093-stj-vida-tempop[1]“Segue o teu destino,
Rega as tuas plantas,
Ama as tuas rosas.
O resto é a sombra
De árvores alheias.

A realidade
Sempre é mais ou menos
Do que nós queremos.
Só nós somos sempre
Iguais a nós próprios.” Fernando Pessoa.

Gostei muito desta poesia e queria partilhar e refletir.

Quantos problemas e situações ruins seriam evitados se cada um cuidasse daquilo que Deus destinou para cuidar: o seu jardim, a sua vida, as suas coisas, o seu trabalho, as suas rosas. Vemos que a inveja ou o olhar no quintal do vizinho pode provocar o desejo de ter o que não se precisa ter para ser feliz.

A poesia fala de uma realidade que nem sempre será do jeito que queremos, mas podemos acolhe-la. Nossas rosas podem não ser as mais belas do mundo, e é esta a nossa realidade, mas devemos ama-las pois são as que Deus nos deu. Porque nós somos sempre iguais e únicos e irrepetíveis. E como únicos podemos ter um olhar de amor para nosso jardim, nossa vida.

Lembremo-nos que Deus colocou o homem e a mulher para serem os jardineiros neste mundo, para cuidar da criação, da obra de suas maõs, portanto, nunca desprezemos aquilo que temos para cuidar e jamais invejemos aquilo que Deus deu para o outro cuidar.

Ama as suas rosas… cuida, rega as tuas plantas… segue a sua vida serenamente… deixa de lado as sombras… Deus ilumine você.

Network-wide options by YD - Freelance Wordpress Developer