Arquivo

Arquivo da Categoria ‘Quinta-feira de Adoração’

Adore com a corte celeste

6, setembro, 2012 Sem comentários

Adore com a corte celeste unido o seu coração aos anjos e santos que louvam diante do trono de Deus.


Não cessavam de clamar dia e noite: ” Santo, Santo, Santo é o Senhor Deus, o que é, o que era e o que deve voltar.” (Apc 4,8b)

Gosto muito deste hino de adoração a Deus, Aquele que é Santo. Na simplicidade se coloque na presença de Deus e o adore com seu pensamento, seu coração, com todo o seu ser, deixe  Deus ser Deus. Pare escute-o no seu interior, Deus fala a nós, não ouvimos porque não prestamos atenção ao silêncio ou temos medo de  silenciar para não nos deparamos com nós mesmo.

Ficar em adoração nos ajudar a buscar no silêncio a presença de Deus, sentir o seu amor, o seu perdão, a sua misericordia. Nos ensina a deixar cair por terra nosso orgulho e reconhecer que no nosso nada precisamos de Deus, de estar com Ele.

O texto do capitulo 4 do livro do Apocalipse continua dizendo que os anciãos depunham suas coroas diante do trono, dizendo: “Tu és digno Senhor, nosso Deus, de receber a honra, a gloria e a majestade, porque criaste todas as coisas, e por tua vontade é que existem e foram criadas.” ( Apc 4,11)

Nesta quita-feira de adoração inclinemos nosso coração para adorar aquele que nos libertou das trevas, Jesus Cristo o Senhor aquele que É…

…Santo, Santo, Santo é o Senhor! Amém! Amém! Amém!

Rumo ao Altar

10, fevereiro, 2011 1 comentário

Jesus ama-me vem…

Milagre Eucarístico

10, fevereiro, 2011 Sem comentários

O Milagre Eucarístico de Lanciano, ocorreu no século VIII, na cidade italiana de Lanciano – antigamente chamada de “Anciano”.

Viviam no mosteiro de São Legoziano os “monges de São Basílio”. Um deles, que se sentia atormentado pela dúvida na crença católica da transubstanciação,durante uma missa, viu a hóstia, no momento do ato da consagração, converter-se em carne viva e o vinho em sangue vivo. A Hóstia-Carne apresentava, como ainda hoje se pode observar, uma coloração ligeiramente escura, tornado-se rósea se iluminada pelo lado oposto, e tinha uma aparência fibrosa; o Sangue era de cor terrosa (entre amarelo e o ocre), coagulado em cinco fragmentos de formas e tamanhos diferentes.

Inicialmente essas relíquias foram conservadas num tabernáculo de marfim e, a partir de 1713, até hoje, passaram a ser guardadas numa custódia de prata, e o Sangue, num cálice de cristal.

Documentação de reconhecimento científico do fenômeno

A partir de 1574, aos reconhecimentos eclesiásticos do milagre, acrescentaram-se pronunciamentos científicos. Em novembro de 1970 os Frades Menores Conventuais, sob cuja responsabilidade se encontravam as substâncias, submeteram-nas a análise científica que foi confiada aos Dr. Odoardo Linoli, Chefe de Serviço dos Hospitais Reunidos de Arezzo e Livre Docente de Anatomia e de Histologia Patológica e de Química e Microscopia Clínica e ao professor Ruggero Bertelli, emérito de Economia na Universidade de Siena.

Após uma série de análises e constatações, o parecer foi publicado em “Quaderni Sclavo di diagnostica clinica e di laboratório”, 1971, fasc. 3, Grafiche Meini, Siena, dizendo que:

A carne é carne verdadeira.

O sangue é sangue verdadeiro.

A carne seria do tecido muscular do coração (contém, em seção, o miocárdio, endocárdio, o nervo vago e, no considerável espessor do miocárdio, o ventrículo cardíaco esquerdo).

A carne e o sangue seriam do mesmo tipo sanguíneo (AB) e pertencem à espécie humana.

