Arquivo

Arquivo de dezembro, 2010

Os filhos são a forma humana da esperança

31, dezembro, 2010 1 comentário

A pior coisa que pode acontecer a um povo é perder a vontade de perdurar: os filhos são a forma humana da esperança.
(Joaquín García-Huidobro)

É um privilégio que Deus concedeu ao homem poder gerar. Gerar filhos para Deus, não tendo medo diante do caos que enfrentamos e que muitas vezes tem levado familias não querer ter filhos ou até casais tão jovens que acham que o melhor é não tê-los, infelizmente já ouvir tantos que dizem não querer porque o mundo está violento demais, ou até mesmo justifica um aborto como menos uma delinquente na praça… querem interromper a graça deste minsterio tão lindo da vida que a própria ciência justifica:

Quando começa a vida humana?

vida do novo ser humano começa com a fusão dos pronúcleos masculino e feminino, isto é, com a fecundação do óvulo. O óvulo fecundado tem já toda a carga genética e cromossómica necessária, isto é, toda a capacidade para alcançar o seu pleno desenvolvimento. Pode dizer-se que nessa momento o óvulo fecundado não é uma possibilidade de vida humana, mas uma vida humana cheia de possibilidades. Ele mesmo dirigirá o seu próprio desenvolvimento. É um ser independente e autónomo que necessita unicamente de ser alimentado e de ter um ambiente adequado – ambiente que a mãe lhe fornece.

(in La reprodución Humana y su Regulación, de Justo Aznar Lucea e Javier Martínez de Marigorta)

Justo Aznar Lucea. Doutorado em Medicina com Prémio Extraordinário. Chefe do Departamento de Biopatologia Clínica e Coordenador da Universidade de Investigação Bioquímica, do Hospital La Fé de Valência (Espanha).

Javier Martínez de Marigorta. Doutorado em Medicina e Cirurgia. Membro da Sociedade Valenciana de Bioética.

Filhos é uma benção, e esta benção vem do coração de Deus. Não podemos reter esta benção mas abrir-se para recebê-la ou pedir a Deus dá-me filhos. Quero ficar com esta esperança, porque todos que fazem campanha a favor do aborto não foi abortado.

Antonieta Sales

Sagrado Coração de Jesus eu confio e espero em vós.

Alegres na esperança

31, dezembro, 2010 1 comentário

Alegres na esperança…(Rm 12,12)

Fiquei refletindo a respeito da esperança em minha vida e no mundo porque este é o tema do nosso acampamento de oração do ano novo.

A esperança é uma virtude teologal, quer dizer; é uma virtude que nos levam a conhecer e amar a Deus. “O catecismo de São Pio X diz que a esperança é uma virtude infusa por Deus em nossa alma, pela qual nós temos como certa a ajuda divina para alcançarmos o céu.”

Diante destas verdades atestada pela igreja só podemos tomar posso desta graça, este dom do céu que está em mim e em você. Quantas pessoas desanimadas, tristes, cabisbaixa que deixou de ter esperança em sua vida, ou melhor, deixou a esperança congelar no seu coração.

Agora é a hora, o momento de deixar o sol da graças de Deus descongelar a esperança que está infusa em nossa alma vir para fora…

É preciso querer, desejar e tomar a decisão. Só depende de você, a esperança não é a última que morre porque a esperança não morre, a esperança é a graça do próprio Deus em nós.

O que acontece são as tentações do maligno que lança influências para pensarmos que não tem jeito… mas hoje é o dia de proclamarmos: tem jeito sim, pois tenho esperança dentro de minh’alma.

Pecamos contra a virtude da esperança com a presunção e o desespero. A presunção quando penso que vou possuir a Deus sem a ajuda Dele. E o desespero quando penso que não posso alcançar a Deus em sua misericórdia e penso que ele não pode perdoar.

Contra isso vamos proclamar:

Eu preciso de Deus, eu quero e desejo Deus. Deus Pai todo poderoso eu creio que somente de Ti venha a salvação pra minha alma, eu preciso de sua ajuda. Ajuda-me Senhor.

Senhor eu clamo o teu perdão, eu reconheço que preciso de sua misericórdia e somente a tua bondade pode me perdoar e livrar-me de todo o mal.

Obrigada Senhor por toda a graça da esperança, creio Senhor e vou proclamar que contigo a esperança será mantida acessa no meu coração.

Sagrado coração de Jesus eu confio e espero em vós.

Quem é esse Deus?

30, dezembro, 2010 Sem comentários
Tomei a liberdade de postar a letra desta canção tão linda e profunda do ministério shalom para que nesta quinta-feira de adoração diante de Jesus Sacramentado possamos meditar neste amor apaixonado de Deus por mim e você.
Cantemos…

Quem é Esse Deus

Missionário Shalom

Quem é esse Deus

pra se entregar assim em nossas mãos?

quem é esse Deus

que chora a nossa dor como uma mãe?

quem é esse Deus

que pela sua morte vida nos dar?

quem é esse Deus

pra no abrir as portas do seu céu?

quem é esse Deus

pra nos amar assim?

quem então é Deus

pra nos amar assim?

quem é esse Deus

que podemos ferir, ferindo o homem?

quem é esse Deus

tão grande, mas tão pobre e vulnerável?

quem é esse Deus

que o amor é o seu nome e o seu rosto?

quem é esse Deus

que faz de nós seus filhos sua imagem?

Quem é esse Deus

pra nos amar assim…

então é Deus..pra nos amar..assim

Categories: Diversos Tags:

O discípulo amado

27, dezembro, 2010 Sem comentários

Hoje é um dia especial e não posso  deixar de mencionar a festa deste grande apóstolo de Jesus Cristo, porque na sua festa foi o dia do meu casamento: 27 de dezembro. É importante pelo fato de que como família consagrada somos chamados a exemplo de São João Evangelista, seguir Jesus até o calvário e levar Maria para nossa casa. Que o Senhor nos dê a graça sempre. Esta é a grande marca do nosso matrimônio e por isso temos dado passos diários de renuncia e entrega…dá certo.

São João Evangelista, o apóstolo “bem-amado”

(Um dos 12 apóstolos de Cristo )

Um dos 12 apóstolos de Cristo e nascido em Batsaida, na Galiléia, autor do quarto evangelho e conhecido como o discípulo que Jesus amava foi o único apóstolo que acompanhou Cristo até a morte na cruz, ao lado de Nossa Senhora, ocasião em que lhe foi confiada a tarefa de cuidar de Maria, a mãe de Jesus.

Pescador e filho do também pescador Zebedeu e de Salomé, uma das mulheres que auxiliavam os discípulos de Jesus, juntamente com o irmão mais velho, Tiago o Maior, foi convidado a seguir Jesus, logo depois de Pedro e André. Um dos mais jovens apóstolos de Cristo, ele e seu irmão, juntamente com Pedro e André, foram os discípulos privilegiados e participaram do círculo mais íntimo junto a Jesus. Presenciaram a ressurreição da filha de Jairo, a transfiguração de Jesus na montanha e sua angústia no Getsêmani. Os dois foram os únicos apóstolos que ousaram pedir a Cristo que lhes fosse dado sentar um à direita, outro à esquerda. Da resposta de Jesus “do cálice que eu beber, vós bebereis” deriva a suposição de que os dois se distinguiriam dos demais pelo martírio. Esteve em Jerusalém (37) e depois por ocasião do Concílio dos Apóstolos, que se realizou em Antióquia. Após as perseguições sofridas em Jerusalém, transferiu-se com Pedro para a Samaria, onde desenvolveu uma intensa evangelização (8,14-15). Mudou-se para Éfeso (67), onde viveu o resto de sua vida, morreu e foi sepultado. A partir dessa cidade, dirigiu muitas Igrejas da província da Ásia e também ali escreveu (80-100) o Quarto Evangelho, o último dos Evangelhos canônicos, e as Epístolas, três cartas aos cristãos em geral.

