É humano!

Comentários desativados em É humano!

É humano!

Em seu livro “Dogma e Anúncio”, o cardeal Ratzinger, na tentativa de uma síntese em relação às controvérsias frente ao axioma escolástico Gratia praesupponit naturam põe o seguinte pensamento do cardeal Saliège, lido em um calendário:

Hoje se desculpa tudo com a palavra ‘é humano’.Pratica-se o divórcio: é humano. Bebe-se: é humano. Cometem-se desonestidades num exame o num concurso: é humano. A juventude se arruína no vício: é humano. Trabalha-se com preguiça: é humano. Cede-se ao ciúme: é humano. Praticam-se desfalques: é humano. Não há vício algum que não se desculpasse com esta fórmula. Assim se designa com a palavra ‘humano aquilo que é mais desprezível, mais baixo no homem. Por vezes, até a palavra se torna sinônimo de animalesco.

Que modo estranho de falar, uma vez que humano é precisamente aquilo que nos distingue do animal. O que é a inteligência, o coração, a vontade, a consciência, a santidade?

Isto é humano.

@edisoncn

Comments are closed.