No sangue teriam sido encontrados, além das proteínas normais, os minerais cloreto, fósforo, magnésio, potássio, sódio e cálcio. As proteínas observadas no sangue teriam sido encontradas normalmente fracionadas em percentagem a respeito da situação seroproteínica do sangue vivo normal. Ou, seja, é sangue de uma pessoa viva.

A conservação da carne e do sangue, deixados em estado natural por doze séculos e expostos à ação de agentes físicos, atmosféricos e biológicos constituiria um fenômeno extraordinário.

Supõe-se que o sangue “AB” é o tipo de sangue encontrado no Santo Sudário. Este tipo de sangue é muito comum no povo Judeu (Em Israel, tipos sanguíneos AB+ a AB- somam aproximadamente 8% da população.

Outro fato interessante é que os cinco fragmentos, ao serem pesados têm exatamente o mesmo peso, não importa a combinação com que se pese. Por exemplo, tanto faz pesar um, dois ou todos fragmentos juntos, eles têm o mesmo peso.

Amemos, Adoremos Jesus na Eucarístia.

Jesus, ama-me vem…

Categories: Quinta-feira de Adoração Tags:

Vamos Adorar a Deus

23, dezembro, 2010 Sem comentários

Orações ao Santíssimo Sacramento

Santíssima Trindade, Pai, Filho, Espírito Santo, adoro-Vos profundamente e ofereço-Vos o Preciosíssimo Corpo, Sangue, Alma e Divindade de Jesus Cristo, presente em todos os sacrários da Terra, em reparação dos ultrajes, sacrilégios e indiferenças com que Ele mesmo é ofendido.

E pelos méritos infinitos do Seu Santíssimo Coração e do Coração Imaculado de Maria, peço-Vos a conversão dos pobres pecadores.

Oração Reparadora ao Santíssimo Sacramento

Divino Salvador Jesus!

Dignai-vos baixar um olhar de misericórdia sobre vossos filhos, que reunidos em um mesmo pensamento de Fé, Reparação e Amor, vêm chorar a vossos pés suas infidelidades e a de seus irmãos, os pobres pecadores!

Possamos nós, pelas promessas unânimes e solenes que vamos fazer, tocar o vosso divino Coração, e dele alcançar misericórdia para o mundo infeliz e criminoso e para todos aqueles que não têm a felicidade de vos amar!

Daqui por diante, sim, todos nós vo-lo prometemos:

Do esquecimento e da ingratidão dos homens,

Nós vos consolaremos, Senhor!

Do abandono em que sois deixado no santo Tabernáculo,

Nós vos consolaremos, Senhor!

Dos crimes dos pecadores,

Nós vos consolaremos, Senhor!

Do ódio dos ímpios,

Nós vos consolaremos, Senhor!

Das blasfêmias que se vomitam contra vós,

Nós vos consolaremos, Senhor!

Das injúrias feitas à vossa divindade,

Nós vos consolaremos, Senhor!

Dos sacrilégios com que se profana o vosso Sacramento de amor,

Nós vos consolaremos, Senhor!

Das imodéstias e irreverências cometidas em vossa presença adorável,

Nós vos consolaremos, Senhor!

Da tibieza do maior número de vossos filhos,

Nós vos consolaremos, Senhor!

Do desprezo que se faz de vossos convites cheios de amor,

Nós vos consolaremos, Senhor!

Das infidelidades daqueles que se dizem vossos amigos,

Nós vos consolaremos, Senhor!

Do abuso de vossas graças,

Nós vos consolaremos, Senhor!

De nossas próprias infidelidades,

Nós vos consolaremos, Senhor!

Da incompreensível dureza de nossos corações,

Nós vos consolaremos, Senhor!

De nossa longa demora em vos amar,

Nós vos consolaremos, Senhor!

De nossa frouxidão em vosso santo serviço,

Nós vos consolaremos, Senhor!

Da amarga tristeza em que sois abismado pela perda das almas,

Nós vos consolaremos, Senhor!

Do vosso longo esperar às portas de nossos corações,

Nós vos consolaremos, Senhor!

Das amargas repulsas de que sois saciado,

Nós vos consolaremos, Senhor!

De vossos suspiros de amor,

Nós vos consolaremos, Senhor!

De vossas lágrimas de amor,

Nós vos consolaremos, Senhor!

De vosso cativeiro de amor,

Nós vos consolaremos, Senhor!

De vosso martírio de amor,

Nós vos consolaremos, Senhor!

Oração:

Divino Salvador Jesus, que de vosso Coração deixastes escapar esta queixa dolorosa: “Eu procurei consoladores e não os achei”, dignai-vos aceitar o pequeno tributo de nossas consolações e assistir-nos tão poderosamente com o socorro de vossa graça que, para o futuro, fugindo cada vez mais de tudo o que vos poderia desagradar, nos mostremos em tudo, por toda a parte e sempre, vossos filhos, os mais fiéis e devotados.

Nós vo-lo pedimos por vós mesmo, que sendo Deus, com o Pai e o Espírito Santo, viveis e reinais nos séculos dos séculos. Amém.

Oração a Jesus Solitário no Santíssimo Sacramento

Oh! Divino Jesus! que durante a noite estais solitário em tantos tabernáculos do mundo, sem que nenhuma de vossas criaturas vá visitá-Lo e adorá-Lo.

Eu vos ofereço meu pobre coração, desejando que todas as suas pulsações sejam de amor e adoração.

Vós, Senhor, estais sempre sob as espécies Sacramentais, vosso amor misericordioso nunca dorme nem se cansa de velar pelos pecadores.

Oh! Jesus amantíssimo!, Oh! Jesus solitário!, fazei meu coração qual lâmpada acessa; em caridade se inflame e arda sempre em vosso amor.

Velai Oh! sentinela Divino!, velai pelo mísero mundo, pelos sacerdotes, pelas almas consagradas, as extraviadas, pelos pobres enfermos cujas noites intermináveis necessitam de vossa fortaleza e vosso consolo, pelos moribundos e por este vosso humilde servo que, para melhor servir-vos, descansa mas sem deixar pensar em Vós, em vosso Sacrário… onde vives na solidão e no silêncio da noite.

Seja sempre bendito, glorificado, adorado, amado e reverenciado o Coração Sagrado de Jesus em todos os Sacrários do mundo.

Amém.

Sagrado Coração de jesus eu confio e espero em vós

Deus busca verdadeiros adoradores

2, dezembro, 2010 Sem comentários

Evangelho de São João 4, 23

Mas vem a hora, e já chegou, em que os verdadeiros adoradores hão de adorar o Pai em espírito e verdade, e são esses adoradores que o Pai deseja.

Durante a vida na terra,Jesus enfatizou a adoração a Deus vivo, seja na sinagoga ou na encosta da montanha. Quantas e quantas vezes o Senhor ia se encontrar com Seu Pai, em oração, no silêncio? Devemos buscar a adoração para crescer na intimidade com Deus. Os verdadeiros adoradores são aqueles que adoram o Pai “em espírito e em verdade”.

Muita gente acha que adorar é só cantar, ou rezar os salmos… mas vai muito além disso, é mais profundo do que isso. É um encontro único com o Todo poderoso. Quando amamos verdadeiramente, não nos afastamos de jeito nenhum da pessoa amada. Assim também temos que fazer com o Pai, que nos ama de forma única. Nossa Senhora é um grande exemplo de adoradora; ela disse: “Eis aqui a serva do Senhor!”.

Um verdadeiro adorador obedece ao que Deus pede. Precisamos treinar a nossa confiança no Pai. Você precisa querer experimentar, deixar-se envolver no amor d’Ele. Fazer a experiência de submeter todas as coisas ao Senhor. Deixe Deus tomar conta de todos os seus afazeres!

Nossa alma tem sede de Deus. E onde nós matamos a sede de Deus vivo? Diante de Jesus Sacramentado. A hora é agora, precisamos fazer o exercício de pedir que o Senhor aumente a sede de Deus na nossa vida. Pois adorar não é apenas separar um tempo, mas separar a si mesmo para esta comunhão especial com Deus na adoração.

