Um "NÃO" com amor

aQuando expressado com amor, o seu não agradará como um sim

Encontrei Margarida andando pela rua, uma senhora tímida e gentil no trato com as pessoas.

Eu a vejo caminhar no sentido oposto, na mesma calçada. Carregava com equilíbrio uma caixa de pizza.

Quando cruzei seu caminho, continuei andando, mas a piada floresceu nos lábios: “Margarida, é para mim a pizza?”.

Sua reação como resposta, apesar de tímida e reservada, foi, obviamente, negativa; como eu esperava. Notei a expressão “não, eu sinto muito, se eu pudesse, eu ficaria feliz em te dar”, com um sorriso educado e ‘sentido’, mas o meu riso a tranquilizou: era só uma piada, uma maneira de dizer olá.

Nos próximos cem ou duzentos metros que eu ainda tinha que percorrer para chegar em casa, eu pensei: Que bela maneira Margarida utilizou para me dizer não. Um não com aquele sorriso ‘sentido’, de quem ficaria feliz em conceder.

Quantas maneiras de dizer não ao próximo. Eu aprendi que posso negar o que me pedem, mas se eu expressar com amor, o outro receberá o não como um sim.

Ciao do Pe. Andrea