A verdadeira devoção a Maria Santíssima leva à imitação das suas virtudes,que tanto agradou o coração de Deus.

1. Regra de Ouro.
Leia todos os dias,sem exceção.
Leia quando tiver vontade e quando não tiver também! É como remédio: com ou sem vontade, tomamos porque é necessário. Com a Bíblia é a mesma coisa. Assim, como alimentamos o corpo todos os dias, alimentemos diariamente o nosso espírito com a Palavra de Deus.

2. Com hora marcada!
Pode ser de manhã, no final do dia,  ou em naquele horário que para você é o melhor. Alguns levantam cedo para ler a Bíblia e antes das outras ocupações  do dia. Há, porém, quem tenha dificuldades para fazer isso. E preferem no final do dia, bem a noitinha.
O importante é descobrir o melhor período para você e fazer dele a sua hora marcada com a Bíblia, sendo-
lhe fiel, dando prioridade a este momento, que é um encontro com a Palavra de Deus.

3. Alguns minutos!
É melhor 20 minutos de leitura todos os dias do que reservar uma hora e não ser fiel. Mas seja fiel ao tempo que você determinar. Com o tempo você vai tomar gosto, a Palavra de Deus terá um sabor de “quero mais”.E quando perceber uma hora parecerá ter sido 20 minutos.

4. O meu cantinho
Escolha um bom lugar. Não é preciso nada especial, basta ser tranquilo, silencioso, que facilite a concentração e a oração.

5. Lápis ou caneta na mão
Um meio simples, mas eficaz é ler com lápis ou caneta na mão. Sublinhe as passagens mais importantes, as coisas que lhe falaram e que lhe tocaram de modo especial.
Não tenha medo de riscar a sua Bíblia. Ela é um instrumento de trabalho.
Com a Bíblia bem marcada, vai ser fácil você se lembrar das passagens e encontrá-las quando procurar.

6. Tudo em espírito de oração

A Palavra de Deus, é infinitamente mais que belas palavras. É a Palavra de Deus. É a Sua voz falando a mim e a você. É um encontro pessoal com Deus!
É um diálogo: você escuta, você acolhe, você se toca, se sensibiliza, responde.
É um encontro de pessoas que se amam.

Quer saber mais? Conheça então o livro: A Biblia no meu dia a dia – Mons. Jonas Abib