Muitas vezes, chegamos diante de Jesus e estamos desanimados e sem palavras e nessa hora, choramos, ficamos no silêncio, pedimos que o Senhor olhe o nosso coração… Ele sabe das nossas dores, das nossas feridas. A adoração precisa sair de dentro do coração.

Faça o exercício de louvar a Deus em todos os momentos. Ele tem o controle de todas as coisas na nossa vida. A melhor forma de estarmos com Deus é na Eucaristia. Segundo o Catecismo da Igreja Católica nº 2643 a Eucaristia contém e exprime todas as formas de oração. É a oferenda pura de todo o Corpo de Cristo para a glória do Seu nome.

Por isso a adoração causa um efeito de transformação pessoal em nós. É impossível permanecer prostrado em adoração diante de Jesus Eucarístico e ficar a mesma pessoa.

Eu quero está na tua presença

11, novembro, 2010 4 comentários

Num mundo com tanta agitação, é propício parar um pouco diante de Jesus e adora-lo. Se te ajuda veja este video, escute esta música e louve ao teu Deus.

Estou rezando por você, mande seus pedidos de oração.

Sagrado Coração de Jesus eu confio e espero em vós.

Amemos a Jesus Sacramentado

4, novembro, 2010 Sem comentários

quem não adorar não vai aguentar”

Com esta exortação meu Pai Fundador Monsenhor Jonas Abib impulsiona a mim, meus irmãos de comunidade e tantos outros que ao longo de anos tem experimentado a cada quinta-feira de adoração voltar-se totalmente ao Santíssimo Sacramento, a vivermos centrados unicamente em Jesus Cristo, na Eucaristia que é o centro da vida cristã, na adoração a Jesus Sacramentado, neste tão sublime sacramento que dos sacrários do mundo inteiro emana amor e paz. Amemos a Jesus Sacramentado.

Oração do Santo Padre Pio na Visita ao Santíssimo Sacramento

Senhor Jesus Cristo, que por amor aos homens habitais noite e dia no Sacramento, esperando, chamando, acolhendo todos os que o vêm visitar, eu creio que estais realmente presente nesse tabernáculo. Adoro-Vos, abismado que estou no meu nada, e agradeço-Vos por tantas graças que me haveis concedido, especialmente a de Vos terdes dado por advogada Maria, a vossa Santa Mãe, e me terdes chamado a visitar-Vos nesta igreja.

Saúdo hoje o Vosso adorável coração e espero saudá-lo por um triplo fim:
a) em agradecimento por este dom magnífico.
b) em compensação de todas as injúrias que vos fazem os Vossos inimigos, neste sacramento.
c) quero por esta visita adorar-Vos em todos os recantos da terra.

Meu Jesus, amo-Vos de todo o coração. Lamento ter no passado ofendido tantas vezes a Vossa bondade infinita. Proponho com a Vossa graça não Vos tornar a ofender para o futuro e para o momento presente o mesmo. Na minha miséria, consagro-me inteiramente a Vós, renuncio a minha vontade e dou-a inteiramente a Vós, bem como minhas afeições, os meus desejos e todo o que me pertence. Fazei de mim, daqui em diante, bem como dos meus bens, tudo o que Vos aprouver. Eu não peço nem desejo senão o Vosso santo amor, a perseverança final e a perfeita submissão à Vossa vontade.

Recomendo-Vos as almas do purgatório, especialmente as que foram mais devotas do Santíssimo Sacramento e da Santíssima Virgem. Recomendo-Vos também todos os pobres pecadores. Enfim, uno, ó meu Salvador, todas as minhas afeições às do vosso adorável Coração e ofereço-as ao Pai Eterno, pedindo-lhe para as aceitar e acolher por vosso amor. Assim seja.

Indulgência de cinco anos quando recitada diante do Santíssimo Sacramento. Indulgência plenária uma vez por mês, quando recitada pelas intenções do Papa, mediante confissão e comunhão.

