Não é de hoje que conhecemos o poder do Toque Físico.

De acordo com várias pesquisas, bebês tocados com afeto são emocionalmente mais saudáveis do que bebês privados desse toque. O mesmo se aplica a mim e a você. Um aperto de mão, um abraço, um tapinha nas costas enchem o tanque de amor de muitas pessoas solitárias. A criança que é Toque Físico quando encontra você não irá simplesmente querer um beijo, mas um abraço apertado. Ela se sente amada com o toque. Percebemos quando uma criança é toque físico pelo tempo que demora quando recebe um abraço e pela freqüência em que ela nos abraça. Não diz nada, simplesmente chega perto e abraça. É nesta hora que ela diz: “Me ame, me abrace!” Se você tem um filho(a) que deseja sempre abraçar, beijar (aqueles beijos no rosto demorados), ele pode ser Toque Físico.

Lembrem-se todos nós precisamos de todas as linguagens, então isto não lhe ausenta de aplicar todas elas com seu filho(a), mas se você percebeu que ele é Toque Físico, não perca tempo saia daí agora e dê um abraço bem apertado nele!


CONSIDERAÇÕES FINAIS:

Gostaria de ressaltar que para identificar a Linguagem de Amor de seu filho(a) ou mesmo a sua é necessário observação, e se caso você não tem demonstrado a Linguagem de Amor dele, provavelmente ele deve estar lhe cobrando de alguma forma. Você perceberá que é Vital! Você não conseguiria viver sem! Uma criança pode ser bilíngüe, ou seja, pode ter duas linguagens que são vitais, mas isso é mais raro. Talvez você pense: ” Ah! Meu filho é todas estas”. Se ele esta no período de formação  0 aos 6 anos a criança realmente deseja todas elas o dia todo porque afinal está em formação. Nós mesmos precisamos de todas elas, mas com freqüência de necessidades diferentes, por isso talvez você precise esperar um pouco mais para saber, mas enquanto isso, faça deste tempo uma oportunidade de fornecer as cinco linguagens para que o tanque emocional de seu filho (a) fique sempre cheio! Afinal quem dá amor recebe amor!
Você já sabe qual é a sua Linguagem de Amor? Conseguiu identificá-la? E a de seu cônjuge? E de seu filho? Comente e compartilhe conosco sobre essa descoberta e como tem sido para você colocar em prática.

fonte: Livros
• As Cinco Linguagens do Amor
• As Cinco Linguagens do Amor das Crianças, ambos escritos por Dr. Gary Champman. Editora Mundo Cristão.

Todo ser humano precisa de tempo dedicado exclusivamente para si mesmo. Com quem é Tempo de Qualidade não é diferente, pode ser 5 minutos, mas que seja com 100% de tempo disponível seu para quem está pedindo a sua atenção.

Não é apenas estar no mesmo cômodo ou na mesma casa que ele. É prestar atenção total a quem esta falando.

É sair para comer, olhar olho no olho, ouvir e falar. Se seu filho(a) é Tempo de Qualidade ele anseia para que você preste atenção ao que ele esta dizendo.

Fique atento! Se você está na frente da TV ou lendo algo, certamente ele pulará no seu colo ”clamando” por atenção.

Quer encher o tanque dele? Desligue a TV, pare de ler, olhe para ele e ouça atentamente o que ele esta dizendo.

Saiba que no seu coração nascerá esta certeza:
“Meu pai me escutou, ele prestou atenção no que falei”.
“Ele se importa comigo.”

Quem hoje esta precisando de um tempinho seu?!
Que a Virgem Maria, nossa Mãe e Mestra nos ensine que amar é abrir mão do tempo para construir eternidade.

Com carinho,
Fátima

Como cultivar os valores familiares em nosso lar? Como incentivar nossos filhos a se preocuparem com que esta ao nosso lado? Como ensiná-los a amar uns aos outros? Antes de conhecermos as respostas de Deus a estas perguntas tão importante, observemos como uma irmã dedicada é capaz de ser exemplo de valores familiares para nós.

Miriã era uma menina que, sem dúvida, gostava muito de seu irmãozinho recém nascido. Durante três meses, Miriã viu e ajudou sua mãe a esconder o pequeno Moisés e enquanto sua família desafiava o decreto do Faraó que determinava que todos os meninos nascidos do povo hebreu deveria ser morto (Êx.1,22). Depois de três meses, sua mãe foi obrigada a encontrar uma solução que não fosse a morte para o seu amado filho. Então teve a inspiração de colocar o bebê em um cesto e deixar que ele flutuasse até em meio a vegetação à beira do rio Nilo. Com certeza em seu coração havia um sopro de esperança de que alguém o encontrasse. Mas quem ?
Miriã ficou de longe, para observar o que lhe haveria de acontecer. Mas Deus tem seus caminhos…e a filha do Faraó que costumava se banhar perto dali, achou o bebê e vendo que era ainda muito pequeno e precisaria de cuidados mostrou-se preocupada. Miriã, aproveitou a oportunidade e corajosamente apresentou-se diante da filha do Faraó e disse que conhecia uma mulher que poderia cuidar dele. E assim o pequeno Moisés pode voltar a salvo para a sua família, para o colo de sua mãe,  ao amor de sua família, mesmo que fosse por algum tempo.

Mas com quem Miriã havia aprendido a ser uma menina, uma jovenzinha tão corajosa e tão leal a sua família? Será que foi com seu pai, ou com sua mãe?

O   importante é saber que com certeza ela fez uma experiência de amor, um amor que luta pela vida, ela tinha uma família, pessoas que e cultivavam os valores.

Como pais, podemos e temos essa missão de ensinar nossos filhos, de despertar neles os valores que  fazem toda a diferença.

Não desanimemos:

– Ensinemos nossos filhos a amar uns aos outros (Jo 15,12-17). Motivemos os irmãos e irmãs a rezar uns pelos outros e fazer gestos concretos de bondade entre eles.

– Expresse livremente sua bondade e preocupação com as pessoas.(Prv.12,25). As crianças repetem o que ouvem e vêem. Sejamos bons exemplos, modelos vivos de Cristo, agindo como Ele com bondade e compaixão.

– Não tenhamos medo, vergonha de manifesta amor abertamente. Sejamos testemunha desse amor de Deus, dizendo sempre “eu te amo” sempre.

– Cultivemos os laços familiares lembrando que em família somos: “Um por todos e todos por um”.

E como dizia Dom Bosco: Empenhe-se todos os dias em conquistar seus filhos…

fonte: LV. Mulheres que amaram a Deus.Elizabeth George

Para rezar!