2ª Carta aos Tessalonicenses > Leitura #257

Sempre abençoar

Se Jesus nos manda orar pelos inimigo e fazer o bem aos que nos perseguem quanto mais abençoar aqueles que amamos? Ainda que deem trabalho…

 

“A graça de nosso Senhor Jesus Cristo esteja com todos vós. “

Neste finalzinho de carta aos tessalonicenses, porque realizar o diário separadamente com apenas três versículos curtos? Primeiro, para manter nossa proposta neste diário no blog de seguirmos os títulos propostos pela bíblia da cnbb que é a nossa bíblia base, mas não exclusiva. E também porque, à partir disso podemos perceber a importância da benção.

Abençoar é comum nas cartas de são Paulo. A benção está presente tanto no início quanto no final das cartas. A saudação com a graça de Deus, a paz e a benção são a sua marca registrada.

A Igreja até hoje usa esta fórmula na Santa Missa “A graça e a paz de Deus nosso Pai e de nosso Senhor Jesus Cristo estejam convosco!” e a assembléia responde: “Bendito seja Deus que nos reuniu no amor de Cristo!”

Mas não é somente na Santa Missa que o cristão deve abençoar, desejar graças e transmitir a paz aos seus irmãos. Nas nossas orações de intercessão, quando encontrarmos com nossos irmãos na fé pelo caminho e na missão, ao sair da Santa Missa e chegarmos em casa. A benção, a graça e a paz devem nos acompanhar.

Não há promessas ordens e princípios eternos neste trecho, mas o seu ensinamento a igreja aprendeu há séculos e é eles mesmo que nos é transmitido para que nossa alegria seja completa.

Leia o trecho em II Ts 3, 16-18

Na Bíblia cnbb página 1459

Título: Benção e saudação finais

Qual a mensagem de Deus para mim hoje?

Eu preciso sempre abençoar, fui criado para a benção e esta deve ser uma marca registrada. Onde eu for, por onde eu passar, a benção eu preciso deixar.

Como posso pôr isso em prática?

Acostumar-me a abençoar. Nas minhas palavras de saudação sempre me lembrar de abençoar com a graça e a paz de Deus nosso Pai e de Jesus Cristo nosso Senhor.