De acordo com os Atos dos Apóstolos, quando acompanhou Pedro na catequese dos Samaritanos, com ele foi convencido por Paulo a desistir da imposição de práticas judaicas aos neófitos cristãos. Durante o governo de Domiciano (81-96), foi exilado (93-97) na ilha de Patmos, no mar Egeu, onde escreveu o Livro do Apocalipse ou Revelação, que é o derradeiro livro da Bíblia, onde narrou as suas visões e descreveu mistérios, predizendo as tribulações da Igreja e o seu triunfo final. O seu evangelho difere dos outros três que são chamados sinóticos ou semelhantes, pois a sua narrativa enfoca mais o aspecto espiritual de Jesus, ou seja, a vida e a obra do Mestre com base no mistério da encarnação: o verbo feito carne e veio dar a vida aos homens. É o homem da elevação espiritual, mais inclinado à contemplação que à ação. De acordo com Clemente de Alexandria, ordenou bispos em Éfesos e outras províncias da Ásia Menor. Ireneus afirmou que os Bispos Polycarpo e Papias foram seus discípulos. Os primeiros fragmentos dos escritos Joanitas foram encontrados em papiros no Egito datando de princípios do segundo século, e muitas escolas acreditam que ele tenha visitado estas áreas. Aparece representado por Michelângelo na cúpula da Basílica São Pedro, em Roma, pela imagem da águia.

Consagração das Famílias Cristãs à Sagrada Família

26, dezembro, 2010 2 comentários

Ó Jesus, Redentor nosso amabilíssimo, que, vindo a iluminar o mundo com vossa doutrina e exemplo, quisestes passar a maior parte de vossa vida mortal na humildade e sujeição a Maria e a José na pobre casa de Nazaré, santificando aquela família, que devia ser o modelo de todas as famílias cristãs, aceitai benigno a nossa, que hoje a Vós se dedica e consagra. Protegei-a Vós, guardai-a e firmai nela vosso santo temor, a paz, a concórdia da caridade cristã, para que, conformando-se ao divino modelo de vossa Família, possa conseguir toda nossa família, sem exclusão de nenhum de seus membros, a felicidade eterna.

Maria, Mãe amorosa de Jesus, e Mãe nossa carinhosa, fazei com vossa poderosíssima intervenção, que aceite Jesus esta nossa consagração, e consegui-nos dele suas graças e divina bênção.

Ó José, guarda santíssimo de Jesus e de Maria, socorrei-nos com vossas preces em todas as nossas necessidades espirituais e temporais, para podermos louvar eternamente a Jesus, nosso Redentor, em vossa companhia e na de Maria, vossa Esposa. Amém.

Categories: Devocional Tags: , , ,

"Natal Feliz é Natal com Cristo".

24, dezembro, 2010 Sem comentários

A todos os irmãos e irmãs um feliz e santo natal. Que o Espírito Santo possa realizar os desejos do coração de cada um, principalmente a docilidade de fazer a vontade de Deus como Maria todos os dias.

Oração diante do presépio

23, dezembro, 2010 Sem comentários

Na noite de natal o aniversariante é Jesus o Senhor, e o melhor presente para Ele é o nosso coração. Chame sua família e diante do presépio reze esta oraçao.

“Natal Feliz é Natal com Cristo.”

Menino das palhas, Menino Jesus, Menino de Maria, aqui estou diante de ti. Tu vieste de mansinho, na calada da noite, no silêncio das coisas que não fazem ruído.

Tu é o Menino amável e santíssimo, deitado nas palhas porque não havia lugar para ti nas casas dos homens tão ocupados e tão cheios de si.

Dá a meus lábios a doçura do mel e à minha voz o brilho do cantar da cotovia, para dizer que vieste encher de sentido os dias de minha vida.

Não estou mais só: tu és o nosso companheiro de minha vida. Tu choras as minhas lágrimas e tu te alegras com minhas alegrias porque tu és meu irmão.

Tu vieste te instalar feito um posseiro dentro de mim e não quero que teu lugar seja ocupado pelo egoísmo que me mata e me aniquila, pelo orgulho que sobe à cabeça, pelo desespero.

Sei, Menino de Maria, que a partir de agora, não há mais razão para desesperar porque Deus grande, belo, Deus magnífico e altíssimo se tornou meu irmão.

Santa Maria, Mãe do Senhor e Palácio de Deus, tu estás perto do Menino que envolves em paninhos quentes.

José, bom José, carpiteiro de mãos duras, e guarda de meu Menino das Palhas, protege esse Deus que se tornou mendigo de nosso amor.

Menino Jesus, Hoje é festa de claridade e dia de luz. Tu nasceste para os homens na terra de Belém.

