Maranatha 2011 - Maria, mãe de Deus e nossa

♫ Ouça a Pregação:

Se preferir, baixe em MP3

"Se tiver nossa Senhora, como exemplo, você nunca irá tropeçar, pois ela sempre nos guia para o melhor caminho." diz Angelica Jordão.

Ave cheia de graça, bendita sejas mãe, Te amo com amor eterno, singelo de coração,
Quero então colocar minha vida em tuas mãos,
Sentir que podes ninar-me mãezinha com tua proteção.

Eu quero deixar que o teu plano em mim possa realizar sem limitações,
E quero tentar sem porem saber,
Ser um pouquinho do que tu és.

Essa imagem (de Nossa Senhora Auxiliadora) é o sinal de um milagre, pois onde ela estava anteriormente caiu uma bomba (na Revolução Constitucionalista, de 1932), porém ela não sofreu nada. A igreja ficou em ruínas, mas nada aconteceu a ela, que sequer precisou ser restaurada.

Este é um lugar de milagres. Aqui, vocês podem afirmar: eu pisei no lugar onde um milagre aconteceu. Maria é verdadeiramente a Senhora dos Milagres, pois ela já foi e é intercessora de muitos na minha vida e na vida de tantas outras pessoas. Ela é a Mãe de Jesus e nossa Mãe. Você está olhando para uma imagem, mas podemos testemunhar uma verdade: a presença de Nossa Senhora é real em nossas vidas. Ela caminha nessa casa, e que a partir de hoje caminha na sua vida.

Se tivermos Nossa Senhora como exemplo, nunca tropeçaremos, pois ela sempre nos guia para o melhor caminho.

Ó Mãe santíssima, me leva a Deus
E para sempre exultarei com cantos
Hinos de louvor, buscando a salvação
E nessa hora em que eu te rogo aqui
Dentro em meu peito está vontade
De te conhecer, Maria tu que és porta do céu .

Maria, sempre foi uma mulher simples, pobre e humilde, de uma presença silenciosa e discreta; mulher totalmente cheia de Deus. E é ela que neste momento vem nos visitar. Maria está no meio de nós. Ela está aqui e precisa ser acolhida na casa do nosso coração, pois é ai que ela quer fazer morada.

Talvez você nunca tenha percebido essa presença. Requer atenção! Ela, portanto, a cada instante está no meio de nós, “bateu a porta” e quer saber se pode entrar. O seu coração está ocupado em que, para não recebê-la?

Digamos para ela: Mãe, nós abrimos as portas do nosso coração para que a Senhora possa entrar. Muitas vezes não nos abrimos, mas agora decidimos deixar que a Senhora entre.  Não queremos mais caminhar sozinhos, nem negar a sua presença em nossas vidas. Sabemos que está nos tocando neste momento, de modo único e individual. A Senhora nos toca de modo especial e sentimos que a Senhora não vem sozinha, pois, traz consigo o seu filho Jesus.  Sim, Mãe, pode entrar! Tomamos posse da tua presença em nossas vidas. Mesmo que a não a vejamos, nem a percebamos, nós te acolhemos em nós.

É isso que a Palavra de Deus, nos diz:

Junto à cruz de Jesus estavam de pé sua mãe, a irmã de sua mãe, Maria, mulher de Cléofas, e Maria Madalena. Quando Jesus viu sua mãe e perto dela o discípulo que amava, disse à sua mãe: Mulher, eis aí teu filho. Depois disse ao discípulo: Eis aí tua mãe. E dessa hora em diante o discípulo a levou para a sua casa. (João 19,25-27)

É isso que Jesus faz conosco hoje, e sempre.

Angélica Costa Jordão
Pré-Discípula – Comunidade Canção Nova
03/09/2011 – 16:00

Fotos: Cineide Maria de Farias
Transcrição e adaptação: Cleber dos Santos Rodrigues
Revisão: Ricardo B. Neves



Mais informações sobre o Maranathá 2011:

Escreva seu testemunho abaixo!