A cada 29 de setembro, a Igreja Católica celebra a festa de três Santos Arcanjos: São Miguel, São Gabriel e São Rafael.

arcanjos

Confira a seguir sete coisas que talvez não sabia deles:

1. São os mais próximos aos humanos

Desde Pseudo-Dionisio, Padre da Igreja do século VI, está acostumado a se enumerar três hierarquias de anjos. Na primeira estão os Serafins, Querubins e Tronos. Depois vem as Dominações, Virtudes e Potestades. Enquanto que na terceira hierarquia estão os Principados, Arcanjos e Anjos. Estes últimos são os que estão mais próximos às necessidades dos seres humanos.

2. São mensageiros de anúncios importantes

A palavra Arcanjo provém das palavras gregas “Arc” que significa “principal” e “anjo” que é “mensageiro de Deus”. Vejamos o que diz São Gregório Magno:

Deveis saber que a palavra ‘Anjo’ designa uma função, não uma natureza. Na verdade, aqueles santos espíritos da pátria celeste são sempre espíritos, mas nem sempre se podem chamar Anjos. Só são Anjos quando exercem a função de mensageiros. Os que transmitem mensagens de menor importância chamam-se Anjos; os que transmitem mensagens de maior transcendência chamam-se Arcanjos.

3. Existem sete Arcanjos segundo a Bíblia

No livro do Tobias (12,15), São Rafael se apresenta como “um dos sete anjos que estão diante da glória do Senhor e têm acesso a sua presença”. Enquanto que no livro do Apocalipse (8,2), São João descreve: “vi os sete Anjos que estavam diante de Deus, e eles receberam sete trombetas”. Por estas duas citações bíblicas, afirma-se que são sete Arcanjos.

4. Somente conhecemos três nomes

A Bíblia somente menciona o nome de três Arcanjos: Miguel, Rafael e Gabriel. Os outros nomes (Uriel, Barachiel ou Baraquiel, Jehudiel, Saeltiel) aparecem em livros apócrifos de Enoc, o quarto livro do Esdras e em literatura rabínica. Entretanto, a Igreja somente reconhece os três nomes que estão nas Sagradas Escrituras. Os outros podem servir como referência, mas não são doutrina.

5. Gabriel significa “a força de Deus”

No Antigo Testamento, São Gabriel Arcanjo aparece no livro sagrado de Daniel explicando ao profeta uma visão do carneiro e o cabrito (Det. 8), assim como instruindo-o nas coisas futuras (Det. 9,21-27). Nos Evangelhos, São Lucas (1,11-20) o menciona anunciando a Zacarias o nascimento de São João Batista e à Maria (Lucas 1,26-38) que conceberia e daria a luz Jesus.

São Gabriel Arcanjo é conhecido como o “anjo mensageiro”, representado com uma vara de perfumada açucena e é padroeiro das comunicações e dos comunicadores, pois através da Anunciação trouxe ao mundo a mais bela notícia.

6. Rafael em hebreu é “Deus cura”

O único livro sagrado que menciona a São Rafael Arcanjo é o de Tobias e figura em vários capítulos. Ali se lê que Deus envia este Arcanjo para que acompanhe a Tobias em uma viagem, na qual se casou com Sara.

Da mesma maneira, São Rafael indicou a Tobias como devolver a visão ao seu pai. Por esta razão é invocado para afastar doenças e conseguir terminar bem as viagens.

7. Miguel significa “Quem como Deus”

O nome do Arcanjo Miguel vem do hebreu “Mija-El” que significa “Quem como Deus ” e que, segundo a tradição, foi o grito de guerra em defesa dos direitos de Deus quando Lúcifer se opôs aos planos salvíficos e de amor do Criador.

A Igreja Católica teve sempre uma grande devoção ao Arcanjo São Miguel, especialmente a fim de pedir-lhe que nos liberte dos ataques do demônio e dos espíritos infernais. Costuma ser representado com a roupa de guerreiro ou soldado centurião pondo seu calcanhar sobre a cabeça do inimigo.

Fonte: http://www.acidigital.com/noticias/sete-coisas-sobre-os-arcanjos-gabriel-rafael-e-miguel-que-talvez-voce-nao-saiba-57261/

Confira o nome dos ganhadores* da Promoção de Aniversário de 11 anos da Rádio América:

Ganhadores da Promocao

1º Sorteado: Dalva Gonçalves

2º Sorteado: Maria de Lourdes

[SAIBA +] sobre a promoção!

