Em todos os momentos, Maria está ali, para nos ouvir, nos socorrer. Ela é mãe, mestra, amiga, intercessora. Nossa Senhora não nos desampara. Ela nos coloca na via segura.

Sempre peço à ela, que cuide do meu matrimônio, dos meus filhos e da minha casa. Que ela nos ensine a amar Jesus, em primeiro lugar.

E quando faço essa oração, sei que ela está intercedendo por minhas necessidades e pelas necessidades da minha Família:

Debaixo da Vossa proteção nos refugiamos Santa Mãe de Deus. Não desprezeis as nossas súplicas em nossas necessidades; mas, livra-nos sempre de todos os perigos, ó Virgem Gloriosa e bendita.”

Recorra à Mãe você também! Ela cuida de nós e daqueles que amamos; intercedendo junto à Jesus.

Gilmara Lira

A mulher de Deus é aquela que, tem o Céu, como o seu horizonte. Por isso, ela vive todo o seu dia, os seus afazeres, e as coisas próprias da vida; na presença do Senhor.

Nesse dia 08 de Setembro, em que celebramos a Natividade de Maria, recorro à ela, como a Mãe do Amor Formoso.

“Eu sou a Mãe do amor formoso, do temor, da ciência e da santa esperança ” (Eclo 24, 24).

Um amor formoso, que começa e termina em Jesus, o Santo dos Santos; fonte de formosura, bondade e grandeza.

Ela, a Mãe do Amor Formoso, nos ensina a amar como Jesus amou, amando ao próprio Deus em primeiro lugar.

O que deve mover os nossos atos para com os nossos filhos, nosso esposo, e todos que estão próximos a nós; deve ser unicamente o amor.

Que a nossa motivação diária seja o amor; amor que vem de Deus, passa por nós,  se derrama sobre aqueles que amamos; e, volta para Deus.

Que Maria, nos eduque nessa escola, ela que é a Mãe do Amor Formoso, a Mãe do Puro Amor: Jesus.

Rezemos com São José Maria Escrivá: “Mãe Imaculada, faz que só me mova o amor.”

Gilmara Lira

Irmãos e Nossa Senhora

 

Para nós, mães, ver um filho cheio de iniciativa e criatividade, para brincar com os irmãos e amigos, faz o coração vibrar de alegria!

Foi essa a experiência, um dia desses; ver o meu primogênito promover a convivência, preparando uma massinha caseira, para a brincadeira divertida com a galerinha.

Podemos ensinar os nossos filhos a colocarem as “mãos na massa”; ou seja, estar prontos para agir, para servir, para promover o bem.

Os bons exemplos motivam mais que as palavras. Tenhamos nossas mãos na massa; e eles repetirão o gesto.

Sejamos promotoras do bem, do amor, e; da alegria da convivência. Tudo isso é uma forma de fazer da nossa vida, uma oração.

Mães e filhos aprendem uns com os outros. Aprendamos juntos, essa bela maneira de rezar: ” Mãos na massa!”

Gilmara Lira

elias massinha caseira

flor de misericordia

Certo dia, deparei-me com essa imagem do Santuário do Pai das Misericórdias, e as flores à sua frente. E logo veio ao meu coração, são as “Flores da Misericórdia”.  E o resultado foi essa bela foto.

Me dei conta, que, com certeza, muitas pessoas passaram pelo mesmo lugar e não perceberam isso. E o Senhor falou comigo; que precisamos estar atentas, para perceber “as flores de Misericórdia”, que Ele mesmo nos dá, na luta e na correria do dia a dia. Ou seja; os momentos de refrigério, de descanso, momentos da sua visita, em meio à tudo que vivemos.

Ao mesmo, tempo, precisamos ter essa mesma percepção, em oferecer “flores de Misericórdia” quando nossos cônjuges mais necessitam; nas horas de dor, cansaço, desânimo.

Podemos nós, mães, ser “flor de Misericórdia” na vida dos nossos filhos; trazer a beleza de Deus, ao coração deles.

Assim, a nossa vida se transforma em oração concreta; quando oferecemos a Misericórdia, o amor, a beleza, a bondade de Deus àqueles que amamos e à todos que estão ao nosso redor.

“Vai para tua casa, para junto dos teus, e conta-lhes tudo o que o Senhor fez por ti e como teve misericórdia de ti.”(Mc 5,19)

Perceber as ‘flores de Misericórdia” que estão no nosso caminho; encontrá-las no nosso dia a dia, testemunhar e também oferecê-las aos outros. São os carinhos, as visitas de Deus, que nos descansam em meio às lutas e levam os outros a experimentar o amor e Misericórdia de Deus.

Gilmara Lira