Search Results for: salesianos dom bosco

dom bosco
Quem percorre a vida de Dom Bosco (Itália, 1815) e da Família Salesiana percebe que é a fé profunda em Deus, aquela fé que “move montanhas” que levou Dom Bosco e tantos dos seus seguidores e seguidoras a chegar aos cinco continentes, aos quatro cantos do mundo. Esta fé os levou a povos de línguas e costumes radicalmente diversos, a região inóspitas. Dom Bosco quis que sua família fosse missionária. O sentido missionário é a grande riqueza da Família Salesiana onde quer que vivam e trabalham.
Na trajetória missionária, o Brasil recebeu os Salesianos em 14 de Julho de 1883 estando Dom Bosco ainda vivo. Os missionários vieram do Uruguai e chegando no Rio de Janeiro na cidade de Niterói e ao longo de mais de um século de sua presença no Brasil, os Salesianos e as irmãs Salesianas, levam sua obra a quase todos os estados.

Os “filhos” de Dom Bosco chegam a Fortaleza no dia 1 de janeiro de 1938, no bairro Joaquim Torres onde tudo começou. Na época o bispo do local, Dom Manuel Gomes da Silva, o então governador e o prefeito da cidade Raimundo Alencar Araripe se uniram e tudo fizeram para que a nova obra de Fortaleza pudesse atingir seus objetivos. Os primeiros anos foram de muitas dificuldades e provações, mas a persistência, amor aos jovens e a educação levaram os Salesianos a avançarem em todos os aspectos da missão.
Na Paróquia Nossa Senhora da Piedade, antiga capela de Santa Teresinha, onde encontra a sede da missão, vemos um crescimento e desenvolvimento de forma extraordinária de acolhimento e fidelidade ao carisma. A medida que os anos iam passando, os Salesianos iam atingindo sempre mais pessoas.

Na sequência, com a paróquia bem organizada, surgem duas grandes escolas:

Dom Bosco e Dom Lustosa; uma obra social da Paróquia da Piedade e Radio Dom Bosco. Esta última completou 12 anos, uma grande conquista para todo o povo de Deus presente em Fortaleza e região.
Inspirados sempre em São João Bosco, os Salesianos avançaram e alcançam a todos, os fortalezenses de diferentes idades através da evangelização, educação e comunicação de qualidade. Hoje em especial com a Radio Dom Bosco, está conseguindo alcançar o mundo.

Em 2009, foi comemorado o aniversário de 150 anos da Congregação Salesiana. Em 16 de agosto de 2015, serão celebrados o Bi-centenário de nascimento do seu fundador. Diante dessas comemorações o Reitor-mor Pe. Pascual Chavez, lançou uma peregrinação especial por todos mundo. Uma urna, contendo as relíquias do santo está percorrendo 130 países, nos 5 continentes que há presença Salesiana. Na Região do Nordeste as relíquias chegaram do dia 21 de janeiro de 2009 em Fortaleza de 05 a 07 de fevereiro.

Muitos são os frutos de sua passagem pelo Ceará. O Evangelizar Dom Bosco promovido pelos Salesianos de Fortaleza em especial pelo veículo de comunicação a Radio Dom Bosco e seus parceiros é um grande sinal de que São João Bosco intercede pelos seu filhos e mantêm aceso o grande desejo do seu coração o serviço a igreja e o seu grande projeto de vida: “Dai-me Almas”; expresso pela força da evangelização através da educação e comunicação.

Como Família Salesiana a Canção Nova em Fortaleza tem um programa na FM Dom Bosco todos os sábados as 15:00h com o programa ‘Dai-me Almas’, em alguns eventos o Dep de Web-tv está presente com a cobertura por fotos  ou na produção de vídeos.

Só nos resta dizer: ‘Fica mais forte Dom Bosco, com o passar dos anos’.

Por, Simone Souza e Renata Sampaio.

O dia ‘8 de dezembro’ – Solenidade da Imaculada Conceição de Maria data importante para a Família Salesiana e Família Canção Nova.