*O 3º sorteado não compareceu para retirada da cesta.

Rádio América, uma Canção Nova em sua vida!

Em verdade vos digo, que os publicanos e as prostitutas vos precedem no Reino de Deus” (Mateus 21, 31).

Surpresas de Deus

Essa Palavra nos apresentada um convite para revermos a nossa postura e os conceitos sobre nós mesmos, as pessoas, o mundo e a sociedade em que vivemos. Nós, muitas vezes, criamos estereótipos e catalogamos as pessoas. E diversas vezes, tomados pelo sentimento de orgulho (“o orgulho cristão”), nos sentimos salvos, eleitos, melhores do que os outros e já até desqualificamos e condenamos pessoas, já as tiramos do caminho de Deus.

Quando leio o Evangelho, cada vez, me surpreendo mais com ele e acredito que o Reino de Deus é o “Reino das surpresas”, e sabemos existem as “surpresas” nos dois sentidos: existem as boas surpresas e existem aquelas que nos arrasam por dentro e por fora. Nós queremos ser sempre bem surpreendidos na vida, mas nem sempre o somos! Tantas vezes as surpresas negativas batem à nossa porta. A Palavra de Deus nos mostra que, no Reino definitivo de Deus, muitas surpresas estarão preparadas para nós e que existe uma boa surpresa, que está escondida no coração de Deus, bem no cantinho do Seu coração. E como se diz: “surpresa é surpresa!” Primeiro, ninguém sabe o dia nem a hora do nosso encontro pessoal com Ele. Uma boa surpresa para alguns pode ser uma má surpresa; mas o melhor é aquilo que nos espera, é aquilo que Deus preparou para nós! Muitas fantasias já foram criadas a respeito, já tentaram pintar, desenhar e criar elementos de como será o céu, mas tudo não passa de fantasia! O que Deus tem preparado para nós é tudo de bom e de melhor, mas a nossa capacidade não é capaz de compreender isso.

Quando Jesus nos diz que as prostitutas e os publicanos vão nos preceder no Reino dos Céus essa é uma advertência, porque nós, muitas vezes, conhecemos Deus, Suas palavras e Seus mandamentos; somos agraciados pela Sua graça, que nos acompanha nesta vida, e não damos o devido valor, a devida consideração nem a devida seriedade que o Reino de Deus merece. Muitas vezes, pessoas que mal conhecem o Senhor vivem mais a verdade, o amor, a justiça e a bondade do que nós que nos vangloriamos de conhecê-Lo.

Que o nosso coração se prepare para as boas surpresas de Deus e que não sejamos surpreendidos por nada de negativo devido à nossa falta de atenção, de vigilância e de seriedade para com as coisas de Deus .

Deus abençoe você!

Padre Roger Araújo

Fonte: homilia.cancaonova.com

28. agosto 2017 · 2 comments · Categories: Geral

A Comunidade Canção Nova realiza, entre os dias 23 e 24 de setembro de 2017, o Aprofundamento de Cura Interior para Mulheres, no Auditório Paulo Apóstolo – Paulinas, Vila Mariana, São Paulo (SP). Com o tema: “A Cura da Alma Feminina”, o encontro tem como objetivo levar as participantes a uma experiência de restauração e de cura das feridas interiores que levaram-nas a perder a consciência de seu próprio valor e integridade.

Aprofundamento de Cura Interior para Mulheres

O encontro começa às 08h e encerra-se às 18h em ambos os dias. Serão momentos intensos de Oração de Cura Interior, Pregação da Palavra de Deus, Santa Missa e Adoração ao Santíssimo Sacramento. Conduzirão o aprofundamento: Pe. Adriano Zandoná, Pe. Serginho, Dijanira Silva e Comunidade Canção Nova.

Faça sua inscrição e descubra como trilhar esse caminho de reencontro com sua alma feminina!

Saiba como fazer a inscrição e mais informações:
(11) 3382-9800 ou eventossp@cancaonova.com

A Canção Nova é feita de pessoas criadas por Deus, criadas juntas, e ordenadas por Ele para realizar a Missão Canção Nova neste mundo.  Quando Deus concebe um desígnio, Ele já cria também as pessoas que Ele quer juntas, para que esse Seu desígnio se concretize no tempo e no espaço que Ele determinou. Por isso, as pessoas que Deus criou Canção Nova serão agregadas, uma após a outra, cada uma a seu tempo.

