adventoMúsicos! Advento chegou e ai?

Mais um ano litúrgico se foi, 2015 para igreja começa no advento.  1 mês antes do natal, praticamente 1 mês antes do ano novo no calendário cívil.

Bom iniciamos o ano litúrgico nos preparando para a grande festa do nascimento de nosso Senhor Jesus Cristo.

Como disse iniciamos nos preparando, e essa preparação faz com que possamos celebrar o natal com toda a grandeza que ele comporta.

Para isso toda a liturgia, por isso toda a igreja se coloca em posição de ALEGRE EXPECTATIVA, dividida de duas formas.

More »

Música = Arma  sutil e eficaz para a evangelização.

Para aqueles que creem, é fato que a segunda vinda de Jesus esta próxima, segunda e derradeira vinda, e continuamos aclamando: “Que a santidade da minha vida, apresse o Senhor e ele logo virá”!
Diante de tantos fatos, algo tem me preocupado: As pessoas cada dia mais se mostram independente de Deus, se tornam cada dia mais egocêntricas, querem cada dia mais viver o seu  “carpen dien”.

More »

Salmo para o domingo

A experiência de cantar o salmo, um canto especial na celebração liturgica que deve ser executado com simplicidade e beleza, levando todos a exclamação do refração.

Para esse domingo

“Que as nações vos glorifiquem ó Senhor, que todas as nações vos glorifiquem”

Existe uma capacidade humana e espiritual em nós, Deus nos da a graça e nós trabalhamos para que a graça aconteça não há como separar as duas coisas no exercício do nosso ministério.
Você se sente chamado ao ministério de música?
Então existe em você uma capacidade musical, existe em você um dom?
Mas não se engane, talvez você gostaria de ser um músico, mas Deus lhe chamou ao sacerdócio por exemplo, a evangelização através da pregação da palavra, você ama a música mas o seu chamado é outro, seu dom é outro e que desperdício será se você deixar de ser pregador para ser músico, porque a eficácia do seu chamado esta na pregação.
Compreende que ai esta a riqueza do que refletimos no primeiro capitulo “Mas um e o mesmo Espírito distribui todos estes dons, repartindo a cada um como lhe apraz”. More »

Ola, Deus abençoe.
Continuando a resumir o que foi a Jornada mundial da Juventude, não posso deixar de falar do grande momento que foi o encontro com o Papa Bento XVI.
Além de ser emocionante estar diante do chefe da igreja, do sucessor de Pedro, no meu coração voltava a viver com mais força o ardor pela evangelização.
Bom falando em voltar a viver, as vezes dentro do nosso ministério nos sentimos cansados, pra não dizer esgotados, não é verdade?
Isso é até comum partindo do princípio que a evangelização requer de fato vontade e doação que as vezes vão além.
Quantos de nós ministros de música e jovens em geral que doamos nossas vidas para pregarmos o evangelho não passamos noites acordados ou dormimos pouco, nos gastamos em reuniões para preparar aquele encontro ou em ensaios intermináveis, etc.
Tudo isso gera um cansaço físico, mas, além disso, um cansaço mental.
Precisamos “voltar a viver”, pois senão vamos achando que não vale mais a pena e que a evangelização só consome nosso físico, nossa mente
É de fato dar sentido, mas também equilibrar-se.
Quando vi de frente comigo o Papa Bento XVI, eu via um homem já idoso, mas quanto vigor naquele sorriso e senti no meu coração um renovar das forças algo de fato espiritual, não posso negar, o Espírito de Deus me visitou ali me chamando a atenção para a necessidade da evangelização no mundo e quanto o Senhor conta comigo.
Fui encontrando em todo o meu ser missionário, a vontade primeira de servir de me entregar a Deus e a igreja. Foi algo sobrenatural mesmo, visita de Deus.
Com isso, percebi que muitas vezes fui dando mais importância à coisas secundárias, coisas que passam deixando um pouco de lado a evangelização.
Com isso, quero dizer :quanto tempo desperdiçamos, nos desgastando com brigas, desentendimentos, até mesmo arquitetando em nossas mentes planos para mostrarmos ao outro que ele esta errado ou para corrigirmos, ensinarmos, etc. Deixamos o primordial para vivermos  o secundário. Não quero dizer com isso que não deve haver em nosso meio, correções, advertências, etc. Mas perdemos tempo brigando por poder sendo que isso é de fato o menos importante; E com essas brigas vamos nos desgastando e isso vai gerando em nós o desânimo, arma poderosíssima nas mãos do inimigo.
Gastamos nossa energia no lugar errado.
Outro ponto importante, não existe músico, ou servo sem vida de oração.
Bom, isso quero deixar pra outra partilha.
Finalizando, ver o Papa, trouxe em mim vida, vida nova, talvez nunca mais o veja denovo, então preciso gastar minhas energias com o que de fato é necessário. Mais do que ver o Papa, tenho a oportunidade de ver Jesus todos os dias na sagrada eucaristia, que Ele seja meu ânimo, mas preciso e precisamos deixar de lado o que é supérfluo para viver o essencial.
O Essencial é a evangelização, é espalhar o amor e a salvação de Jesus a todos, o restante podemos organizar sem maiores desgastes.

Na luta

aprendendo a cada dia

André W. Florêncio