A Comunidade Canção Nova celebra hoje o 48 anos de Aniversário Sacerdotal do Mons. Jonas Abib. Tudo começou com sua experiência na Congregação dos Salesianos de Dom Bosco no Colégio São Manoel no dia 3 de Setembro de 1949.

Em Valdocco, nos tempos de Dom Bosco, o acontecimento era esperado, preparado e vivido com grande intensidade. Hoje em muitos ambientes salesianos se lembra o nascimento do Oratório de Dom Bosco e faz-se o ‘cerchio mariano’ (círculo ou encontro mariano).

A história do carisma salesiano, sobretudo a experiência dos primeiros anos de Valdocco, está repleta de muitos “8 de dezembro”:
– a bênção da primeira capela do oratório (1844);
– a abertura do segundo oratório (1847);
– as novenas e festas em honra da Imaculada e a grande solenidade por ocasião da proclamação do dogma mariano (1854);
– a consagração de Domingos Sávio a Maria Imaculada (1854);
– o nascimento da Companhia da Imaculada; a preservação de todos em meio à cólera (1854);
– a proteção da casa do oratório de um – fulmíneo – raio (1861);
– e a abertura da última casa feita por Dom Bosco, em Liège, Bélgica, em honra do Santíssimo Sacramento, exatamente no dia 8 de dezembro 1887.

O hábito que tinha Dom Bosco de colocar eventos importantes nas imediações de datas litúrgicas, sobretudo marianas, não era uma estratégia clerical, mas exprimia a profunda convicção da presença de Maria em sua vida, na do Oratório e, depois, na da Congregação.

São João Bosco gostava de dizer que “tudo nasceu de uma aula de catecismo”, recordando o encontro com Bartolomeu Garelli acontecido no dia 8 de dezembro de 1841, na sacristia da igreja de São Francisco de Assis, em Turim, como ele escreve nas ‘Memórias do Oratório’.

O Santo dos Jovens, como era conhecido, estava persuadido de que “todas as bênçãos caídas do Céu por intercessão de Maria, fossem fruto daquela primeira Ave-Maria dita com fervor e com reta intenção em companhia do jovenzinho Bartolomeu Garelli, na igreja de S. Francisco de Assis”, como cita o livro.

Em muitas casas salesianas, a Família Salesiana se reúne às 12 horas em ‘Círculo mariano’, recitando juntos uma Ave-Maria. “É uma tradição que relembra a grande devoção que Dom Bosco nutriu por Maria e como o carisma salesiano seja nascido sob a proteção e a guia da Mãe de Deus”, afirma o Postulador geral para as causas dos santos da Família Salesiana, padre Pierluigi Cameroni.

Na missão Canção Nova em Fortaleza, temos a graça de como Família Salesiana partilhar pela Rádio Educativa Dom Bosco nossas experiências com este lindo carisma que cuida dos jovens e prepara um povo para Segunda Vinda de Jesus.

Adaptado por,

Papa Francisco e a Família Salesiana

Papa Francisco e Dom Bosco

A Congregação e a  Família Salesiana está próxima de receber a nova ‘face’ de Dom Bosco. O Reitor Mor Dom Pascual Chàvez termina seu sucessão, em seu coração a certeza do dever cumprido e como ele mesmo disse:LASCIO UNA CONGREGAZIONE IN BUONO STATO DI SALUTEDeixo uma congregação em boa saúde.

Quero partilhar com você o que Dom Pascual nos fala sobre o Papa Francisco e sua experiência com Dom Bosco.

Um Papa que, em sua história pessoal, teve muitos contatos com Don Bosco e sua espiritualidade, graças a encontros com pessoas, lugares e circunstâncias. Papa Francis nasceu em 17 de dezembro de 1936, em Buenos Aires e foi batizado na noite de Natal na Basílica de Maria cristãos de Almagro, já na época confiada aos Salesianos. Para batizá-lo foi um missionário italiano, pai de Henry Pozzoli, muito ligado ao ramo familiar materno Sivori, da família do futuro Papa. Don Pozzoli também foi o primeiro pai espiritual e o acompanhou na maturação da vocação sacerdotal, para que quando você se tornar Cardeal Bergoglio escreveu dele que seu “serviço da igreja e exemplo de consagração religiosa” tinham uma “forte influência” na sua vida.

