“Eu não sei falar com facilidade…” (Ex 6,30)

É fundamental para o cristão, para manter aquecida a sua vida espiritual, que, além da vivência sacramental, alimente a alma, continuamente, com o exercício da meditação. É por meio dela que Deus nos fala, nos santifica, nos ensina os seus caminhos e nos mostra a sua vontade. Sem isto, o cristão pode cair no perigoso ativismo, esquecendo o que Jesus disse: More »

Infelizmente, muitas vezes, nos perdemos pelos muitos caminhos deste mundo, porque, por orgulho ou por teimosia, insistimos em andar por onde queremos e não pelo caminho que Deus quer que sigamos.

O caminho de Deus pode não ser o mais fácil, ou o mais curto, mas com certeza, Ele nos leva pelos caminhos mais acertados. Como é desagradável em uma longa viagem errarmos o caminho! Incrível, como o lugar desejado nunca parece chegar. More »

Aqueles que já chegaram à perfeição da santidade nos ensinam que o caminho é “fazer a vontade de Deus”. Isto nos santifica porque nos conforma com Jesus, o modelo da santidade. É impressionante observar o zelo que Ele tinha em cumprir a vontade do Pai. A própria Encarnação foi a maneira que Jesus encontrou para, como Homem, fazer perfeitamente a vontade de Deus, que Adão não quis fazer. A Carta aos hebreus nos diz que Ele pediu ao Pai “um corpo”:

“Ao entrar no mundo, Cristo diz: Não quiseste sacrifício nem oblação, mas me formaste um corpo. Holocaustos e sacrifícios pelo pecado não te agradam. Então eu disse: Eis que venho (porque é de mim que está escrito no rolo do livro), venho, ó Deus, para fazer a tua vontade” (Hb 10,5-9). More »

“Toda dádiva boa e todo dom perfeito vêm de cima: descem do Pai das luzes” (Tg 1,17)

Para fazer a vontade de Deus é preciso ser humilde, “pobre de espírito” (anawin) como pediu Jesus.

A Igreja, sempre iluminada e assistida pelo Espírito Santo, em sua experiência bimilenar, nos ensina que os piores pecados são aqueles que ela chama de “capitais”. Capital vem do latim “caput”, que quer dizer cabeça. São pecados “cabeças”, isto é, que geram muitos outros. More »

“Assim também aqueles que sofrem segundo a vontade de Deus encomendem as suas almas ao Criador fiel, praticando o bem” (1Pd 4,19)

Um dos momentos mais oportunos para fazermos bem a vontade de Deus é quando as provações, as cruzes da vida nos atingem. Se Deus permite que isso aconteça, certamente Ele saberá usá-las para o nosso bem e nos fortalecer para o combate espiritual. Por isso, os apóstolos sempre estimularam os fiéis a enfrentá-las com coragem. São Pedro diz: More »