Tudo tem seu tempo

”O que ganha o trabalhador com todo o seu esforço?

Tenho visto o fardo que Deus impôs aos homens.

Ele fez tudo apropriado ao seu tempo. Também pôs no coração do homem o anseio pela eternidade; mesmo assim ele não consegue compreender inteiramente o que Deus fez.

Descobri que não há nada melhor para o homem do que ser feliz e praticar o bem enquan­to vive.

Descobri também que poder comer, beber e ser recompensado pelo seu trabalho é um presente de Deus” (Ecle 3, 9-13).

Até a minha aposentadoria, trabalhei como bancária em vários setores em um prédio que reunia Setor Jurídico, Auditoria, Controle e Superintendência.

Outro dia, ao passar em frente deste lugar fiquei observando e vi todo ele no chão, só cinzas, mato, escombros de um incêndio ocorrido em parte do prédio da Superintendência em 04/2016. Nesse período eu já havia me aposentado.

Ao olhar para aquele lugar, reacendeu minhas memórias. Foi rápido, mas intenso, como se estivesse vivendo lá novamente aquela parte da minha história.

Fui relembrando cada setor que trabalhei, cada função que exerci, cada pessoa com quem me relacionei, e as situações vividas com a “família do trabalho”. Sim, família, porque vivemos de 8 a 12 hrs por dia com as pessoas com quem trabalhamos.

Naquele instante meu coração se alegrou, pois apesar de ver tudo destruído, a minha história continuava de pé dentro de mim. Está registrada em minha memória, em cada célula do meu corpo e no livro da minha vida. Tudo estará diante de mim quando o Senhor me chamar.

Nesses momentos é que pensamos, e vemos que tudo passa, menos o que vivemos, as alegrias, as amizades, os relacionamentos, como se vestia, como agia, as tristezas, as decepções. Sim, até mesmo as tristezas e decepções porque elas fizeram e fazem parte do nosso crescimento.

Devemos ter em mente que tudo que vivemos e a forma como vivemos é o que importa e o que será levado conosco e em conta para ser apresentado ao Senhor.

O restante… Ah, o restante!? É o que passa. Tudo passa, só Deus basta!

Um dia iremos assistir esse filme, o filme da nossa vida, e então veremos detalhes revelados que nem percebemos, e por isso precisamos caprichar no roteiro para não nos envergonharmos. Precisamos desejar apresentar ao Senhor uma linda história, bem vivida, carregada de aprendizado, de bênçãos, de perdão, de companheirismo, parcerias, dedicação e de tudo que a vida nos apresentar, porque é isso que importa.

Oração

Quero louvar e bendizer ao Senhor pela graça do trabalho que me deste!

Foi intenso, maravilhoso, trabalhoso, mas o Senhor me quis ali e eu espero ter feito a diferença lá, e se em algum momento não fiz, me perdoe. Sei que não tem como voltar lá e mudar, mas posso aprender com o que vivi e de agora em diante fazer muito melhor e mais bonita a história que o Senhor neste tempo sonhou para mim. Amém!

 

Marluce Provenzano Missionária CN – Cuiabá