Papa Francisco enriqueceu sua experiência entre os Salesianos quando ele estudou por um ano no Instituto salesiano “Wilfrid Barón em Ramos Mejía. E provavelmente é por causa desses conhecidos que Papa Francesco ganhou a devoção profunda e bem conhecida, a Maria dos cristãos, a quem ele constantemente elogiado a cada 24 meses. De devoção religiosa a que, por assim dizer, “Associação” de San Lorenzo de Almagro: mesmo desportivamente Bergoglio e Salesianos reunir, desde que o time argentino foi fundado por don Lorenzo Massa, SDB e carrega as cores de Auxiliadora.

O Papa era tão pequeno, um grande fã, muitas vezes foi ao estádio com o pai para assistir o jogo da equipe e lembre-se sempre com prazer a vitória do campeonato de 1946 e a formação da época. Agora que o San Lorenzo graduou-se campeão do campeonato argentino – último domingo, 15 de dezembro – os comentaristas estão indecisos sobre interpretações: o St. Lawrence estava fazendo um presente de aniversário para o Papa ou o Papa com sua animação levou a equipe a um título da liga que não chegou a partir de 2007?

Por outro lado, mesmo a Congregação e Família Salesiana tem por natureza uma particular devoção à figura do Papa; na verdade Dom Bosco oferecido para jovens, seus filhos, amigos e associados a uma proposta de espiritualidade que girava em torno de três grandes grupos: a centralidade da Eucaristia, filial devoção a Maria e a fidelidade ao Papa e ao Magistério.

A Família Canção Nova e a Congregação Salesiana  está com o coração agradecido pela dedicação, amor, dinamismos e jovialidade do Dom Pascual que durante 12 anos verdadeiramente foi a fisionomia, a ‘face’ de Dom Bosco para a Família Salesiana no Brasil e no mundo. Breve notícia do novo ‘rosto’ de Dom Bosco para um novo tempo na Igreja e na Evangelização e na vida dos filhos de Dom Bosco que estão a caminho do seu Bicentenário.

Por, Simone Souza

Conhecer e Viver a Espiritualidade de Dom Bosco-  Estréia 2014.

Salesianos de Dom Bosco em Fortaleza

Dom Lustosa, Bispo Santo e Sábio.

 

baner

‘’ Basta-me saber que sois jovens para que eu vos ame profundamente’’

Dom Bosco era um grande amigo das crianças, dos adolescentes e dos jovens era um homem de temperamento forte porém, bem humorado e otimista.

Filho de família pobre perdeu o pai quando tinha 2 anos, sua mãe Mamãe Margarida assumiu seu papel de mãe e pai. Ela era analfabeta, mas sempre ajudou o filho a estudar e o instruía na fé.  João Melquior,seu nome de Batismo trabalhava e estudava com muitos sacrifícios, andando vários quilômetros a pé para a escola, mas era destemido e perseverante.  Ajudava sempre seus amigos, seus colegas. Fazia brincadeiras e contava histórias para alegra-los e com sua simplicidade testemunhava que alegria também era sinônimo de santidade.

Em 1835 entrou para o Seminário de Chieri onde estudou Filosofia e Teologia, foi Ordenado Padre em Turim e ajudou as crianças e os adolescentes pobres a estudarem e terem uma profissão. As escolas eram muito rigorosas e ele mostrou que elas poderiam ser diferentes, sendo alegres e sem castigos, mas com responsabilidade eles poderiam se divertir e entreter-se. Ele acolhia bem as crianças e adolescentes que quisesse ficar com ele, especialmente os pobres a margem da sociedade, além disso, visitava as prisões.

                 Assista o filme de Dom Bosco e conheça a vida e história do ‘Pai e Mestre da Juventude’

Dom Bosco reunia  com os alunos para ensinar e brincar, mudando o jeito da escola, nascendo ai o ‘ Sistema Preventivo’ que consiste em formar na razão, no afeto e na Espiritualidade.
O convívio com esses jovens levou a Dom Bosco a uma grande missão nascendo ai a Sociedade Salesiana. O nome Salesiano deriva de São Francisco de Sales,  santo que Dom Bosco tinha como modelo a seguir pelas suas características: humanismo e bondade.

Em 1864 Dom Bosco visita Mornese e conhece um grupo de moças que trabalhava na Paroquia entre ela Maria Domingas Mazzarelo, para ele foi uma reposta para o que ele aspirava: realizar o mesmo trabalho com as moças o que os Salesianos já estavam fazendo com  os rapazes.  Naquele tempo não era consentido colégio mistos homem e mulheres.  Desse encontro nasce as Filhas de Maria Auxiliadora conhecida como Salesianas.

A Obra Salesiana não parou na Itália, Dom Bosco intuía que Deus queria que a Família Salesiana se expandisse pelo mundo.  As sementes foram lançadas e os frutos estão ai a grande Família Salesiana espelhada pelo mundo.

 Oração More »

sao francisco de sales_2
Por, Simone Souza/CN

São Francisco de Sales é Doutor da Igreja, é fundador da Ordem da Visitação, também é patrono dos escritores e dos jornalistas devido ao estilo e ao conteúdo de seus escritos. Esse grande santo da Igreja morreu com 56 anos, sendo que 21 deles foram vividos no episcopado como servo para todos e sinal de santidade.
Por que somos ‘Salesianos’?
São Francisco de Sales, pastor cheio de zelo e mestre de caridade, inspirou Dom Bosco com seu humanismo otimista e sua dedicação absoluta ao cuidado pastoral das almas. Em 1854 Dom Bosco declarou:

`Nossa Senhora quer que criemos uma Congregação. Decidi que nos chamaremos Salesianos. Colocamo-nos sob a proteção de São Francisco de Sales, com a finalidade de participar da sua imensa amabilidade`. Em 1854, Dom Bosco deu o nome de `Pia Sociedade de São Francisco de Sales` ao primeiro pequeno grupo de 17 jovens que desejavam seguir os seus passos trabalhando pela juventude.

Assim como Dom Bosco o coração de São Francisco de Sales ardia de amor e preocupação pela almas e na certeza que  “A caridade e a doçura de São Francisco de Sales guiar-me-ão em tudo.“ O próprio Dom Bosco deixou escrito nas Memórias do Oratório de São Francisco de Sales.

“Havíamo-nos colocado sob a proteção desse santo para que nos alcançasse de Deus a graça de imitá-lo em sua extraordinária mansidão e na conquista das almas. Outra razão era a de colocar-nos sob sua proteção a fim de que do céu nos ajudasse a imitá-lo no combate aos erros contra a religião, especialmente do protestantismo, que começava a insinuar-se insidiosamente nos nossos povoados e assinalado na cidade de Turim.”

Conheça o brasão

brasãoO brasão salesiano apareceu pela primeira vez na circular de Dom Bosco de 8 de dezembro de 1885, desenhado pelo Prof. Boidi.  “A estrela radiante, a grande âncora, o coração abrasado simbolizam as virtudes teologais. A figura de São Francisco de Sales lembra o Patrono da Sociedade. O pequeno bosque na parte de baixo lembra o Fundador. As elevadas montanhas significam as alturas da perfeição à qual devem tender os membros da Congregação. A palma e o louro que, entrelaçados, abraçam o escudo até o meio, são emblemas do prêmio reservado a uma vida sacrificada e virtuosa. O mote Da mihi animas coetera tolle exprime o ideal de todo salesiano”.

A Canção Nova nasceu das raízes do Salesianismo. Mons Jonas Abib é padre Salesiano e assim como o seu fundador Dom Bosco assumiu o chamado de evangelizar os jovens e atualizar o ‘ Bom cristão, honesto cidadão’. Para cuidar e formar os jovens para um sociedade carente de referencia cristãs e de uma evangelização eficaz a Exortação Apostólica Evangelii Nuntiandi’ foi a confirmação que era essa a vontade de Deus.

