Grupo de estudo #4: XP – Extreme Programming

Para nosso quarto grupo de estudo , foi proposto o tema: XP – Extreme Programming, como referência usamos o vídeo:

http://www.viddler.com/player/2c9705f5/

Algumas conclusões a respeito do XP:

– documentação tanto faz
– Utilização de funcionalidades
– falhas de comunicação (telefone sem fio)
– problema: será que eu estou fazendo a coisa certa, qual é a coisa certa a fazer.
– você pode ser o melhor programador mas fazendo a coisa errada – não servirá para nada
– solução: menos personagens , cliente falar direto com o programador – chance de ter um resultado razoavel no final
– requisitos : exemplo:o cliente pede, nove meses depois ele vê o resultado e diz que não foi nada disso que ele pediu
– Método cascata: Análise, Design, Implementação, Teste, Implantação, Manutenção
– Custo da mudança é exponencial , não precisa saber tudo no começo
– Mudança : risco ou oportunidade
– descobrir a coisa certa com o tempo
– fazer software processo de descoberta
– feedback do que ele queira com o tempo
– não comparar o desenvolvimento e planejamento :software e um prédio
– Digital: Fluidez, maleabilidade, invisibilidade, complexidade( elementos distintos), baixo custo de manufatura, rápida evolução
– Se fazer código direito pode colocar o que o cliente pedir
– Fábrica de software
– Responsabilidade do sucesso do projeto
cliente trabalha junto com os desenvolvedores ( cliente dança junto, conduz  a equipe de desenvolvedores)

– Planejamento Interativo( Inicial)

– cliente ja sabe o prazo, programadores tentam entender

– Planejamento: Realeses: o que é importante para projeto, analisar o que precisa ser feito
reunir várias equipes diferentes, para ter diferentes pontos de vista

– O beneficio aparecerá cedo
– Iterações
– entrega semanais, cliente vê o resultado a cada 1 semana( ciclo semanal( sprint scrum))
– discute o que vai ser feito para proxima semana
– cliente principal escreve histórias em um cartão
– desenvolvedores discutem os prazos
– bolinhas : quanto tempo vai levar ( o que precisa, qto vai custar)- LIMITE
– Priorização
– Aguarde e confie ( cai no esquecimento)
– Reuniões diarias
– quadro com tarefas
– Retrospectiva
– Testes – código para passar no testes
– Programação em par  funciona melhor do que trabalhar sozinho( avião sem co-piloto)( um digita enquanto outro revisa, corrige e sugere, redução de bugs, simplicidade, e velocidade)

↑ topo