Por D. Antonio Carlos KellerINTRODUÇÃO

A Confissão é o meio certo de eu receber o perdão de meus pecados. Foi Jesus quem deu aos padres o poder de perdoar os nossos pecados. Jesus falou: “A quem vocês perdoarem os pecados, os pecados serão perdoados. (Cf. João, 20, 19-23). Só a confissão bem feita é que perdoa os pecados. Para a confissão ser bem feita, eu preciso:
do EXAME para eu achar os meus pecados.
do ARREPENDIMENTO para eu ter mágoa de ter desobedecido a Deus (Lc. 18,13; Mt.26,75; Lc. 15,21)
do PROPÓSITO e da vontade séria de não querer pecar mais
da CONFISSÃO para eu contar os pecados ao padre
da SATISFAÇÃO para eu rezar ou fazer aquilo que o padre indicar
PECADO ESQUECIDO na confissão, fica perdoado se eu fiz bem o Exame de Consciência.. PECADO ESCONDIDO na confissão NÃO FICA PERDOADO e eu NÃO POSSO COMUNGAR: tenho de fazer outra Confissão. Está errado pôr comida limpa em prato sujo. Está errado receber Jesus na Comunhão num coração sujo de pecado grave. Primeiro a gente lava o prato e depois põe a comida. Primeiro eu tenho de lavar a minha alma com uma confissão bem feita, depois recebo a Jesus na Comunhão. (1 Cor. 11,23-29).

ANTES DO EXAME DE CONSCIÊNCIA
Oração:
“Meu Senhor e meu Deus, dá-me LUZ para conhecer os meus pecados, e GRAÇA para deles me arrepender. Minha Mãe Imaculada, São José, meu pai e senhor, meu anjo da guarda, intercedei por mim. Amém.”

Fonte: http://www.veritatis.com.br/

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>