A Dimensão Agápica

4 Comments

No artigo anterior “Os dois momentos do amor Eros”, vimos que Eros é uma dimensão natural do amor humano, agora A Dimensão Agápicavamos considerar um pouco melhor a dimensão agápica. Essa dimensão é antes de tudo gratuidade, é comparável ao amor de uma mãe por seus filhos. Deus é Pai, mas nos ama com um amor comparável ao de uma mãe. Mas o amor de Deus por nós supera imensamente o amor de uma mãe por seus filhos.1

O amor de Deus pelo homem é Ágape, o amor que damos a Ele não é uma exigência, é uma resposta, tem muito de Eros, mas o Eros educado por Ágape. Nós damos a Ele o próprio amor d’Ele por nós, devolvemos esse amor da mesma forma que o eco nos devolve a nossa voz.2 Nós amamos porque Ele nos amou primeiro.3


A dimensão agápica é dirigida aos outros, àquelas pessoas do cotidiano, com quem dividimos responsabilidades e, às vezes, desavenças. É com essas pessoas que devemos exercer essa dimensão do amar como fomos amados. Lembrando que essas são pessoas reais, com todas as suas qualidades e limitações. E é isso que faz do amor uma atitude, uma decisão a ser tomada a cada dia.

Deus abençoe você!

Notas

[1] Cf. Isaías 49, 15; Bíblia Ave Maria.  “Pode uma mulher esquecer-se daquele que amamenta? Não ter ternura pelo fruto de suas entranhas? E mesmo que ela o esquecesse, eu não te esqueceria nunca”.

[2] Raniero CANTALAMESSA. Primeira pregação para a Quaresma 2011.

[3] Primeira carta de João 4, 19; Bíblia CNBB.

Seguir @edisoncn

4 Comments (+add yours?)