Categories: Diversos Tags:

Vamos Adorar a Deus

23, dezembro, 2010 Sem comentários

Orações ao Santíssimo Sacramento

Santíssima Trindade, Pai, Filho, Espírito Santo, adoro-Vos profundamente e ofereço-Vos o Preciosíssimo Corpo, Sangue, Alma e Divindade de Jesus Cristo, presente em todos os sacrários da Terra, em reparação dos ultrajes, sacrilégios e indiferenças com que Ele mesmo é ofendido.

E pelos méritos infinitos do Seu Santíssimo Coração e do Coração Imaculado de Maria, peço-Vos a conversão dos pobres pecadores.

Oração Reparadora ao Santíssimo Sacramento

Divino Salvador Jesus!

Dignai-vos baixar um olhar de misericórdia sobre vossos filhos, que reunidos em um mesmo pensamento de Fé, Reparação e Amor, vêm chorar a vossos pés suas infidelidades e a de seus irmãos, os pobres pecadores!

Possamos nós, pelas promessas unânimes e solenes que vamos fazer, tocar o vosso divino Coração, e dele alcançar misericórdia para o mundo infeliz e criminoso e para todos aqueles que não têm a felicidade de vos amar!

Daqui por diante, sim, todos nós vo-lo prometemos:

Do esquecimento e da ingratidão dos homens,

Nós vos consolaremos, Senhor!

Do abandono em que sois deixado no santo Tabernáculo,

Nós vos consolaremos, Senhor!

Dos crimes dos pecadores,

Nós vos consolaremos, Senhor!

Do ódio dos ímpios,

Nós vos consolaremos, Senhor!

Das blasfêmias que se vomitam contra vós,

Nós vos consolaremos, Senhor!

Das injúrias feitas à vossa divindade,

Nós vos consolaremos, Senhor!

Dos sacrilégios com que se profana o vosso Sacramento de amor,

Nós vos consolaremos, Senhor!

Das imodéstias e irreverências cometidas em vossa presença adorável,

Nós vos consolaremos, Senhor!

Da tibieza do maior número de vossos filhos,

Nós vos consolaremos, Senhor!

Do desprezo que se faz de vossos convites cheios de amor,

Nós vos consolaremos, Senhor!

Das infidelidades daqueles que se dizem vossos amigos,

Nós vos consolaremos, Senhor!

Do abuso de vossas graças,

Nós vos consolaremos, Senhor!

De nossas próprias infidelidades,

Nós vos consolaremos, Senhor!

Da incompreensível dureza de nossos corações,

Nós vos consolaremos, Senhor!

De nossa longa demora em vos amar,

Nós vos consolaremos, Senhor!

De nossa frouxidão em vosso santo serviço,

Nós vos consolaremos, Senhor!

Da amarga tristeza em que sois abismado pela perda das almas,

Nós vos consolaremos, Senhor!

Do vosso longo esperar às portas de nossos corações,

Nós vos consolaremos, Senhor!

Das amargas repulsas de que sois saciado,

Nós vos consolaremos, Senhor!

De vossos suspiros de amor,

Nós vos consolaremos, Senhor!

De vossas lágrimas de amor,

Nós vos consolaremos, Senhor!

De vosso cativeiro de amor,

Nós vos consolaremos, Senhor!

De vosso martírio de amor,

Nós vos consolaremos, Senhor!

Oração:

Divino Salvador Jesus, que de vosso Coração deixastes escapar esta queixa dolorosa: “Eu procurei consoladores e não os achei”, dignai-vos aceitar o pequeno tributo de nossas consolações e assistir-nos tão poderosamente com o socorro de vossa graça que, para o futuro, fugindo cada vez mais de tudo o que vos poderia desagradar, nos mostremos em tudo, por toda a parte e sempre, vossos filhos, os mais fiéis e devotados.

Nós vo-lo pedimos por vós mesmo, que sendo Deus, com o Pai e o Espírito Santo, viveis e reinais nos séculos dos séculos. Amém.

Oração a Jesus Solitário no Santíssimo Sacramento

Oh! Divino Jesus! que durante a noite estais solitário em tantos tabernáculos do mundo, sem que nenhuma de vossas criaturas vá visitá-Lo e adorá-Lo.

Eu vos ofereço meu pobre coração, desejando que todas as suas pulsações sejam de amor e adoração.

