dez
19

Os Juízes

Juiz

Na história de Israel, houve um tempo em que o povo hebreu se organizava em um sistema tribal, posteriormente esse sistema político deu lugar a monarquia, o que nos interessa agora é entender como funcionava esse sistema tribal e qual a importância dos chamados Juízes.

Para começar as doze tribos de Israel, receberam os nomes dos dez filhos de Jacó, as outras duas tribos receberam nomes de dois filhos de José, que foram adotados por Jacó. Assim as tribos foram chamadas de Rubem, Simeão, Levi, Judá, Zebulom, Dã, Gade, Aser, Naftali, Benjamim, Manasses e Efraim.

A economia e a sobrevivência das tribos israelitas giravam em torno da criação de gado de pequeno porte e pequenos campos onde houvesse quantidade razoável de água, se os recursos se esgotassem, a tribo literalmente levantava acampamento e seguia para outro lugar. Muitas civilizações em determinado momento experimentam o processo de unificação do povo, mas com as tribos de Israel era diferente, por muito tempo carregaram a mentalidade de que o povo só devia prestar contas para Deus, ter um rei, significava se igualar as nações vizinhas e politeístas, os povos juridicamente eram divididos, porém, culturalmente e religiosamente eram unidos, esse sistema era uma expressar um louvor, autoridade e submissão somente a Deus.

Mas e os juízes? Qual autoridade possuíam então? Cabia a estes homens e mulheres, certas responsabilidades sobre a tribo, eram eles quem julgavam crimes, em ocasiões de conflito com os povos vizinhos, exerciam função de chefe militar. Alguns destes foram Otoniel (Jz 3,7-11), Eúde (Jz 3,12-30), Débora e Barac (Jz 4-5), Gideão (Jz 6-8) e o mais famoso Sansão (Jz 13-16).

dez
17

Modernização do exército hebreu

EXERCITO

Por volta de 1020 a.C, os hebreus estavam sendo esmagados pelos filisteus, o povo pedia por um rei, pois acreditavam que se seguissem o mesmo sistema de governo dos povos vizinhos, poderiam se livrar da ameaça filisteia. Foi então que as tribos independentes se uniram sob um único rei, ungido pelo profeta Samuel, podemos ler isso no 1Samuel capítulo 8.

Mesmo sob comando de Saul a diferença entre hebreus e filisteus era enorme, Saul conseguiu arduamente formar um exército de 3.00 homens, que foi um bom começo mas, mesmo tento alguns sucessos contra os inimigos, sua organização militar era muito primitiva.

Os filisteus possuíam uma tecnologia militar muito mais avançada, eles incluíram a primeira espada verdadeiramente cortante, possuíam carros de guerra e chegaram a fazer o uso comum de armaduras de faixas metálicas que promoviam proteção básica contra armas de bronze.

A Bíblia é sólida em creditar a Davi a criação do primeiro exército israelita a ser competitivo entre as unidades políticas mais antigas que operavam no cenário do oriente próximo. O estado de Israel teve condições de juntar homens e armá-los e pagá-los, este novo exército contava com a participação de um grande número de mercenários, que contribuíram muito com suas habilidades de combate. A infantaria arma-se com lanças e dardos, as espadas se tornara algo comum para a elite dos soldados, a funda não deixou de ser usada, mas o exército aderiu também ao arco composto e armaduras defensivas como o capacete, o escudo e até armaduras de escamas de bronze ou ferro.

dez
15

Guerreiros Hebreus

 

Josué

Como concordam os estudiosos sobre o assunto, os hebreus são um povo nômade com origens étnicas e linguística aparentada com os cananeus. Os hebreus demoraram muito para atingir um nível significativo de qualidade militarmente, até o reinado de Davi, as operações militares dos hebreus, estava mais para guerrilhas desorganizadas, a metalurgia não era muito desenvolvida, dificilmente alguém de uma tribo era por profissão um guerreiro, em geral eram pastores que quando necessário pegavam em tridentes de fazendeiros, pedaços de madeiras pontudos, pedras e facas para defender o território. No livro de Josué, fica claro a precariedade do “exercito” hebreu em relação ao seu inimigo, eles não possuíam carros de guerra, nem possuíam o arco composto (tecnologia avançada da época e muito cara) em ataques a distância basicamente usavam a funda. A grande vantagem é que muitas batalhas eram em terrenos rochosos, e por conhecerem muito bem o terreno e carregarem sempre pouco equipamento, os hebreus surpreendiam seus oponentes.

dez
09

Batalhas da Bíblia

Soldado hitita

Bom dia meu povo, voltei com o blog, você que se interessa pela vida do mundo antigo fique ligado aqui. As próximas postagens vamos saber mais sobre as batalhas entre os hebreus, filisteus, hititas, egípcios, romanos, cananeus, amorreus e outros.

