Chegamos no Natal, o menino Deus nasce na humanidade e se torna homem como nós.

É festa, a salvação chegou para nós e fomos salvos, o Emanuel, o Deus conosco, está no meio de nós, somos convidados à com os anjos cantarmos a Glória do nosso Deus, e como os Reis magos nos prostrar diante do Rei dos Reis. Segue aqui algumas opções para a missa de Natal.

Entrada – Glória a Deus (Monsenhor Jonas);

Glória a Deus – Monsenhor Jonas Abib

Glória a Deus, os anjos cantam

Sobre a gruta de Belém

Paz na Terra hoje repetem

sobre o nosso lar também

Paz a todos os homens de bem ao rico, ao pobre, ao doente, ao são.

Paz presente do menino Deus na noite de Natal

Ato Penitencial – Kyrie Eleison – Shalom, ou canto penitencial apropriado.

Aclamação ao Evangelho – Santo Evangelho vamos aclamar, ou canto apropriado para a aclamação.

Glória – Vinde cristãos (Glória inecxelsis Deo)

  1. Vinde cristãos, vinde à porfia,
    Hinos cantemos de louvor,
    Hinos de paz e de alegria,
    Que os anjos cantam ao Senhor.

    Refrão:
    Glória, a Deus nas alturas! (bis)

    2. Foi nesta noite venturosa,
    Em que nasceu o Salvador,
    Que anjos com voz harmoniosa
    Deram a Deus o seu louvor.

    3. Vinde juntar-vos aos pastores,
    Vinde com eles a Belém,
    Vinde correndo pressurosos,
    Pois o Senhor enfima nos vem.

Ofertório – Sobe a Jerusalém

Sobe a Jerusalém, virgem oferente sem igual
Vai apresenta ao Pai teu Menino: Luz que chegou no Natal.
E, junto à sua cruz, quando Deus morrer fica de pé.
Sim, Ele te salvou, nas o ofereceste por nós com toda fé

Nós vamos renovar este Sacrifício de Jesus:
Morte e Ressurreição; vida que brotou de sua oferta na Cruz.
Mãe, vem nos ensinar a fazer da vida um oblação:
Culto agradável a Deus é fazer a oferta do próprio coração.


Santo – Pe. Cleidimar, Toca, Shalom,

Amém – à escolha

Paz – Instrumental

Cordeiro de Deus – Agnus Dei ou Cordeiro de Deus Tradicional

Comunhão I – Da cepa brotou a rama e/ou Estás entre nós

Da cepa brotou a rama,
da rama brotou a flor.
Da flor nasceu Maria,
de Maria o Salvador.

O espírito de Deus sobre ele pousará,
de saber, de entendimento este espírito será.
De conselho e fortaleza, de ciência e de temor.
Achará sua alegria no temor do seu senhor.

Da cepa brotou a rama,
da rama brotou a flor.
Da flor nasceu Maria,
de Maria o Salvador.

Ou Estás entre nós

Tu és minha vida outro Deus não há
Tu és minha estrada a minha verdade
Em Tua palavra eu caminharei
Enquanto eu viver e até quando Tu quiseres
Já não sentirei temor pois estás aqui
Tu estás no meio de nós.

Creio em Ti Senhor, vindo de Maria
Filho eterno e santo, homem como nós
Tu morreste por amor, vivo estás em nós
Unidade Trina com o Espírito e o Pai
E um dia eu bem sei Tu retornarás
E abrirás o Reino do Céu

Tu és minha força outro Deus não há
Tu és minha paz, minha liberdade
Nada nesta vida nos separará
Em Tuas mãos seguras minha vida guardarás
Eu não temerei o mal Tu me livrarás

E no Teu perdão viverei.
Ó Senhor da vida creio sempre em Ti

Filho Salvador eu espero em Ti
Santo Espírito de amor desce sobre nós
Tu de mil caminhos nos conduzes a uma fé
E por mil estradas onde andarmos nós
Qual semente nos levará.

Comunhão II – É Natal

É Natal!
Um menino nos foi dado

E a nós foi revelado
O Plano de amor do Pai


É Natal!
E Jesus se faz criança

E em nós nasce a esperança
De reaprender a amar

É Jesus, o Príncipe da Paz
Sinal para os perdidos
Astro que brilha mais
É Jesus, mão forte do Senhor
Consolo e ternura
Do Pai olhar de amor

Pós comunhão – Noite Feliz

NOITE FELIZ

Noite Feliz! Noite Feliz! / Ó Senhor, Deus de amor, Pobrezinho nasceu em Belém, / eis na lapa Jesus, nosso bem. / Dorme em paz, ó Jesus. (2x)

Noite Feliz! Noite Feliz! (2x) / Ó Jesus, Deus da luz, Quão afável é Teu coração / que quiseste nascer nosso irmão / E a nós todos salvar. (2x)

Noite Feliz! Noite Feliz! (2x) / Eis que no ar vem cantar. Aos pastores os anjos do céu / anunciando a chegada de Deus, / de Jesus Salvador. (2x)

Nosso Deus viu

1. Nosso Deus viu o tempo chegou
E uma Virgem lhe disse que sim.
Vem, que um menino chorou
Entre as palhas assim: é Natal!

Refrão: Glória a Deus no mais alto dos céus
E que os homens encontrem Belém,
Tragam seus olhos sem véus,
Reconheçam também: é Natal, é Natal!

2. O poder fez as contas, porém,
Para ter a certeza na mão.
Mas nem notou que em Belém
Encontramos o irmão, é Natal!

Refrão: Glória a Deus no mais alto dos céus…

3. Um menino nasceu, vamos lá!
E quem viu foi correndo e contou:
Na manjedoura ele está,
Deus-conosco chegou. É Natal!

Refrão: Glória a Deus no mais alto dos céus…

Final – Bate o sino/ ou Nosso Deus viu(Paulinas)

JINGLE BELL (BATE O SINO).

(Tradicional)

É Natal! É Natal! Noite de Natal! Vai ter sinos em festa lá na Catedral.

É Natal! É Natal! Noite divinal! Há mais luz lá no céu, pois chegou Natal.

Hoje a noite é bela, sob a luz da vela vamos à Capela, felizes a rezar.

Ao soar o sino, sino pequenino, vai o Deus Menino nos abençoar.

Bate o sino pequenino, sino de Belém. Já nasceu Deus Menino para o nosso bem.

Paz na terra pede o sino alegre a cantar. Abençoe Deus Menino este nosso lar.

É Natal! É Natal! Noite de Natal! Vai ter sinos em festa lá na Catedral.

É Natal! É Natal! Noite divinal! Há mais luz lá no céu pois chegou Natal.

Vamos minha gente, vamos à Belém, vamos ver Maria e Jesus também.

Já deu meia noite, já veio o sinal, vou pra festa lá no Céu pois chegou Natal!

Bete o sino…

Deus abençoes!

Abraço!

Feliz Natal!

Karina Maria

Olá galera, a paz!

Para quem ainda não viu as fotos dos bastidores da nossa participação no dia de ação de graças, ai vai!

Ana Lucia e Karina

Ana Lucia, Gil Duarte, Thiago Tomé, Karina e Inácio

Ivanilson

Ana Lucia, Karina e Gil Duarte

Karina e Thiago Tomé

Olá…

Estamos gravando nosso CD litúrgico, mas queremos saber de vocês, em especial nossos ministros de musicas, sabem como fazemos para escolher o repertório para a celebração liturgica? Como eu faço para escolher as musicas para cantar na missa? São essas perguntas que nós vamos falar hoje, a Karina vai falar um pouco sobre isso.

Abraço!

Deus abençoe!

“Há duas vias para chegar à santificação. Uma é através do martírio. Nela se proclama diretamente a santidade. A outra via, que é a que está sendo seguida com João Paulo II, é o heroísmo das virtudes, como viveu essa pessoa”. (Padre Slawomir Oder, postulador do caso de beatificação do Papa João Paulo II)

Estive pensando nas vias que vivemos a cada dia, e não precisei de muito tempo para pensar: Será que somente o martírio de derramamento de sangue santificaria alguém nos fins dos tempos?

E a resposta veio…porque no dia-a-dia vivemos situações tão difícies, que vejo a necessidade de dar uma resposta, e as vezes são situações tão pequenas.

E é esta via de santificação que muitas vezes vivo: Ninguém vê! Só o Senhor! E as vezes as respostas saem mais heróicas do que eu mesma imaginava, porque na realidade a vontade do meu coração é apenas ser boa, ser de Deus, levar o Senhor em TODAS as situações sem querer nada em troca. Aqui não estou dizendo que já sou santa, porque pra este processo preciso aprender a morrer pra mim mesma e depois morrer para o mundo, depois concretamente encerrar minha vida, porque até o último suspiro eu posso colocar tudo a perder por desviar dos planos do Senhor.

Então, percebo que nada passa despercebido pelo olhar do Senhor, Ele está a todo instante se movendo para que eu O perceba com clareza nos momentos da vida.

E que a vida é cheia de surpresas santificadoras, essas surpresas nem sempre são alegres, e nem sempre são fáceis, mas vale a pena vivê-las intensamente, porque elas me farão um pouco melhor, um pouco mais limpa para refletir o Senhor, um pouco mais humana que busca o céu e quer transmitir o céu para quem está do lado.

Aí descobrí que toda lágrima, toda dor, toda humilhação, toda morte interior, é uma grande oportunidade de me santificar.

E pra que me santificar? Só para chegar a algum altar?

Não! É para alcançar a eternidade para mim, para os que me são próximos, e como estou na mídia: levar os que me vêem e me seguem, porque exclusivamente: sigo o Senhor…Quero atrair com minha vida, todos os que estão procurando (assim como eu) a intimidade completa e eterna com o Senhor.

Gente, eu gostaria muito de falar tudo o que está aqui dentro de mim, mas, parece que eu esgotei nas palavras, não consigo falar mais tudo o que está aqui: “Eu queria poder dizer em palavras o que sinto agora…”, mas não consigo…

Deixo aqui este texto, para rezar por todos que irão ler para que tenham este desejo de santidade diante de todas as situações…acredite: todas elas podem te santificar…basta você querer seguir o caminho do Senhor e não olhar com olhar negativo o que te acontece: Tudo pode virar santidade!

Deus te abençoe! Até mais! Abraço fraterno! Karina Maria