Muitas curiosidades encontramos durante nossa peregrinação. Descendo o Monte das Oliveiras entramos em um cemitério e encontramos um tumulo da época de Jesus. Ali descobrimos que quando um tumulo já usado era reutilizado, os ossos antigos eram colocados em uma espécie de caixa de pedra que era guardada no local. Quanto mais caixas, mais antigo é o tumulo. No caso do tumulo de José de Arimatéia, era umtumulo novo, porque não tinha nenhuma caixa.

Outra curiosidade foram as alfarrobas,o verdadeiro gafanhoto de João Batista que lá tivemos a chance de provar…uma delícia hahaha

Na verdade se trata de uma espécie de vagem seca, de aspecto e cheiro estranhos, mas gosto (pasmem) de chocolate. As alfarrobas eram usadas como alimentação no deserto porque são leves , fáceis de serem transportadas e altamente protéicas.

Aos pés do Monte das Oliveiras encontramos a tumba da Virgem Maria, tema do nosso próximo post.

Que tal visitar a Terra Santa ano que vem? Entre em contato com a Obra de Maria e garanta já essa experiência que vai mudar sua espiritualidade. Por telefone: (012) 3186 2055 ou pelo e-mail peregrinacoes@cancaonova.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *