A psicologia mostra-nos que temos mecanismos de defesa em nossa mente que são inconscientes. Um do qual quero falar diz muito de mim que é a “projeção” ou espelho.

Muitas vezes vejo certos defeitos no irmão que me incomoda muito. Isto faz com que eu fale, pense e queira mal a este irmão.

Passando com uma psicologa, ela me fez perceber que estas pessoas das quais eu tinha dificuldades eram simplesmente reflexo do que sou. Eu via defeitos em certos irmãos que me incomodava demais, porém tinha o mesmo defeito, ou até mesmo desejava ser o que a pessoa era. Como disse: tudo no inconsciente, não no consciente.

Na verdade eu me via no espelho, e no meu inconsciente não aceitava os meus próprios defeitos. Um exemplo foi que no meu pré-discipulado na Comunidade Canção Nova, tinha muita raiva de um irmão, falava mal e julgava, para ser sincero eu não suportava este irmão. Isto me incomodou, e parei para rezar, nisto Deus me falou:” Este irmão é você…aquilo que você deseja ser…”

Relutei dentro de mim, mas percebi que era tudo verdade. Porque o irmão cantava, rezava, pregava, era extrovertido e etc…Tomando consciência disso a imagem do irmão mudou dentro de mim, hoje é uma pessoa que admiro e grande amigo.

Por isso hoje antes de criticar ou julgar o irmão, eu paro para perceber que estes defeitos do irmão podem ser na verdade meus defeitos…

Irmãos façamos uma pequena reflexão e procuramos observar  se os defeitos que você vemos no irmão, se na verdade não são os nossos defeitos. Na verdade ninguém gosta de ficar vendo os seus defeitos e limites no espelho, buscamos ver nossa beleza, mas quem quer ver os defeitos…