O que nos fere também pode nos curar

Comentários desativados em O que nos fere também pode nos curar

O que hoje é veneno para nós, amanhã pode se transformar em antídoto.

Seremos pessoas melhores quando permitirmos que as cascas de nossas feridas sejam removidas. Essas cascas podem ser situações constrangedoras de encontrar pessoas que nos machucaram ou algo do tipo. Abrir-se a essas pessoas é uma maneira de permitir que nossas feridas sejam curadas. E como serão curadas? Serão curadas pelo perdão. Por estas situações de encontros constrangedores, mas de abertura, ao mesmo tempo, aprenderemos a melhor maneira de lidar, administrar e superar tais situações, bem como nos abriremos a perdoá-las.O que nos fere também pode nos curar

Nós somos curados pelo que nos fere. O que era veneno passar a ser antídoto, algo parecido com o que aconteceu no episódio das serpentes no deserto, confira:

Então o Senhor enviou contra o povo serpentes ardentes, que morderam e mataram muitos. O povo veio a Moisés e disse-lhe: “Pecamos, murmurando contra o Senhor e contra ti. Roga ao Senhor que afaste de nós essas serpentes.” Moisés intercedeu pelo povo, e o Senhor disse a Moisés: “Faze para ti uma serpente ardente e mete-a sobre um poste. Todo o que for mordido, olhando para ela, será salvo.” Moisés fez, pois, uma serpente de bronze, e fixou-a sobre um poste. Se alguém era mordido por uma serpente e olhava para a serpente de bronze, conservava a vida (Nm 21, 6-9).

O conscientizar-se de que algumas situações precisam ser encaradas como oportunidade de crescimento pessoal nos leva a superação do vitimismo, o que gera uma maturidade que nos tira da infantilidade. É como remover a casca de uma ferida, mas não para que o ferimento aumente, mas para que, por meio do cuidado, a ferida cicatrize e seja curada.

Após retirar a casca da ferida ou transformar veneno em antídoto, com certeza seremos pessoas melhores e mais maduras. Não tenha medo de expor suas feridas aos cuidados de Deus.

Deus abençoe você.

Seguir @edisoncn

Comments are closed.