Vós, Senhor, estais sempre sob as espécies Sacramentais, vosso amor misericordioso nunca dorme nem se cansa de velar pelos pecadores.

Oh! Jesus amantíssimo!, Oh! Jesus solitário!, fazei meu coração qual lâmpada acessa; em caridade se inflame e arda sempre em vosso amor.

Velai Oh! sentinela Divino!, velai pelo mísero mundo, pelos sacerdotes, pelas almas consagradas, as extraviadas, pelos pobres enfermos cujas noites intermináveis necessitam de vossa fortaleza e vosso consolo, pelos moribundos e por este vosso humilde servo que, para melhor servir-vos, descansa mas sem deixar pensar em Vós, em vosso Sacrário… onde vives na solidão e no silêncio da noite.

Seja sempre bendito, glorificado, adorado, amado e reverenciado o Coração Sagrado de Jesus em todos os Sacrários do mundo.

Amém.

Sagrado Coração de jesus eu confio e espero em vós

Da cepa brotou a rama...

22, dezembro, 2010 Sem comentários

A virgem Maria a escolhido do Pai para a mãe do Salvador do mundo.

Maria a mais bela das mulheres nos ensine a ser como tu: obediente a Deus, silenciosa…

Categories: Mulher Tags:

Médico e Santo, São José Moscati

16, dezembro, 2010 Sem comentários

Quem é São José Moscati?

“Quem é este que se nos propõe para que todos o imitemos e veneremos?”

É um leigo que fêz de sua vida uma missão vivida em plena autenticidade evangélica…

É um professor universitário que deixou entre seus alunos uma marca de profunda admiração…

É um homem de ciência célebre pela sua contribuíção científica a nível internacional… Sua existência é simplesmente tudo isto…

João Paulo II, o Papa que o canonizou:

“O homem que a partir de hoje nós invocaremos como um Santo da Igreja universal representa para nós a realização concreta do leigo cristão.

José Moscati, Médico diretor de clínica, pesquisador famoso no domínio científico, professor universitário de fisiologia humana e de química fisiológica, tomou suas múltiplas atividades com todo o engajamento que necessita a delicada profissão de leigo.

Sob este ponto de vista Moscati é um exemplo não somente a ser admirado mas a ser seguido, sobretudo pelos representantes sanitários. Ele representa um exemplo até para os que não partilham de sua fé.”

” A necessidade de eternizar no mármore e no bronze as grandes figuras falecidas, e celebrar sua obra, demonstra que o pensamento e o espírito humano são eternos.

Abaixo de cada cruz e cada haste deste cemitério, onde parece que haja só ossos inermes e pó, há a lembrança de um coração que viveu do amor infinito e sofreu uma imensa dor; tem a sede de um espírito que não pode ficar extinguido.” [Palavras de Moscati para a dedicação de um busto a Giovanni Paladino, no cemitério de Poggioreale]

“Amamos a Deus sem medida, quer dizer, sem medida na dor e sem medida no amor… Coloquemos todo nosso afeto, não somente nas coisas que Deus quer, mas na vontade do mesmo Deus que as determina.” [Do depoimento da Senhorita Emma Picchillo]

“Exercitemo-nos quotidianamente na caridade. Deus é caridade: quem está na caridade está em Deus e Deus está nele. Não esqueçamos de fazer cada dia, aliás, cada instante, oferenda de nossas ações a Deus, cumprindo tudo por amor a ele.” [Do depoimento da Senhorita Emma Picchillo]

Oração a São José Moscati

“Óh São José Moscati, médico e insígnie cientista, que no exercício da profissão curavas o corpo e o espírito de teus pacientes, olha também para nós que agora recorremos com fé a tua intercessão.

Dá-nos saúde física e espiritual, intercendendo por nós junto ao Senhor. Alivia as penas dos sofredores, conforta os doentes, consola os aflitos, dá esperança aos desesperançados.

Que os jovens encontrem em ti um modelo, os trabalhadores um exemplo, os idosos um conforto, os moribundos a esperança do prêmio eterno.

Sê para todos nós um guia seguro de laboriosidade, honestidade e caridade, a fim de que cumpramos cristãmente os nossos deveres, dando glória a Deus, nosso Pai.

Amém”.