
mas há alturas em que este peso é quase insuportável.
Muitas vezes, são realidades distantes de nós, cultural e fisicamente,
as notícias chegam-nos de forma filtrada
e não temos consciência das situações terríveis
por que passam tantos irmãos e irmãs na fé.
Dá-lhes, Senhor,
a graça da fortaleza e da esperança,
e a nós,
a graça de um coração inquieto,
que não se deixe acomodar e procure fazer algo por eles, com urgência.

Desafios para o mês

  • Dar a conhecer, junto de amigos e conhecidos, através das redes sociais, os aspetos da perseguição aos cristãos que são silenciados pela comunicação social.
  • Organizar, nas próprias comunidades, eventos de oração e sensibilização pelos cristãos perseguidos.
  • Enviar ajuda material para instituições que trabalham com estas situações de perseguição.

“Click To Pray”, a plataforma de oração para rezar com o Papa Francisco, chega ao Brasil

Portada Save the date BR-3-01 ok

Uma das principais formas de encontro, e uma das ferramentas mais poderosas para construir relações hoje em dia, é a comunicação digital. Será lançado no Brasil, através da Rede Mundial de Oração do Papa (Apostolado da Oração) o Click To Pray, “Juntos, cada dia é diferente”, o aplicativo móvel para difundir as intenções mensais de oração do Papa Francisco e para conectar nossa oração com o mundo.

(São Paulo, 14 de Julho de 2016) Ainda que já estivesse disponível há alguns meses, a Rede Mundial de oração do Papa organiza este espaço de encontro para apresentar a oficialmente a nível local e, para partilhar melhores práticas, ideias e discussões para enriquecer nossas experiências através da experiência de especialistas em matéria de comunicação e religião, bem como de outros meios e instituições.

Nosso evento que será realizado na cidade de São Paulo, no próximo 14 de julho, terá como palestrantes:

Pe. Adriano Zandoná , Responsável de Missão da Canção Nova em São Paulo, SP.

Pe. Frédéric Fornos, SJ, Diretor Internacional da Rede Mundial de Oração do Papa e do Movimento Eucarístico Jovem (MEJ).

Pe. Eliomar Ribeiro, SJ, Diretor Nacional da Rede Mundial de Oração do Papa no Brasil (AO-MEJ).

Juan Della Torre, Fundador e CEO da La Machi.

Registre-se e tenha outras informações aqui:  http://www.clicktopraybrasil.org

Click To Pray – Brasil  O aplicativo da Rede Mundial de Oração do Papa apresenta uma oração diferente para cada um dos 365 dias do ano, através das quais as pessoas possam rezar pelos desafios da humanidade e se unir às diferentes culturas, idiomas e pessoas ao redor desta causa universal. “Click To Pray convida a homens e mulheres de todo o mundo a acompanhar Francisco em um novo caminho partilhado e digital, com o desejo de que se deixem mover pela oração em ação pelos desafios deste mundo e da missão da Igreja, expressados por suas intenções” disse o Pe. Frédéric Fornos, SJ, Diretor Internacional da Rede Mundial de Oração do Papa (Apostolado da Oração) e do MEJ (Movimento Eucarístico Juvenil).

O aplicativo teve seu lançamento global no Vaticano no mês de março e se encontra disponível em inglês, espanhol, português e francês, tanto para Android, quanto para iOS. Este aplicativo envia notificações relembrando o dia mundial de oração (primeira sexta-feira de cada mês) e propõe um ritmo diário de oração em três momentos: pela manhã, durante a tarde e pela noite.

 

Sobre o Click To Pray

“Click To Pray. Juntos, cada dia é diferente”, é a plataforma oficial da Rede Mundial de Oração do Papa (Apostolado da Oração), lançada globalmente em Março de 2016 e disponível nos idiomas inglês, espanhol, português e francês. Click To Pray propõe orar pelos desafios da humanidade e da missão da Igreja expressos pelo Papa nas intenções de oração. A plataforma envia notificações para recordar o dia mundial de oração (primeira sexta-feira de cada mês) e propor um ritmo diário de oração em três momentos: com Jesus pela manhã, durante o dia e à noite.

Mais informação em: https://clicktopray.org/

Sobre a Rede Mundial de Oração do Papa (Apostolado da Oração)

O Apostolado da Oração é a Rede Mundial de Oração do Papa a serviço dos desafios da humanidade e da missão da Igreja. A sua missão é orar e buscar ações para superar os desafios da humanidade que preocupam o Santo Padre, expressos nas suas intenções mensais. A intenção da Rede Mundial é ser apóstolos na vida diária, através de um caminho espiritual chamado “O Caminho do Coração”, que transforma o modo de viver a serviço da missão de Cristo. Foi fundado em 1844, está presente em mais de 100 países e mais de 35 milhões de pessoas integram a rede, incluindo o seu ramo juvenil, o Movimento Eucarístico Juvenil. No Brasil o Apostolado está presente em todas as Dioceses e reúne mais de 3 milhões de membros. Mais informação em: http://www.apmej.org.

Para mas informação:                                           

  1. Eliomar Ribeiro, SJ  eliomarsj@hotmail.com   /  sedeaomej@aomej.com.br   (11) 9 6060-8791    /  (11) 2985-0001 (Sede AO-MEJ)

Fonte: Agência La Machi.