Vocação Canção Nova

A riqueza está, justamente aí, nas pessoas que foram criadas por Deus e trazidas por Ele. A própria missão é uma consequência do DOM que Deus deu a cada pessoa e, somente ela, pode realizar a parte do dom que Deus lhe confiou.

Os membros da comunidade vivem juntos para o Dom e organizam a vida em função do Dom. Desta maneira, vivem para investir as energias a serviço dele, para canalizar suas potencialidades na concretização desse Dom para o mundo. Cada um é chamado a descobrir que membro é no corpo para realizar a tarefa que lhe cabe em favor do corpo. As diversas atividades, instrumentos de trabalho, retiros, encontros, os meios de comunicação, o serviço de orientação pessoal e de oração são as formas que Deus dá para a realização desse objetivo: formar o homem novo para o Mundo Novo.

Saiba mais: como fazer um discernimento vocacional com a Canção Nova.

A Canção Nova é, antes de tudo, uma Comunidade. Seus membros são chamados a viverem em comum unidade, a partilhar a vida,  partilhar os bens materiais e espirituais, colocar em comum as próprias riquezas e usufruir das riquezas uns dos outros. Nela, homens e mulheres; jovens e adultos; solteiros, casados e celibatários, sacerdotes e diáconos, assumem a vivência mais radical da consagração a Deus feita no Batismo e na Crisma, em função do apostolado, numa vida em comunidade, conforme o estado de cada um. Tal vivência inspira-se na prática dos conselhos evangélicos, adaptada à vida secular.

O fundamento da Comunidade Canção Nova é o Evangelho: viver e comunicá-lo de maneira integral, na eficácia do Espírito Santo, enquanto esperam e apressam a vinda gloriosa do Senhor (cf. 2Pd 3,12), deve ser o empenho de todos os membros”.

Em 1977 um sacerdote chamado Jonas Abib lançou o desafio aos jovens: “Quem está disposto a deixar sua casa para vir e viver em comunidade?”. Onze jovens assumiram aquele propósito e, hoje, já são mais de 1300 membros comprometidos com a missão de evangelizar.

Ele não espera que fiquemos prontos para evangelizarmos porque, na verdade, quem realiza a obra é o Espírito Santo; somos meros canais. Não podemos impedir que o desígnio de Deus se realize em nossas vidas e fiquemos preso às nossas limitações. Não importa a nossa idade, o que interessa é a concretização do desígnio de Deus em nossa vida” – Mons. Jonas Abib. 

Você acha que é chamado por Deus através da Canção Nova? Mande um e-mail para vocacaosp@cancaonova.com

Fonte: comunidade.cancaonova.com

14. agosto 2017 · 2 comments · Categories: Geral

A Rádio América quer comemorar os 11 anos de evangelização com você! O mês de aniversário chegou, e queremos te dar uma cesta de produtos Canção Nova!

Sorteio Cestas Produtos CN

Inaugurada em agosto de 1934, a Rádio América é uma das emissoras pioneiras no Brasil. Sua história desde a fundação, é marcada pela prestação de serviços à sociedade. Conta com a participação de nomes significativos da mídia nacional, entre os quais se destacam Ary Barroso, Adoniran Barbosa, Cacilda Becker Gonçalves, Paulo Vanzolini, Wagner Montes, Augusto Liberato, Raul Gil, Pe. Marcelo Rossi, entre muitos outros que através da programação sempre dinâmica e interativa fizeram a Rádio América ser líder de audiência na capital paulista durante vários anos.

Mas foi a partir do dia 28 de agosto de 2006  que a Rádio América até então pertencente a antiga Rede Paulus Sat, passou a fazer parte do Sistema Canção Nova de Comunicação assumindo o slogan “Rádio América, uma Canção Nova em sua vida!” e a evangelização passou a ser o maior destaque em sua programação diária através de programas, transmissão de eventos, interação dos ouvintes pelas redes sociais e transmissão de toda programação através da internet para o mundo inteiro.

E para comemorar os 11 anos da Rádio América no Sistema Canção Nova, preparamos uma promoção especial!

Você participa de nossos programas e responde: “Porque você ouve a Rádio América?” Desta forma concorre ao sorteio de três cestas com Produtos Canção Nova. O sorteio será no dia 28 de agosto durante a programação especial de aniversário.

Meios de participação:

Tefone: (11) 2039 1410
Facebook: /radioamericacn
WhatsApp: (11) 9 4035 9617

Rádio América 11 anos, uma Canção Nova em sua vida!

Pensando sobre vocação parei nesta frase que se encontra no documento da igreja “Novas vocações para uma nova Europa”, documento conclusivo de um congresso sobre vocações. A frase me chamou à atenção desde a primeira vez que a li e , todas as vezes que me deparo com ela imagino Deus pensando em mim… , imagino que quando meus pais ainda nem sabiam que eu existia, Deus pensava em mim e em seus pensamentos havia também um lugar para mim, uma missão para mim, um desígnio para a minha vida. Não foi à toa que Ele me chamou à vida, não foi para viver à deriva que Ele me permitiu nascer! Ele tem um “para que”, uma razão para cada dia já vivido e para cada dia dos que ainda viverei. Isso é Vocação!

Assim também acontece com relação a você: Deus tem um “pensamento” sobre você, uma razão para você viver e, que dia feliz será aquele quando o Senhor providentemente lhe permitir encontrar este lugar sonhado antes de tudo em “ Seus pensamentos”!

Enquanto escrevo penso na minha história e nela vou encontrando e reencontrando os traços do Carisma Canção Nova em mim, o Pensamento Providente do Senhor sobre mim… e imagino que um dos meus irmãos neste carisma pode ser você, que agora lê esse texto e que está se perguntado sobre o pensamento de Deus a seu respeito…

Sim, Deus pensou em você, com um propósito e com uma missão!

Fale com o Senhor sobre isso, pergunte-lhe e permita-lhe responder! Sem medo, vá ao encontro do que já está ai dentro de você, porque faz parte de você… Só precisa crescer, florir e dar frutos, dê passos e confie. Ele mesmo te conduzirá!

Estela Ferreira

vocacaosp@cancaonova.com

A felicidade, por tantos almejada, não se encontra no instante da realização, mas no processo da busca

Vocação Santidade

A natureza da ação humana desde sempre – e mais intensamente agora – é norteada por um objetivo em comum: a busca da felicidade. Em todas as empreitadas que se propõem, os homens têm como “pano de fundo” a premissa do direito intrínseco e inalienável de serem felizes. E no afã de tal objetivo, lançam mão de todos os recursos, expedientes e vias que julgarem necessárias, pois, como afirmou Nicolau Maquiavel, “os fins justificam os meios”. No entanto, até que ponto a busca pela felicidade é parâmetro inconteste para a ação humana? Qual a felicidade que o homem moderno está buscando? Ao lançar-se em busca de ser feliz a todo e qualquer custo, não estaria ele, na verdade, trilhando o caminho inexorável da infelicidade?

A felicidade, dentro desse parâmetro, está alicerçada naquilo que o mundo, dentro de sua materialidade, pode oferecer. As experiências sensoriais são descritas como o ápice da sensação de felicidade. As coisas, o lugar e o alimento constituem-se como as grandes vias de alcance da meta universal que é ser feliz. Não esquecendo que tudo isso deve ser alcançado com o gasto mínimo de energia, dentro da lei do menor esforço.

O que é bom não pode ser fácil, e o que é fácil não pode ser bom.”

A felicidade por tantos almejada não se encontra no instante da realização, mas no processo da busca. Exatamente por isso, mais importante que enrijecer os olhos na meta, é fundamental contemplar o cenário, olhar em volta e apreciar a paisagem, notar as pessoas que dividem conosco a jornada. Tudo isso possibilita a aquisição do cerne, da essência da felicidade: o sentido.

Santidade, única via para a real felicidade

O encontro com Jesus é capaz de gerar no homem o despertar de sua vocação primeira e original: a santidade. A partir desse encontro de amor, tudo que é vivenciado ganha novas cores, nova conotação. Surge no interior de quem adere a esse caminho uma felicidade que não está no ponto futuro, mas nas opções que faço no hoje. Não se encontra no que ainda verei, mas é assegurada pela convicção ímpar que brota da fé. Para além das transitoriedades do mundo material, onde a felicidade é circunstancial e reativa ao meio e ao tempo, com Jesus ela é perene e contínua, pois é originada no Eterno.

Ser santo é obra de uma vida.

A busca pela santidade é a via única para a real felicidade, que em centelha aqui experimentamos. A certeza de que nos caminhos do Senhor seremos tudo aquilo que podemos e devemos ser. Para além das ilusões, das imperfeições, dos limites, o eterno que está em nós busca o Eterno que é Deus. Nele somos e seremos felizes em plenitude. Para tal basta apenas que renovemos diariamente o nosso sim, a nossa adesão livre e amorosa ao seu convite. Você já deu o seu ‘sim’ de hoje à felicidade?

Fé é assim: primeiro você coloca o pé, depois Deus coloca o chão.”

Christian Moreira

Fonte: formacao.cancaonova.com

Apresentado por Lucas Vieira, o programa Fim de Tarde vai ao ar de segunda a sexta-feira, das 18h às 19h. Ele traz os principais fatos do dia em São Paulo, no Brasil, no mundo e ainda sobre a Igreja.

FIM DE TARDEDe uma forma leve e descontraída, pensada especialmente para o público que teve um dia corrido mas não abre mão de permanecer bem-informado.

Conheça outros programas clicando aqui!

Os ouvintes podem interagir respondendo a uma pergunta diária e pedindo sua canção católica favorita. Ao final do programa, os participantes concorrem a prêmios: produtos de evangelização e ingressos para eventos católicos.

Confira este e outros programas da América pela AM 1410 (São Paulo e região), pelo america.cancaonova.com ou pelo aplicativo Canção Nova Rádios.

Rádio América, uma Canção Nova em sua vida!

A amizade é um processo contínuo e dividido em fases, as quais nos ajudarão a compreender melhor esse relacionamento

A amizade é uma construção, por isso existem três fases para sua formação.

Amizade

1. Primeira fase: Iniciação
2. Segunda fase: Manutenção
3. Em alguns casos, há uma terceira fase: Dissolução

A amizade tem um início que corresponde aos primeiros encontros, os quais são entendidos como um tempo para o conhecimento do outro. Esse período inicial é de suma importância, pois é aqui que a confiança se inicia e, aos poucos, o envolvimento se torna mais profundo. Muitas pessoas não conseguem se aproximar de uma outra por dificuldades pessoais, como uma introversão excessiva ou mesmo uma baixa autoestima, que o faz acreditar que nenhuma outra pessoa poderia o escolher como amigo.

Esses comportamentos podem dificultar a fase inicial, uma vez que a pessoa não se aproxima de uma outra para estabelecer os primeiros laços. Nessa fase, é importante permitir que o outro nos conheça, para então o relacionamento amadurecer e avançar para a manutenção da amizade, que é a próxima fase.

Para manter uma amizade, é preciso cultivá-la, cuidar dela diariamente. Esse período é chamado de manutenção. Nessa fase, é importante disponibilizar o mínimo de tempo para conversas, diálogos, trocas de experiências, partilhas, carinhos, demonstrações de amor, ajuda concreta etc., porque quem ama oferece tempo. É fundamental empenho contínuo e cuidados que amadureçam o relacionamento. Esse tempo pode ser muito longo, como anos, décadas ou mesmo toda a vida. Os níveis de atenção ou negligência para o relacionamento são fatores que determinam se a relação se aprofundará ou caminhará em direção à fase de dissolução, ou seja, o fim da amizade.

Existem amizades que duram uma vida inteira, como dissemos anteriormente. Nesses relacionamentos, os amigos são verdadeiros, demonstram afeto e respeito, estão sempre atentos às necessidades do outro e dispostos a ajudá-los, consideram o amigo como alguém importante em sua vida.

Existe ainda a dissolução. Essa fase pode ser o resultado da falta de atenção para com o outro, falta de interesse pela vida do amigo, falta de respeito com as diferenças, quando os amigos traem um acordo de sigilo ou mesmo quando um dos membros morre. No entanto, a morte não tem significado de término da amizade; na maioria dos casos, um amigo normalmente não morre para o outro, pois ele passa a existir vividamente na memória.

A amizade, portanto, é um processo contínuo que depende dos envolvidos para crescer, amadurecer, durar a vida toda ou diminuir até a extinção.

Diácono João Carlos e Maria Luiza

Fonte: formacao.cancaonova.com

HTML Snippets Powered By : XYZScripts.com