Carta a Tito > Leitura #289

O padre não é um homem qualquer

O Sacerdote é um eleito de Deus.

O padre não é um homem qualquer, mas um escolhido e eleito de Deus, preparado para pastorear as ovelhas do Senhor e afugentar os lobos que espreitam para as atacar.

“Eu te deixei em Creta para organizares o que ainda falta e constituíres presbíteros em casa cidade…”

As mesmas recomendações dadas a Timóteo, agora chegam a Tito.  Cronologicamente não estão assim tão distantes, pois o crescimento da Igreja pela evangelização de Paulo e seus companheiros (os primeiros bispos) acontece simultaneamente em muitos ligares.

De posse dessas orientações, Tito organiza a Igreja local com novos bispos, padres e diáconos sempre observando os critérios que na época eram usados para a escolha dos homens que fariam parte do clero local.

Dentre esses critérios um me chamou particularmente a atenção: apegado à palavra digna de fé segundo o ensinamento. Que palavra é essa? É o ensinamento da Igreja, o ensinamento do magistério. É a palavra digna de fé, que garante e autentica o que a Igreja ensina em toda a parte.

Graças a Deus!

É isso que garante a fidelidade do evangelho que é pregado e como a palavra de Deus deve ser interpretada e transmitida. É por causa dessa tradição e desse magistério que Paulo, sem dar esses nomes, escreveu todas as cartas pastorais, pois assim, mesmo à distância, ele garantia a formação da comunidade e do clero que estava sendo formado. Sua experiência no Judaísmo certamente favoreceu sua capacidade de transmitir os ensinamentos e procedimentos daqueles que receberiam a missão de perpetuar a fé da igreja.

Leia o trecho em Tt 1, 5-9

Na Bíblia cnbb página 1470-1471

Título: Organização eclesiástica

Ordens

Tt1, 5-9

Eu te deixei em Creta para organizares o que ainda falta e constituíres presbíteros em casa cidade conforme as instruções que te dei a saber: o candidato seja isento de acusação, casado uma só vez, tenha filhos crentes que não se possa acusar de devassidão, nem sejam rebeldes. Pois é preciso que o bispo, como administrador de Deus, seja isento de acusação, não seja arrogante, nem colérico, nem dado ao vinho, nem violento, nem avarento; seja, pelo contrário, hospitaleiro, amigo do bem, prudente, justo, piedoso, disciplinado, apegado à palavra digna de fé segundo o ensinamento, a fim de ser capaz, tanto de exortar na sã doutrina, como de refutar os que a contradizem.”

Qual a mensagem de Deus para mim hoje?

Esta é a orientação para os pastores, é o que se espera deles. Mas também das ovelhas, do povo, que devem seguir o exemplo dos pastores. Somos chamados a mesma santidade.

Como posso pôr isso em prática?

Na busca sincera pela santidade de vida, pela oração e a dedicação à palavra de Deus, seguindo os bons e verdadeiros exemplos de santidade.