Fonte: Salesianos de Dom Bosco

  

www.facebook.com/Salesianidade

www.facebook.com/Salesianidade

”que os Salesianos tenham por finalidade especial apoiar a autoridade do Papa, onde quer que se encontrem, onde quer que trabalhem”.

Vivenciando o triênio para o Bicentenário de Dom Bosco a Família Salesiana foi levada por um modo envolvente conhecer e amar sua a História (2011-2012) , Pedagogia (2012-2013) e agora em (2014-2015) sua Espiritualidade ‘Conhecer e viver a Espiritualidade de Dom Bosco’.

Motivada pela história de vida durante o tempo que eu apresentei o programa ‘Caminhando com Dom Bosco’ na Rádio FM Dom Bosco de Fortaleza, nesse Ano Sacerdotal da Com. Canção Nova , senti no coração de presentear ao Monsenhor Jonas Abib continuando o estudo os Escritos Espirituais do ‘Pai e Mestre da Juventude’. No aniversário do Monsenhor ao falar pelo telefone com ele, disse que esse era o meu presente para ele e até agora ressoar em meu coração e ouvidos: ‘ Que lindo presente minha filha, quero ver os frutos’. Nossa gelei! Mas não tenho dúvida que foi um incentivo uma forma de dizer, que não pare em você, leve-os adiante. Primeiro fruto que peço a Deus é a fidelidade e dedicação para levar adiante e dizer como Dom Bosco que é ‘ para maior Glória de Deus e para a ‘Salvação das almas’.

Para iniciar o ano de 2014  transcrevi o ‘Programa de vida’ deixado por Dom Bosco em 1975 para seus filhos de Lanzo e agora como fruto abri um Fan page no Salesianidade onde iremos trilhar um caminho de conhecimento e experiência pessoal e atualizada do carisma Salesiano.
Por ocasião da Canonização do Beato João Paulo II a Com. Canção Nova em Roma  esteve na cidade onde nasceu e viveu o até então Carol Woytila e ao visitar na Capela de Nossa Senhora Auxiliadora em Cracóvia onde o futuro Santo confirmou a sua vocação para fazer a vontade de Deus, eles tiraram uma foto  que levou-me  a recordar as experiências de Dom Bosco com os Papas.

Dom Bosco em sua vida expressou grande amor e obediência ao Papa. Depois da Eucaristia e Nossa Senhora o Papa foi à pessoa quem ele ensinou a seus filhos ao apreço paternal, pois tinha via nele a presença do próprio Deus.
O convite do Papa Leão XIII para prosseguir com a construção da Basílica do Sagrado Coração de Jesus em Roma em 1887 levou o santo devoto do Sagrado Coração a  confirmar sua obediência e não medir esforços para atender o pedido. Dom Bosco estava idoso e quase forças, porém, não negou ajuda, nem mesmo sabendo que os seus filhos achava um loucura devido a crise financeira da época. (Naquela ocasião ele reuniu os Salesianos para um Capitulo onde ele já expressava sua preocupação e em ajudar a Igreja “conhecer, em determinado momento da história, a vontade de Deus para melhor servir à Igreja” – art. 146).

A visita do Papa Francisco a ‘paróquia romana’ construída por Dom Bosco me leva a crer que a Família Salesiana está correspondendo com o desejo do seu pai fundador.
Em seu escritos Dom Bosco deixou expresso o seu desejo para que os seu filhos continuasse perpetuando  Salesianismo.
“Tempos difíceis, Eminência… Passei tempos difíceis… Mas a autoridade do Papa… a autoridade do Papa! Disse-o aqui a Dom Cagliero, para dizer ao Santo Padre: que os Salesianos têm por finalidade especial apoiar a autoridade do Papa, onde quer que se encontrem, onde quer que trabalhem”.

Por, Simone Souza/CN

HTML Snippets Powered By : XYZScripts.com