Vamos começar por entender a importância do território hoje conhecido por nós como Palestina. Essa região não é muito rica, mas sua localização era muito preciosa, servia como ponte entre a Eurásia e a África, e também controla o acesso da Mesopotâmia ao Mediterrâneo. Quando a região da Palestina aparece pela primeira vez nos registros históricos, seus habitantes são os povos semíticos e os cananeus (também conhecidos como fenícios). AO SUL ESTAVA O Egito, a leste Mitani, a ao norte os hititas, esses três grandes impérios queriam controlar a faixa de terra da Palestina, assim como fizeram os hicsos em XVIII a.C, esse povo conquistou o norte do Egito, um registo muito importante e muito famoso sobre este povo se encontra na Bíblia no livro do êxodo “Subiu ao trono no Egito um novo Faraó, que não tinha conhecido José.” (EX1,8)

Foram os hicsos que introduziram o carro de guerra na região no século XVII a.C, junto com o arco composto e possivelmente a espada em forma de foice.

dez
20

Dica de desenho

versão #Chibi do Rei Davi

dez
06

Os trabalhadores têxteis

Não há evidencias de que o trabalho de tecelagem se estendia além do circulo familiar no período do antigo testamento, mas em várias passagens bíblicas podemos notar a figura da mulher que sempre se encontra acompanhada de um fuso, como por exemplo em Provérbios XXXI,19 e também em Juízes XVI,13.

Um fato interessante é que arqueólogos descobriram que todo o trabalho têxtil de fiar, tecer e tingir se concentrava em certas cidades israelitas, nos permitindo classificar certas cidades como centros industriais. Temos como exemplo a cidade de Debir, onde foram encontrados pesos de tear, às centenas, nas proximidades de aparelhos usados especialmente para tingir tecidos. Em Debir havia de vinte a quarenta instalações que serviam de tinturaria. Tudo indica que a cidade era muito próspera devido à venda de tecidos e de lã aos mercadores que viajavam na estrada do Egito para o norte.

dez
04

A vida industrial

Quando imaginamos a vida no período conhecido por nós como “Idade antiga” (tempo do antigo testamento), nem nos passa pela cabeça a possibilidade do homem ter recursos para produções em larga escala.

No entanto, mesmo sem 95% dos recursos que o homem só conquistará na revolução industrial, os antigos povos do oriente médio já faziam grandes produções e construíam monumentos, templos, palácios, muralhas e fortalezas que, para o homem dos tempos atuais, parecem ser quase impossíveis.

Já haviam associações comerciais no mundo do antigo testamento e até mesmo produções em massa de certos artigos, mesmo que por métodos primitivos.

Durante o reinado de Salomão, a mão de obra escrava(mesmo sendo alvo de severas críticas dos lideres religiosos de Israel) era um elemento extremamente necessário para a construção do templo, que possuía uma arquitetura que desafia qualquer arquiteto até hoje.

out
09

A Música

Desde o Paleolítico, a música sempre foi instrumento de ligação entre o homem e o sobrenatural.

Muito antes do mundo conhecer as religiões monoteístas, a figura de deus ou deuses era completamente diferente do conceito atual.

Não importa a região em que se encontrava uma tribo, uma pequena vila ou até mesmo uma grande cidade, á música fazia parte de praticamente todos os rituais (nascimento, casamento, morte, rituais de passagens e etc.) de um determinado povo.

PS: Realmente não fiz nenhuma tabaca ou flauta de ossos, desenhei os Beatles porque amo essa banda.

out
04

Rei Davi II

Ai povo! estou quase acabando o segundo volume do mangá Rei Davi! espero que gostem bastante!

set
27

Dicas para desenhistas

Fica a dica pra galera do desenho. Quando eu desenhava no papel, usava primeiro o grafite azul e depois fazia a arte final com nanquim preto ou o próprio grafite preto.

No Photoshop podemos fazer a mesma coisa, em uma camada você faz o esboço em azul e a arte final em outra camada de preto ou qualquer outra cor escura.

Posts mais antigos «