Estamos entrando num tempo forte de nossa liturgia: o Advento. Isto mexe com toda a nossa estrutura pessoal pois nos coloca frente a frente com novas possibilidades de conversão, em vista do Natal do Senhor.

O Advento é o tempo de preparação espiritual para a Vinda do Senhor, no seu Natal. Serão 5 semanas de reflexões sobre nossa vida, nosso modo de viver com os outros, isto é, nos nossos relacionamentos. É tempo de aprofundar os laços que nos unem, de rever atitudes, eliminando aquelas que não promovem a paz, a justiça e a concórdia. O Advento deve nos deixar mais humanos, pois se a alma se eleva a Deus acaba encontrando na nossa humanidade um sentido maior para se viver. As diferenças pessoais dão lugar a busca de compreensão daquilo que nos incomoda no outro, ou que nos faz sofrer, acolhendo-o como ele é, embora as vezes ele esteja com a sua imagem desfigurada pelos sofrimentos da vida e isto acabou provocando uma ruptura no relacionamento.

A palavra de ordem neste tempo é o perdão. Liberar o perdão a todos, alargar o espaço no coração para o acolhimento, mesmo os que nos magoaram e fechar o ano de bem com todos. No meu estudo da palavra de ontem a noite, meditei sobre a seguinte passagem bíblica:

“Não pagueis a ninguém o mal com o mal . Aplicai-vos a fazer o bem diante de todos os homens. Se for possível, quando depender de vós, vivei em paz com todos os homens” Rm 12, 17-18

Neste tempo do Advento deixe que a Luz do Espírito Santo ilumine o seu coração para que a sua vida ilumine a vida de muitos, com gestos de perdão, acolhimento e paz.

Deus te abençoe. Diácono Paulo Lourenço

Print Friendly

Comments closed.

Network-wide options by YD - Freelance Wordpress Developer