Jesus nos atrai

28, outubro, 2010 Sem comentários

Quando o coração se abre, somos atraidos a Jesus por uma força que a cada dia aumenta e quanto mais buscamos, mas vontade de está com Ele temos.

Foi assim que aconteceu comigo na minha cidade Jequié na Bahia a muitos anos. Por causa desta sede de Deus, eu e mais uns amigos jovens iamos na hora do almoço na quinta-feira fazer adoração na capela da Paróquia, porque no nosso coração o desejo era tão grande de está com Jesus que o horário que tíamos era este, uns saiam da escola, outros do trabalho, de casa e assim iamos correndo aos pés de Jesus. Até que para a nossa surpresa a capela não cabia mais de jovens adoradores, já estavam muitos espalhados pelo pórtico da igreja. Um dia o padre foi ver o que estava acontecendo e disse: isso não pode ficar assim, vamos abrir as portas da igreja para que muitos mais jovens vem adorar. E vimos ali a força que Jesus Eucarístico tem, pois o bairro do Jequiezinho nas quintas-feira ás 12h estavam jovens, adultos, adolescentes aos pés daquele que é o doador de todas as graças e bençãos

Por isso como dizia aos seus filhos, quero repetir pra não esquecermos.

Quereis que o Senhor vos dê muitas graças? Visitai-o muitas vezes no Sacrário.

Quereis que Ele vos dê poucas graças? Visitai-o raramente.

Quereis que o demônio fuja de vós? Visitai a Jesus muitas vezes.”

Sagrado Coração de Jesus eu confio e espero em vós.

A Eucaristia Deleita...parte IV

2, setembro, 2010 Sem comentários

Tambem se o chama gozo a este deleite que produz a Eucaristia, porque provem da percepção atual do bem que se possui – nada menos que Crsito! – para o qual não deve haver distração na recepção – sacramental ou espiritual – da Eucaristia. Muitas almas perdem o deleite da Eucarsitia… porque estão distraídas na Missa ou na Adoração!

Deixa de lado as distrações! “Amigos, comei, bebei, inebriai-vos caríssimos” (Cant 5,1)

Dizia Urbano IV da Eucaristia: “é o memorial admirável e estupendo, deleitável, suave… no qual goza todo deleite e toda suavidade de sabor e se experimenta a mesma doçura de Deus…”

E o Papa Leão XIII: “derrama nas (almas) gozos dulcíssimos, que execedem em muitos, quanto aos homens possam neste ponto entender e ponderar.”

Por isso: “Amigos, comei, bebei, inebriai-vos caríssimos” (Cant 5,1)

Que milagre!

Que Convite! E quem convida é um mistério de amor

Enfim, como nos diz na Adoração: “Do ceu nos deste o pão. Que contem todo o sabor”

E peçamos a Virgem Maria que ela soube saboreiar, deleitar e adorar seu Filho em seus braços.

“Quem não Adorar, não vai aguentar” (Pe. Jonas Abib)

Sagrado Coração de Jesus eu confio e espero em vós.

Categories: Quinta-feira de Adoração Tags:

A Euracistia Deleita... parte III

26, agosto, 2010 2 comentários

A este deleite chama Santo Tomás efeito atual ou caridade atual e também fervor, porque a graça da Eucaristia produz o ato de sustentar a vida espiritual, de aumenta-la, de desenvolvê-la, de reparar as forças que se perdem, dando maior graça e maior caridade habituais. Por conseguinte, a Eucaristia produz nas almas o amor de Deus. Por isso quando estamos na Missa amamos mais, por isso a Missa nos faz melhor, porque ensina a amar mais ao próximo ao ensinar-nos a amar mais a Deus.

Que milagre!

Que convite1 E quem convida é o mistério do amor.

“Quem não Adorar não vai aguentar” (Pe. Jonas Abib)

Sagrado Coração de Jesus eu confio e espero em vós.

Categories: Quinta-feira de Adoração Tags: