No final da rua da casa da minha mãe, em Conceição de Macabu-RJ, onde passei minha adolescência, tem um hotel fazenda com uma piscina com 3 metros de profundidade. Depois da escola eu, minha irmã e minhas primas, que nadamos muito bem, passávamos  a tarde lá, nadando.

Nesta piscina tinha um trampolim bem alto. No fim da tarde, quando a maioria dos hospedes do hotel já tinha ido embora, eu, minha irmã e minhas primas subíamos no trampolim, as vezes com medo, e pulávamos de cabeça lá de cima. Era indescritível a sensação daquele mergulho “sem fim”…e quando eu chegava no fundo da piscina, eu deitava rente ao chão e ficava alguns segundos lá. Era o meu lugar secreto…parecia que o mundo parava enquanto eu estava lá. Às vezes nesses mergulhos nós encontrávamos moedas que durante o dia os banhistas perdiam. Juntando tudo dava pra tomar refrigerante rsrsrs.

Hoje de manhã me lembrei desse fato e pensei: pra mergulhar no Espírito Santo é do mesmo jeito. Eu preciso me decidir, este é o 1º passo. O 2º passo é, mesmo com medo se lançar. Mesmo que seja muito difícil, dar o passo no escuro. Isto tem nome: fé. E em 3º lugar mergulhar de cabeça, profundo, sem reservas, pra experimentar o Senhor. Experimentar significa correr riscos, sair da “zona de segurança”. Ouvir a voz do coração e caminhar.

Tenha certeza de que o resultado desses passos é sempre surpreendente. Muito mais do que moedas perdidas no fundo da piscina, Deus quer te surpreender com a presença dEle mesmo. O mundo inteiro vai parar pra que você se encontre com o Senhor de forma nova. Como a primeira e a última vez!

Bom mergulho!

Deus abençoe

3 Comentários

  1. Ana, esse hotel fazenda é o Malibu?
    Bjs.

  2. Pingback: Ana Lucia CN

  3. Pingback: Camilo Bastos

  4. Boa tarde Ana,
    Essa sua reflexao vem de encontro com a inquietaçao que eu estou, sinto que deus quer muito mais de mim, ele tem me mostrado diversas situaçoes onde eu venho sentindo isso, porem eu nao sei se me falta é coragem,se me falta decisao, so sei que me sinto confuso, inquieto com essa situaçao,isso as vezes ate trava um pouco a minha vida, pois nao estou sabendo como dar esse passo, deus abençoe vc pela sua reflexao
    foi mais um sinal que deus me deu e que ele continue frutificando a sua missao.

    Um abraço,
    Marcelo

  5. Pingback: karla Gabrielle

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *