Um erro… quando passo por uma experiência com determinada coisa e na primeira oportunidade, tento fazer com que uma segunda pessoa faça a mesma experiência, obrigado-a a fazer a mesma leitura que eu anteriormente fiz, com os mesmos sentimentos, com as mesmas emoções para chegar na  mesma conclusão.

O fato de uma pessoa ter a experiência X, não obriga as demais a terem a mesma experiência X. Claro que, a realidade é, independente do que eu pense sobre ela. Mas, existe algo chamado experiência, essa é adquirida conforme a pessoa vive e se relaciona com o universo ao seu redor. A experiência é algo pessoal e até pode ser única.

Por exemplo: A pessoa A, olha para uma montanha e, ao olhar para essa montanha, dentro dessa pessoa, existe uma certa admiração com tudo o que é a montanha, provocando até o desejo de escalar tal montanha. Já, a pessoa B, pode olhar para a mesma montanha e reconhecer que se trata de uma montanha enorme e que lhe causa muito medo. Na pessoa B, o efeito da contemplação da montanha é terrível e lhe causa muito medo, bem diferente da pessoa A que admira a montanha e se sente provocada a escalar.

Qual é a realidade? A montanha, bela, enorme e maravilhosa, difícil de escalar, com animais, vegetação própria e cheia de perigos.

Qual é a experiência pessoal? O fato de a pessoa A, se admirar com a montanha ao ponto de desejar escalar a mesma. E o fato de a pessoa B, sentir medo e não querer se aproximar da montanha.

Uma pessoa, não pode sentir ou pensar por outra e ainda querer tirar as conclusões em seu lugar. O que seria bom é justamente ajudar tal pessoa a entender e elaborar da melhor forma possível alguma experiência, na qual a pessoa será responsável. Nunca roubar a capacidade de ser humano. O que compete a pessoa que pretende ajudar é apresentar a verdade e até procurar a melhor forma para apresentar essa verdade. 

Existe um maravilhar da parte da pessoa quando a mesma se depara com a Verdade. Por isso, ao invés de procurar convencê-la a partir das minhas experiências, é melhor me esforçar a lhe apresentar a Verdade e da melhor forma possível.

 

Jonathan Ferreira